Nego Álvaro canta Sereno e Moacyr Luz

Criado nas artes e manhas da percussão na Vila Catiri, zona oeste do Rio de Janeiro, Nego Álvaro, um especialista em repique de mão, chega ao seu segundo CD, “Nego Álvaro canta Sereno e Moacyr Luz”, pela Biscoito Fino. Sob a benção de dois grandes compositores – Sereno, do Fundo de Quintal, e o próprio Moacyr -, Nego Álvaro desfila uma série de composições com toda a riqueza dos ritmos populares brasileiros. Tudo isso poderás ser apreciado no Teatro Rival Petrobras, na Cinelândia, no dia 29 de novembro, no show que começa às 19h30.

Em 2017 ele recebeu “o presente”, como ele mesmo define: “O Moacyr Luz me ligou dizendo que precisava conversar comigo. Cheguei lá imaginando que ele ia reclamar que eu andava tocando muito por aí, mas a conversa era outra. Ele disse que como ia fazer 60 anos, queria fazer alguns discos, entre eles um dele mesmo, outro com suas parcerias com Sereno, do Fundo de Quintal , que também é um dos meus ídolos”.

Focado no papel de intérprete, o experiente percussionista aparece como tal em três faixas: uma com surdo, outra com tamborim, e outra com o instrumento criado por Ubirany (Fundo de Quintal), no qual se tornou especialista, o repique de mão, Nego Álvaro, aceitou todas as sugestões feitas por Moacyr Luz, mas fez questão de gravar duas das canções. “A primeira foi ‘Som Brasil’, que já havia sido gravada pelo Fundo de Quintal, mas que tem tudo a ver comigo. A outra, ‘Amor, o dono do meu caminho’, já tinha sido gravada no ‘Samba do Trabalhador’, e eu decidi refazer com um arranjo diferente. E completa: “Para mim é muito importante fazer parte desta história do Moa e do Sereno. E o sentimento só pode ser um, a gratidão”.

 

Herdando do irmão mais velho a paixão pelos instrumentos de percussão, desde os 15 anos Nego Álvaro trabalha como músico profissional, levando seu talento a rodas de samba no Cacique de Ramos, no Clube do Cozido, até chegar, em 2010, ao Samba do Trabalhador. Três anos mais tarde, sob a direção de Rildo Hora, gravou a faixa “Estranhou o quê”, (Moacyr Luz), inaugurando sua carreira de intérprete. Em 2016 gravou seu primeiro CD como intérprete, “Cria do Samba”.

 

Repertório: 1 – Som Brasil 2 – Mariazinha 3 – Mamãe Sereia 4 – Esse Coração é Meu 5 – Não fale em Despedida 6 – Mamãe Chamou 7 – Um Outro Mar 8 – Zum-zum Besouro 9 – Amor, O Dono do Meu Caminho 10 – Vida da Minha vida 


Serviço

Teatro Rival Petrobras – Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro. Data: 29 de novembro (quinta). Horário: 19h30. Abertura da casa: 18h. Ingressos: R$ 60,00 (Inteira), R$ 40,00 (promoção para os 100 primeiros pagantes), R$ 30,00 (meia-entrada). Venda antecipada pela Eventim – http://bit.ly/Ingressos2z0P23j. Bilheteria: Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 22h Censura: 18 anos. www.rivalpetrobras.com.br. Informações: (21) 2240-9796. Capacidade: 350 pessoas. Metrô/VLT: Estação Cinelândia.

 

*Meia entrada: Estudante, Idosos, Professores da Rede Pública, Funcionários da Petrobras, Clientes com Cartão Petrobras e Assinantes O Globo

