A Sombra do Vale – A História Que Já Foi Contada Muitas Vezes

Dia 6 de julho, sábado, às 16h, estreia o espetáculo infantil A Sombra do Vale – A História Que Já Foi Contada Muitas Vezes da República Ativa de Teatro no Teatro João Caetano. A peça integra a Mostra Sonhos em Tempos de Guerra, contemplado pela 32ª Edição da Lei de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo. A temporada segue até 4 de agosto, sempre aos sábados e domingos, às 16h. Grátis!

Partindo do tema discutido no projeto – as chamadas “guerras cotidianas” – seis jovens atores trouxeram diversos questionamentos relevantes. A provocação cênica é dos artistas da República Ativa, e o elenco é composto pelos seis jovens atores: Amanda Cruz, Ana Medeiros, Caio Martins, Jhon Yuri, Jonathan Araújo e Thauany Mesquita. Dentre as diversas inquietações, duas delas foram recorrentes: as consequências da negligência, do abandono e do distanciamento e a necessidade de recuperar as relações. E encontraram nas notícias sobre o desastre ambiental de Brumadinho uma oportunidade de tratar desse assunto que, infelizmente, ainda acontece.

E como as crianças recebem notícias como essas que recheiam as manchetes de televisão? Qual a relação delas com tantas tragédias que estamos todos sujeitos, tanto nas dimensões de Brumadinho como nas relações mais pessoais e familiares? Como elas percebem essas perdas e lidam com elas? Até que ponto a inconsequência do adulto interfere na vida e nos sonhos dos pequenos? O que a gente faz para trazer de volta o que está escondido? Essas e outras questões foram latentes nesse processo, e nortearam a construção da dramaturgia, recheada de ludicidade e poesia.

Através de um processo colaborativo intenso, o grupo foi construindo a narrativa que resultou numa aventura que permite desbravar os mares de lama que a vida nos traz e buscar entender como é possível seguir vivendo, e de que maneira podemos enfrentar essa sombra que pode ter tantas formas.

 

Sinopse

Tudo estava como sempre, até que um dia a sombra desceu o vale. Não houve tempo para perceber o que aconteceu. Só se sabe que tudo está diferente e todos perderam algo. Diante de tantas incertezas, o espetáculo embarca numa aventura sob um rio de lama em busca de respostas.

Sobre a Mostra Sonhos em Tempos de Guerra

A partir da temática do espetáculo O Inimigo, a República Ativa de Teatro criou e desenvolveu o projeto Sonhos em tempos de Guerra, contemplado pela 32ª Edição da Lei de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo. Trata-se do aprofundamento da pesquisa da Cia que aborda questões relevantes e delicadas para crianças e jovens, e que proporciona o desenvolvimento de 5 (cinco) novos espetáculos teatrais, com linguagens e abordagens distintas e a participação de diversos outros artistas.

O projeto propõe debater poeticamente a relação da criança com as chamadas “guerras cotidianas” – conflitos que fazem parte do dia a dia e que a criança nem sempre é convidada a refletir sobre eles. Debater é trocar argumentos, discutir ideias. A partir de um debate rico, em que os lados têm liberdade para colocarem suas opiniões livremente, quem assiste ou participa poderá construir o seu ponto de vista com base no que lhe pareceu mais verossímil. Numa sociedade cada vez mais binária, os debates tendem a ser menos honestos, pautados na intenção de apenas defender a própria ideia sem permitir conhecer a ideia do outro. As pessoas se encastelaram em verdades prontas, e quem discorda delas está contra quem as defende. Essa intolerância que se vê entre adultos também reflete entre as crianças e adolescentes, com consequências igualmente grandes para eles e para a sociedade.

