Alan James na Vizinha 123

As canções do álbum “Despertar”, do cantor e compositor carioca Alan James, ganham forma no palco da casa Vizinha 123, em Botafogo, no dia 21/07 (domingo). A noite tem início às 20h e marca o show de lançamento do trabalho, que promove um caldeirão de influências da música brasileira e internacional, indo da MPB setentista aos grupos americanos dos anos 60.

 

Neste show especial, Alan James destila as músicas de “Despertar” e outras surpresas. Ele assume teclado, baixo e voz e sobe ao palco acompanhado de Danilo Fiani (guitarra e voz), Mario Vitor (baixo, guitarra e voz), Lourival Franco (teclado) e Alexandre Dias (bateria). Além disso, recebe convidados especiais Luiz Lopez, Anderson R-VOX e outras surpresas.

 

Ouça “Despertar”: http://bit.ly/AlanJamesDespertar

 

Alan tem uma trajetória cheia de caminhos percorridos em um eterno processo de renovaçã. Integrou bandas e duos e foi produtor e co-produtor musical para renomados artistas. Agora, o multi-instrumentista segue em frente em nova etapa e desafio, apostando na carreira solo. O início da carreira foi com o duo Geminianos e James também foi tecladista de Wagner José e seu Bando. Como produtor, trabalhou em singles de Cezar Rodriguez, além de ter co-produzido os discos “Primal” e “Visceral”, de Luiz Lopez (Filhos de Judith, Erasmo Carlos; e o single “Meu Lugar”, de Jardel Muniz.

 

Com o fim dos Geminianos, Alan James dedicou-se à gravação do primeiro disco solo, e os parceiros Jardel Muniz, Anderson R-VOX e Raphael Scherer participaram da empreitada musical. O álbum iniciou suas gravações no Superfuzz e foi finalizado no estúdio do próprio artista. Neste período, também trabalhou em composições para cinema, tendo assinado as trilhas dos curtas “Cemitério dos Pássaros” (2017) e “O Jardim de Maria” (2018).

 

“Despertar” mostra em 12 faixas as influências de Clube da Esquina, Guilherme Arantes, Beach Boys, Ben Folds e Paul McCartney, repaginando uma sonoridade sessentista e setentista com tons modernos.

 

O lançamento foi através do selo Discobertas, de Marcelo Fróes, produzido pelo próprio James com co-produção de Luiz Lopez – que também supervisionou a mixagem e a masterização com Vitor Veiga. “Despertar” teve distribuição digital, além de formato físico. O disco marcou presença em veículos de música em todo o país.

 

Assista o clipe de “Menina do Quintal”: http://bit.ly/AJMdQYouTube

Assista ao clipe “Bem Aqui”: https://youtu.be/pXMqNB8eb_k

 

Atualmente, Alan James segue em turnê com “Despertar”, produz clipes e se dedica a novas canções. O show de lançamento no Rio de Janeiro tem ingressos a R$ 20 e classificação etária livre.

 

Serviço

Alan James

Data: 21/07/2019 (domingo)

Horário: 20h

Local: Vizinha 123

Endereço: Rua Henrique de Novais, 123 – Botafogo – Rio de Janeiro/RJ

Ingressos: R$ 20 (apenas dinheiro)

Classificação: Livre

 

Anúncios

2a Edição do Sambarraiá do Projeto Criolice

Neste domingo (21), a partir das 15h, no Parque de Madureira, na Arena Fernando Torres, acontece a 2a Edição do Sambarraiá do Projeto Criolice com muita festa junina e samba de raiz. O evento terá várias surpresas e brincadeiras como: barraca do beijo e várias barraquinhas de comidas típicas além da feira gastronômica do Criolice. Então vem nessa que esse trem é bão demais. A classificação do evento é livre. Mais informações com os organizadores do Projeto Criolice: Vander Araújo(21-96491-0091); Dayvison Gomes(21-97006-6964 e Rose Maciel(21-96426-9329.

