UniCarioca lança quatro cursos de pós-graduação com início em maio

A UniCarioca amplia sua plataforma de ensino a distância (EAD) e passa a oferecer a modalidade também para cursos de pós-graduação. Conceituada segundo o MEC como o melhor centro universitário do Rio de Janeiro pelo sexto ano consecutivo, a instituição está com inscrições abertas para especializações 100% online em: Gestão de Micro e Pequenas Empresas; Gestão Empresarial Inovadora e Marketing 4.0 – todas inéditas no Centro Universitário e com início das aulas em maio. O quarto lançamento é a pós em Segurança Cibernética – curso presencial também com início em maio.

 

O curso de Gestão de Micro e Pequenas Empresas visa capacitar o pequeno e o médio empreendedores que desejam ter o seu próprio negócio, desenvolvendo a capacidade de análise e reflexão crítica das diferentes áreas funcionais da organização. Os alunos vão aprender a basear suas ações em estratégias competitivas, sustentadas no crescimento do business e na satisfação dos seus clientes externos e internos.

 

Com a pós em Gestão Empresarial Inovadora, o aluno estará apto a compreender e analisar as principais tendências e soluções corporativas. O foco na inovação vai permitir que os alunos tenham uma visão estratégica para pensar e agir frente aos desafios da gestão nos dias atuais e futuros.

 

Já a pós em Marketing 4.0 tem um currículo que engloba os principais aspectos mercadológicos, passando pela elaboração de um planejamento estratégico de marketing, abordando as tendências do Marketing para o século XXI. O estudante será capaz de estruturar soluções criativas e tecnológicas, sendo agente propulsor da busca de tendências e de inovação.

Voltado a profissionais que necessitam trabalhar com segurança da informação, a pós em Segurança Cibernética vai habilitá-los, de forma prática, a desenvolver projetos avançados na área. O curso se destaca pelo foco em alta qualificação e empregabilidade, materializando parcerias acadêmicas com grandes empresas do setor.

 

Inscrições abertas para mais oito cursos de MBAs e especializações presenciais

Além dos quatro lançamentos, a UniCarioca ainda inscreve para outros oito cursos presenciais de pós-graduação, nas unidades do Méier e do Rio Comprido. São eles: Controladoria e Tributos; MBA em Marketing; Mídias Sociais; MBA em Recursos Humanos; MBA em Logística e Operações; Psicopedagogia Clínica e Institucional; Gerência de Projetos; Projeto e Gerência de Redes de Computadores. Todos com início previsto para maio.

“Investir na educação continuada de qualidade é essencial para o profissional atualizar seus conhecimentos e ampliar seu networking e sua competitividade. Por isso, a Pós-graduação da UniCarioca foi especialmente pensada para quem precisa de mais subsídios e deseja uma boa colocação no mercado de trabalho. Além da excelência acadêmica e de valores acessíveis, nossos cursos são otimizados para terminar em um tempo menor, com duração a partir de 14 meses e opção de aulas semanais de meio período aos sábados, formato que ajuda a maximizar o rendimento do aluno”, frisa a coordenadora dos cursos de pós-graduação da UniCarioca Andrea Aguiar.

 

A educadora ressalta também algumas especificidades dos cursos que costumam encantar os alunos: “Sempre que o aluno de Especialização em Projeto e Gerência de Redes de Computadores descobre que se formará com as certificações da Cisco, o sentimento de satisfação é ímpar. O mesmo acontece com o estudante do curso de Controladoria, que na UniCarioca é Controladoria e Tributos, e, na maioria das instituições é Controladoria e Finanças. Ao descobrir que vai aprender sobre impostos, ICMS e outros temas importantes da área, o aluno fica fascinado. A abordagem inclusiva do curso de Especialização em Psicopedagogia Clínica e Institucional é outro fator que motiva”, destaca a coordenadora.

