I Mostra de Teatro Infantil para toda a Família

Com a mesma equipe dos espetáculos consagrados por público e crítica, “O Gato de Botas – O Musical de Walter Daguerre”, “O Boi da Cara Preta de Bárbara Duvivier”, “As Aventuras de Pinóquio” e “O Duende Rumpelstiltskin” de Daniel Porto com mais de 150 mil espectadores e em circulação pelo Brasil, a Cineteatro entende que os contos tradicionais são formas de aproximação das crianças com a família. Por essa razão o Ator e Produtor Alexandre Lino reúne 3 desses trabalhos e convida  O Grupo de contadores de Histórias – O QUE CONTA O SABIÁ para estrear seu mais novo espetáculo trabalho, o infantil “O PULGO E O ELEFANTE” texto de Alexandra Velásquez,  livremente inspirado na obra do poeta mineiro Carlos Drummond de Andrade, na I MOSTRA DE TEATRO INFANTIL PARA TODA A FAMÍLIA Janeiro de férias no TEATRO GLAUCIO GILL. Um encontro de 4 peças com  qualidade e esmero para a diversão de pais e filhos. A temporada acontece de 09 a 31 de janeiro sempre aos sábados e domingos as 17h no TEATRO GLAÚCIO GIL em Copacabana.

A Mostra (que será anual) pretende estimular a formação de plateia e democratização do acesso à cultura praticando preços populares. A denominação TEATRO PARA FAMÍLIA é uma expressão utilizada na Espanha para o que chamamos no Brasil de Teatro Infantil.  Acreditando que a família desempenha um papel primordial na formação do hábito cultural das crianças, a expressão é perfeitamente adequada para espetáculos que têm a preocupação de falar aos filhos sem esquecer os pais.

A arte precisa estar dentro das horas livres da família. A criança precisa reconhecer o contato com o Teatro como hábito e uma necessidade básica a partir do comportamento dos adultos. Esse cenário exige mudanças nos perfis das produções de arte para a infância, rompendo limites, paradigmas e, especialmente, preconceitos.

A I MOSTRA DE TEATRO INFANTIL PARA TODA A FAMÍLIA   oferece ao público espetáculos com temas pertinentes à família contemporânea, a partir de clássicos da literatura brasileira e universal, de forma responsável, criativa e divertida, utilizando estéticas rústicas, artesanais e dramaturgias com o cuidado e respeito que a criança/família merece. O principal intuito é integrar e divertir toda a família por meio do teatro.

Nos quatros espetáculos da Mostra, que conta com a curadoria do ator e produtor Alexandre Lino, buscamos fazer uma reflexão divertida dos fatos comuns ao universo infantil, começando com a adaptação de “Pinóquio”, a partir dos originais de Carlo Collodi; seguido da versão para o teatro de Bárbara Duvivier, para a clássica canção “O Boi da Cara Preta”; seguimos inspirados pelo poeta Carlos Drummond de Andrade, com ”O Pulgo e o Elefante”, de Alexandra Velásquez; e concluímos, mergulhando no maravilhoso universo dos Irmãos Grimm com o soturno O Duende Rumpelstiltskin. Ambas as peças, são para todas as idades e para toda família como acreditamos que deve ser a Arte.

PROGRAMAÇÃO, SINOPSE e FICHA TÉCNICA DAS PEÇAS:

DIAS 09 e 10 de JANEIRO – SÁBADO E DOMINGO às 17h

AS AVENTURAS DE PINÓQUIO – A peça conta a história e as incríveis aventuras do boneco de madeira que ganha vida e sonha em ser um menino de verdade. Conto que está no imaginário popular desde a sua criação no final do século XIX na Itália e é no Brasil uma das lendas mais contadas para as crianças. O grilo, a fada, a raposa, o peixe cão, e vários outros personagens são lembrados nessa fantasia tão delicada quanto divertida.  Para se manter fiel ao original o autor Daniel Porto (de O Pastor, Acabou o Pó e O Duende Rumpelstiltskin) e o Produtor Alexandre Lino foram à Florença na Itália fazer toda a pesquisa e trazer material para essa montagem. A direção é da ítalo brasileira Carina Casuscelli.

