“Romeu e Julieta” chega a SP

Sucesso de público e crítica durante temporada de estreia, com público de mais de 50 mil espectadores no Rio de Janeiro, “Romeu e Julieta”, em formato inédito no país para o clássico de William Shakespeare, chega ao Teatro Frei Caneca no dia 10 de agosto. Com direção de Guilherme Leme Garcia (Um Pai – Puzzle), o roteiro musical do espetáculo é composto por 25 canções do repertório de Marisa Monte, tanto de sua carreira solo quanto do projeto Tribalistas, como “Amor I Love You”, “Beija eu” e “Não Vá Embora”. Apresentado pelo Ministério da Cultura e Circuito Cultural Bradesco Seguros, o espetáculo é assinado pela Leme Produções Artísticas, em parceria com a Aventura Entretenimento. O musical conta com o patrocínio da Altas Schindler e Riachuelo e o apoio do BMA Advogados e do CNA. Os ingressos estão à venda no site do Ingresso Rápido.

“Contamos com uma equipe de criadores incríveis para encantar o público, contando a história trágica do amor de dois jovens, obra imortal da literatura. Tivemos uma linda temporada no Teatro Riachuelo Rio e esperamos ser igualmente bem recebidos em São Paulo”, comenta Aniela Jordan, sócia-diretora da Aventura, ao lado de Fernando Campos, Luiz Calainho e Patrícia Telles.

A tragédia escrita entre 1591 e 1595, nos primórdios da carreira literária do inglês, conta a história de dois adolescentes apaixonados cuja morte acaba unindo suas famílias, outrora em pé de guerra. A obra é uma das mais levadas aos palcos do mundo inteiro e hoje o relacionamento dos protagonistas é considerado como o arquétipo do amor juvenil.

“Histórias de amor sempre têm um lado melancólico, triste, mas, como todos sabem, Romeu e Julieta é a mais bela história de amor que já existiu”, comenta o diretor. “Eu assisti uma montagem do Antunes Filho há 30 anos, em São Paulo, e desde então fiquei totalmente emocionado. Sempre quis falar de Shakespeare para os jovens e trazer essa galera nova para o teatro. O espetáculo é atemporal, mistura o texto de 1500 com a música dos anos 2000, além de um figurino e um cenário que circulam entre esses tempos”.

A equipe criativa do espetáculo conta ainda com craques como a cenógrafa Daniela Thomas, uma das responsáveis pela Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, e o estilista João Pimenta, que desfila suas criações na São Paulo Fashion Week. A atriz Vera Holtz assina como “colaboradora artística”, tendo participado da preparação do elenco, e a adaptação da obra e o roteiro musical são da dupla Gustavo Gasparani, vencedor do Prêmio Shell, e do dramaturgo Eduardo Rieche. O visagismo é de Fernando Torquatto, um dos maquiadores e fotógrafos mais requisitados do país, referência no assunto beleza.

A direção musical é do produtor Apollo Nove e a direção vocal de Jules Vandystadt. Renato Rocha, diretor de “Ayrton Senna, O Musical”, é o responsável em preparar os atores para as lutas de espadas que acontecem durante o espetáculo. Ele trabalhou durante um longo tempo com a “Royal Shakespeare Company”, uma das companhias de teatro mais importantes do Reino Unido.

O jovem e apaixonado casal é interpretado por Bárbara Sut (Rio Mais Brasil – O Nosso Musical) e Thiago Machado (Cazuza, Rent, Rocky Horror show, Cantando na Chuva). O elenco traz ainda nomes como Ícaro Silva (Rock in Rio – O Musical, Simonal, Elis, a Musical), no papel de Mercuccio, Pedro Caetano (Rei Leão, Les Misérables), como Teobaldo, Bruno Narchi (Rock in Rio – O Musical, Cazuza, Cinderella, Rent), interpretando Benvoglio, Stella Maria Rodrigues (Cristal Bacharat, Cazuza, Emilinha), como a carismática Ama, Claudio Galvan (Família Addams, Garota de Ipanema – O Amor É Bossa), o Frei, Kacau Gomes (Rock in Rio – O Musical, Beatles num céu de diamantes, O médico e o monstro, Les Misérables) e Marcello Escorel (A Grande Viagem do Doutor Tchecov, Cheiro de Chuva, Vaidades e Tolices).