Ópera “Colombo” no Municipal

Carlos Gomes é, unanimemente, considerado o maior compositor de óperas da América e o principal compositor brasileiro do século XIX.
Foi um dos expoentes da ópera italiana, tendo liderado, ao lado do italiano Ponchielli, o desenvolvimento do gênero durante o período entre 1870 – 1890.
O “Colombo” é a sua última grande obra. Concebido inicialmente como “poema vocal-sinfônico”, tem sido frequentemente encenado como ópera. O argumento é, logicamente, baseado nos acontecimentos que envolvem o descobrimento da América.
O barítono Inacio de Nonno é um dos grandes intérpretes do papel-título, tendo gravado a obra ao lado do tenor Fernando Portari, também presente nesta edição. A Rainha Isabel de Castela será o soprano Marianna Lima, revelada na atual temporada como protagonista da ópera “Un Ballo in Maschera”. Teremos ainda o baixo Murilo Neves, os solistas Fernanda Schleder, Ivan Jorgensen e Fabrizio Claussen, além do Coro e da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal regidos pelo Maestro Roberto Duarte.
Elenco:
Colombo: Inacio De Nonno
Rainha Isabel de Castela: Marianna Lima
Rei Fernando de Aragão: Fernando Portari
O Frade: Murilo Neves
Dona Mercedes: Fernanda Schleder
Dom Ramiro: Ivan Jorgensen
Dom Diego: Fabrizio Claussen
Narração: Neilton Ferreira
Coro e Orquestra do TMRJ
Maestro do Coro: Jésus Figueiredo
Regente: Roberto Duarte
 
O Theatro Municipal é vinculado à Secretaria de Estado e Cultura do Rio de Janeiro
PATROCÍNIO OURO PETROBRAS
Realização: FUNDAÇÃO TEATRO MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO e Associação de
Amigos do Theatro Municipal.
Apoio: Livraria da Travessa e SulAmérica Paradiso
DATAS E HORÁRIOS
Sexta-feira, 23/11 às 19h30 e domingo, 25/11 às 17h00
PREÇOS DOS INGRESSOS
Frisas, camarotes, plateia e balcão nobre: R$ 80,00
Balcão superior: R$ 40,00
Balcão superior lateral: R$ 20,00
Galeria: R$ 20,00
Galeria lateral: R$ 10,00
Ingressos na bilheteria ou no ingressorapido.com
Theatro Municipal do Rio de Janeiro – Praça Floriano s/n° – Centro
Lotação – 2.226 lugares
Censura Livre
Duração: 1h10

Trio Toque Brasileiro celebra Villa-Lobos

O Trio Toque Brasileiro vai homenagear o grande gênio da música brasileira, o maestro e compositor Heitor Villa-Lobos, considerado o maior expoente da música do modernismo no Brasil. Suas peças são executadas no circuito dos mais prestigiados teatros europeus e americanos.

O espetáculo será realizado no dia 25 de novembro, na Sala Baden Powell. No repertório de “Toque Brasileiro interpreta Villa-Lobos”, clássicos da obra do artista com arranjos exclusivos com influência da Bossa Nova e do Jazz. Participação especial da cantora Masé Sant’Anna que interpretará canções como “Trenzinho do caipira”, “Abril seresta nº.9”, “Cirandas” (canções folclóricas infantis), “Estrela é lua nova” e “Melodia Sentimental”. Também farão parte do espetáculo“,  “Bachiana nº 4”, “Bachiana nº 5”, “O Canto do Pagé”, “Ondulando”, e “Sertão de Caicó”.

O Trio Toque Brasileiro é composto por Reinaldo Arias (piano), Adriano Giffoni (contrabaixo) e Cesar Machado (bateria).

Reinaldo Arias

Pianista, produtor musical e compositor. Trabalhou com artistas renomados como Fagner, Simone, Alcione, Nelson Gonçalves, dentre outros. Ao lado de Cazuza compôs o sucesso “Codinome Beija-Flor”. Também é compositor, junto com Marina Lima, de “Pode Ser o que For” e tantas outras canções.

Adriano Giffoni

Autor dos livros “Música Brasileira para Contrabaixo” e “Slap com Ritmos Brasileiros”. Tem oito CDs solos lançados e já tocou com artistas como Djavan. Leila Pinheiro, Ivan Lins, Gal Costa, dentre outros.

Cesar Machado

Arranjador, compositor e baterista. Participou de gravações e shows com mais de 70 artistas como Nana Caymmi, Maria Bethania, João Nogueira, Martinho da Vila. Gravou um CD Book com Antonio Adolfo, lançado na Europa e nos Estados Unidos. Ministrou workshops em universidades da Alemanha e Coréia do Sul.

SERVIÇO

“Toque Brasileiro interpreta Villa-Lobos”

Data: 25 de novembro de 2018 (domingo)

Horário: 20h

Local: Sala Baden Powell

Endereço: Av. N. Sra. De Copacabana, 360 – Copacabana

Valor do ingresso:

R$ 40,00 inteira

R$ 20,00 meia entrada

Classificação: livre

Duração: 60 minutos

Jeza da Pedra na Audio Rebel

Jeza da Pedra se apresenta no dia 23/11, na Audio Rebel com suas canções de afronto e resistência, mesclando referências de funk, umbanda, afrobeat e soul com doses de humor. Ele se apresentará ao lado do  DJ Pedro Rajão, às 20h. Os ingressos custam R$20.