Eleito pelos leitores do Rio Show – O Globo como melhor infantil do primeiro trimestre de 2015.

     Indicação como MELHOR ATOR para Antonio Carlos Feio (Geppeto) no Prêmio Botequim Cultural.

Ficha Técnica: Autor: Daniel Porto, Direção: Carina Causcelli, Com: Antonio Carlos Feio, Luciana Victor, Gabriel Jacques e João Fraga.

DIAS 16 e 17 de JANEIRO – SÁBADO E DOMINGO às 17h

O BOI DA CARA PRETA A peça conta a história de uma menina (Rosa) que ao ouvir a cantiga do Boi da Cara Preta cantarolada por seu pai, fica muito intrigada e curiosa para conhecer este boi. Filha de Francisco, a menina é órfã de mãe. Tecnológica e com vocabulário moderninho, ela e seu pai vão passar uns dias na fazenda,  o que para  a menina é um programa meio esquisito já que vive num mundo virtual paralelo. Na fazenda conhece Antonio, um garoto de 12 anos que diferente de Rosa adora o campo, o verde, os bichos e adorar brincar de pés descalços.  Durante as férias na fazenda, ela conhece o tal O Boi da Cara Preta com fama de malvado. Este encontro divertido se transforma em grandes surpresas e muita festa.

Veja Rio recomenda entre os melhores infantis.

Indicado ao Prêmio CBTIJ – Melhor Texto e Prêmio Botequim Cultural por Texto e Atriz – Mariana Martins.

Ficha Técnica: Autor: Barbara Duvivier, Direção: Daniel Dias da Silva, Com: Mariana Martins, João Fraga, Leo Campos, Amanda Borghetti e Paulo Roque.

DIAS 23 e 24 de JANEIRO – SÁBADO E DOMINGO às 17h

O PULGO e O ELEFANTE – livremente inspirado no livro “História de Dois Amores”, escrito em 1985 pelo poeta Carlos Drummond de Andrade, a montagem do  grupo O QUE CONTA O SABIÁ, leva à cena uma linda história de amizade entre um ELEFANTE e um PULGO, que atravessam desertos, enfrentam inimigos e, por fim, encontram a felicidade no elixir do amor: O Elefante vence sua timidez e se apaixona pela mais bela elefanta africana e o Pulgo  não faz por menos, encontrar sua parceira ideal, a pulga azul. Além desse enredo recheado de poesia do magistral poeta mineiro, o grupo  O QUE CONTA O SABIÁ, criou músicas inéditas que ilustram as ações dos personagens ao longo da encenação. ESTREIA NACIONAL.

Ficha Técnica: Autor: Alexandra Velásquez, Direção: Tom Pires, Com: Alexandra Velásquez, Carolina Laura e Tom Pires. Stand in: Danny Stenzel e Leandro Mariz.

DIAS 30 e 31 de JANEIRO – SÁBADO E DOMINGO às 17h

O DUENDE RUMPESLTILTISKIN A história do Duende que não pode ter seu nome revelado e se aproveita das fragilidades de uma jovem camponesa, aprisionada pelo Rei numa torre para transformar palha em ouro. A peça tem alguns truques de mágica e trilha sonora original tocada no acordeon pelo músico e diretor musical da peça Tibor Fittel.

INDICADO pela Guia Folha de São Paulo como um dos melhores infantis de 2014

Ficha técnica: Autor: Daniel Porto, Direção: Daniel Dias da Silva, Com: Alexandre Lino e Natália Régia.