É uma personagem que já não imaginava fazer. Teve uma peça na escola que me colocaram para fazer a Ama. Todas as meninas fizeram a Julieta, mas eu era muito alta. Teoricamente eu também não tenho o perfil do que se espera de Julieta, né? Itália medieval, uma Julieta negra? Por isso também me sinto muito honrada de ter essa oportunidade, é um papel que eu pensava ser meio inacessível para mim”, confessa Bárbara. 

 

Já conhecido de musicais como “Cantando na chuva”, Thiago comenta sua primeira vez ao interpretar um texto de Shakespeare: “Eu acho que todo ator não só almeja, mas tem que viver pelo menos uma vez o teatro Shakespeariano. E contar a história do Romeu com a Julieta, que é a maior história de amor que tem, ainda mais na linguagem do teatro musical, está sendo uma aventura muito grande!”.

Para Guilherme Leme Garcia a escolha do repertório veio com naturalidade. “Quando comecei a pensar no espetáculo ele não era nem musical, na verdade. Mas, toda vez que eu ouvia Marisa, eu pensava ‘Nossa, essa canção ficaria tão linda nessa cena’. Quando o Gustavo Gasparani, que entrou para fazer o processo de criação, propôs que o espetáculo fosse inteiro com músicas da Marisa, topei na hora!”

“Sou muito próximo da Marisa e o meu universo se aproxima muito do dela”, comenta Gasparani. A ideia teve o aval de Aniela Jordan: “As canções casam como se tivessem sido escritas para a peça”, completa.

“Romeu e Julieta” é a vigésima quinta produção da Aventura Entretenimento e marca os 10 anos de estrada da empresa.

Sobre a Leme Produções Artísticas

A Leme Produções Artísticas está no mercado há mais de vinte anos. Nesse período, muitos projetos passaram pela produtora. Levaram mais de 300 mil espectadores ao teatro e recebram diversas premiações, como Prêmio Shell de Teatro e Prêmio Arte Qualidade Brasil SP. Guilherme Leme Garcia, fundador da Leme Produções Artísticas, tem mais de 30 anos de carreira no teatro, televisão e cinema. No início da sua trajetória, ajudou a fundar a Companhia de Teatro São Paulo Brasil e participou de vários festivas no país e no exterior. Nos palcos, além de atuar, Leme dirigiu e produziu diversos espetáculos, como Decadência, Eduardo II, Felizes da Vida, Os Sem Vergonhas, Boeing Boeing, Uma Relação Pornográfica, Trágica.3, entre outros. Em 2004, fez a sua primeira direção teatral e desde lá, mais de 15 produções contaram com o seu trabalho de diretor. No cinema, no longa “Anjos da Noite”, ganhou o prêmio de melhor ator revelação no Festival de Gramado e como ator já participou de mais 30 produções.

Sobre a Aventura Entretenimento

Produtora de grandes sucessos musicais, a Aventura Entretenimento está há 10 anos no mercado, investindo no crescimento e na modernização do setor. Neste período, os espetáculos criados no país ampliaram sua estrutura, ganharam espaço no mercado e poder de atração entre espectadores e investidores. A empresa dos sócios Aniela Jordan, Fernando Campos, Luiz Calainho e Patrícia Telles é responsável por grandes sucessos como Elis, A musical, Chacrinha, o musical, Sambra, Bem Sertanejo, Um Violinista no Telhado, Hair, A Noviça Rebelde, Sete – O musical, O Mágico de Oz, Rock in Rio – O Musical, entre outros, levando mais de 2 milhões de pessoas ao teatro. Em agosto de 2016, a Aventura inaugurou o Teatro Riachuelo Rio.

