Espetáculo “Fran World Tour – Eu só preciso ser amada” utiliza a palhaçaria para abordar a liberdade criativa e a comicidade do corpo da mulher

Depois do sucesso da estreia em novembro de 2018, no Teatro Cândido Mendes, em Ipanema, Zona Sul do Rio, o espetáculo solo de palhaçaria “Fran World Tour – Eu só preciso ser amada”, de Rafaela Azevedo, terá única apresentação no dia 23 de fevereiro, às 19 horas, no Centro Cultural Municipal Laurinda Santos Lobo, em Santa Teresa.

O evento faz parte da campanha de financiamento coletivo idealizado por Rafaela para custear a ida do espetáculo para a Europa. Após assistir ao solo no Rio no ano passado, Lina della Rocca, diretora artística do Teatro Ridotto, em Bolonha, na Itália, convidou a atriz para se apresentar no local dentro de um encontro de jovens artistas de todo o mundo.

Fran foge à imagem convencional dos palhaços. Esqueça o sapato gigante, as roupas coloridas e grandalhonas herdadas da tradição masculina da linguagem circense. O solo apresenta a palhaça Fran (Rafaela Azevedo) com muito glamour: capa de rainha, sapatos de paetê e roupas de cetim. Apenas o icônico nariz vermelho permanece intocável. Em cena, Fran brinda o desbunde e a fantasia trazendo ao palco seus sonhos e inquietações, traduzidos em tentativas diversas de cativar o público pelo riso com um pé na excentricidade e outro na alegria.

 

A estética do espetáculo está ligada à pesquisa desenvolvida por Rafaela nos últimos cinco anos. Ao fim, a investigação celebra a liberdade criativa da mulher e o corpo cômico da palhaça. Além da linguagem da palhaçaria e toda a liberdade que esta compreende, o solo utiliza ainda elementos de dança, comédia física, música e do burlesco, que aparece no espetáculo para dar vazão ao sonho da palhaça Fran de tornar-se um ícone mundial, fazendo rir sem perder o rebolado, nem a exuberância dos brilhos, das plumas e paetês.

 

Rafaela mergulhou na investigação sobre a palhaçaria e junto a outras artistas da cidade vem renovando a cena dessa linguagem no Rio de Janeiro promovendo cabarés e eventos em que as mulheres tem a vez e mostram que são, sim, cheias de graça. Para fortalecer ainda mais o laço – e o movimento do nariz vermelho feminino  a atriz e palhaça convocou a artista Natascha Falcão para a direção de seu primeiro solo.

 

– A linguagem da palhaçaria transforma em força cênica e universal os fracassos pessoais, estabelecendo assim a comunicação com o público que ri por se identificar tão humana(o)  quanto a palhaça ou o palhaço. Quando aceito minhas inadequações reconheço que todos têm as suas e respeito nossas diferenças. Meu sonho é que cada vez mais as palhaças inspirem pessoas a se aceitarem como são e também aos outros – comenta Rafaela.

 

Sinopse

 

Fran World Tour – Eu só preciso ser amada é o retrato íntimo de uma palhaça-artista que prepara um show para mostrar todas as suas habilidades “geniais”. Atriz, bailarina, cantora, poeta, modelo, estilista e apaixonada, Fran quer o que todo mundo também deseja: ser amada. Para cativar o espectador (real e imaginário), Fran irá romper os limites palco-platéia tornando o público seu cúmplice na realização dos seus sonhos.

 

Rafaela Azevedo é a atriz e idealizadora deste projeto. Formada pela CAL, há 9 anos vivencia intensa pesquisa acerca da pré-expressividade e da linguagem da máscara teatral, tendo integrado o Grupo Teatral Moitará por 5 anos e estudado com grandes mestres da palhaçaria no projeto de formação coordenado pelo Grupo Off-Sina.