A Cia traz à tona esses questionamentos, se propondo a pensar, discutir e direcionar o olhar para a formação de nossas crianças que cresce em meio a uma sociedade tomada por diversas guerras – como gênero, educação, entre outras –, apresentando ao público essas problemáticas com responsabilidade e poesia. Os primeiros resultados desse processo de pesquisa poética serão apresentados nesse formato de Mostra, que vai de Junho à Dezembro de 2019.

O Inimigo abriu essa Mostra (em Junho, no Teatro Décio de Almeida Prado – Itaim Bibi), que seguirá com as apresentações dos demais espetáculos e também debates públicos sobre o Teatro e a Criança. As apresentações serão todas gratuitas, e acontecerão em Teatros Públicos Municipais. Os debates ocorrerão na Embaixada Cultural – sede da República Ativa -, que fica na Vila Dom Pedro II – Zona Norte da cidade. 

Sobre a Cia:

Desde 2006, a República Ativa de Teatro realiza sua pesquisa sobre uma arte pertinente ao universo infantil. Em um primeiro momento de sua história, adaptou para a realidade da criança do século XXI textos clássicos de Maria Clara Machado. Depois, seguiu para a criação de espetáculos autorais tendo como base temas do universo da criança da chamada “geração google”, baseando sua pesquisa no Teatro Contemporâneo e suas as diversas possibilidades poéticas.

Nesses 13 anos de estrada nos deparamos com O Real Imaginário, nos encantamos com uma Bruxinha Que Era Boa, sonhamos com um Cavalinho Azul, voamos com A Menina e o Vento, tentamos descobrir Quem Apagou a Luz?, saímos em busca da Parte Que Falta com os questionamentos do jogo Splash ou A História da Gota Que Sonhava Ser Rio, e, recentemente, descobrimos muitas coisas sobre O Inimigo, além de criar uma vasta relação com crianças através de muitas histórias contadas e divertidas oficinas criativas.

Atualmente, inauguramos nossa primeira sede, a Embaixada Cultural, na Vila Dom Pedro II (Zona Norte de São Paulo/SP), que nos possibilitou aprofundar a pesquisa e desenvolver nosso projeto de Fomento “Sonhos em Tempos de Guerra”, que já está gerando novos espetáculos e debates com questões necessárias e urgentes.

Sobre o Pelotão de Apoio:

Em janeiro de 2019, a República Ativa abriu uma convocação para atores e/ou estudantes de artes cênicas, interessados em teatro para a infância e juventude, para integrar o “Pelotão de Apoio” do projeto “Sonhos em Tempos de Guerra”.

De março a julho, os Soldados-Artistas recrutados tiveram a oportunidade de participar dos estudos e oficinas do projeto, acompanhar os ensaios e criações da Cia, e principalmente, integrar o processo de criação do espetáculo A Sombra do Vale, que recebeu a provocação cênica dos artistas da República Ativa de Teatro.

Ficha Técnica

Provocação Cênica: Leandro Ivo, Rodrigo Palmieri, Thiago Ubaldo e Vivi Gonçalves

Elenco: Amanda Cruz, Ana Medeiros, Caio Martins, Jhon Yuri, Jonathan Araújo e Thauany Mesquita

Dramaturgia: Processo colaborativo

Organização Dramatúrgica: Amanda Cruz, Vivi Gonçalves e Leandro Ivo

Orientação Corporal: Vitor Vieira

Cenário e Figurino: O Grupo

Iluminação: Rodrigo Palmieri

Paisagem Sonora: Luana Coelho

Colaboração Musical: João Cruz

Confecção de Figurinos: A Mais Braba

Designer Gráfico: Elaine Alves

Fotos: Gabriel Rodrigues

Assessoria de Imprensa: Bemelmans Comunicações

Produção: Fulano’s Produções Artísticas

Produção Executiva: Célia Ramos

https://www.republicaativa.com.br/

https://www.facebook.com/RepublicaAtiva/

Serviço:

A Sombra do Vale

Local: Teatro João Caetano

Rua Borges Lagoa, 650

Vila Clementino, São Paulo

Tel: (11) 5573-3774

Sábados e domingos, às 16h, no teatro João Caetano.