Circuito Cultural Bradesco Seguros

Manter uma política de incentivo à cultura faz parte do compromisso do Grupo Bradesco Seguros com a conquista da longevidade com qualidade de vida, considerando a cultura como ativo para o desenvolvimento dos capitais do conhecimento e do convívio social. Nesse sentido, o Circuito Cultural Bradesco Seguros se orgulha de ter patrocinado e apoiado, nos últimos anos, em diversas regiões do Brasil, projetos nas áreas de música, dança, artes plásticas, teatro, literatura e exposições, além de outras manifestações artísticas.

Dentre as atrações realizadas recentemente, destacam-se os musicais “Bibi – uma vida em musical”, “Bem Sertanejo”, “Les Misérables”, “60 – Década de Arromba”, “Cinderella”, “Chacrinha, O Musical”, “Elis – A Musical”, “A Família Addams”, “O Rei Leão” e “Wicked”, além da “Série Dell’Arte Concertos Internacionais”, “Ballet Zorba, O Grego” e a exposição inaugural da Japan House, “Bambu – histórias de um Japão”.

Para conhecer o calendário 2018 do Circuito Cultural Bradesco Seguros, acesse http://www.bradescoseguros.com.br, clique na opção “Outros Portais” e “Circuito Cultural”.

 

Ficha Técnica

Concepção e direção: Guilherme Leme Garcia

Adaptação e roteiro musical: Gustavo Gasparani e Eduardo Rieche

Colaboração artística: Vera Holtz

Direção musical: Apollo Nove

Direção vocal: Jules Vandystadt

Coreografia: Toni Rodrigues

Lutas: Renato Rocha

Cenário: Daniela Thomas

Figurino: João Pimenta

Visagismo: Fernando Torquatto

Desenho de luz: Monique Gardenberg e Adriana Ortiz

Desenho de som: Carlos Esteves

Desenho gráfico: Victor Hugo

Produção de elenco: Marcela Altberg

Elenco: Bárbara Sut (Julieta), Thiago Machado (Romeu), Ícaro Silva (Mercuccio), Stella Maria Rodrigues (Ama), Claudio Galvan (Frei), Marcello Escorel (Sr. Capuleto), Kacau Gomes (Sra. Capuleto), Bruno Narchi (Benvoglio), Pedro Caetano (Teobaldo) Diego Luri, Kadu Veiga, Max Grácio, Neusa Romano, Gabriel Vicente, Laura Carolinah, Luci Salutes, Saulo Segreto, Thiago Lemmos, Gabi Porto, Santiago Villalba, Daniel Haidar, Jorge Neto, Lara Suleiman, Marcelo Ferrari e Juliana Gama.

 

SERVIÇO – ROMEU & JULIETA

Local: Teatro Frei Caneca (Rua Frei Caneca, 569 – Consolação, São Paulo – SP)

Temporada: 10 de agosto a 21 de outubro

Horários: sextas (20h30), sábados (16h e 20h) e domingos (19h)

Vendas: www.ingressorapido.com.br

Preços:

SEXTA
Plateia VIP – R$ 190,00
Plateia – R$ 160,00
Plateia Popular – R$ 75,00

SÁBADO e DOMINGO
Plateia VIP – R$ 200,00
Plateia – R$ 170,00
Plateia Popular – R$ 75,00

Capacidade: 600 lugares
Duração: 2h30 com 15 minutos de intervalo
Classificação etária: Livre 

“A Pequena Sereia – o musical” no Fashion Mall

Baseada no conto homônimo de Hans Christian Andersen, peça infantil A Pequena Sereia – O musical estreia dia 7 de julho, 17h, no Teatro Fashion Mall.

 

Dos mesmos criadores de Peter Pan – O musical, produção promete divertir toda a família, com lindas canções, coreografias inéditas e um cenário virtual que vai te levar o público diretamente para o reino dos mares, onde Tristão não mais encontra a paz desejada.

 

Sebastião até tenta deixar tudo organizado, mas a pequena sereia Ariel, que sonha em conhecer os seres humanos, e seu fiel amigo Linguado, segue outro caminho e acabam deixando até os corais do oceano agitados.