O local do evento:

A Arena Fernando Torres é toda   estruturada, aconchegante, espaçosa, coberta e de fácil acesso para que vem dos quatros cantos da cidade, com farto transporte público na região. A Arena ao lado da entrada do portão 4, do Parque de Madureira próximo ao viaduto de Rocha Miranda.

Os músicos que integram a roda de samba do Projeto Criolice , é de primeira linha: Arifan Júnior,Marquinhos Lima,Alessandro Cardozo,Carlinhos 7 Cordas, Binho Pique Novo, Beloba, Makley Mattos, Maryzelia,Alex Almeida, Bruno Gama e  Dirceu Leite.

Essas feras partem para o resgate de Paulinho da Viola, Nei Lopes, Monarco, Candeia, Aniceto, Luiz Carlos da Vila, Cartola, Guilherme de Brito, Nelson Cavaquinho, entre tantos outros. Sem falar no pout-pourri com canções de domínio público e outras tantas pinçadas dos terreiros de umbanda, candomblé e jongo.

O clima do Projeto Criolice ganhou notoriedade nas edições que foram realizadas entre as ruas K e L do Ponto Chic, em Padre Miguel. O evento é organizado por Rose Maciel, Vander Araújo e Dayvison Gomes com a assessoria de imprensa de Enildo do Rosário (Viola).

Serviço:

2a Edição do Sambarraiá do Projeto Criolice

Data: Domingo 21 de Julho de 2019.

Horário: 15h

Lista amiga até as 17h00: R$10,00 (meia entrada) Lista amiga após às 17h00: R$ 20,00

Local: Arena Fernando Torres – Parque de Madureira

Rua Bernardino de Andrade, 200- Madureira.

Horário: 15h até 22h.

Classificação: Livre

Parquinho grátis

No bar aceitamos cartões

 Informações/whatsApp: (21) 96426-9329 – Rose Maciel

Nossos contatos:

 Site: www.criolice.com.br

Email: criolice@bol.com.br

Telefones: 21 96426932921 964910091

No Facebook:

Fanpage: Projeto Criolice

Grupo: Projeto Criolice

Perfil: Toca do Criolice de Padre Miguel

Canal Youtube: Projeto Criolice

Instagram: projetocrioliceoficial

Twitter: @projetocriolice

Google+: Projeto Criolice

Organização: Rose Maciel/ Vander Araújo/ Dayvison Gomes/ Enildo Rosário (Viola)

Projeto “Infusão” na Audio Rebel

Compositor, produtor musical, live electronics performer e fotógrafo, João Milet Meirelles se dedica à pesquisa do som e imagem com uma atenção especial para as texturas e timbres e suas relações temporais. Essas múltiplas facetas ganham vida no palco com o projeto Infusão, que ele apresenta na Audio Rebel em noite única (30/07), a partir das 20h.

 

Impulsionado pela arte de olhar e operar nas brechas, Infusão propõe a performance eletrônica ao vivo que dialoga entre materiais composicionais e improvisações, referências e conceito. Sequências, timbres, colagens são substâncias prontas para infundir na água quente de possibilidades, chances, aleatoriedade de improvisação livre. O projeto tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia.

 

Vindo de uma família de artistas do teatro e com extensa experiência na cena, seu trabalho de fotografia, composição, produção e direção musical se encontram e criam um corpo estético próprio. Desde 2010, João desenvolve o projeto Infusão, que conta com um single lançado em formato lo-fi, além da produção colaborativa do álbum/zine “Inter”, ambos em parceria com DUNA Editora.

 

Desde 2012 toca e produz live electronics no BaianaSystem, banda formada em 2009 com forte presença no novo cenário da música brasileira. Além disso, traz no currículo projetos como a banda Beto Júnior e LARGO, plataforma de encontros de música expandida. Lançou o livro fotográfico “Bença” e “Sobre os Pés de Quem Anda”, livro objeto produzido e lançado por DUNA editora.

 

João leva todas essas vivências para o palco da Audio Rebel, espaço da música independente e experimental no coração da Zona Sul carioca. A casa conta ainda com estúdios de gravação e ensaio, luthieria e loja de discos.