 

Primeiro rapper assumidamente gay da cena carioca, o artista acaba de voltar de uma turnê na Alemanha, onde se apresentou na segunda maior parada LGBT da Europa, em Colônia, além de ter sido atração de abertura de Letruxx, Rincon Sapiência e Baco Exu do Blues, todos no Circo Voador.

 

Unindo uma jornada que vai das comunidades cariocas até uma formação em Letras que passa pela conceituada Sorbonne, Jeza criou sua identidade musical no Complexo da Pedreira em meio a igrejas neopentecostais, bailes funk e rodas de samba. Essa combinação incomum resultou no EP de estreia lançado em 2017, “Pagofunk Iluminati”. Em 2018, o rapper lançou o single “Junto ao meu lado”, em colaboração com Sofia Vaz (Baleia) e Migué e uma nova versão do seu EP, com faixas extras, lançadas neste mês.

 

Berço de artistas da cena independente, a Audio Rebel é uma casa de shows localizada na Zona Sul do RJ. O local reúne nomes internacionais e nacionais de diversos gêneros, organizando ensaios e gravando discos. Por lá também funciona uma loja de instrumentos musicais e uma oficina de luthieria (confecção de instrumento de cordas). O espaço fica na Rua Visconde de Silva, 55, em Botafogo.

 

Serviço

Jeza da Pedra

Data: 23/11/2018 (sexta-feira)

Horário: 20h

Local: Audio Rebel

Endereço: Rua Visconde de Silva, 55 – Botafogo – Rio de Janeiro/RJ

Ingressos: R$20

Classificação: 16 anos

Capacidade da casa: 90 pessoas (lotação máxima)

Forma de pagamento: para o ingresso, apenas dinheiro; no bar, todos os cartões de crédito.

Casa equipada com ar condicionado e wi-fi gratuito

Horário de funcionamento da bilheteria: todos os dias, de 13h às 21h

Evento: https://www.facebook.com/events/433648273815251

 

Palcos do Rio realizam a primeira edição da Rio Music Week

Na semana de 23 a 30 de novembro acontece a primeira edição da Rio Music Week. O evento reúne 20 palcos do Rio em um festival com mais de 60 artistas para a primeira edição do Midem Latin American Forum, evento internacional de negócios de música que é realizado na França há mais de 50 anos e que pela primeira vez terá uma edição no Brasil.

 

A primeira edição da Rio Music Week é organizada pela recém-criada rede Palcos do Rio – Music Venue Network. Palcos como Circo Voador, Audio Rebel, Beco das Garrafas, Olho da Rua, Aparelho, Blue Note Rio, Carioca da Gema e outros receberão mais de 60 shows no período de 23 a 30 de novembro. O Midem é uma ação do Sebrae e será realizado dias 26 e 27 de novembro no CRAB – Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro, na Praça Tiradentes.

 

Cariocas, turistas e participantes do Midem terão a oportunidade de frequentar a atual cena musical da cidade em seus mais diferentes gêneros – samba, bossa nova, jazz, MPB, rock, rap, funk carioca e música experimental, entre outros – gerando visibilidade para os artistas e oportunidades para selos, gravadoras e outros segmentos da indústria da música, como para os palcos, onde acontecerão os shows.

 

Público anual chega a 800 mil pessoas

 

A cada ano esses 20 palcos movimentam mais de 800 mil pessoas na cidade, gerando empregos, impacto positivo na imagem do Rio e movimentando a economia criativa local. Para a gerente de Economia Criativa do SEBRAE/RJ, Heliana Marinho, a proposta da rede e do Rio Music Week contribui para o desenvolvimento da cadeia produtiva da música. “No programa Estrombo já identificamos o potencial de negócios e inovação na indústria da música. Com essa iniciativa dos palcos e do Midem, passamos a integrar ainda mais a cadeia produtiva, gerando negócios e visibilidade para a música produzida no Estado do Rio”, afirma Heliana.

 

Os principais parceiros da Rio Music Week são o SEBRAE e a Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro. A ação é parte do Programa de Apoio aos Palcos de Música do Estado do Rio – Palcos do Rio – iniciativa que tem como objetivo fomentar a música ao vivo e que tem consultoria do SEBRAE no planejamento estratégico.

