Carlos Sales no Parque das Ruínas

O cantor e compositor Carlos Sales leva a sua nova MPB para um dos locais preferidos dos cariocas: o Parque das Ruínas, em Santa Teresa. O sábado de 21/09 será ao som dos sucessos dos discos “Assim” e “Prá Lá de Sério”, como “A Saudade”, faixa que acaba de ganhar clipe. O evento tem início às 17h, com entrada gratuita e classificação livre.

 

Assista a “A Saudade”: https://youtu.be/wN9SkGR5XVA

Ouça “Pra Lá de Sério”: http://hyperurl.co/PraLadeSerio

 

Assumindo voz e violão, Carlos Sales recebe no palco o músico Ricardo Rito (teclado e acordeon) e o convidado especial Daniel Lopes, cantor e compositor que coleciona parcerias com nomes como Sandy e Tiago Iorc. No repertório do show estão algumas das canções mais memoráveis dos dois álbuns de Sales, além do single “Festa no Céu”, recém-divulgado com a produção luxuosa de Rick Ferreira.

 

Carlos Sales lançou seu primeiro álbum, “Assim”, em 2012. Na sua estreia, além de tocar bateria, instrumento com o qual iniciou sua carreira, gravou violões, teclados e muitos outros instrumentos. Como baterista, trabalha com Maurício Baia há mais de uma década, com quem já se apresentou no Rock in Rio, no Lollapalooza e no exterior; André Carvalho; Qinho; Pedro Mann e outros artistas.

 

Integrou bandas marcantes do cenário independente carioca, como Medusas, Mané Sagaz, Les Pops e Stereomoog. Já fez shows também com Arnaldo Brandão, com a banda Hanoi Hanoi e foi baterista em alguns shows do projeto Baú do Raul, onde acompanhou Marcelo Nova, B Negão, Plebe Rude, Wilson Sideral, Rick Ferreira, Sandra de Sá, Chico Chico e Karina Buhr.

 

Já “Prá lá de sério”, sucessor de “Assim”, foi gravado em seu home studio e contou com a participação de João Viana, Ronaldo Silva, Diogo Gameiro, Davi Morais, Pedro Baby e Gus Levy. Em clima de nostalgia ao mesmo tempo que olha para o futuro, o cantor e compositor lançou recentemente o clipe da faixa “A Saudade”, encerramento do álbum.

 

Embora o trabalho passeie por uma gama de ritmos, instrumentos, temáticas e influências, a última canção traduz a seriedade do título do álbum em um arranjo minimalista. O álbum “Pra lá de sério” está disponível para audição nas principais plataformas de música e o clipe, no canal oficial do artista no YouTube.

 

O evento é apoiado pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e pela Secretaria Municipal de Cultura. O Parque das Ruínas fica localizado nas ladeiras de Santa Teresa e tem uma das vistas cariocas mais belas. O espaço conta com uma programação cultural gratuita e intensa como exposições, teatros infantis, apresentações de circos e música.

 

Serviço

Carlos Sales

Data: 21/09/2018 (sábado)

Horário: 17h

Local: Parque das Ruínas

Endereço: R. Murtinho Nobre, 169 – Santa Teresa – Rio de Janeiro/RJ

Entrada: gratuita (não há estacionamento no local)

Classificação: livre

Duração: 60 minutos

Não há estacionamento no local – recomenda-se o uso de transporte público

 

Acompanhe Carlos Sales:

http://www.facebook.com/carlossalesfanpage

http://www.instagram.com/carlosfsales/

http://www.youtube.com/carlosfsales

 

Anúncios

Festival Polifonia no Vivo Rio

Destaques de todos os principais eventos de música do país se encontrarão no palco do Vivo Rio. O novíssimo Festival Polifonia ocupará a casa nos dias 18 e 19/10 (sexta e sábado) com nomes que vão do indie ao hardcore. No primeiro dia, se apresentarão Supercombo, Scalene, Tuyo, Zimbra e Folks. No dia 19, será um dia de shows mais pesados com Far From Alaska, Pense, Menores Atos, Gloria e Plastic Fire. Os shows começarão às 20h.