 

Serviço

João Milet Meirelles: Infusão

Data: 30/07/2019 (terça-feira)

Horário: 20h

Local: Audio Rebel

Endereço: Rua Visconde de Silva, 55 – Botafogo – Rio de Janeiro/RJ

Ingressos: R$ 20

Classificação: 16 anos

Capacidade da casa: 90 pessoas (lotação máxima)

Forma de pagamento: para o ingresso, apenas dinheiro; no bar, todos os cartões de crédito

 

Filhas de Samba cantam Jorge Aragão

Aninha Portal, Cassiana Belfort, Ircéa e Janaina Reis são amigas, cantoras, compositoras, atuantes em outras tantas atividades, que têm como ponto em comum o grande amor pelo samba. Esse amor intenso pediu um grande encontro numa roda de samba no Teatro Rival Petrobras no dia 16 de julho, terça, às 19h30. No show, o quarteto “Filhas de Samba” vai homenagear Jorge Aragão em uma apresentação com os maiores sucessos do “poeta do samba”.

 

Jorge Aragão, que é um dos fundadores do Grupo Fundo de Quintal, também será lembrado no cenário do show e em algumas boas histórias. Enredo do Meu Samba, Novos Tempos, Cabelo Pixaim e O Iraque é Aqui também estão no repertório de um show que promete surpresas.

 

Com roteiro e direção de Marcos Salles, produção de Beto Kavaketta, as “Filhas de Samba” trarão para o palco suas versões para clássicos como Malandro, Logo Agora, Bar da Esquina, Ontem e Lucidez, entre tantos outros.

 


Serviço

Teatro Rival Petrobras – Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro. Data: 16 de julho (terça-feira). Horário: 19h30. Abertura da casa: 18h. Ingressos: R$ 50,00 (Inteira), R$ 35,00 (Promoção para os 100 primeiros pagantes), R$ 25,00 (meia-entrada). Venda antecipada pela Eventim – http://bit.ly/TeatroRival_Ingressos2GIaEKp  Bilheteria: Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 22h Censura: 18 anos. www.rivalpetrobras.com.br. Informações: (21) 2240-9796. Capacidade: 350 pessoas. Metrô/VLT: Estação Cinelândia.

 

*Meia entrada: Estudante, Idosos, Professores da Rede Pública, Funcionários da Petrobras, Clientes com Cartão Petrobras e Assinantes O Globo 

OSB leva “o pop dos clássicos” ao Teatro Riachuelo

Músicas que você já ouviu em filmes, desenhos animados e publicidade e não sabia que eram do repertório clássico. É esse o programa que a Orquestra Sinfônica Brasileira apresentará no segundo concerto da Série Teatro Riachuelo, dia 16 de julho, às 20h. Sob a batuta do maestro Tobias Volkmann, a OSB executará peças emblemáticas como a abertura da ópera “O Barbeiro de Sevilha”, trechos da ópera “Carmen”, e uma série de outras obras consideras “pop” entre os clássicos. A OSB conta com a Lei Federal de Incentivo à Cultura e tem a NTS como mantenedora, Vale, Brookfield e Eneva como patrocinadoras e Eletrobras como copatrocinadora.

Sem intervalo, o programa abre com a abertura de “O Barbeiro de Sevilha”, de Gioacchino Rossini, seguida de trecho da ópera “Cavalleria Rusticana”, de Pietro Mascagni. Franz von Suppé vem na sequência, com a abertura de sua “Cavalaria Ligeira”. “Valsa Triste”, de Jean Sibelius, “Dança Hungara”, de Dvorak, e a abertura de “La Gazza Ladra”, também de Rossini, estão no repertório da noite, que será encerrada com trechos de “Carmen”, de Bizet.

Para o maestro Tobias Volkmann, são obras que todo mundo já ouviu pelo menos uma vez. “É um repertório que está no ouvido das pessoas. É um programa muito convidativo, inclusive para quem não está tão habituado a frequentar concertos” – acredita. “É para o público sair assoviando do teatro” – completa.