SERVIÇOS DOS ESPETÁCULOS:

Local: Teatro Glaucio Gil, Praça Cardeal Arcoverde, s.nº (Copacabana)

Temporada de 09 a 31 de JANEIRO (sábados e domingos às 17h)

Valor: R$ 30,00 (inteira) R$ 15,00 meia.

Gênero: Infantil

Classificação: LIVRE, indicado para crianças a partir dos 2 anos.

Informações: (21) 2332-7904 ou 7970.

Duração: 50 minutos

Capacidade: 100 lugares

Horário da Bilheteria: Segunda a domingo das 16h às 20h.

Mais informações: www.cineteatroproducoes.com.br

http://www.ingresso.com/rio-de-janeiro/home/local/teatro/teatro-glaucio-gil

A Galinha Pintadinha, em O Ovo de Novo

A Galinha Pintadinha, devido a temporada de sucesso em 2015, voltará ao Teatro das Artes, a partir do dia 09 de janeiro de 2016, aos sábados, às 17h, e domingos, às 15h e às 17h, junto com seus companheiros inseparáveis Galo Carijó, Pintinho Amarelinho, Baratinha, os Naftalinas (Baratazul e Baratotal), Borboletinha, Sr. Gavião, Dr. Peru, Enfermeira Ururubu, Galinho Quiriquiqui, boneco Pimpom, e a divertida família de Carlos Henrique, um menino muito imaginativo que gosta de contar histórias e de usar palavras difíceis.

Aborrecido com a notícia do nascimento da irmã, Carlos Henrique (Dudu Varello) faz uma retrospectiva de sua vida para tentar entender seus sentimentos. Com a ajuda da mais sinistra… mais cascuda… mais antenada… a Barata (Cássia Raquel), que canta as 15 canções que compõem o repertório musical do espetáculo, a vida de Carlos Henrique e de sua família é revista em flashbacks. Como seus pais (Nando Moretzsohn e Natasha Jascalevich) se conheceram, seu nascimento, a carinhosa relação com a sua avó. Numa brincadeira

divertida, o público também assistirá, paralelamente à história da família de Carlos Henrique, a história da família da Galinha Pintadinha (Wagner Cavalcante), Galo Carijó e do Pintinho Amarelinho que também está triste com os mimos para o OVO NOVO. Misturando recursos artísticos do circo, teatro, dança, música e animações, o musical, com patrocínio do Grupo Bradesco Seguros e sabonete Baby Dove, criado para o público infantil da primeira infância (de 0 a 5 anos) com certeza agradará a todos da família.

Com roteiro de Marcos Luporini e Juliano Prado (os criadores da Galinha Pintadinha), dramaturgia e texto final de Keli Freitas, direção de Ernesto Piccolo, coreografias de Marcia Rubin, números circenses especialmente criados por Claudio Baltar, cenários, figurinos e bonecos de Clívia Cohen, preparação de canto de Adriana Piccolo e iluminação de Maneco Quinderé, o musical GALINHA PINTADINHA EM OVO DE NOVO reúne diversas linguagens artísticas, compondo um espetáculo, lúdico e divertido. Piccolo conta um pouco sobre as novidades desse novo musical: “Quando eu dirigi o primeiro musical da Galinha Pintadinha, eu tinha como maior desafio colocar em cena, ao vivo, aquela personagem carismática e adorada, num espetáculo que tivesse o mesmo encantamento que os desenhos animados tinham. Antes da estreia nos perguntávamos como seria a reação das crianças ao encontrar frente a frente com aqueles personagens retirados dos desenhos animados. A reação das crianças não poderia ter sido melhor. Acho que conseguimos apresentar um musical que carregava a magia e o divertimento dos clipes animados criados pela dupla Marcos Luporini e Julianos Prado. “A Galinha Pintadinha, o musical” foi um sucesso estrondoso. Quando Luporini e Juliano nos procuraram no ano passado propondo a realização de um novo musical, logo me perguntei o que poderíamos trazer de novo. Gosto de desafios, não queria repetir a mesma fórmula do outro musical que dirigi. “A Galinha Pintadinha, em o ovo de novo” vem com a novidade do circo. A montagem explora as possibilidades da mistura da pantomima, música, dança e circo nos números musicais, além de apresentar uma história que vai agradar as crianças um pouco maiores. O desafio desse novo trabalho é criar um espetáculo com muitas novidades na parte musical, agradando os pequeninos, e também conquistar crianças um pouco maiores, que temos certeza vão adorar a história do Carlos Henrique e vão voltar a curtir a Galinha Pintadinha e sua turma de animais animados.”.