Os interessados nas vagas de especialização e MBA podem demonstrar interesse pelo site da instituição (www.unicarioca.edu.br) ou se inscrever pessoalmente em uma das unidades do centro universitário.

 

Serviço:

 

Pós-graduação 2019.1 da UniCarioca

 

Data de início das aulas:

7 de maio de 2019 (turmas de terça e quinta-feira)

11 de maio de 2019 (turmas de sábado)

 

Local e horário:

Rio Comprido:

Sábados, das 8h às 14h10

Méier:
Sábados, das 8h às 14h10
Terças e quintas-feiras, das 19h às 22h

 

Duração:

18 meses (cursos de Projeto e Gerência de Redes de Computadores, Psicopedagogia Clínica e Institucional e Segurança Cibernética)

14 meses (demais cursos)

 

Mais informações sobre investimento e inscrições: https://www.unicarioca.edu.br/

Anúncios

2º Concerto de Música Clássica nas Estrelas em 2019

No sábado, dia 27 de abril. vai acontecer o  2º concerto da Série Música Clássica nas Estrelas, às 17 horas, na Grande Cúpula Carl Sagan do Planetário da Gávea (Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100), com Alexandre Rachid, pianista, organista, compositor e professor da UFRJ. No programa, estilos eruditos em piano solo, usando O trenzinho do caipira de Villa-Lobos (4º movimento da Bachianas Brasileiras Nº 2) como tema a ser improvisado nos estilos de Bach, Mozart, Debussy, Prokofiev e Rachmaninoff.

Serviço:
2° Concerto de Música Clássica nas Estrelas com  Alexandre Rachid
Local:Grande Cúpula Carl Sagan do Planetário da Gávea
Endereço: Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100
Preço: R$30,00 (trinta reais), com meia- entrada para maiores de 60 anos e professores. Gratuito para estudantes e servidores municipais. Os ingressos poderão ser comprados antecipadamente no site do Planetário (planeta.rio

). O próximo concerto será no sábado 04 de maio, às 17h com o Trio Mignone, composto por Miriam Grosman, piano; Afonso Oliveira, flauta; e Ricardo Santoro, violoncelo.

Programa:
ALEXANDRE RACHID – PIANO SOLO
IMPROVISAÇÃO DE ESTILOS ERUDITOS
Duração musical aproximada: 50’
O programa consiste na improvisação de um tema em cinco estilos eruditos.
Tema a ser improvisado:  Heitor Villa-Lobos (1887-1959), 4º movimento da Bachianas Brasileiras Nº 2, Tocata (O trenzinho do caipira), 1930.
Estilos:
1. Johann Sebastian Bach (1685-1750), cerca de 10’.
2. Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791), cerca de 10’.
3. Claude Debussy (1862-1918), cerca de 10’.
4. Sergei Prokofiev (1891-1953), cerca de 10’.
5. Sergei Rachmaninoff (1873-1943), 10’