 

Presente nos principais festivais do país, a Scalene é formada por Gustavo Bertoni (voz), Tomás Bertoni (guitarra), Lucas Furtado (baixo) e Philipe “Mkk” Nogueira (bateria) e trará a turnê do disco “Respiro”. Ousando na sonoridade, o trabalho reúne um pouco de MPB, música eletrônica, R&B, entre outras influências, mas sob uma perspectiva que condiz com o caminho traçado pela banda, que já passou pelo Lollapalooza e Rock in Rio em sua trajetória.

 

A Supercombo possui cinco álbuns lançados – “Festa?” (2007), “Sal Grosso” (2011), “Amianto” (2014), “Rogério” (2016) e o recente “Adeus, Aurora” (2019) – e, ao longo dos últimos anos, vem se tornando um dos principais nomes do cenário pop rock nacional. Graças à sonoridade contagiante do quarteto formado por Leonardo Ramos (voz e guitarra), Pedro “Toledo” Ramos (guitarra), Carol Navarro (baixo) e Paulo Vaz (teclados), o grupo soma ainda parcerias com nomes importantes da cena – como Scalene e Far From Alaska – e forte presença online.

 

Formada por Machado, Lio e Lay Soares, a Tuyo une elementos orgânicos e eletrônicos em suas canções, embaladas por temáticas existenciais. O EP de estreia, “Pra Doer” (2017), introduziu o estilo contemplativo que seria ampliado em 2018 em “Pra Curar”. O trabalho solidifica essa sonoridade com letras embebidas em sensibilidade e influências folk, lo-fi hip hop e synth pop. Em seus shows, a Tuyo transita entre os dois trabalhos lançados, colocando em primeiro plano sua vulnerabilidade em músicas que mostram a personalidade de cada integrante, ao mesmo tempo que estreita sua triunidade enquanto compositores.

 

Destaque da cena, Far From Alaska traz seu show explosivo com base em stoner rock e alternativo. No repertório, canções dos discos “Modehuman” (2014) e “Unlikely” (2017). Formada em 2007, a banda santista Zimbra conta com Rafael Costa (vocal), Vitor Fernandes (guitarra), Guilherme Goes (baixo) e Pedro Furtado (bateria) e vai apresentar ao público os destaques dos discos “O Tudo, o Nada e o Mundo” (2013) e “Azul” (2016), além de singles recentes.

 

Com mais de 10 anos de estrada, a Pense ficou conhecida por unir o peso do som com mensagens profundas em suas letras. A banda sobe ao palco com Lucas Guerra (vocal), Judá Ramos (baixo), Charles Taylo (bateria), Cristiano Souza (guitarra) e Ítalo Nonato (guitarra). A banda apresentará o repertório do disco “Realidade, Vida e Fé”. Nesse trabalho, seu terceiro de estúdio, a Pense reforça suas ideias de abordar questões pessoais, acreditando que a mudança primeiro precisa ser interna, antes de ser externa.

 

Uma das bandas mais aclamadas na cena brasileira independente dos últimos anos, o trio carioca Menores Atos vem em uma crescente desde o lançamento do seu disco de estreia: “Animalia”, de 2014. Eles apresentarão as faixas do disco e do recente lançamento, “Lapso”. A veterana banda Glória retornará ao Rio com o repertório do novo álbum “Acima do Céu”. Formada em 2002, e com 5 álbuns lançados, eles se destacaram pela mistura de metalcore e post-hardcore.

 

O quarteto de hardcore Plastic Fire apresenta canções do seu álbum de estreia “Existência Parcial” (2008), “A Última Cidade Livre” (2010) e o mais recente, “CidadeVelozCidade” (2014). A banda de Madureira é formada por Reynaldo (voz), Daniel (guitarra), Marcelo (bateria) e Marcio (baixo). Fecha a lista de shows a banda carioca Folks, que lançou seu disco de estreia em 2016 e se apresentou no SxSw (EUA) no mesmo ano.

 

Os ingressos para o Festival Polifonia são a partir de R$ 40. A classificação é de 14 anos. O Vivo Rio fica na Av. Infante Dom Henrique, 85.