 

Natascha Falcão dirige o espetáculo Fran World Tour. Atriz, cantora e bailarina formada pela Escola Angel Vianna, pesquisa o teatro e expressões artísticas desde 2006. Co-fundadora do grupo de pesquisa teatral “Fio dos Ventos” e da Cia Nina, também integra o grupo Las Panamericanas, onde investiga os cruzamentos da arte burlesca com a comicidade feminina.

 

SERVIÇO

 

Fran World Tour – Eu só preciso ser amada

Dia 23 de fevereiro, às 19 horas

Local: Centro Cultural Municipal Laurinda Santos Lobo

Endereço: Rua Monte Alegre, 306, Santa Teresa

Gênero: palhaçaria

Duração: 50 minutos

Classificação: 14 anos

Entrada Gratuita com contribuição ao chapéu

 

Ficha técnica

 

Solo de Rafaela Azevedo

Direção e Figurino: Natascha Falcão

Assessoria Técnica da Linguagem: Renê Carvalho

Supervisão de Cenografia: Nara Menezes

Operação de Luz e Som: Debora Thomas

Assessoria de Imprensa e Produção: Pequena Via Produções | Ana Pinto

 

Anúncios

Samba da Feira convida Gustavo Lins

Sábado é dia de Samba da Feira, a roda de samba que ganhou o respeito de artistas, como: o grupo Fundo de Quintal e o sambista Diogo Nogueira. O evento tem atraído famosos em busca de boa música e revelado novidades no gênero, tornando a atração uma tradição nos Armazéns do Engenhão, localizados na parte externa do Estádio Nilton Santos, no Engenho de Dentro. O evento traz como atração para o sábado, dia 16, Gustavo Lins para uma noite de muita música nos Armazéns do Engenhão, localizados na parte externa do Estádio Nilton Santos A entrada é gratuita e o samba começa às 16h. 

 

Considerado um dos sambistas da “nova safra” mais queridos do público, além de ser o compositor e interprete de grandes sucessos, Gustavo Lins iniciou sua carreira de forma muito precoce, com apenas 16 anos, e já coleciona diversos prêmios, como discos de ouro e platina, 6 álbuns e 3 DVD’s, além de mais de 150 músicas gravadas por muitos artistas consagrados como Alcione e Exaltasamba em sua grande fase. O primeiro grande sucesso do grupo Sorriso Maroto, “Me Olha Nos Olhos”, além de “Estrela Maior” são de autoria de Gustavo, como também, “Luz Das Estrelas” e “Seu Fã”, sucessos cantados por Belo. Hits interpretado pelo grupo Os Travessos – “Alô”, além de “Bad Boy” e “Sou A Barbie Girl”, cantada por Kelly Key, entre muitas outras que se tornaram referência do samba e pagode.

 

Nasceu na Tijuca, bairro da Zona Norte do Rio de Janeiro, onde cresceu e deu seus primeiros passos na música. Começou a estudar música aos 9 anos, sendo a guitarra (dada por seus avós), seu primeiro instrumento. Mais tarde, aos 12, ingressou em um grupo de pagode do bairro de Vila Isabel, chamado “Demais da Conta”, onde teve suas primeiras experiências de palco e em apresentações em público.

 

Com o show da sua nova turnê, ‘Menos é Mais’, que batiza seu último CD – que carrega o selo da gravadora Som Livre em parceria com a Clorofilamusic, Gustavo Lins preparou um repertório para o  show no Samba da Feira com canções do atual disco, “Jardins e desertos”, composto pelo artista, contando um pouco de sua vida, além de sucessos sucessos que marcaram a sua carreira, como “Pra Ser Feliz”, “Fica Combinado”, “Só de olhar”, “Vida Real”, “Impossível te esquecer”, estão garantidos.