 

Os sonhos de Ariel são muito grandes para se limitarem ao fundo do mar e parece que seu coração também. A sereia acaba se apaixonando por um humano e será capaz de qualquer coisa para poder conhecer melhor o mundo dele. Para isso ela conta com a ajuda dos seus amigos e de alguém muito malvada também.

 

Seu maior encanto é sua voz e a bruxa do mar lhe promete lindas pernas em troca deste dom, mal sabe a pequena sereia que ela tem um plano muito maior por trás disso.

 

Com sessões aos sábados e domingos, 17h, infantil cumpre temporada até dia 26 de agosto.

 

Ficha técnica:

Direção e Adaptação: André Breda

Elenco: Beatriz Pedroso, Caio Godard, Carol Leipelt, Daniel de Mello, Daniel Scarcello, Elis Loureiro, Gabriela Levaskevicious, Igor Leão, Larissa Tavares, Magno Navarro

Produção artística: Carol Leipelt

Cenário: Gustavo Pinheiro

Direção musical: Cosme Motta

Coreografias: Arthur Rozas

Visagismo: Caio Godard

Produção: Ana Casalli

Assistente de Produção: Gustavo Canella

Realização: RPR Produções Artísticas e Smille Produções Artísticas.

 

Serviço:

A Pequena Sereia – O Musical

Estreia: 7 de julho

Temporada: 7 de julho a 26 de agosto de 2018

Horários: Sábados e domingos às 17h

Local: Teatro Fashion Mall – Sala II – Shop. Fashion Mall

Endereço: Estr. da Gávea, 899 – São Conrado – Telefone:  (21) 2422-9800

Preços: 60,00 (inteira) / 30,00 (meia entrada)

Lotação: 200 lugares

Classificação: Livre

Duração: 60 minutos

Gênero: Musical

AUDIÇÃO – Dia 8 de junho para o espetáculo “Uma Noite na Broadway”

O diretor Billy Bond está produzindo o espetáculo musical Uma Noite na Broadway, em parceria com a OPUS.

A montagem – com estreia prevista para Outubro de 2018 – está selecionando elenco para testes dia 8 de junho, sexta-feira.

Trata-se do primeiro musical para público ADULTO –produzido por Billy Bond em parceria com a Opus, com quem o artista

já encenou, entre outros, O Mágico de Oz, A Bela Adormecida, Natal Mágico, A Bela e a Fera e Peter Pan.

“A Dama e o Vagabundo” no Fashion Mall

A Dama e o Vagabundo, clássico da literatura infantil e imortalizado pelas mãos de Walt Disney, em 1955, a partir de um conto original do norte-americano Ward Greene, reestreia dia 5 de maio no Teatro Fashion Mall, 17h.

 

Dirigido e adaptado por André Breda e direção musical de Cosme Motta, a produção da RPR Produções conta a clássica história de Dama (Carol Leipelt), uma Cocker Spaniel acostumada ao luxo e aos carinhos de seus donos que vê sua vida se transformar quando estes têm um bebê. No contraponto, Vagabundo (Caio Godard), um vira-lata acostumado com os perigos das ruas da cidade, possuidor de um enorme instinto de sobrevivência e de uma boa dose de malandragem.

Com linguagem moderna, em relação ao famoso filme, que conta a história de amor entre uma cadela de raça e um vira-lata, completam o elenco os atores Debora Mesquitta (Shelly), Daniel de Mello (Bidu), Nicolas Moraes (Caco), Alison Weller (Humano), Clarice Monteiro (Humana) e Bruna Natali (Lily).

Ao fugir de casa, Dama se perde pela cidade, cruzando seu “mundo perfeito” com o contrastante universo em que vive Vagabundo, de quem dependerá para conseguir sobreviver em meio aos perigos que habitam nas esquinas da cidade.