Sobre o artista:
Alexandre Rachid é organista, pianista e compositor nascido no Rio de Janeiro; sendo Professor Adjunto de Órgão da Escola de Música da UFRJ. Atualmente é o Curador da Série Internacional de Órgão da UFRJ. Doutor em Composição pela UNIRIO, orientado pelo Prof. Dr. Ricardo Tacuchian. Bacharel e Mestre em Órgão pela UFRJ, com tese sobre a Messe de La Pentecôte para órgão de Olivier Messiaen, na classe da Profª Drª Gertrud Mersiovsky. Bacharel em Composição na classe da Profª Drª Marisa Rezende. Bacharel em Odontologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). Medalha de Ouro em Órgão pela UFRJ, com louvor e por unanimidade
Compôs o primeiro Concerto para Órgão e Orquestra do Brasil, executado em 2014 com a Orquestra Sinfônica da UFRJ. Compôs a obra Ave Maria para Coro e Orquestra, para ser executada por ocasião da vinda do Papa João Paulo II ao Rio de Janeiro, com estreia mundial em 30 de junho de 1997, com a Orquestra Sinfônica da Escola de Música da UFRJ e Coro da Universidade Católica de Petrópolis sob regência de Ernani Aguiar. Sua obra Variações sobre um Tema Chinês para piano foi estreada na China, no Grande Teatro da Universidade de Pequim, em 2007, por Clélia Iruzun, e apresentada no Brasil em 2012, com transmissão ao vivo, pela Rádio MEC. Em 2014 compôs a obra para piano Variações sobre o tema dos barqueiros do Rio Volga dedicada ao professor e pianista Giulio Draghi, com estreia na reinauguração da Sala Cecília Meirelles em 2014.
Foi finalista do Concurso Internacional de Improvisação ao Órgão e ao Piano, de Montbrison (França). Participou do Concurso Internacional Queen Elisabeth, na Bélgica, com a obra Rondó Brilhante para Piano e Orquestra, com estreia mundial pela Orquestra Sinfônica da UFRJ em 2000, sob a regência do maestro André Cardoso, com o professor Giulio Draghi como solista. Em 2016, estreou no XXVIII Panorama da Música Brasileira Atual a obra Raphsodie para órgão solo sobre o tema Ite Missa est, Alleluya.

Mais informações com Nelson de Franco,
Curador da Série Música Clássica nas Estrelas, Planetário da Gávea
Av. Borges de Medeiros,83/302
Leblon,22430-041
99676-3040/2274-9972

Zé Guilherme no projeto Segue o Baile

No dia 24 de abril (quarta, às 16h30), o cantor e compositor Zé Guilherme é o convidado do projeto Segue o Baile do Sesc Pompeia. O artista apresenta o repertório de seu terceiro CD Abre a Janela – Zé Guilherme Canta Orlando Silva, lançado em 2015, além de sucessos de outros intérpretes.

 

O Segue o Baile são apresentações musicais diversas dirigidas ao público da terceira idade e frequentadores em geral. Ocorre toda quarta-feira na Comedoria e os convites podem ser retirados com 1 hora de antecedência na bilheteria da unidade.

Abre a Janela – Zé Guilherme Canta Orlando Silva é uma homenagem a um dos mais significativos intérpretes da música popular brasileira, que completaria 100 anos na época do lançamento do disco. O trabalho é norteado por uma releitura delicada e pessoal de 18 canções do repertório do Cantor das Multidões, selecionadas em um longo processo de pesquisa sobre sua trajetória.

 

O repertório do CD é formado por: “A Jardineira” (Benedito Lacerda e Humberto Porto), “Dama do Cabaré” (Noel Rosa), “A Primeira Vez” (Armando Marçal e Bide), “Abre a Janela” (Marques Júnior e Roberto Roberti), “Aos Pés da Cruz” (Marino Pinto e Zé da Zilda), “Cidade do Arranha-céu” (Edgard Cardoso e Ranchinho e Alvarenga), “Cidade Brinquedo” (Silvino Neto e Plínio Bretas), “Curare” (Bororó), “Faixa de Cetim” (Ary Barroso), “Lábios Que Beijei” (J. Cascata e Leonel Azevedo), “Lealdade” (Wilson Batista e Jorge de Castro), “Malmequer” (Newton Teixeira e Cristovão de Alencar), “Meu Consolo É Você” (Nássara e Roberto Martins), “Meu Romance” (J. Cascata), “O Homem Sem Mulher Não Vale Nada” (Arlindo Marques Jr. e Roberto Roberti), “Pela Primeira Vez” (Noel Rosa e Cristovão de Alencar), “Preconceito” (Marino Pinto e Wilson Batista) e “Alegria” (Assis Valente e Durval Maia).