De 06 de julho a 4 de agosto

Grátis

Anúncios

Alan James na Vizinha 123

As canções do álbum “Despertar”, do cantor e compositor carioca Alan James, ganham forma no palco da casa Vizinha 123, em Botafogo, no dia 21/07 (domingo). A noite tem início às 20h e marca o show de lançamento do trabalho, que promove um caldeirão de influências da música brasileira e internacional, indo da MPB setentista aos grupos americanos dos anos 60.

 

Neste show especial, Alan James destila as músicas de “Despertar” e outras surpresas. Ele assume teclado, baixo e voz e sobe ao palco acompanhado de Danilo Fiani (guitarra e voz), Mario Vitor (baixo, guitarra e voz), Lourival Franco (teclado) e Alexandre Dias (bateria). Além disso, recebe convidados especiais Luiz Lopez, Anderson R-VOX e outras surpresas.

 

Ouça “Despertar”: http://bit.ly/AlanJamesDespertar

 

Alan tem uma trajetória cheia de caminhos percorridos em um eterno processo de renovaçã. Integrou bandas e duos e foi produtor e co-produtor musical para renomados artistas. Agora, o multi-instrumentista segue em frente em nova etapa e desafio, apostando na carreira solo. O início da carreira foi com o duo Geminianos e James também foi tecladista de Wagner José e seu Bando. Como produtor, trabalhou em singles de Cezar Rodriguez, além de ter co-produzido os discos “Primal” e “Visceral”, de Luiz Lopez (Filhos de Judith, Erasmo Carlos; e o single “Meu Lugar”, de Jardel Muniz.

 

Com o fim dos Geminianos, Alan James dedicou-se à gravação do primeiro disco solo, e os parceiros Jardel Muniz, Anderson R-VOX e Raphael Scherer participaram da empreitada musical. O álbum iniciou suas gravações no Superfuzz e foi finalizado no estúdio do próprio artista. Neste período, também trabalhou em composições para cinema, tendo assinado as trilhas dos curtas “Cemitério dos Pássaros” (2017) e “O Jardim de Maria” (2018).

 

“Despertar” mostra em 12 faixas as influências de Clube da Esquina, Guilherme Arantes, Beach Boys, Ben Folds e Paul McCartney, repaginando uma sonoridade sessentista e setentista com tons modernos.

 

O lançamento foi através do selo Discobertas, de Marcelo Fróes, produzido pelo próprio James com co-produção de Luiz Lopez – que também supervisionou a mixagem e a masterização com Vitor Veiga. “Despertar” teve distribuição digital, além de formato físico. O disco marcou presença em veículos de música em todo o país.

 

Assista o clipe de “Menina do Quintal”: http://bit.ly/AJMdQYouTube

Assista ao clipe “Bem Aqui”: https://youtu.be/pXMqNB8eb_k

 

Atualmente, Alan James segue em turnê com “Despertar”, produz clipes e se dedica a novas canções. O show de lançamento no Rio de Janeiro tem ingressos a R$ 20 e classificação etária livre.

 

Serviço

Alan James

Data: 21/07/2019 (domingo)

Horário: 20h

Local: Vizinha 123

Endereço: Rua Henrique de Novais, 123 – Botafogo – Rio de Janeiro/RJ

Ingressos: R$ 20 (apenas dinheiro)

Classificação: Livre

 

Boris e Rufus – Uma Aventura Digital

BORIS E RUFUS – UMA AVENTURA DIGITAL, com texto, dramaturgia e direção de Viviani Rayes, produzida pela Rayes Produções Artísticas, é uma versão teatral do premiado desenho animado BORIS E RUFUS, ganhador do Prêmio Latino Americano na categoria Melhor Série Animada, no Festival Chilemonos, no Chile, em 2018. O desenho está entre as oito animações mais assistidas no Brasil. Atualmente é exibido na TV, nos canais Disney XD, Disney Channel e Tv Cultura.