 

Samba da Feira

A roda, que começou despretensiosamente no quintal de uma casa em Piedade, agora é programa certo para famílias inteiras, das crianças aos idosos. São mais de 2 mil pessoas por sábado. Ao longo de quase dois anos, mais de 30 mil pessoas já curtiram o Samba da Feira. E todo esse sucesso sem patrocínio! Só mesmo com o suor e a criatividade de Mario Castilho, Diogo Viana, Eduardo Zebral, Marco Veiga e Rodrigo Guedes, amigos e sócios na empreitada – profissionais de diversas profissões: de administrador de empresa a servidor público e autônomo.

Além de ser a melhor opção de lazer para a galera do subúrbio – evento gratuito, com infraestrutura e segurança –, o Samba da Feira é também uma oportunidade de movimentar a economia local e dar oportunidade de trabalho e negócios para muita gente: músicos, equipes de bar, empresas de aluguel de cadeiras, banheiros químicos, entre outros.

 

História

O projeto teve seus primeiros passos dados por um grupo criado no aplicativo WhatsApp chamado “ Bororó Produções”.  O grupo reunia-se frequentemente, na casa de um de seus integrantes para tomar uma cerveja, tocar um bom samba e se divertir. O local mais frequente para esses encontros era na rua Teresa Cavalcante, em Piedade, casa de Mario Castilho, que costumava acordar cedo, preparar uns camarões e ouvir um bom samba no quintal, enquanto acompanhava o movimento da feira que ocorre todo sábado, na rua onde mora.

 Pintou, então, a ideia de comprar um barril de chopp e deixar as portas da garagem abertas para quem quisesse parar e curtir o samba. Surgia assim o Samba da Feira, que estreou no dia 14 de maio de 2016. O barril logo virou vários, tiveram de providenciar espaço para os barraqueiros e para a galera que só aumentava a cada dia de feira. Não demorou para o samba, que ia das 10h às 16h, virasse febre e atraísse público do bairro e das adjacências.

O evento cresceu, e vieram os problemas: reclamações de vizinhos por causa do barulho, reclamações dos feirantes… Foram conversar com o administrador regional da XIII R.A. e receberam a oferta de fazer a roda nos Armazéns do Engenhão, localizados na parte externa do Estádio Nilton Santos. A continuidade do projeto estava assegurada.

“No dia 3 de dezembro de 2016, migramos para nossa nova casa, mantendo nossas premissas e filosofias podendo oferecer um pouco mais de comodidade e conforto para todos. Conseguimos maximizar nosso público e alavancar nosso plantel de convidados”, comemora Castilho. E conclui: “Enquanto o samba for capaz de curar almas feridas, revigorar estruturas, reacender luzes, reencontrar caminhos e transcender prazeres, não mediremos esforços em persistir e preservar com nossos ideais”.

 

Serviço

SAMBA DA FEIRA CONVIDA GUSTAVO LINS – Armazém do Engenhão (parte aberta)- R. José dos Reis, 189 – Engenho de Dentro, Rio de Janeiro. Data: 16 de Fevereiro. Horário: 16h. Classificação LivreCapacidade: 2500 pessoas. Grátis. www.facebook.com/sambanafeiracombororo

O 8º Baile de Máscaras do Bloco Mulheres de Chico

Em fevereiro, tem carnaval, já dizia Jorge Ben em “País tropical”. E, claro, tem carnaval no Teatro Rival Petrobras. É o 8º Baile de Máscaras do Bloco Mulheres de Chico que acontece no dia 15. Este ano, o bloco apresenta o tema “Mambembe”, uma homenagem aos artistas de rua, poetas, circenses, a todos que lutam e resistem pela arte e pela cultura. Uma exaltação ao povo brasileiro que vive na corda bamba driblando as dificuldades e os preconceitos da sociedade atual. Para ficar ainda melhor, a festa vai repetir a dobradinha do ano passado com a divina Jane Di Castro. Juntas, Mulheres de Chico e a diva vão brilhar cantando, em ritmo de carnaval, grandes clássicos do compositor. Não vai ter folião sentado! Se joga, galera! “Quando a gente está à toa na vida é que as coisas acontecem”, já dizia Chico Buarque… E tem mais: no dia do show, vai ter o lançamento oficial das camisetas 2019 do bloco em parceria com a loja My Place.