Partindo para a terceira produção teatral – a estreia no palco foi com o musical “A Galinha

Pintadinha, o musical”, dirigido por Piccolo, em 2012, seguido de “A Galinha Pintadinha em cadê Popó”, dirigido por Alessandra Brantes, em 2013/2014 – Marcos Luporini e Juliano Prado são grandes incentivadores da presença da Galinha Pintadinha nos palcos brasileiros. “O teatro é uma arte humana milenar. Esta capacidade que temos de, através da imaginação, nos transportarmos a outras realidades é algo mágico. Para nós, é motivo de imenso orgulho saber que, para muitas crianças, este musical da Galinha Pintadinha será a primeira experiência no teatro. É incrível ver como mesmo os bebês pequenos conseguem se conectar e viajar com a peça.” Diz Luporini. E Juliano Prado completa: “O que é delicioso nos musicais da Galinha Pintadinha é a grande festa das crianças, pais, tios e avós curtindo o teatro. É um momento muito intenso para os pequenos que, muitas vezes, estão experimentando a sensação de um espetáculo pela primeira vez. Esta nova montagem, cheia

de música como não poderia deixar de ser, conta a história de uma família que descobre a chegada de mais um bebê, no meio dos malabarismos do dia a dia. Malabarismos mesmo, executados por um elenco de 12 atores afiadíssimo, nessa montagem cheia de números circenses. É diversão garantida.”

Roteiro musical:

“Baratinha”; “Galinha Pintadinha 2”; “Pintinho Amarelinho”; “Samba Lelê”; “Lá na casa da Galinha Pintadinha”; “Se essa rua fosse minha”; “Pimpom”; “Meu sininho”; “Galinha Pintadinha 1”; “Medley de canções infantis”; “Borboletinha”; “Quem está feliz”; e as novas, do DVD 4, “Os Pintinhos Dizem Sim”; “Mamama Papapa” e “Galinha Pintadinha 4”.

Um pouco da história da Galinha Pintadinha

No dia 28 de dezembro de 2006, Juliano Prado e Marcos Luporini postaram no Youtube um vídeo infantil chamado “Galinha Pintadinha”. Esta foi a solução encontrada para apresentar o vídeo em uma reunião de produtores na qual eles não poderiam estar presentes. Seis meses depois, a surpresa: o vídeo havia virado um hit e já ultrapassava a marca de 500.000 visualizações, número expressivo para a época. Hoje os números cresceram consideravelmente. Já são mais de 2 bilhões de visualizações do canal no Youtube, mais de 3 milhões de seguidores na página do facebook, mais de 1,5 milhões de DVDs oficiais vendidos, 2 discos de diamante duplos, mais de 60 produtos licenciados. Estreou recentemente na Netflix norte-americana para ganhar a audiência infantil internacional. O serviço de streaming passou a disponibilizar 28 clipes animados nos Estados Unidos e no Canadá (13 do DVD Volume 1 e 15 do segundo) nas versões em inglês (Lottie Dottie Chiken) e espanhol – que foi criada a partir de uma experiência dos produtores e hoje configura o canal La Gallina Pintadita no YouTube, registrando quase um bilhão de visualizações. O conteúdo hispânico também já é exibido pela Netflix latino-americana com enorme sucesso. E agora estão entrando com produção teatral no México, Chile e Peru, com propostas também para Argentina e Uruguai, todas em coprodução com produtoras locais.