O programa da apresentação traz ainda “Ai, Que Saudade da Amélia” (Mário Lago), “Atire a Primeira Pedra” (Ataulfo Alves e Mario Lago), “Palpite Infeliz” (Noel Rosa), “Com Que Roupa” (Noel Rosa) e “Feitio de Oração” (Noel Rosa e Vadico), entre outras. Zé Guilherme se apresenta acompanhado por Adriano Busko (percussão), Douglas Alonso (percussão), Cezinha Oliveira (direção musical, violão e vocal), Luque Barros (violão de 7 cordas, baixo e vocal), Maik Oliveira (cavaquinho e bandolim) e Pratinha Saraiva (flautas).

Abre a Janela – Zé Guilherme Canta Orlando Silva

A trajetória de Orlando Silva é marcada por apurado critério na escolha das canções, ele só cantava o que lhe tocava a alma. O colorido, o swing e a brasilidade da sua obra foi o mote principal das escolhas de Zé Guilherme. A seleção levou em consideração, além da afinidade artística, a época de seu apogeu – de 1935, quando gravou o primeiro disco, até 1942. O roteiro contempla um perfil mais leve e alegre do cantor como na maioria dos sambas que trazem sempre um toque de humor nas letras.

 

A produção musical é assinada por Cezinha Oliveira que inseriu elementos clássicos nos arranjos como piano, baixo acústico, acordeon, trombone e violão de sete cordas, entre outros, valorizando a sonoridade do disco sem cair no mero saudosismo. Abre a Janela – Zé Guilherme Canta Orlando Silva foi concebido com base no ‘tripé’ interpretação, arranjos e composições, e mostra que a chamada “música antiga” do Brasil pode se manter clássica em sua origem, popular em sua apresentação e sofisticada em sua concepção.

Sobre a concepção dos arranjos, Cezinha explica que, para todos os sambas, inspirou-se nos conjuntos regionais e nas orquestras que acompanhavam os artistas nas rádios. O instrumental era, geralmente, formado por acordeon, violão, percussão e instrumento solo de sopro. Apenas as marchinhas “A Jardineira” e “Malmequer” seguem outro caminho. A primeira tem introdução influenciada pela música barroca e a segunda ganhou um andamento mais jazzístico.

Serviço

Segue o Baile: Zé Guilherme

Show: Abre a Janela – Zé Guilherme Canta Orlando Silva

Dia 24 de abril. Quarta, às 16h30

Local: Comedoria (800 pessoas)

Grátis (retirar ingresso com 1h de antecedência na bilheteria da unidade)

Não recomendado para menores de 18. Duração: 2 horas

Sesc Pompeia

Rua Clélia, 93. São Paulo/SP.

Tel: (11) 3871-7700
Ar condicionado. Acessibilidade. Não possui estacionamento.

sescsp.org.br/pompeia

Instagram / Facebook e Twitter: @sescpompeia

Zé Guilherme

Cearense nascido em Juazeiro do Norte, Zé Guilherme cresceu ouvindo grandes nomes do cenário musical brasileiro como Orlando Silva, Dalva de Oliveira, Ângela Maria, Cauby Peixoto, Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro, entre outros, além de cantadores, repentistas, violeiros, banda cabaçal, maracatu, frevo e boi-bumbá, influências fundamentais para a realização do sonho de ser cantor. Em São Paulo, desde 1982, cantou no circuito de casas noturnas, participando de shows ao lado de amigos e parceiros musicais como Maurício Pereira, Cris Aflalo, Madan, Cezinha Oliveira, Marcelo Quintanilha, Péri e outros.

Em 1998, estreou o show Clandestino, no Espaço Anexo Domus, com direção musical de Swami Jr. e direção geral do ator Luiz Furlanetto. Mais tarde, apresentou o show Zé Guilherme e Convidados no Teatro Crowne Plaza com a participação especial de Carlos Careqa, Maurício Pereira, Vânia Abreu, Zé Terra e René de França. Cantou nos projetos Arte nas Ruas, Clima do Som no Parque da Aclimação e MPB nas Bibliotecas, da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo; Quinta Mariana, do SESC Vila Mariana; e Quatro Vozes, do Centro Experimental de Música do Sesc Consolação.