 

A peça faz sua 2ª temporada no Teatro Fashion Mall, localizado no 2º piso do Shopping Fashion Mall, em São Conrado, Rio de Janeiro, de 13 de julho a 01 de setembro de 2019, sempre aos sábados e domingos, 16h, após uma temporada bem-sucedida no Teatro Laura Alvim, Ipanema, de 13/04 a 05/05/2019.

SINOPSE:

Boris e Rufus – Uma Aventura Digital conta a história de Boris, um cachorro ranzinza, e de seu amigo Rufus, um furão que pensa ser um cão. Boris, preocupado com seu amigo Rufus, que está viciado em jogos no celular, e em compras pela Interpetnet, chama o Dr. Hipo, um médico muito suspeito para curá-lo. Para complicar ainda mais a situação, Leopoldo, um gato dissimulado, competitivo e influenciador, renomado no universo pet, com vários vídeos e seguidores, provoca em Boris e em Rufus a vontade de também produzirem seus vídeos para ficarem mais famosos do que ele. Na ausência de seus donos, os animais de estimação adquirem características humanas, acessam a interpetnet, o cãotube, a petflix e outras tecnologias, aprontam diversas peripécias e confusões em suas aventuras digitais, percebendo que acima de tudo a amizade é o maior bem.

SERVIÇO:

Temporada: 13/07 a 01/09/2019

Estreia: 13/07/2019

Dias e Horários: sábado e domingo, às 16h

Local: Teatro Fashion Mall

Shopping Fashion Mall

Estrada da Gávea, 899 – 2º piso – Loja 213 – São Conrado, Rio de Janeiro – RJ

Tel: (21) 2422-9800

Horário da Bilheteria:

Terça a domingo das 15h às 20h

Ingressos: R$60,00 (inteira) R$30,00 (meia)

Duração: 50 minutos

Classificação: Livre

Gênero: Infantil

“Uma Fortuna Pra Doi$” no Teatro Rival

Uma Fortuna Pra Doi$ conta a história de Dona Leocádia, uma idosa rica, prestes a morrer. Só que antes de partir, ela quer reencontrar seu neto desaparecido e deixar toda sua fortuna para ele. Incentivada por Janete, sua ajudante do lar, ela faz um vídeo, posta na Internet, na esperança de revê-lo. Para surpresa de Dona Leocádia surgem dois rapazes dizendo-se netos dela. A dúvida faz a milionária ter uma tarefa difícil: descobrir quem é o verdadeiro neto. A peça será apresentada no Teatro Rival Petrobras no dia 19 de julho, às 19h30.

 

Fugindo do formato stand up e esquetes, a peça Uma fortuna pra doi$, dirigida por Paulinho Serra, traz mistério, confusões e reviravoltas, além de muito humor. No elenco estão os atores Bia Guedes, Aldo Perrotta, Berg Bharusck, Wagner Trindade e Marcelo Souza (A famosa drag queen Suzy Brasil).

 

A peça é uma comédia popular, com uma dramaturgia instigante. O tempo inteiro que a história está sendo contada, as piadas são disparadas sem que se perca o enredo. Com uma linguagem popular, ácida e crítica. O espetáculo aborda a ganância pelo dinheiro e até onde iremos para ter a conta bancária abastada. A peça pretende ser um divertido aditivo para o comportamento humano.

 



Serviço
Teatro Rival Petrobras – Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro. Data: 19 de julho (Sexta-feira). Horário: 19h30. Abertura da casa: 18h. Ingressos: R$ 60,00 (Inteira), R$ 40,00 (Promoção para os 100 primeiros pagantes), R$ 30,00 (meia-entrada). Venda antecipada pela Eventim http://bit.ly/TeatroRival_Ingressos2GIaEKp  Bilheteria: Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 22h Censura: 18 anos. www.rivalpetrobras.com.br. Informações: (21) 2240-9796. Capacidade: 350 pessoas. Metrô/VLT: Estação Cinelândia.