 

Serviço:

Polifonia Festival

Data: 18 e 19/10/2019  (sexta-feira e sábado)

Horário: 20h

Local: Vivo Rio

Endereço: Av. Infante Dom Henrique, 85 – Rio de Janeiro – RJ

Ingressos (cada dia):

Pista – 1º Lote: R$ 80 (Inteira); R$ 40 (Ingresso solidário / meia-entrada)

Pista – 2º Lote: R$ 100 (Inteira); R$ 50 (Ingresso solidário / meia-entrada)

Camarote Pista – 1º lote: R$ 150 (Inteira); R$ 75 (Ingresso solidário / meia-entrada)

Camarote pista – 2º lote: R$ 180 (Inteira); R$ 90 (Ingresso solidário / meia-entrada)

Classificação etária: 14 anos

 

Show “Trinta anos de muita bossa”

Três bons motivos tem o cantor e compositor Roberto Menescal para voltar ao palco do Imperator – Centro Cultural João Nogueira, no Méier, no próximo dia 13 de setembro, sexta-feira, às 19h. Um deles é celebrar os 30 anos de parceria com a cantora Cris Delanno. O segundo é festejar o próprio sucesso da bossa nova; e o terceiro, fazer uma homenagem especial ao saudoso Emílio Santiago. E, como cada motivo tem a ver com o outro, Menescal achou que era boa ideia juntar tudo nessa volta ao Imperator depois de três anos sem se apresentar na casa.

Roberto Menescal foi o idealizador do projeto “Aquarela Brasileira”, marco na carreira do cantor Emílio Santiago. Foi justamente na gravação de “Verdade chinesa”, para o “Aquarela Brasileira 3”, que ele conheceu Cris Delanno. Por isso, essa música está no repertório do show. “Eu tinha chamado seis pessoas para o coro da canção, mas uma delas não pôde ir e mandou a Cris no lugar. Durante a gravação, percebi uma voz sobressaindo e vi que era ela. Logo em seguida, fui gravar o meu disco ‘Ditos e feitos’ e a convidei para cantar na faixa-título”, conta Menescal de como surgiu a profícua parceria com Cris Delanno. E lá se vão 30 anos trabalhando juntos.

Além de “Verdade chinesa” (Gilson/Carlos Colla), que será cantada por Cris com o arranjo original de Menescal, para o LP de Emílio Santiago, o repertório conta ainda com o sucesso “Bye bye Brasil”, parceria de Menescal com Chico Buarque , e clássicos da bossa nova – como “O barquinho”, “Você”, “A felicidade” e “Tem dó”. E como tudo pode virar bossa nova, o roteiro inclui também “Roxanne”, hit do The Police, e “It’s wonderful”, canção imortalizada pela incrível Ella Fitzgerald.

“Estou muito feliz em me apresentar ao lado de Cris para o público do Imperator, uma plateia vibrante e sempre acolhedora”, comemora Menescal já anunciando os planos com a cantora para o ano que vem: “vamos gravar um CD e pretendemos fazer muitos shows pelo Brasil. Cris é uma das maiores cantoras que conheço e uma das que mais gosto de dividir o palco”.

Na apresentação no Imperator, a dupla Menescal e Cris estará acompanhada pelo trio João Cortez (bateria), Jefferson Lescowich (contrabaixo) e Adriano Souza (piano).

Serviço:
Roberto Menescal e Cris Delanno no show “Trinta anos de muita bossa”

Dia: 13 de setembro de 2019 (sexta-feira)

Horário: 19 horas

Local: Imperator – Centro Cultural João Nogueira

Endereço: Rua Dias da Cruz 170, Méier

Tel: (21) 2597-3897

Classificação etária: Livre

Ingressos: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia)

Lotação da casa: 724

Minha Luz é de LED no Circo Voador

Em uma noite de polifonia e alegria, a festa Minha Luz é de LED realiza uma edição especial no Circo Voador em 14/09 (sábado). A irreverência do bloco carnavalesco que virou mania o ano inteiro se encontra com as batidas do DJ Leo Justi, do Heavy Baile; a intensidade da drag Potyguara Bardo, direto de Natal (RN); e com as potentes musicistas do Samba Que Elas Querem. A programação tem início às 22h, com ingressos entre R$ 40 e R$ 100.

 

Os anfitriões da noite trazem em seu DNA uma sonoridade plural que desde 2014 é um dos destaques do carnaval alternativo carioca. MPB se encontra com beats dos anos 80, o funk é mesclado ao tecnobrega e mashups se confundem com o pop internacional. É o tecno-tosco – mais tosco do que tecno. No palco do Circo, os integrantes estacionam sua Bananobike, um sistema de som construído em um triciclo, o que permite a mobilidade necessária aos cortejos da folia. Iluminando o cenário estarão seus adereços de LED, que piscam e acendem em sintonia com o clima dançante da noite.