Em 2000, Zé Guilherme lançou seu primeiro CD, Recipiente (Lua Discos) com produção musical e arranjos de Swami Jr., que foi apresentado no Teatro Crowne Plaza, Sesc’s Ipiranga, Vila Mariana e Pompeia (Prata da Casa), Supremo Musical, Centro Cultural São Paulo e outros. Em 2002, a interpretação de Zé Guilherme para Mosquito Elétrico, de Carlos Careqa, foi incluída na coletânea Brazil Lounge: New Electro-ambient Rhythms from Brazil, lançada pela gravadora portuguesa Música Alternativa. Em 2003 participou do CD homônimo do mineiro Cezinha Oliveira (faixa “Seca”).

Em 2004, estreou o show Canto Geral com canções de seu CD de estreia e músicas inéditas de Marcelo Quintanilha, Carlos Careqa, Péri, Alexandre Leão e outros. Em 2005, apresentou-se no projeto Música no Museu, do Museu da Casa Brasileira, em São Paulo. Lançou, em 2006, o segundo CD, Tempo ao Tempo, com produção e arranjos de Serginho R., direção artística do próprio Zé Guilherme, que assina também a coprodução em parceria com Marcelo Quintanilha. Em 2007, cantou no CD ao vivo Com os Dentes – Poesias Musicadas, de Reynaldo Bessa. Em 2015, lançou o disco Abre a Janela – Zé Guilherme Canta Orlando Silva, uma releitura da obra do cantor Orlando Silva em comemoração ao centenário de nascimento do Cantor das Multidões, que faria 100 anos em 2015. Atualmente, o artista trabalha no lançamento de Alumia, que mostra também seu lado autoral, na maioria das canções.

[http://%0dwww.zeguilherme.com.br%20%0d]www.zeguilherme.com.br

http://tratore.com.br/um_cd.php?id=13590

https://open.spotify.com/album/2N6r8ngiB6CBKbycdn48FM

https://www.facebook.com/oficialzeguilherme/

Twitter: @zeguilhermeofic | Instagram: @zeguilhermeoficial | Youtube: Zé Guilherme Oficial

The Fevers no lançamento da turnê “Vem Dançar 2019”

Celebrando mais de 50 anos de sucesso, a banda The Fevers apresenta ao público um novo show carregado de sucessos do grupo. O repertório passeia peloa anos 60, 70, 80, 90 e até a atualidade. O retorno em única apresentação ao Teatro Rival Petrobras (Cinelândia) marca o lançamento da turnê “Vem Dançar 2019”. O espetáculo será no dia 26 abril, sexta-feira, às 19h30.

 

O roteiro é totalmente costurado por grandes hits do grupo que atende a todo Brasil e Exterior. Influenciados por Elvis, Beatles e Rolling Stones, a Banda The Fevers iniciou suas atividades musicais no Colégio entre amigos em 1965, na zona norte do Rio. É essa energia que a banda promete em seu novo espetáculo recheados de sucessos, como: “Já Cansei”, “Agora Eu Sei”, “Cândida”, “Vem Me Ajudar”, “Mar de Rosas” (recentemente regravada pela banda baiana ‘Chiclete Com Banana’), “Sou Feliz”, “Nathalie”, “Alguém Em Meu Caminho”, “Hey Girl”, “Sou Assim” e “Marcas do Que Se Foi”, “Pra Cima, Pra Baixo”, “Gengis Kan”, “Elas Por Elas”, “Guerra dos Sexos” e “Por Causa de Você”, regravada pela banda KLB. O repertório traz ainda “Um Louco”, “Uni Dune Te”, que lançou o grupo ‘Trem da Alegria’, Esqueça, A Volta, Garoto que Amava Beatles e Rolling Stones, Festa de Arromba, Marcas do Que se Foi, É Preciso Saber Viver. 