 

Ela é uma Dama. Ele é um Vagabundo. Dois mundos; duas realidades; um caminho cruzado. O

que será que acontece quando nos arriscamos a conhecer o desconhecido? No mínimo uma grande aventura! Claro que falamos dos nossos melhores amigos, os cachorros!

A Dama e o Vagabundo nos mostra que temos um mundo inteiro a descobrir, que o mais importante está nas pequenas coisas, que não precisamos de muito para ser feliz, mas, principalmente, que o encaixe perfeito está onde as diferenças se completam!

Com músicas originais, cantadas ao vivo, e personagens que encantam a todos os públicos, o musical foi eleito, pela Revista Veja, como um dos 5 melhores espetáculos infantis em sua primeira temporada, no Teatro Vannucci.

A nova temporada tem sessões aos sábados e domingos, 17h, até dia 27 de maio.

Serviço:

A Dama e o Vagabundo – O Musical

Temporada: 05 a 27 de maio de 2018

Horários: Sábados e domingos às 17h

Teatro Fashion Mall – Sala II – Shopping Fashion Mall, Estr. da Gávea, 899 – São Conrado Tel: (21) 2422-9800

Preços: 60,00 (inteira) / 30,00 (meia entrada)

Lotação: 300 lugares

Classificação: Livre

Duração: 55 minutos

Ficha Técnica:

Adaptação e Direção: André Breda

Elenco: Carol Leipelt, Caio Godard, Debora Mesquitta, Daniel de Mello, Nicolas Moraes , Alison

Weller, Clarice Monteiro, Bruna Natali.

Direção Musical: Cosme Motta

Coreografias: Arthur Rozas

Visagismo: Caio Godard

Som: Jorge Baptista

Produção Artística: Carol Leipelt – RPR Produções

Produção: Ana Casalli

Assistente de Produção: Gustavo Canella

Assessoria de Imprensa: Minas de Ideias

Realização: Smille Produções Artísticas

Sonho de Uma Noite de Verão – O Musical

Estreia dia 2 de maio, no Teatro Riachuelo Rio, Sonho de Uma Noite de Verão – O Musical. O espetáculo reúne os atores que se destacaram nas três edições do projeto Incubadora de Cias, realizado pelo CEFTEM em parceria com a Aventura Entretenimento, em uma adaptação inédita da clássica comédia de Shakespeare, com músicas originais. O espetáculo tem direção João Fonseca, direção musical de Tony Lucchesi e direção de movimento de Bella Mac.

SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO

Às vésperas do casamento do Duque de Atenas, um casal de apaixonados (Hérmia e Lisandro) adentra a mata para tentar escapar de um destino terrível. Também entram Demétrio, apaixonado por Hérmia, e Helena, apaixonada por Demétrio. O caos está instalado na floresta por causa de uma disputa ciumenta entre os deuses Titãnia e Oberon, que não conseguem controlar os espíritos da floresta, e seu líder, Puck. Feitiços são lançados e os jovens apaixonados acabam se encantando pelas pessoas erradas, numa noite de perseguições amorosas confusas e cansativas. Nesta mesma floresta, uma trupe de atores amadores ensaia uma lamentável comédia de muito mal gosto para apresentar no casório que se dará em breve. Um deles é arrastado para o caos dos feitiços, quando é transformado em burro por Puck, e capturado pela rainha das fadas, que se apaixona profundamente por suas orelhas peludas. Em uma noite que mais parece um sonho, o amor é feitiço e todos vivem experiências misteriosas e memoráveis.

SONHO DE UMA NOITE DE VERÃOO MUSICAL

Datas: 2, 9, 16, 23 e 31 de maio | 1, 2 e 3 de junho

Local: Teatro Riachuelo – Cinelândia (Rio de Janeiro/RJ)

Horários: 02, 09, 16, 23, 31 de maio às 20h

1 e 2 de junho às 20h

3 de junho às 18h

Duração: 120 minutos

Classificação: 12 Anos

Valor: R$ 40,00 / R$ 20,00 (meia-entrada)

Ingressos disponíveis em: https://www.ingressorapido.com.br/event/6547/d/27506

Ficha Técnica:

Realização: CEFTEM e Aventura Entretenimento

Direção: João Fonseca

Assistência de Direção: Lyv Ziese

Direção Musical e Músicas Originais: Tony Lucchesi

Assistência de Direção Musical: Flávio Moraes

Direção de Movimento: Bella Mac

Assessoria de Imprensa: MercadoCom

Elenco:

Alina Cunha – Hérmia/Fada

Anderson Rosa – Egeu/Quina/Fada

Caio Lisboa – Lisandro/Sanfona

Clara Equi – Hipólita/Titânia/Fada

Erick De Luca – Lisandro/Bicudo

Gabriel Lara – Puck

Hamilton Dias – Teseu/Oberon

Julia de Aquino – Helena/Justine

Maria Clara Cristóvão – Helena/Justine

Mariana Montenegro – Hérmia/Fada

Mateus Penna Firme – Demétrio/Sanfona

Milene Cauzin – Hipólita/Titânia/Fada

Sidarta Senna – Demétrio/Bicudo

Vitor Louzada – Bobina

“Yank! – O Musical” na Gávea

O aclamado Yank! – O Musical, produzido pela Silhueta Produções, anunciou sua tão aguardada segunda temporada. Vencedor de quatro categorias na 17º edição do Prêmio CENYM (melhor musical, elenco, canção e melhor cartaz), além de faturar dois prêmios no Broadway World Brazil Awards (melhor direção musical e melhor versão brasileira), a produção vai estrear no dia 6 de março no Teatro dos Quatro, no Shopping da Gávea (RJ), com temporada que vai até 2 de maio e sessões nas terças e quartas às 20h.

O espetáculo dos irmãos norte americanos Joseph e David Zellnik traz ao palco duas das coisas mais assustadoras que podem existir: ir para a guerra e apaixonar-se pela primeira vez. Sua inspiração é nos clássicos filmes e peças musicais dos anos 40, com um diferencial: é uma história de amor entre dois homens.

O elenco é formado por Leandro Terra, idealizador e produtor do espetáculo, Fernanda Gabriela, atriz convidada, além de Hugo Bonemer e Betto Marque, que fazem, respectivamente, os protagonistas Stu e Mitch, Conrado Helt, Dennis Pinheiro, Leonam Moraes, André Viéri, Alain Catein, Bruno Ganem, Robson Lima e Rhuan Santos.

“Interpretar um personagem que vive uma relação homoafetiva, pra quem não estiver enfermo, é natural, como deve ser em qualquer história de amor. A dificuldade real está em viver as nuances de um relacionamento que brota em meio a uma guerra, um ambiente de morte e medo constante. A homofobia, como todo preconceito, é uma doença, mas essa o amor cura.” Hugo Bonemer (intérprete de Stu)

O que me motiva nesse espetáculo é descobrir, através desses personagens, a possibilidade de amor em tempos de ódio. Sinto que a intolerância, o ódio e a agressão continuam sendo as energias motrizes de nossos corpos. A segunda guerra ainda continua através da intolerância diária em nossas grandes cidades. Parece que não aprendemos nada. Sinto que aceitamos a guerra e sabemos pouco sobre amor e empatia.”Betto Marque (intérprete de Mitch)

Há alguns anos, eu comecei a procura de alguma peça teatral que tocasse em um tema que acho muito importante trazermos para discussão, para atualidade, para sociedade, que é a Homo afetividade. E foi a partir dessa pesquisa que eu, e um grande amigo, descobrimos YANK! Além de ser uma história linda, passada durante a Segunda Guerra Mundial, onde dois soldados norte-americanos se apaixonam, ainda é um musical. Juntei o útil ao agradável. Este projeto era uma chance de estabelecer um diálogo com toda sociedade carente de representação e que sempre desejou ver os seus sonhos e sua voz trazida à tona, de forma encantadora e digna. Estamos em uma época única da história mundial, em que essa questão, a defesa da homo afetividade, pode ser abordada de maneira direta pois transcende as barreiras de nacionalidade ou de gêneros artísticos, sendo do interesse do grande público. Mas aí esbarrei num grande problema: conseguir patrocínio. Eu já fiz outras produções independentes, pegando dinheiro emprestado ali, pegando do meu mesmo, mas um Musical gasta muito com som, músicos, e etc. De lá pra cá, vinha tentando editais, lei Rouanet, mas tudo sem sucesso. Me veio então o estalo de fazer através de financiamento coletivo. E aí o projeto voltou a andar. A primeira temporada foi um sucesso e agora estamos com a segunda”Leandro Terra, idealizador e produtor do espetáculo.