*Meia entrada: Estudante, Idosos, Professores da Rede Pública, Funcionários da Petrobras, Clientes com Cartão Petrobras e Assinantes O Globo

2a Edição do Sambarraiá do Projeto Criolice

Neste domingo (21), a partir das 15h, no Parque de Madureira, na Arena Fernando Torres, acontece a 2a Edição do Sambarraiá do Projeto Criolice com muita festa junina e samba de raiz. O evento terá várias surpresas e brincadeiras como: barraca do beijo e várias barraquinhas de comidas típicas além da feira gastronômica do Criolice. Então vem nessa que esse trem é bão demais. A classificação do evento é livre. Mais informações com os organizadores do Projeto Criolice: Vander Araújo(21-96491-0091); Dayvison Gomes(21-97006-6964 e Rose Maciel(21-96426-9329.

O local do evento:

A Arena Fernando Torres é toda   estruturada, aconchegante, espaçosa, coberta e de fácil acesso para que vem dos quatros cantos da cidade, com farto transporte público na região. A Arena ao lado da entrada do portão 4, do Parque de Madureira próximo ao viaduto de Rocha Miranda.

Os músicos que integram a roda de samba do Projeto Criolice , é de primeira linha: Arifan Júnior,Marquinhos Lima,Alessandro Cardozo,Carlinhos 7 Cordas, Binho Pique Novo, Beloba, Makley Mattos, Maryzelia,Alex Almeida, Bruno Gama e  Dirceu Leite.

Essas feras partem para o resgate de Paulinho da Viola, Nei Lopes, Monarco, Candeia, Aniceto, Luiz Carlos da Vila, Cartola, Guilherme de Brito, Nelson Cavaquinho, entre tantos outros. Sem falar no pout-pourri com canções de domínio público e outras tantas pinçadas dos terreiros de umbanda, candomblé e jongo.

O clima do Projeto Criolice ganhou notoriedade nas edições que foram realizadas entre as ruas K e L do Ponto Chic, em Padre Miguel. O evento é organizado por Rose Maciel, Vander Araújo e Dayvison Gomes com a assessoria de imprensa de Enildo do Rosário (Viola).

Serviço:

2a Edição do Sambarraiá do Projeto Criolice

Data: Domingo 21 de Julho de 2019.

Horário: 15h

Lista amiga até as 17h00: R$10,00 (meia entrada) Lista amiga após às 17h00: R$ 20,00

Local: Arena Fernando Torres – Parque de Madureira

Rua Bernardino de Andrade, 200- Madureira.

Horário: 15h até 22h.

Classificação: Livre

Parquinho grátis

No bar aceitamos cartões

 Informações/whatsApp: (21) 96426-9329 – Rose Maciel

Nossos contatos:

 Site: www.criolice.com.br

Email: criolice@bol.com.br

Telefones: 21 96426932921 964910091

No Facebook:

Fanpage: Projeto Criolice

Grupo: Projeto Criolice

Perfil: Toca do Criolice de Padre Miguel

Canal Youtube: Projeto Criolice

Instagram: projetocrioliceoficial

Twitter: @projetocriolice

Google+: Projeto Criolice

Organização: Rose Maciel/ Vander Araújo/ Dayvison Gomes/ Enildo Rosário (Viola)

Ocupação de Dança celebra a diversidade no Teatro Cacilda Becker, no Rio

A Dança como linguagem universal, como língua capaz de unir pessoas de todos os lugares e abarcar toda a diversidade humana. Essa é a proposta da Ocupação A língua da vértebra, que acontece entre os dias 24 e 28 de julho no Teatro Cacilda Becker, no Rio de Janeiro.