SOBRE A ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA:

 

Fundada em 1940, a Orquestra Sinfônica Brasileira é reconhecida como um dos conjuntos sinfônicos mais importantes do país. Em seus 78 anos de trajetória ininterrupta, a OSB já realizou mais de cinco mil concertos e é reconhecida pelo pioneirismo de suas ações, tendo sido a primeira orquestra a realizar turnês pelo Brasil e exterior, apresentações ao ar livre e projetos de formação de plateia.

Nas últimas sete décadas, a OSB revelou nomes como Nelson Freire, Arnaldo Cohen e Antônio Meneses, e esteve à frente, maestros e compositores brasileiros como Heitor Villa-Lobos, Eleazar de Carvalho, Claudio Santoro, Francisco Mignone e Camargo Guarnieri. Também faz parte de sua história a colaboração de alguns dos maiores artistas do cenário internacional como Leonard Bernstein, Arthur Rubinstein, Mstislav Rostropovich, Igor Stravinsky, Claudio Arrau, Zubin Mehta, Lorin Maazel e Kurt Masur, entre muitos outros.

Composta atualmente por mais de 70 músicos brasileiros e estrangeiros, a OSB contempla uma programação regular de concertos, apresentações especiais e ações educativas, além de um amplo projeto de responsabilidade social e democratização de acesso à cultura. Para viabilizar suas atividades, a Fundação conta com a Lei Federal de Incentivo à Cultura, tem a NTS – Nova Transportadora do Sudeste como mantenedora e a Vale, Brookfield e Eneva como patrocinadoras e Eletrobras como copatrocinadora, além de um conjunto de apoiadores culturais e institucionais.

SOBRE O MAESTRO TOBIAS VOLKMANN:

Vencedor dos principais prêmios concedidos no Concurso Internacional de Regência Jorma Panula 2012, na Finlândia, e no Festival Musical Olympus de São Petersburgo em 2013, Tobias Volkmann vem atraindo atenção para interpretações consistentes tanto no repertório sinfônico quanto no teatro de ópera e balé. Com versatilidade e sofisticação, Volkmann mostra-se à vontade em uma variedade de estilos, que se estende da interpretação historicamente informada da música do século XVIII às mais desafiadoras obras da música contemporânea, incluindo naturalmente o grande repertório romântico e a música brasileira em suas diversas vertentes.

Desde 2016 na posição de principal regente convidado da Orquestra Sinfônica Nacional da Universidade Federal Fluminense, Tobias Volkmann foi maestro titular da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro de 2016 a 2018. Em 2015 estreou na célebre sala Gewandhaus de Leipzig como convidado da temporada oficial do Coro e Orquestra Sinfônica da Rádio MDR. Em poucos anos foi convidado a dirigir em concerto um grande número de orquestras europeias e sul-americanas, destacando-se entre elas a Orquestra Sinfônica Estatal de São Petersburgo, Orquestra Sinfônica Estatal do Museu Hermitage, Sinfônica de Brandemburgo, Filarmônica de Pilsen, Orquestra Sinfônica do Porto Casa da Música, Orquestra Sinfônica do Chile, Orquestra Sinfônica do SODRE, Orquestra Sinfônica Brasileira, Filarmônica de Minas Gerais, Petrobras Sinfônica, Orquestra Sinfônica da UNCuyo – Mendoza, Orquestra Clássica da Universidade de Santiago, Orquestra Sinfônica do Paraná, Orquestra Sinfônica de Porto Alegre e Orquestra Sinfônica da Universidade de São Paulo. Compromissos futuros incluem a estreia com a Orquestra Sinfônica Simón Bolívar da Venezuela.

Sob sua direção musical a OSN gravou três CDs de música brasileira contemporânea. Sua discografia completa-se com Whisper, disco de música brasileira gravado ao vivo na Alemanha com a harpista Cristina Braga e a Sinfônica de Brandemburgo.