    

Formada pelos músicos Luiz Claudio (vocalista), Liebert Ferreira (contra baixo), Rama (guitarra), Otávio Monteiro (bateria) e musico Claudio Mendes (teclados), a banda The Fevers é considerada uma das mais famosas do país e realiza uma média de 100 shows por ano. Aliás, 2019 começou no Mississauga Convention Centre em Missisauga, Ontario, Canadá, comemoraram aniversario em Copacabana e seguirão no Circuito de Festivais de Verão pelo Brasil, estarão no palco do Teatro Rival Petrobras em abril na sua cidade natal, o Rio de Janeiro.


Serviço
Teatro Rival Petrobras – Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro. Data: 26 de abril (sexta). Horário: 19h30. Abertura da casa: 18h. Ingressos: Setor A: R$80,00 (inteira) e R$40,00 (meia-entrada)| Setor B: R$60,00 (inteira), R$30,00 (meia entrada) e R$40,00 (promoção para os 100 primeiros pagantes) Venda antecipada pela Eventim http://bit.ly/IngressosRival2019_2GIaEKp Bilheteria: Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 22h Censura: 18 anos. www.rivalpetrobras.com.br. Informações: (21) 2240-9796. Capacidade: 350 pessoas. Metrô/VLT: Estação Cinelândia.

 

*Meia entrada: Estudante, Idosos, Professores da Rede Pública, Funcionários da Petrobras, Clientes com Cartão Petrobras e Assinantes O Globo

Mundinho Kids no Shopping Metropolitano Barra

O Mundinho Kids de abril traz muita animação para a criançada, em ritmo de Páscoa. Os pequenos que visitarem o Shopping Metropolitano Barra durante o mês poderão curtir oficinas de guirlanda e slime de Páscoa, além de decoração de bolinhos e coelhinhos em EVA.

As oficinas são gratuitas e ocorrem, das 16h às 19h, com distribuição de senhas no local. Cada sessão tem a duração de 30 minutos e a capacidade é sujeita a lotação. Em abril, o Mundinho Kids acontece no piso L2, próximo ao Cinemark. Em todos os dias de evento, o macaquinho Nico, mascote do shopping, faz uma visita no local para fotos com as crianças.

Segue abaixo a programação do Mundinho de abril:

Dia 21 – Oficina de Slime de Páscoa
A febre do momento se adapta a qualquer comemoração. Uma oficina temática para a criançada criar seu próprio slime de Páscoa.

Dia 28 – Oficina de Coelhinhos em EVA
Continuando no clima de Páscoa, a garotada vai se divertir fazendo lindos coelhinhos em EVA para guardar seu bombom.

SERVIÇO:
Mundinho Kids – Shopping Metropolitano Barra

Dias 21 e 28 de abril

Horário: Oficinas – das 16h às 19h

Local: Piso L2 – segundo piso (Próximo ao Cinemark)

Duração: Oficinas – 30 minutos por sessão. Participação mediante a distribuição de senhas limitadas no local.

Evento gratuito

Mais informações: http://www.shoppingmetropolitanobarra.com.br
Endereço: Av. Embaixador Abelardo Bueno, 1.300 – Centro Metropolitano – Barra da Tijuca – Rio de Janeiro.

Sobre o Shopping Metropolitano Barra

O Shopping Metropolitano Barra foi inaugurado em dezembro de 2013 no Centro Metropolitano. O empreendimento é administrado pela CCP (Cyrela Commercial Properties) e tem fluxo médio mensal de 650 mil pessoas. Com 200 lojas, o shopping reúne marcas renomadas, voltadas aos mais diferentes públicos: Zara, Zara Home, Centauro, Riachuelo, Renner, Alô Bebê, Lojas Americanas, Casas Bahia, Kalunga, Ri Happy, Camicado, academia Bio Ritmo e os restaurantes Outback, Balada Mix, Delírio Tropical e Benkei Asiático. Além desses, há diversas satélites conceituadas, como Vivara, Limits, Maria Filó, Cantão, Enjoy, Arezzo, Via Mia, Dress To, L’Occitane En Provence, Alphabeto, BB Básico, Clube Melissa, Havaianas, Imaginarium,  L’Occitane Au Brèsil, Hering e Hering Kids, Hope, Outer, Armadillo, Wollner, Mr. Cat, Borelli, Puket, Usaflex, Carmen Steffens, O Boticário e CVC, entre outras.