 

Realizado por dez mulheres formandas da Escola Angel Vianna, o evento tem como eixo curatorial a relação artística com a Metodologia criada pela grande dama da dança brasileira, convidando o público a experimentar diferentes possibilidades de um corpo em movimento.

 

A ocupação se encerra com duas apresentações de estreia do espetáculo “A língua da vértebra”, trabalho resultado da conclusão do curso técnico em bailarino contemporâneo da escola. Entre as dez artistas criadoras, dez corpos e muita diversidade, além da orientação de Moira Braga, bailarina e atriz cega, e do coreógrafo e bailarino Dilo Paulo, de Angola (AF).

 

-Acredito e carrego comigo que realmente a dança e a metodologia de Angel Vianna sejam capazes de se comunicar com todos porque nos ajudam a entender, pesquisar e cuidar do nosso corpo e do corpo do outro. Elas não só nos conectam, mas também nos transformam em seres humanos melhores – afirma Dilo.

 

Por meio de oficinas, exposições, show, performance e a estreia do espetáculo , serão traçadas linhas de convergências entre o campo das artes visuais, performance, música e dança, possibilitando ao público se relacionar com processos estéticos, técnicos e subjetivos que fizeram parte do processo de construção do trabalho.

 

Angel Vianna é a grande convidada e estará presente na ocupação facilitando uma oficina e participando de uma conversa com Moira, orientadora do espetáculo e artista integrante da Cia Pulsar.

 

A língua da vértebra

A investigação da coluna vertebral como eixo central a todo movimento, em todos os corpos, faz reverberar em múltiplas possibilidades de dança. Cada vértebra, cada região, assim como cada corpo, são essenciais ao todo, tendo sua própria vibração e força.

Lombar, dorsal, cervical – língua. Nosso corpo inteiro se revela como algo que se arqueia e se contorce em conjunto. Um corpo que se estrutura em coletivo. A dança é a língua que nos une.

 

O espetáculo “A língua da vértebra” é uma criação coletiva que surge a partir de experiências sutis vividas por dez mulheres em contato com a metodologia Angel Vianna, ao longo de dois anos e meio de convivência e estudos contínuos.

 

PROGRAMAÇÃO DA OCUPAÇÃO

 

QUARTA  24/07

19h Abertura da Ocupação com exposição de fotos e registros do processo

+

20h Performance da Cia Pulsar

 

QUINTA 25/07

15h Oficina Cia Pulsar

17h Oficina Angel Vianna

19h as 21h Conversa com Angel Vianna e Moira Braga

 

SEXTA  26/07

15h as 17h oficina VIVA PELVE com Dora Selva

17h as 19h oficina AfroGangu com Lenna Santos

20h SoundPainting

 

SÁBADO  27/07

20h Apresentação do espetáculo A Língua da Vértebra

 

DOMINGO 28/07

19h Apresentação do espetáculo A Língua da Vértebra

SERVIÇO

A Língua da Vértebra

Ingressos para o espetáculo: R$ 20 (inteira)

Duração: 50 mins

Classificação: Livre

Teatro Cacilda Becker

Rua do Catete, 338 – Largo do Machado

(próximo à estação de metrô)

 

INSCRIÇÃO PARA DEMAIS ATIVIDADES DA OCUPAÇÃO:

através do e-mail: laranjaturma@gmail.com

 

VALOR DAS OFICINAS

R$ 20 (solidário)

R$ 30 (sustentável)

R$ 45 ou mais (abundante)

 

FICHA TÉCNICA:

Elenco:

Ayeska Ariza, Beatriz Galhardo, Herika Reis, Julia Severo, Laura Silveira, Maria Hermeto,

 Maria Luiza Tiburi, Natasha Benzaquen, Nina Terra Rodrigues e Rose Benzaquen.