Serviço

Teatro Rival Petrobras – Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro. Data: 15 de Fevereiro (Sexta-Feira). Horário: 19h30.Abertura da casa: 18h. Ingressos: R$ 70 (Inteira), R$ 50 (promoção para os 100 primeiros pagantes) e R$ 35 (meia-entrada). Venda antecipada pela Eventim https://bit.ly/2FmrkFbBilheteria: Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 22h Censura: 18 anos. www.rivalpetrobras.com.brInformações: (21) 2240-9796. Capacidade: 350 pessoas. Metrô/VLT: Estação Cinelândia.  

*Meia entrada: Estudante, Idosos, Professores da Rede Pública, Funcionários da Petrobras, Clientes com Cartão Petrobras e Assinantes O Globo

A Magia do Caos como dispositivo para criação artística

No próximo dia 14 de fevereiro (quinta), às 19h, o ArtSonica – Residência Artística apresenta a palestra com entrada gratuita “A Magia do Caos como dispositivo para criação artística”, com performer, feiticeiro e pesquisador da consciência João Maia Peixoto. Durante o evento ele vai falar a respeito de seu percurso com a arte e a magia; e como, através deste caminho, conseguiu tecer um método pragmático que permite um mergulho profundo no subconsciente visando dar forma à uma prática artística. A palestra integra o processo criativo da obra multimídia MACHĬNA DE CONTATOS EKSTATIKÓS e acontecerá no Labsonica, no prédio do Oi Futuro, no Flamengo. O evento é gratuito, porém, como as vagas são limitadas, por isso os interessados devem fazer inscrição enviando nome e CPF para o e-mail contato@artsonica.com.br.

 

Desmistificando e relacionando conceitos como magia, espiritualidade, incorporação, inspiração e performance, João Maia Peixoto prova que é possível para o artista acessar novas dimensões do seu ser em busca de materiais que organizem e reestruturem sua criação de um lugar mais firme, potente e autônomo. Revelando uma função experimental, lúdica, iconoclástica e não-dogmática de transes que foram entendidos como “ocultos” até serem desvelados durante o século XX, o performer, feiticeiro e pesquisador mostra que a tecnologia cognitiva desenvolvida durante toda a história da humanidade pode e deve ser utilizada como ferramenta para o criador contemporâneo. Afinal de contas, numa sociedade aonde toda a sabedoria iniciática foi eliminada, o artista é o último xamã possível.

 

Assista parte do processo criativo – https://www.facebook.com/souartsonica/videos/285786055372288/

João integra o Koletivo Machïna como performer e coordenador de práticas rituais). O grupo de trabalho é o responsável pela criação da obra multimídia MACHĬNA DE CONTATOS EKSTATIKÓS, experiência artística performática onde o público entrará em uma bolha utilizando máscaras representativas de elementos/seres/deuses da natureza e por meio de suas próprias emoções, juntamente com o auxílio da tecnologias, sons e imagens – bem como a orientação do coletivo artístico – terá uma vivência/experiência de estar dentro de um ritual ancestral futurista tecnoxamânico com a sensação dos transes de conexão com os mundos anímicos da natureza. Além de João Maia Peixoto, integram o grupo de trabalho o SoundDesigner, Azul; a atriz e performer, Priscila Lima;  a performer e pesquisadora Nuaj Del Fiol; a designer de wearables, Iane Cabral; o VJ e programador de Neural Scapes – Receptor e codificador de ondas mentais, Ricardo Palmieri; o cenógrafo e arquiteto, Ricardo Bizafra e o especialista em máscaras teatrais, Eduardo Vaccari.