O sucesso da Galinha Pintadinha

O projeto da série infantil Galinha Pintadinha, que resgata canções infantis populares e apresenta em pequenos clipes de animações em 2D vem agradando crianças entre 0 e cinco anos que repetem “de novo” assim que termina, assistindo incessantemente cada um dos desenhos animados. Além do sucesso com os pequeninos, as mamães e papais agradecem a existência da Galinha Pintadinha: “– Oba! O bebê está vendo a Galinha Pintadinha, vou aproveitar para comer alguma coisa, tomar um banho rápido, ler um livro! Ficar com as pernas para o ar!…”. A Galinha Pintadinha é a garantia de alguns momentos de paz e tranquilidade para mamães e papais exaustos.

Ficha Técnica

Roteiro: Marcos Luporini e Juliano Prado

Dramaturgia e texto final: Keli Freitas

Direção: Ernesto Piccolo

Elenco: Cássia Raquel (Barata) / Dudu Varello (Carlos Henrique) / Nando Moretzsohn (pai) / Natasha Jascalevich (mãe) / Wagner Cavalcante (Galinha Pintadinha)/ Leonardo Freitas (Galo Carijó) / Giovana Vitorino (Pintinho Amarelinho e Boneco Marionete) / Helena Heizer (Naftalina, Diva Rosa e Avó) / Laura Faleiros (Borboletinha, Diva Verde e Boneco Mola) / Raíra Yuma (Borboletinha, Gavião, Enfermeira Urubu, Boneca Ninja) / Samuel Rottas (Galinho Quiriquiqui, Pintinho Novo, Boneco Robô) / Ton Carvalho (Naftalina, Diva Vermelha, Dr. Peru)

Coreografias: Marcia Rubin

Criações Circenses: Claudio Baltar

Cenários, Bonecos, Figurinos: Clívia Cohen

Iluminação: Maneco Quinderé

Preparação Vocal e Canto: Adriana Piccolo

Assistente de direção: João Maia

Assistente de coreografia: Maíra Maneschy

Designer gráfico: Eduarda de Aquino e Marina Kelson

Assessoria de imprensa: Daniella Cavalcanti

Equipe de produção: Renata Monteiro de Barros e Rose Gomes

Captação de Patrocínios: Renata Borges Pimenta / Leila Garcia e Jorge Abreu (ON TIME)

Direção de Produção: Dadá Maia

Patrocínio Bradesco Seguros e Baby Dove através da Lei Rouanet

Uma Coprodução de Bromélia Produções e Expressão Piccolo Produções

Serviço

Temporada: 09 de janeiro a 20 de março de 2016

Local: Teatro das Artes (Shopping da Gávea – Rua Marquês de São Vicente, 52/2º piso)

Horário: sábados, às 17h, e domingos, às 15h e 17h (Não haverá apresentação nos dias 06 e 07 de fevereiro)

Gênero: musical infantil

Classificação indicativa: Livre para todas as idades

Ingressos: R$ 70,00 (inteira) e R$ 35,00 (meia)

Duração: 50 minutos

Clientes Bradesco Seguros têm 30% de desconto Vendas online: http://www.ingresso.com

Informações: (21) 2540-6004

Bilheteria: de segunda a sábado. das 15h às 20h, e domingo, das 14h às 20h

Lotação do teatro 421 lugares

Show {RIANTE!} no SESC Madureira

Circo da Silva, criado e dirigido pela gaúcha Paula Preiss e o chileno Arturo Cussen, apresenta o show {RIANTE!} no SESC Madureira. A apresentação faz parte da turnê do cd homônimo, autoral e bilíngue, inspirado no mundo circense.

Em todas as músicas do espetáculo a criança se surpreende com a mistura de ritmos e com a aparição de elementos extramusicais, como brinquedos e efeitos especiais. Em cena a banda interage com o público através de personagens engraçados entre eles a Cabelereira Estrangeira, o Homem-Girafa e Homem-Bunda, além de vários números circenses e coreografias.