 

Veja a programação completa e informações sobre ingressos e descontos em www.riomusicweek.com.br

 

RIO MUSIC WEEK / PALCOS DO RIO – MUSIC VENUE NETWORK

 

Audio Rebel

Aparelho

Beco das Garrafas (Bottle’s e Little Club)

Blue Note Rio

Carioca da Gema

Casa Música & Inovação

Circo Voador

Duck Walk Pub

Dumont Arte Bar

Etnohaus Jazz Out / Hotel Vila Galé

Jungle Garden Pub

Manouche

Olho da Rua

Pub Punqs

Rio Scenarium

Sala Municipal

Baden Powell

Saloon 79

Teatro Odisseia

Teatro Solar de Botafogo

Teatro Sonora (Conservatória, Valença, RJ)

 

Palcos do Rio –Music Venue Network

www.facebook.com/PalcosdoRio

 

Rio Music Week

www.facebook.com/RioMusicWeek

 

Empreendimentos parceiros

 

Bar Semente

RKF Consultoria

Brilliant Machine

Maracatu Brasil

Agência Tsuru

Festival Alternativo Rock Clube

Tour Upgrade

 

MIDEM LATIN AMERICAN FORUM

Centro de Referência do Artesanato Brasileiro – Rio de Janeiro, RJ

26 de novembro de 2018, 14h – 27 de novembro de 2018, 22h

https://www.sympla.com.br/midem-latin-american-forum__370148

 

Com mais de 80 países reunidos anualmente em Cannes há 53 anos, o Midem tem a missão de potencializar negócios, o que vem fazendo ao ajudar e apoiar o desenvolvimento de mercados musicais internacionais, graças a um programa único pautado em inspiração, compartilhamento de conhecimento, networking, conferências e reuniões. O Midem agora embarca em uma nova empreitada através de um programa de longo-prazo chamado “The Midem Latin American Forum”, cujo objetivo é estabelecer laços mais fortes entre profissionais latino-americanos e internacionais, contribuindo com a estruturação de ecossistemas da música local e regional, além de negócios internacionais na América Latina.

Realização

Palcos do Rio – Music Venue Network

SEBRAE / ESTROMBO

 

Apoio institucional

Midem Latin American Forum

Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro

 

Informações para a imprensa

Build Up Media

Nathália Pandeló Corrêa

+55 24 2233-3624

+55 24 98834-9680

http://www.buildupmedia.com.br

daniel@buildupmedia.com.br

nathalia@buildupmedia.com.br

 

Sexta | 23 nov

Stanley Jordan

Jazz

Local: Manouche

Horário: 21h

Duração: 21h às 22:30

Ingressos:

Sandra de Sá – Elas

Funk soul

Local: Blue Note Rio

Horário: 20h e 22h

Duração: Duas sessões de 1h e 15min

Ingressos: R$90

Henrique Band e os Emblemáticos

Jazz

Local: Olho da Rua

Horário: 20h

Duração: 20h às 22h

Ingressos: R$40

Banda Fuck Yeah!

Rock, blues e pop

Local: Duck Walk Pub

Horário: 22:30

Duração: 22:30 às 00:30

Ingressos: R$15

The  Experience Trio

Jazz fusion contemporâneo

Local: Pub Panqss

Horário: 21h

Duração: 21h às 22:30

Ingressos: R$20

Terra Blues

Rock & blues

Local: Dumont

Horário: 21h

Duração: 21h às 23h

Ingressos: R$25

Haroldo Mauro Jr. Trio

Bossa nova e jazz

Local: Beco das Garrafas

Horário: 19:30

Duração: 19:30 às 21h

Ingressos: R$40

60 Anos de Bossa: Amanda Bravo e A Bossa do Beco

Bossa Nova

Local: Beco das Garrafas

Horário: 21:30

Duração: 21:30 às 00h

Ingressos: R$40

Black Alien / MC Stephanie

Hip Hop

Local: Circo Voador

Horário: 23:30

Duração: 23:30 às 04h

Ingressos: R$50

Gabriel Versiani

Samba

Local: Carioca da Gema

Horário: 22h

Duração: 22h às 02:30

Ingressos: R$35

Sábado | 24 nov

Scatolove

Indie Rock

Local: Teatro Odisseia

Horário: 18h

Duração: 18h às 22

Ingressos: R$ 15 – R$ 70

 