 

O PapoSonica é um evento aberto ao público, gratuito, que acontece dentro do ArtSonica – Residência Artística, projeto idealizado e dirigido pela Zucca Produções com o patrocínio da Oi, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet), e apoio do Oi Futuro e do LabSonica. O público-alvo deste evento são pessoas que têm interesse em arte, tecnologia, performance, instalação, atuação, pesquisa, processos criativos, misticismo, xamanismo, rituais de magia ancestral, experimentação, reciclagem, sustentabilidade e criatividade em geral.

 

Assista ao vídeo explicativo do Koletivo Machïna https://www.facebook.com/souartsonica/videos/287915395201833

 

 


Serviço

PapoSonica “MACHĬNA DE CONTATOS” – Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 107, 5º andar – Flamengo. Data: 14 de janeiro (Quinta). Horário: 19h30. Classificação: 18 anos. Grátis. Capacidade: 70 lugares. Sujeito a lotação. Vagas limitadas com inscrição por meio de contato@artsonica.com.br | Metrô: Estação Largo do Machado.


Acompanhe o ArtSonica nas redes sociais

Site: http://artsonica.com.br/

Facebook – https://web.facebook.com/souartsonica/

Instagram – https://www.instagram.com/souartsonica/

Twitter – https://twitter.com/souartsonica

Google+ – https://plus.google.com/u/0/112064595914091750022

Youtube – https://www.youtube.com/channel/UCv3bvhuJF0lroTHSxzQOJ7Q

Grand Mercure Riocentro anuncia sua feijoada de Carnaval, com a G.R.E.S. Portela, roda de samba e DJ, dia 02 de março

Depois de duas edições de casa cheia, a feijoada de Carnaval do Grand Mercure Riocentro, volta em 2019 com o pique lá em cima novamente. O evento, que acontece no sábado de carnaval (02/03), das 13h às 19h, promete deixar ninguém parado e todos satisfeitos com o serviço open bar e buffet liberado, das 13h às 16h, no Brisa Restô. No cardápio preparado pelo chef Rafael Palma, além da feijoada, haverá diversas opções de saladas, pratos quentes e sobremesas. No bar, cerveja (apoio: Stella Artois), caipivodka, caipirinha, água e refrigerante à vontade. Entre as atrações, destaque para a G.R.E.S. Portela, a grande campeã do carnaval carioca, que levará passistas, bateria e casal de mestre-sala e porta-bandeira. Presença confirmada também do grupo Samba dos Crias, também de Madureira. Nos intervalos haverá um DJ. Para conforto dos pais e diversão dos pequenos haverá um Espaço Kids, com brinquedos, jogos e brincadeiras supervisionadas por recreadores, como acontece todo domingo.

Já no 2º lote, a Feijoada de sábado de carnaval do Grand Mercure Riocentro custa R$ 209,00/pessoa + 10%. Crianças até 05 anos não pagam e de 06 a 11 anos pagam R$50 + 10%. Sócio-torcedor da Portela tem acesso a tarifa especial de R$ 149 + 10% (válida para todos os lotes). Os clientes receberão uma camiseta exclusiva do evento, válida como ingresso. As vendas estão sendo feitas através da recepção do hotel (divididos em até 3x) ou pelo site (em até 12x) https://www.sympla.com.br/feijoada-de-carnaval-do-grand-mercure-riocentro__443599.

Feijoada de Carnaval 2019 no Grand Mercure Riocentro

Brisa Restô – Av. Salvador Allende 6555, Barra da Tijuca

Sábado, dia 02 de março, das 13h às 19h (buffet liberado até 16h)

Atrações: G.R.E.S. Portela, roda com o grupo Samba dos Crias e DJ.