Dedica à música contemporânea uma atenção especial, tendo realizado mais de vinte estreias nos EUA, na Alemanha, na Rússia, na Argentina e no Brasil. Completa o amplo espectro de sua atuação artística o acompanhamento de filmes mudos, seja com trilhas originais ou contemporâneas. Sucessos de público e crítica neste campo foram Metropolis de Fritz Lang/Gottfried Huppertz, O Garoto, de Charles Chaplin e Nosferatu de Friedrich Murnau/Pierre Oser. Tobias Volkmann realizou sua formação com Ronald Zollman na Universidade Carnegie Mellon de Pittsburgh, complementando-a com grandes nomes da regência em masterclasses internacionais ministradas por Kurt Masur, Jorma Panula, Isaac Karabtchevsky e Fabio Mechetti.

PROGRAMA:

Gioacchino Rossini – Abertura da ópera O Barbeiro de Sevilha

Pietro Mascagni – Intermezzo da ópera Cavalleria Rusticana

Franz von Suppé – Abertura de Cavalaria Ligeira

Jean Sibelius – Valsa Triste

Johannes Brahms – Dança Húngara nº 5

Antonín Dvorak – Starodávný – Dança eslava no. 2, Op. 72 em mi menor

Gioacchino Rossini – Abertura da ópera La Gazza Ladra

Georges Bizet – Seleção das suítes Carmen no. 1 e 2

Prelude, suíte 1 | Aragonaise, suíte 1 | Intermezzo, suíte 1 | Habanera, suíte 2 | Danse Bohème, suíte 2 | Les Toréadors, suíte 1

SERVIÇO:

Orquestra Sinfônica Brasileira (Série Teatro Riachuelo)

Tobias Volkmann, regência

Dia 16 de julho de 2019 (terça-feira), às 20h

Local: Teatro Riachuelo

Endereço: Rua do Passeio, 38/40 – Centro – Rio de Janeiro

Ingressos:

Plateia VIP: R$ 70,00 (R$ 35,00 meia)

Plateia e Balcão Nobre: R$ 60,00 (R$ 30,00 meia)

Balcão Superior: R$ 40,00 (R$ 20,00 meia)

(à venda na bilheteria do Teatro Riachuelo e no site Ingresso Rápido)

Lotação: 999 lugares

Arraial no Galpão Ladeira das Artes

No dia 21 de julho (domingo), Silvan Galvão e o Carimbloco realizam o seu já tradicional Arraial Julino, no Galpão Ladeira das Artes, Cosme Velho. Dando uma nova visão para as festas típicas dessa época do ano, eles vão trazer a cultura da Região Norte em uma programação para toda família. O evento acontece a partir das 16h e os ingressos variam entre gratuito para crianças até 3 anos de idade e R$ 20.

 

O Carimbloco é um projeto liderado pelo cantor, compositor e percussionista paraense Silvan Galvão, mestre de carimbó da região do oeste do Pará, que agrega batuqueiros, dançarinos e banjistas dedicados e empenhados em aprender e difundir a rica cultura musical do norte do país. No repertório da apresentação, o carro chefe é o carimbó, mas também há espaço para outros ritmos amazônicos como as toadas de boi bumbá, lundus e banguês.

 

O grupo foi criado, originalmente, para se apresentar no carnaval de rua carioca, nos moldes de um bloco tradicional, porém hoje é mais que isso. O bloco se transformou num trabalho contínuo e de destaque na difusão do carimbó para além das fronteiras do Pará, reconhecido no norte e no sudeste.

 

No arraial, estarão presentes barraquinhas de culinária típica do norte e quitutes juninos, quadrilha e brincadeiras. O DJ Letto fica responsável pelo som mecânico. O evento acontece no Galpão Ladeira das Artes, um verdadeiro centro de ideias, movimentos artísticos e culturais, onde a experimentação e a criatividade são base para todas todas as atividades. O espaço fica localizado na Rua Conselheiro Lampreia, 225, no Cosme Velho, na Zona Sul do Rio.