Golpe Certo, Klinsh e Troá

Rock

Local: Audio Rebel

Horário: 18h

Duração: 18h às 22

Ingressos: R$ 10

 

Quarteto do Rio canta Os Cariocas

Bossa Nova

Local: Blue Note Rio

Horário: 20h

Duração: 20h às 21:15

Ingressos: R$90

Tributo a Stan Getz e João Gilberto com Rodrigo Sha e Mauricio Pessoa

Bossa Nova

Blue Note Rio

Horário: 22:30

Duração: 22:30 às 23:45

Ingressos: R$90

Jonas Sá Lançamento do CD “Puber”

MPB contemporânea

Local: Manouche

Horário: 21h

Duração: 21h às 22:30

Ingressos:

Lançamento da coleção de corsets de Patrícia Horquidea

Rock e Moda

Local: Duck Walk Pub

Horário: 22:30

Duração: 22:30 às 00:30

Ingressos: R$15

Lenna Pablo “Jazzdagente”

Jazz soul MPB

Local: Pub Panqss

Horário: 21h

Duração: 21h às 23h

Ingressos: R$20

Forró da Gávea

Forró

Local: Dumont

Horário: 21h

Duração: 21h às 23h

Ingressos: R$30

Juli Mariano

Bossa Nova

Local: Beco das Garrafas

Horário: 19:30

Duração: 19:30 às 21h

Ingressos: R$40

60 Anos de Bossa: Rio Bossa Groove

Bossa Nova

Local: Beco das Garrafas

Horário: 21:30

Duração: 21:30 às 00h

Ingressos: R$40

Crespo Festival: Liniker e os Caramelows feat. Anelis Assumpção + Vox Sambou / Giovanni Cidreira / Selma Uamusse

Global black music

Local: Circo Voador

Horário: 23h

Duração: 23h às 04h

Ingressos: R$50

Ana Costa e Sexteto Carioca

Local: Carioca da Gema

Horário: 22h

Duração: 22h às 02:30

Ingressos: R$35

 Domingo | 25 nov

Banda Gravidade Sonora

Rock pop

Local: Pub Panqss

Horário: 19h

Duração: 19h às 20h

Ingressos: R$20

 

Sound Bullet, Little Room e AKEEM Music

Indie Rock

Local: Audio Rebel

Horário: 20h

Duração: 20h às 22

Ingressos: R$ 20

Jander Magalhães e Banda

Swingue black music MPB

Local: Pub Panqss

Horário: 20:30

Duração: 20:30 às 23:30

Ingressos: R$20

60 Anos de Bossa: Téo Lima e Bossa Rio

Bossa Nova

Local: Beco das Garrafas

Horário: 21h

Duração: 21h às 23:30

Ingressos: R$40

Gabriel Teixeira

Samba

Local: Carioca da Gema

Horário: 23h

Duração: 23h às 01:30

Ingressos: R$15

Segunda | 26 nov

 

Tributo a Júpiter Maçã

Rock

Local: Audio Rebel

Horário: 20h

Duração: 20h às 22

Ingressos: R$ 20

 

Marquinho Sathan

Samba

Local: Pub Panqss

Horário: 21h

Duração: 21h às 22:30

Ingressos: R$20

60 Anos de Bossa: Sanny Alves “Ela é Carioca”

Bossa Nova e Samba

Local: Beco das Garrafas

Horário: 20:30

Duração: 20:30 às 22:30

Ingressos: R$40

Rixxa nosso “Pavarotti do Samba”

Samba

Local: Carioca da Gema

Horário: 23h

Duração: 23h às 01:30

Ingressos: R$25

 

Afro Coltane volta à Audio Rebel

Sucesso de público, o show Afro Coltane volta à Audio Rebel para mais uma apresentação no dia 20/11, como parte das já tradicionais terças-feiras dedicadas ao jazz da casa. A noite celebra o Dia da Consciência Negra como um tributo a um dos maiores e mais inventivos instrumentistas e compositores da história da música, celebrando o repertório de sua carreira. O espetáculo tem início às 20h, com ingressos a R$30.

 

Nada mais justo que homenagear a musicalidade negra trazendo ao palco a trajetória de uns dos maiores saxofonistas, improvisadores e compositores da história do jazz. Para isso, o baterista Roberto Rutigliano assume a direção musical e divide o palco com Sérgio Barrozo (contrabaixo), Marcelo Magalhães Pinto (piano) e Tino Jr (sax).