 

Quem ajuda a dar o tom é o Leo Justi, que acaba de retornar de uma turnê europeia e circula pelo Brasil com seu Heavy Baile, uma das atrações do Rock in Rio. Justi ganhou destaque fora do Brasil com dois EPs lançados pelo selo Waxploitation (“HVY BL NSS PRR”, de 2014, e “Vira a Cara”, de 2015), além de fazer parcerias com M.I.A., Phantogram, Tropkillaz, Emicida e MC Guimê.

 

Já a cantora Potyguara Bardo vem direto de Natal para mostrar porque se tornou um dos nomes mais incensados do cenário independente nacional. Seu primeiro álbum, “Simulacre”, mostra a versatilidade da artista, que reúne influências de house music, reggae e lambada em uma roupagem pop. A drag queen é personagem do também ator e compositor José Aquilino e recentemente chamou atenção com o vídeo ao vivo para sua canção “Oásis”, somando centenas de milhares de exibições em poucos dias.

 

Completando o line up da noite, o coletivo Samba Que Elas Querem mostra que lugar de mulher é onde ela quiser. O projeto é uma roda organizada por musicistas motivadas pela necessidade de conquistar protagonismo para o sexo feminino no meio do samba carioca. O movimento busca representatividade e inclusão, fazendo samba por elas, para todos.

 

A noite já tem ingressos à venda, na plataforma Tudus, entre R$ 40 e R$ 100: https://checkout.tudus.com.br/circo-voador-minha-luz-e-de-led

 

Serviço

Minha Luz é de LED convida Potyguara Bardo, Leo Justi e Samba Que Elas Querem

Data: 14/09/2019 (sábado)

Horário: 22h30 (pontualmente)

Local: Circo Voador

Endereço:  Rua dos Arcos s/nº – Lapa – Rio de Janeiro/RJ

Ingressos: 1º lote: R$ 40 (meia ou solidária) e R$ 80 (inteira); 2º lote: R$ 50 (meia ou solidária) e R$ 100 (inteira)*

Classificação: 18 anos (de 14 a 17 anos somente acompanhado do responsável legal)

Evento: https://www.facebook.com/events/424667058141433/

*Preços sujeitos a alteração sem aviso prévio.

 

Pontos de venda:

Bilheteria Circo Voador (sem taxa de conveniência)

Terça a quinta: das 12h às 19h // Sexta: das 12h às 24h // Sábado: de 14 a 00h.

Aos domingos, segundas e feriados com show, a bilheteria abre 2 horas antes do início do evento.

 

Mais informações:

Tel da Bilheteria: (21) 2533-0354

 

Tripa Seca lança álbum no Espaço Cultural BNDES

A programação Quintas no BNDES recebe no dia 19/09, o show de lançamento do disco de estreia do Tripa Seca. Formado por Marcelo Callado, Renato Martins, André Paixão (Nervoso) e Melvin Ribeiro – nomes conhecidos e respeitados do cenário independente carioca das últimas décadas -, o supergrupo une diferentes personalidades e influências em seu primeiro álbum, que tem lançamento em 13/09 nas plataformas de música digital. O show acontece no Espaço Cultural BNDES a partir das 19h, com entrada gratuita e classificação livre.

 

Homônimo, o registro passeia do rock sessentista até o indie psicodélico, encontrando sons experimentais e de música latina. Com caminhos cruzados em bandas e artistas como Acabou La Tequila, Lafayette & Os Tremendões, Caetano Veloso e Nina Becker, o projeto surgiu em 2015 trazendo de volta os elos criativos para o círculo de amizade.

 

Feito com calma, “Tripa Seca” teve produção de Paixão com co-produção de Martins e Callado. O álbum conta com participações especiais de Fernando Bastos, Fernando Oliveira e André Dessandes e está disponível em todas as plataformas de streaming de música. No palco, o quarteto contará com Alê de Morais nas guitarras.

 

Confira a programação completa e faça a sua reserva em www.bndes.gov.br/espacobndes no dia 16/9 ou retire seu ingresso a partir das 18h no dia do espetáculo, segundo ordem de chegada e respeitando a lotação máxima.