Orientação: Dilo Paulo e Moira Braga

Supervisão de criação: Frederico Paredes

Figurino: Herika Reis e Maria Hermeto

Cenografia: Ayeska Ariza e Laura Silveira

Iluminação: Frederico Paredes

Fotografia e vídeo: Matylda Rosinska

 

“Luz nas Trevas” no Armazém da Utopia

Companhia Ensaio Aberto estreia o espetáculo Luz nas Trevas, de Bertolt Brecht, no Armazém da Utopia.

Luz nas Trevas foi escrita em 1919, em um período de grande recessão econômica na Alemanha, pós Primeira Guerra. Nesse período Brecht recebeu muita influência da comédia popular de Karl Valentin. A encenação de Luiz Fernando Lobo traz a atmosfera dos cabarés alemães do início do século XX. Nosso cabaré, com serviço de bar, abre uma hora antes e fecha uma hora depois do final do espetáculo. Os atores servem os drinks e comidas.

A narrativa apresenta Paduk (Leonardo Hinckel), um antigo cliente do bordel da Sra. Hogge (Tuca Moraes), que um dia ele foi expulso do bordel por não ter dinheiro para pagar a conta. Indignado com o ocorrido, ele decide ganhar dinheiro arruinando a prostituição local iluminando a rua do prostíbulo para afastar os clientes.

Em Luz das Trevas, Brecht cria uma parábola denunciando as articulações contraditórias do sistema capitalista: através da prostituição e das doenças venéreas o que está em jogo é a exploração.

É a segunda produção da Companhia Ensaio Aberto a estrear esse ano. Em março, o espetáculo Canto Negro levou mais de 2500 espectadores, gratuitamente, ao Armazém da Utopia, em quatro sessões.


FICHA TÉCNICA
Direção Artística: Luiz Fernando Lobo
Texto: Bertolt Brecth

Tradução: Geir Campos
Direção de Produção: Tuca Moraes
Espaço Cênico: Luiz Fernando Lobo
Iluminação: Cesar de Ramires
Figurino: Beth Filipecki e Renaldo Machado
Maquiagem e Preparação Corporal: Luiza Moraes
Produção Executiva: Cida de Souza
Ciência do Novo Público: João Raphael Alves e Agnes de Freitas
Programação Visual: Marcos Apóstolo e Marcos Becker
Assistente de Direção: Anna Carolina Magalhães
Cenotécnico: Dodô Giovenetti
Gerente Operacional: Roberta Mello
Elenco: Ana Moura, Gilberto Miranda, João Raphael Alves, Leonardo Hinckel, Letícia Viana, Luiz Fernando Lobo, Luiza Moraes, Natália Gadiolli, Tayara Maciel e Tuca Moraes.

 

 

SERVIÇO

Luz das Trevas – Teatro

Estreia 26 de abril até 28 de julho

Temporada sextas e sábados | 20h30 – domingo | 19h30
Abertura da casa 1h antes

Local: Armazém da Utopia – Armazém 6, Cais do Porto
Tel. 21.2516-4893 / 21. 98909-2402 (WhatsApp)
VLT: Parada Utopia/ AquaRio
Classificação: 14 anos
Capacidade: 100 Lugares
Duração 60 minutos


Ingressos 
www.sympla.com.br/CompanhiaEnsaioAberto R$ 40 (inteira) / R$ 20 (meia)
-Ingressos antecipados* R$ 30 (inteira) / R$ 15 (meia)* desconto para compras com até 72h de antecedência ou até acabar a cota
-POLÍTICA DE TROCAS DE DATAS DE INGRESSOS ANTECIPADOS:
Trocas de datas são aceitas somente até 48 horas antes da sessão.
Não realizamos troca de ingressos com data de sessão vencida
O ingresso “Antecipado Promocional” poderá ser trocado para sessões até 11/05
-Para agendamento de grupos (escolas, projetos sociais, associações, etc) entre em contato através do WhatsApp (21) 98909-2402.