 

O repertório inclui “Afro Blues”, “Lonnie’s Lament”, “Blue Train” e outros sucessos. Isso sem abrir mão de uma interpretação mais pessoal para o grupo, que imprime em cada tema a personalidade de seus músicos, com algumas releituras baseadas no latin jazz. Coltrane representa um dos pontos altos do jazz, mas sua música ultrapassou os limites do gênero, indo do lirismo das baladas, passando pelos ritmos afro-latinos  até os limites do experimentação durante os improvisos. Entre 1955 e 1967, participou de mais de 50 gravações e influenciou gerações de outros músicos, trazendo novas perspectivas para seu instrumento.

 

O show Afro Coltrane já tem ingressos à venda online: https://www.sympla.com.br/afro-coltrane__398537

 

Conhecida pelo clima intimista e por receber talentos de todo o mundo, a Audio Rebel é uma casa de show localizada na Zona Sul do RJ. O local reúne nomes nacionais e internacionais de diversos gêneros, organizando ensaios e gravando discos de artistas independentes. Além disso, lá também funciona uma loja de instrumentos musicais e uma oficina de luthieria (confecção de instrumento de cordas). O espaço fica na Rua Visconde de Silva, 55, em Botafogo.

 

Serviço:

Afro Coltrane

Data: 20/11/2018 (terça-feira)

Horário: 20h

Local: Audio Rebel

Endereço: Rua Visconde de Silva, 55 – Botafogo – Rio de Janeiro/RJ

Ingressos: R$30

Venda online: https://www.sympla.com.br/afro-coltrane__398537

Classificação: 16 anos

Capacidade da casa: 90 pessoas (lotação máxima)

Forma de pagamento: para o ingresso, apenas dinheiro; no bar, todos os cartões de crédito.

Casa equipada com ar condicionado e wi-fi gratuito

Horário de funcionamento da bilheteria: todos os dias, de 13h às 21h

 

Orquestra Tabajara recebe Zezé Motta

Símbolos de resistência cultural, a Orquestra Tabajara e o Teatro Rival Petrobras, seguem a parceria de sucesso firmada em junho deste ano, trazendo todos os meses um show dançante com participações especiais. Desta vez, a apresentação será no dia 17 de novembro (sábado), às 19H30, com a participação especial da cantora Zezé Motta.

 

A Orquestra Tabajara foi fundada em 1934, em João Pessoa, na Paraíba, por Oliver Von Sohsten, que veio da Holanda para dirigir uma empresa que se instalara na cidade. Em 1937, com a inauguração da Rádio Tabajara na mesma cidade, a orquestra foi contratada para fazer parte de seu elenco. Naquela época, Severino Araújo foi convidado para integrar o naipe de sax da Jazz Tabajara, que já contava com músicos famosos, dos quais destacava-se K-Ximbinho. Com a morte repentina de Luna Freire, foi então que Severino Araújo, com apenas 21 anos, assumiu a direção daquela que seria considerada a mais famosa orquestra popular do Brasil. Atualmente, quem administra a Orquestra Tabajara é Ronaldo Araújo, enquanto a regência é de Francisco Araújo.

 

A atriz Zezé Motta, convidada especial desta 4ª edição, lançou em julho no palco do Teatro Rival Petrobras o CD “O samba mandou me chamar”, dedicado ao samba. O álbum é décimo disco solo após sete anos fora dos estúdios. A atriz retomou a carreira musical, que teve início nos anos 1970 quando ela era crooner na noite paulista.


Serviço

Teatro Rival Petrobras – Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro. Data: 17 de novembro (Sábado). Horário: 19h30. Abertura da casa: 18h. Ingressos: Setor A: R$ 80,00 (Inteira), R$ 50,00 (promoção para os 100 primeiros pagantes), R$ 40,00 (meia-entrada) | Setor B – Mezanino B: R$ 70,00 (Inteira), R$ 35,00 (meia-entrada) | Pista: R$ 50,00 (Inteira), R$ 25,00 (meia-entrada). Venda antecipada pela Eventim – http://bit.ly/Ingressos2z0P23j. Bilheteria: Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 22h Censura: 18 anos. www.rivalpetrobras.com.br. Informações: (21) 2240-9796. Capacidade: 350 pessoas. Metrô/VLT: Estação Cinelândia.

 

*Meia entrada: Estudante, Idosos, Professores da Rede Pública, Funcionários da Petrobras, Clientes com Cartão Petrobras e Assinantes O Globo