 

Serviço

Tripa Seca no Quintas no BNDES

Data: 19/09/2019 (quinta-feira)

Horário: 19h

Local: Espaço Cultural BNDES

Endereço: Av. República do Chile, 100 – Centro – Rio de Janeiro/RJ (próximo ao metrô Carioca)

Entrada: Gratuita

Classificação: Livre

 

Carla Ruaro e um Piano na Amazônia

A Sala Cecília Meireles, um espaço da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, e PETROBRAS apresentam quarta-feira, dia 11 de setembro, às 18h30h, dentro da Série Recitais de Guiomar, a pianista Carla Ruaro, com o projeto Raízes – Um Piano na Amazônia.

Ingressos a R$ 10,00 (R$ 5,00) http://www.ingressorapido.com.br

(+55) 21 2332-9224 http://www.salaceciliameireles.rj.gov.br https://www.facebook.com/salaceciliameireles/

Twitter: @SalaCeMeireles

Instagram: @salaceciliameireles

SETEMBRO 11 – QUARTA – 18h30 – EGN – SÉRIE RECITAIS DE GUIOMAR

RAÍZES – UM PIANO NA AMAZÔNIA

CARLA RUARO, piano

Resultado do projeto/expedição que levou um piano dentro de um barco para apresentar a música de compositores contemporâneos da Amazônia e um instrumento nunca antes visto para comunidades ribeirinhas ao longo dos rios Amazonas, Tapajós e Arapiuns. Lançado em CD e DVD em 2018. A pianista traz aos palcos um repertório totalmente original nunca antes executado em salas de concertos, apresentando ao público compositores contemporâneos da Amazônia com obras de grande valor cultural. Dos sons dos pássaros ao uso de instrumentos indígenas, a pianista transforma o seu concerto em uma experiência única. O concerto inclui ainda a exibição do documentário com 29 min de duração, que retrata essa jornada pelos rios da Amazônia.

Programa

Lúcia Uchôa

Respingos

Vicente da Fonseca

Valsa Santarena nº107

Wilson Fonseca Travêsso

Bachianas Amazônicas

Thiago Albuquerque

Ozyzoborus

Thiago e Albery Albuquerque

A Flauta e o Curió

Altino Pimenta

Suite Amazônica

Lenda

Coral

Correnteza

Luiz Pardal

Suite Waldemar

Uirapuru

Valsa e Primavera

Rolinha

Raízes – Um Piano na Amazônia: Exibição do Filme Documentário

Altino Pimenta

Floresta Adormecida

Ingressos: R$ 10

CORINGA COMUNICAÇÃO Marcus Veras – marcus@coringacomunica.com.br

(21) 2259-6042 e (21) 99243-5165

Dhenni Santos no Centro Cultural dos Correios

O show “Só Vendo Pra Crer” foi inspirado na canção homônima de autoria de Dhenni Santos e Maria Olívia, que acabou dando nome ao espetáculo. “Nós preparamos um roteiro musical que aborda as diversas manifestações musicais da alegria brasileira.”, comenta Dhenni Santos.
Assim, o repertório é composto de músicas compostas por Dhenni Santos, que levam o público a experimentar as alegrias dos diversos ritmos musicais brasileiros (samba, bossa nova, marcha-rancho, frevo, baião, xote, reggae, etc). Algumas já foram gravadas nos 2 cds lançados por Dhenni Santos (“Pelo Ar” – Mills Records 2010 e “Pedra de Rio” – 2014 Mills Records), outras foram gravadas por outros intérpretes da música brasileira, enquanto outras ainda são inéditas em cd, mas já são conhecidas do público que vai aos shows de Dhenni Santos.

FICHA TÉCNICA:
Direção artística e musical: Dhenni Santos
Voz e violão: Dhenni Santos
Percussão: Éber Freitas
Participação especial: Maria Olívia (voz)
Serviço:
Local: Centro Cultural dos Correios
Endereço: Rua Visconde de Itaboraí 20 – Centro – RJ
Data: 09/08/2019
HORÁRIO: 19h
DURAÇÃO: 50 minutos
PREÇO: R$20 inteira
Telefone: (21) 2253-1580
Classificação Livre