Valor: R$209,00/pessoa (2º lote)

Sócio-torcedor da Portela tem acesso a tarifa especial de R$ 149 + 10% (válida para todos os lotes)

Vendas: recepção do hotel (divididos em até 3x) ou pelo site (até 12x) https://www.sympla.com.br/feijoada-de-carnaval-do-grand-mercure-riocentro__443599

Informações e reservas: (21) 2153-1800

Estacionamento gratuito

Apoio: Stella Artois

Alice Caymmi e o show inédito “Para Minha Tia Nana” no próximo fim de semana no Manouche

Alice Caymmi traz o show inédito todo dedicado à sua tia Nana Caymmi, “Para minha Tia Nana” ao Clube Manouche no final de semana dos dias 15 e 16 de fevereiro, sexta e sábado. Intimista, voz e piano, tal qual os antigos shows de intérpretes em festivais de jazz, porém com um repertório recente com tom de término de amor.

“A proposta é homenagear Nana Caymmi sem imitá-la; cantar no mesmo formato que ela, canções de amores acabados da minha geração, assim como as do tempo dela, citando o gosto dela e o carinho que sinto por ela”, conta Alice.

Alice estará acompanhada ao piano por Itamar Assiere Valente Júnior e no repertório músicas do gosto eclético da tia e da cantora como “Love is a Losing Game”,  Amy Whinehouse, “You Were Always on My Mind”, Elvis Presley, “Volver”,  Carlos Gardel, “Volare”, Domenico Modugno, “I’m a Fool to Want You”, Billie Holiday, “Soneto da Separação”, Tom e Vinícius, “Como vês”, Bruno di Lullo e Domenico Lancelotti, e, claro, “Nunca Mais”, Dorival Caymmi, e mais “Meu Recado”, de Alice Caymmi e Michael Sullivan.

Serviço

Show: – Alice Caymmi no show “Pra Minha Tia Nana”

Local: Clube Manouche/Casa Camolese (Rua Jardim Botânico, 983, Jardim Botânico, Tel: 3514-8200)

Data e horário: 15 e 16 de fevereiro, sexta e sábado, às 21h

Ingressos: R$ 80,00 (inteira), R$ 60,00 (ingresso solidário: com 1 kg de alimento não perecível) e R$ 40,00 (meia)  www.eventim.com.br

Shopping Jardim Guadalupe promove Festival do Unicórnio

Os pequenos apaixonados pelo mundo dos unicórnios poderão curtir um evento exclusivo sobre o tema. O Shopping Jardim Guadalupe promove, no dia 17 de fevereiro (domingo), das 15h às 19h, o Festival do Unicórnio, no 2º piso, ao lado da Casa&Vídeo. A criançada poderá curtir oficinas de slime, de pintura e de maquiagem e poderão fazer “tatuagens” de unicórnio. O evento é voltado para crianças de 03 a 12 anos. A entrada é gratuita e as vagas são limitadas. Para participar, é necessário se inscrever 30 minutos antes do início do evento, ou seja, a partir das 14h30.

Serão realizadas 10 turminhas, com capacidade para 20 crianças (oficinas de slime) e 08 crianças (pintura em azulejos), e duração de 20 minutos por atividade. Poderão participar até 200 crianças nas oficinas de slime e 80 nas oficinas de pintura. Os participantes deverão respeitar e seguir as orientações dos monitores presentes. Não é permitida a entrada de crianças com alimentos, bebidas, sacolas e embrulhos no local do evento. Os pais e os responsáveis deverão aguardar as crianças no local. O regulamento completo pode ser conferido no site www.shoppingjardimguadalupe.com.br.

“Queremos trazer para o shopping o universo lúdico que os unicórnios proporcionam aos pequenos, através de oficinas divertidas e que estimulam a criatividade da criançada. Esperamos que todas as famílias aproveitem o festival e fiquem encantadas com a magia destes seres especiais”, conta Marcelo Lacerda, coordenador de Marketing do empreendimento.

Shopping Jardim Guadalupe promove Festival do Unicórnio

Data: 17 de fevereiro (domingo)

Horário: 15h às 19h

Inscrição: às 14h30

Local: 2º piso – ao lado da Casa&Vídeo

Entrada Gratuita

O Shopping Jardim Guadalupe fica na Av. Brasil, 22.155 – Guadalupe, Rio de Janeiro. Telefone: (21) 3512-9100