 

Os ingressos antecipados já estão à venda online na plataforma Sympla: https://www.sympla.com.br/arraial-2019—silvan-galvao-e-carimbloco__567369

 

Serviço

Arraial Julino do Carimbloco

Data: 21/07/2019 (domingo)

Horário: 16h

Local: Galpão Ladeira das Artes

Endereço: Rua Conselheiro Lampreia, 225 – Cosme Velho – Rio de Janeiro/RJ

Ingressos:

Antecipados: https://www.sympla.com.br/arraial-2019—silvan-galvao-e-carimbloco__567369

 

R$10 – lote promocional (até 10/07)

R$20 – normal (até 20/07)

R$10 – crianças até 12 anos

 

Vendas no local (Disponíveis somente no dia do evento, a partir das 14h):

 

R$15 – com nome na lista amiga/mural do evento no Facebook

R$20 – normal

R$10 – crianças de 3 até 12 anos

Gratuito – crianças menores de 3 anos

 

Classificação: Livre

 

BacaFest tem edição especial de Dia do Rock na Audio Rebel

Evento já tradicional no calendário do rock autoral, o BacaFest retorna à Audio Rebel em uma edição especial no mês de julho. No dia 13/07 (sábado), a casa recebe sons empolgantes do cenário para celebrar o Dia do Rock em grande estilo. A programação traz Katina Surf e sua mescla de post punk garage; e o britpop, indie e pop rock da Playmoboys. A noite tem início às 20h, com ingressos a R$ 20.

 

A Playmoboys comemorou recentemente seus 10 anos de estrada, repaginando destaques da sua discografia lançando o álbum “Todos cresceram mas ainda sou o mesmo (2008-2018)”. Este ano, o grupo já lançou o single e clipe “Anos Perdidos” e prepara novas canções em clima de indie rock. Elas se somarão aos discos homônimo (2008) e “There’s No End” (2016) – cuja faixa-título se tornou um sucesso e chamou atenção da banda inglesa The Libertines – além de alguns EPs.

 

Novo projeto de Larry Antha (Sex Noise), um dos ícones do punk carioca, a Katina Surf faz o seu Squizzo-Guitar-Post-Punk-Garage-Rock na casa em Botafogo. Sanchito, Joab, Godot e Larry se uniram para noites acústicas e caseiras, levaram os ensaios para o Escritório Transfusão Noise e a banda ganhou vida própria. O nome é uma homenagem à baleia Katina, capturada em 1978 para o SeaWorld Orlando junto de seus cinco irmãos, e que foi inspiração para a sandália brasileira popular nos anos 80. Segundo a banda, Katina Surf é um retrato torto de sua estética sonora, ao mesmo tempo que traz uma sofisticação retrô em suas letras.

 

O BacaFest é um evento que serve de palco para artistas, bandas, cantautores, intérpretes, música experimental e instrumental. O objetivo é fazer uma mistura de sons e identidades. A curadoria fica a cargo do baterista Bacalhau Baca. Com apoio da Audio Rebel, o festival traz nomes em evidência na cena, tocando em um espaço de resistência musical na Zona Sul e também de referência quando o assunto é música independente. Por lá, artistas internacionais e nacionais mostram os seus trabalhos autorais, em um clima descontraído e intimista. Além disso, o espaço organiza ensaios e grava discos de cantores independentes, além de ter uma loja de instrumentos musicais e uma oficina de luthieria (confecção de instrumento de cordas). Localizada na Zona Sul, a Audio Rebel fica na Rua Visconde de Silva, 55, em Botafogo.

 

Serviço

BacaFest

Data: 13/07/2019 (sábado)

Horário: 20h

Local: Audio Rebel

Endereço: Rua Visconde de Silva, 55 – Botafogo – Rio de Janeiro/RJ

Ingressos: R$ 20

Classificação: 16 anos

Capacidade da casa: 90 pessoas (lotação máxima)

Forma de pagamento: para o ingresso, apenas dinheiro; no bar, todos os cartões de crédito

Casa equipada com ar condicionado e wi-fi gratuito

Horário de funcionamento da bilheteria: todos os dias, de 14h às 21h