 

Sinopse:

YANK! – O Musical é uma carta de amor aos filmes e musicais dos anos 1940. O espetáculo conta a história de Stu, um correspondente de guerra, e Mitch, um soldado do exército, que se apaixonam e lutam pela sobrevivência num tempo e lugar onde as circunstâncias estão contra eles.

A montagem de estreia, no circuito Off-Broadway, aconteceu em 2010 e rendeu a YANK! 7 indicações ao Drama Desk Awards (incluindo Melhor Musical), assim como indicações de Melhor Musical no Outer Critics Circle Award e The Lucille Lortel Awards.

No Brasil a primeira temporada aconteceu de 6 de junho a 1 de julho de 2017 no Teatro Serrador (RJ) e foi sucesso de público e crítica.

YANK! – O Musical

Teatro dos Quatro

Shopping da Gávea

R. Marquês de São Vicente, 52 – Gávea, Rio de Janeiro

Temporada: de 6 de março a 2 de maio

Terças e quartas às 20h

Tel: (21) 2239-1095

Classificação: 16 anos

Duração: 130 min

Valor do ingresso: R$ 60,00

Lotação: 402 lugares

Ficha técnica:

Elenco: Hugo Bonemer, Betto Marque, Leandro Terra, Fernanda Gabriela, Conrado Helt, Dennis Pinheiro, Leonam Moraes, André Viéri, Alain Catein, Bruno Ganem, Robson Lima e Rhuan Santos.

Libretto e Letras: David Zellnik

Música: Joe Zellnik

Tradução e Versões: Menelick de Carvalho e Vitor Louzada

Direção Geral: Menelick de Carvalho

Direção Musical: Jules Vandystadt

Coreografias: Clara da Costa

Desenho de Luz: Daniela Sanchez

Direção de Arte: Vitor Aragão

Programação Visual: Thiago Fontin e Raphael Jesus

Assistência de Direção: Vitor Louzada

Assistência de Direção Musical e Regência: Ciro Magnani

Direção de Produção: Leandro Terra

Produção Executiva: George Luis

Assistência de Produção: Igor Miranda e Mayara Luana

Realização: Silhueta Produções

Assessoria de Imprensa: Ribamar Filho / MercadoCom

“Deixa Clarear, musical sobre Clara Nunes

Há mais de quatro anos circulando pelo Brasil, com cerca de 200 mil espectadores na estrada, “Deixa Clarear, musical sobre Clara Nunes” volta ao palco do Imperator – Centro Cultural João Nogueira para sua 22ª temporada carioca. Motivos para celebrar não faltam: o espetáculo permanece em cartaz por quase meia década sem patrocínio, mas sempre com grande sucesso de público, o que motivou o lançamento de um DVD, com selo da Biscoito Fino, que inclui depoimentos de amigos e familiares da cantora (1942-1983) gravados em sua terra natal: Caetanópolis. Com texto de Marcia Zanelatto e direção de Isaac Bernat, o musical, protagonizado pela atriz Clara Santhana no papel de Clara Nunes, fica em cartaz de 16 de fevereiro a 4 de março. Os ingressos custam R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia).