Pensando sempre na comodidade de seus clientes, o Shopping Metropolitano Barra foi o primeiro do Rio a lançar uma ferramenta exclusiva de e-commerce, o ON Stores. Pioneiro na indústria brasileira de shoppings, o marketplace foi lançado pela CCP, administradora do shopping, para ampliar a conveniência dos clientes e agregar oportunidades de negócios aos lojistas. A inovação foi premiada pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce).

Sobre a CCP Shoppings

A CCP (Cyrela Commercial Properties S.A) é uma das principais empresas de desenvolvimento, aquisição, locação, venda e administração de imóveis comerciais do Brasil. Atualmente, tem em seu portfólio de shoppings oito empreendimentos no país, localizados nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás e Pará. Somados, abrigam mais de 1,5 mil varejistas em ABL (Área Bruta Locável) total superior a 289 mil m², dados que colocam a CCP entre as maiores administradoras de shoppings do Brasil. Desenvolvidos dentro dos mais avançados padrões construtivos, esses empreendimentos se destacam pela arquitetura moderna e funcional, localização privilegiada, potencial de retorno e permanentes práticas de sustentabilidade relacionadas à segurança, saúde e meio ambiente.

Cantora Alcione participa da comédia “Pão com Ovo” em temporada na Barra da Tijuca, no Teatro dos Grandes Atores

A cantora Alcione, a madrinha da comedia PÃO COM OVO, fará uma participação especialíssima na apresentação do próximo sábado, dia 20/04, no Teatro dos Grandes Atores, na Barra da Tijuca.

Ela promete cantar alguns de seus sucessos e brincar com os atores Cesar Boaes e Adeilson Santos, protagonistas do espetáculo, também maranhenses como ela.

Alcione não esconde de ninguém sua admiração pelo espetáculo e pelos atores e, irá se apresentar pela 3ªvez, nessa comedia engraçadíssima ao lado das amigas de infância Dijé e Clarisse.

A engraçadíssima comédia PÃO COM OVO, com os atores Adeilson Santos, César Boaes e David Dias e participações dos atores Alexandre Lino, Gabriel Contente e o bailarino e coreografo Marcelo Chocolate ficará em cartaz no Teatro dos Grandes Atores (Av. das Américas 3555 – Shopping Barra Square – tel. 3325-1645), até o dia 28/04, com apresentações sempre as 6as e sábados 21h e domingos 19h e preço único a R$ 60,00.

Em cartaz pelo Brasil desde 2011, PÃO COM OVO já foi aplaudido por mais de 1 milhão de pessoas em temporadas de sucesso por várias capitais do país e Portugal. Em 2016 fez sucesso aqui na Cidade Maravilhosa, em temporadas no Teatro Clara Nunes (Shopping da Gávea) e, em seguida, no início de 2017, no Teatro Miguel Falabella, no Norte Shopping e  mês pasado, durante o mês de março/2019, no Teatro João Caetano, no Centro do RJ.

PÃO COM OVO, encenada pela Santa Ignorância Cia. de Artes, é uma das maiores comédias do teatro nacional e retrata, com bom-humor os costumes e o cotidiano das diferentes classes sociais do país.

SOBRE A PEÇA …

Dijé e Clarisse (interpretadas pelos atores maranhenses Adeilson Santos e Cesar Boaes respectivamente) são amigas de infância. Elas se conheceram ainda na escola, e acabaram perdendo o contato ao longo do tempo.