{RIANTE!} proporciona às crianças um contato divertido com o idioma espanhol, criando um diálogo entre as línguas irmãs como por exemplo na faixa “Moviendo Mexendo”. Com uma coreografia animada os artistas estimulam todo o público a fazer exercícios com o corpo ao mesmo tempo que ensinam à criançada partes do corpo humano em espanhol.

A banda do Circo da Silva é formada pela palhaça-cantora UltraVioleta (Paula Preiss), pelo guitarrista-super-herói HomemBunda (Arturo Cussen), pelo baterista-molusco SiriLanka (Reubem Neto), a equilibrista Azulita (Júlia Guerra) e o malabarista Girafo (Antonio Marrache).

{RIANTE!} foi gravado em 2011 e conta com a participação de grandes nomes da cena musical latino-americana, como o legendário pianista uruguaio Hugo Fattoruso e os cantores Juan Ayala (Chile), Alexis Graterol (Venezuela), Rita Beneditta (Ribeiro) e Mariana Baltar (Brasil). O álbum conta ainda com vozes infantis na faixa “Meu sonho é voar”. “Queria um coro com vozes reais de crianças porque essa música foi feita durante uma oficina com elas. Gravamos numa sala de aula da Sá Pereira, colégio em Botafogo, no Rio de Janeiro, e ficou ótimo”, conta Arturo Cussen, músico chileno radicado no Rio há oito anos.

Entre as faixas do {RIANTE!} se destacam: “Ovo (=) Huevo” super divertida e brinca com algumas das maneiras de se comer um ovo: cozido, mexido e frito, que aqui viram forró, samba e heavy metal. Já a faixa-título “{RIANTE!}” é a musicalização de um poema criado com palavras inexistentes que descrevem fatos e situações verídicas na história da banda. Em tempos tão voltados ao bem estar, as canções “(En)Salada Blues” e “Explo%ˆ&*!” convidam a refletir sobre as vantagens de ter uma boa alimentação.

 

{RIANTE!} é um espetáculo-show que não subestima a criança, oferecendo a ela entretenimento de qualidade.

 

Link: http://youtu.be/r3gNAEkwotI

 

Autoria e direção do show: Paula Preiss

Músicos: cantora UltraVioleta (Paula Preiss), guitarrista HomemBunda (Arturo Cussen), baterista SiriPolvo (Reubem Neto)

Acrobatas: equilibrista Azulita (Júlia Guerra) e o malabarista Girafo (Antonio Marrache)

Diretora de Produção: Valéria Martins

Produtora executiva: Cida de Souza

Contra-regra e operador de som: William Sousa

 

SERVIÇO

Data: 13 de Dezembro

Horário: 16h

Local: SESC Madureira – Quadra

Endereço: R. Ewbank da Câmara, 90 – Madureira
Ingressos: R$ 5 (assoc. Sesc) R$ 10 (estudante, idoso) R$ 20 (usuário)

Capacidade: 800

Duração: 50 minutos

Classificação: livre

Gênero: Circo e música

Natal do Shopping Metropolitano Barra

Em dezembro, o Mundinho Kids do Shopping Metropolitano Barra entra no clima de fim de ano! A criançada poderá interagir e se divertir com as apresentações.
A programação conta com: “Uma história de Natal”, “3 x Natal” e “Mágico Richard Goulart”. O evento é gratuito e ocorre nos próximos domingos do mês, às 18h.
Programação Mundinho Kids:
13/12 – Uma história de Natal (Teatro de Bonecos)
Na história de bonecos, um gnomo travesso, ajudante de Papai Noel, toma escondido o seu trenó na véspera de Natal e acaba deixando cair um presente na terra. Uma criança o encontra e, depois de muitas aventuras, acaba descobrindo que o presente era dela própria. A honestidade, a Curiosidade, a inveja e a Amizade são temas abordados pelos bonecos que constroem a narrativa.