Com direção musical de Alfredo Del Penho, o espetáculo mistura música e poesia na construção de um olhar sobre a cantora Clara Nunes e sua carreira que busca incentivar a juventude a valorizar o cancioneiro brasileiro e suas raízes genuínas. “Nossa ideia é apresentar o legado da cantora para as novas gerações”, explica Clara Santhana, idealizadora do projeto e apaixonada pela obra da cantora mineira. Ela se apresenta acompanhada por um quarteto formado por João Paulo Bittencourt (violão), Gustavo Pereira (Cavaco/ percussão), Pedro Paes (clarinete/ sax) e Michel Nascimento (percussão).

No repertório estão clássicos de grandes compositores como “O canto das três raças” (Paulo Cesar Pinheiro/ Mauro Duarte), “Na linha do mar” (Paulinho da Viola), “Morena de Angola” (Chico Buarque), “Um ser de luz” (João Nogueira/Paulo Cesar Pinheiro e Mauro Duarte), “O mar serenou” (Candeia), entre outras.

Trajetória de sucesso

“Deixa Clarear, musical sobre Clara Nunes” estreou em outubro de 2013, no Teatro Café Pequeno, no Leblon, em homenagem aos 30 anos de morte de Clara Nunes. Aos poucos, a peça cresceu e chamou a atenção da crítica e do público. Do Leblon foi para o tradicional Teatro João Caetano (onde já fez quatro temporadas), passou pelo Imperator – Centro Cultural João Nogueira, Teatro das Artes, Teatro Glauce Rocha, Espaço Furnas Cultural e Teatro da Uff, em Niterói.  Quando completou dois anos de estrada, fez uma apresentação especial no Teatro SESI Graça Aranha, e doou o lucro da bilheteria para a Creche Clara Nunes, em Caetanópolis (MG). Fora do Rio o espetáculo circulou pelas cidades de Goiânia, Salvador e fez uma temporada em São Paulo. Em Minas Gerais, fez uma turnê pelos teatros do circuito SESI em Belo Horizonte, Contagem, Itaúna, Uberlandia, Ouro Preto, Mariana e Tiradentes. Em Uberaba, foi registrado em DVD – incentivado pelo SESI Minas e com selo da Gravadora Biscoito Fino. Há também no DVD um minidocumentário, gravado em Caetanópolis, cidade Natal de Clara Nunes (com depoimentos de pessoas ligadas à sua infância, sua irmã e mãe de criação Dindinha) e na Portela (com depoimentos de integrantes da escola que conviveram com a cantora).

 

Ficha técnica:

Idealização e atuação – Clara Santhana

Texto – Marcia Zanelatto

Direção – Isaac Bernat

Direção Musical – Alfredo Del Penho

Músicos: João Paulo Bittencourt (violão)

Gustavo Pereira (Cavaco/ percussão)

Pedro Paes (clarinete/ sax)

Michel Nascimento (percussão)

Direção de Movimento – Marcelle Sampaio

Assistência de Direção – Daniel Belmonte

Iluminação – Aurélio de Simoni

Figurino – Desirée Bastos

Cenário – Doris Rollemberg

Foto divulgação banner – Marcelo Rodolfo

Operação de Luz – Brisa Lima

Operação de Som – Fernando Capão

Contrarregra – Cristiane Morilo

Programação visual – Gabriela Zuquim / Leandro Carvalho

Produção executiva – Lucas Oliveira

Direção de Produção – Sandro Rabello

Realização – Diga Sim! Produções

 

Serviço

Deixa Clarear – Espetáculo musical sobre Clara Nunes

Temporada: 16 de fevereiro a 04 de março

Imperator – Centro Cultural João Nogueira: Rua Dias da Cruz, 170 – Méier

Telefone: (21) 2597-3897

Dias e horários: 6ª, às 16h. Sáb. e dom., às 19h.

Ingressos: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia).

Lotação: 642 pessoas

Duração: 1h15 minutos

Classificação indicativa: Livre

Funcionamento da Bilheteria: Quarta, das 13h às 20h30. De quinta a sábado, das 13h às 21h30. Domingo, das 13h às 19h30. Em dias de espetáculo, a bilheteria permanecerá aberta até uma hora após o início do show, para a impressão dos bilhetes adquiridos na internet.