Dijé é moradora de um bairro da periferia, e vive com o marido Zé Maria.

Já Clarisse é uma emergente alpinista social, e frequenta lugares sofisticados da cidade.

As velhas amigas se reencontram, e falam de suas vidas e detalhes do cotidiano, o que faz o público morrer de rir. Além disso, as personagens contam de forma cómica a diferença de atendimento nos setores públicos e privados. Além de temas sociais como assédio as mulheres e relações trabalhistas das empregadas domésticas, sem ser panfletário e sem perder o tom certo do humor.

O espetáculo conta com números de dança e imitações da cantora Alcione, madrinha do espetáculo, conterrânea maranhense do grupo.

Os três atores se revezam entre vários personagens, o que torna a peça dinâmica e ainda mais irreverente.

A comédia traz uma linguagem direta e simples e sem apelos sexuais e palavrões.

Um humor por vezes ingênuo, mas sem perder as críticas sócias.

As falas e diálogos são muitas vezes improvisadas na hora pelos atores, o que confere maior interação com o público.

O texto é de Adeílson Santos e de César Boaes, que também assina a direção. “O nome PÃO COM OVO surgiu exatamente da ideia de que é algo que todo mundo gosta, desde os mais ricos até os mais pobres”, explica Cesar.

Para esta temporada no Rio de Janeiro a trupe traz cenas novas e convidados especiais como os atores cariocas Gabriel Contente, Alexandre Lino e o dançarino Marcelo Chocolate.

SOBRE OS ATORES

O maranhense César Boaes é ator, diretor e produtor. Fez sua estreia nos palcos com o espetáculo “Pluft, o Fantasminha” de Maria Clara Machado. Mais tarde, inicia seus estudos de ballet clássico com Antônio Gaspar e começa sua pesquisa de danças populares nordestina, e estreou como dançarino do espetáculo Nordestinamente. Além disso, é membro secretário da Santa Ignorância Cia. de Artes, da qual participa dos espetáculos “O boi e o burro a caminho de Belém”, de Maria Clara Machado, com direção de Urias de Oliveira, e “A morte do boi desmiolado”, com texto de César Teixeira e direção coletiva.

Adeílson Santos, também ator e o produtor, começou sua carreira artística em 1999 com o espetáculo “Uma linda quase mulher”, comédia de grande sucesso de público ainda hoje em temporada. Em seguida protagonizou o musical “Catirina”, da Cia. Ópera Brasil, com direção geral de Fernando Bicudo. Em 2009 recebeu o Prêmio de Melhor Ator pelo Sated–(MA) com o espetáculo “Uma linda quase mulher 2”. Além disso, em 2012 recebeu o mesmo Prêmio, com o espetáculo “Pão com Ovo’. No cinema participa do filme “O dono do mar”, de Odorico Mendes.

 

PÃO COM OVO  

Comédia de César Boaes e Adeilson Santos

Direção: César Boaes

Elenco: Adeilson Santos, César Boaes e David Dias.  Participações especiais: Gabriel Contente, Aleandre Lino e Marcelo Chocolate.

Produção, assessoria de imprensa & marketing: João Luiz Azevedo

Local: Teatro dos Grandes Atores

Shopping Barra Square – Tel, 3325-1645

Reserva de ingressos pelo zap 21-99731-0933

De 05 à 28 de abril de 2019.

sexta e sábado às 21h e domingo às 19h.

Classificação indicativa: recomendado para maiores de 12 anos.

Valor dos ingressos: R$ 60,00 / R$ 30,00 (meia para estudantes, jovens até 21 anos e idosos acima de 60 anos)

Ponto de Venda de Ingressos:

· Bilheteria do Teatro João Caetano e no site da Divertix.

Produção: Boca Fechada Produções Artísticas e Santa Ignorância Cia. de Artes.