20/12 – 3 x Natal (Contação de história)
No espetáculo, serão apresentadas três histórias sobre o Natal: “Humi quer mais”, “As três árvores” e “Às vésperas do natal”. As histórias são repletas de magia e acontecimentos fantásticos que só a noite de Natal pode proporcionar.

27/12 – Mágico Richard Goulart (Show de Mágica)

Mágico filiado ao CBI (Circulo Brasileiro de Ilusionismo), Richard Goulart é ator/humorista desde 1993, o que facilita a comicidade do espetáculo. O show mistura truques de mágica com animação e técnicas teatrais para o público.

SERVIÇO:
Dias: 13, 20 e 27 às 18h
Local – Segundo piso (próximo ao cinema)
Duração – aproximadamente 50 minutos
Endereço – Av. Embaixador Abelardo Bueno, 1.300 – Centro Metropolitano – Barra da Tijuca – Rio de Janeiro.

Grupo Roda Gigante faz apresentações gratuitas no Espaço Sesc

A partir das intervenções realizadas regularmente em hospitais públicos da cidade, os palhaços do Grupo Roda Gigante criaram um repertório de cenas e números musicais que divertem as plateias de todas as idades. Em comemoração aos seis anos de atuação, o grupo apresentará cenas de seu repertório, acompanhada de uma oficina de palhaçaria. O evento acontecerá no dia 12 de dezembro, no Espaço Sesc, com apresentações às 11h e 16h. A entrada é franca.

Em cena, Cristiana Brasil (Batuca), Diogo Cardoso (Simplício), Éber Inácio (Inácio), Florência Santángelo (Cucaracha), Guilherme Miranda (Adamastor), Julia Schaeffer (Shei-lá), Kadu Garcia (Provisório) e Marcos Camelo (Totó) fazem o público se divertir com histórias e situações criadas a partir do trabalho que o grupo desenvolve em quatro hospitais da cidade. Os palhaços brincam, improvisam e priorizam a relação com a criançada da plateia. Os números musicais também fazem parte do espetáculo. Um violão, um acordeão, um cavaquinho e alguns instrumentos inusitados são tocados ao vivo, com arranjos e coreografias que ressaltam o humor do grupo.

Criado em 2009, o grupo Roda Gigante vem desenvolvendo uma pesquisa continuada sobre a atuação do palhaço e suas possibilidades de intervir na sociedade, promovendo encontros que produzam saúde e lançando um novo olhar sobre as relações no ambiente hospitalar. Os números do projeto que prevê a manutenção do trabalho do grupo, traduzem o espaço que vem conquistando na cidade. Cerca de 1.500 intervenções artísticas em hospitais públicos, 80 espetáculos e 40 oficinas em espaços culturais, atingindo aproximadamente 100.000 pessoas.

Atuando sempre em duplas nas enfermarias pediátricas, os palhaços do grupo Roda Gigante disponibilizam suas habilidades como recurso para criar com a criança um espaço lúdico, no qual o vínculo e a cumplicidade estabelecem o jogo cênico. Entre médicos, enfermeiros, contadores de história, auxiliares, equipe da limpeza, crianças e recreadores, o palhaço busca ampliar percepções, alterar atitudes e promover um novo olhar sobre as relações de cuidado com a saúde.

O Roda Gigante está presente no Hospital Federal de Bonsucesso, Hospital Federal dos Servidores do Estado, Hospital Universitário Pedro Ernesto – UERJ, e IPPMG – UFRJ. Para mais informações acesse: http://www.rodagigante.org

A programação integra o “Projeto Roda Gigante – 6 Anos”, patrocinado pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, Governo Federal, Ministério da Cultura, Aecom, Estácio e Transpetro por meio das Leis Federal e Municipal de Incentivo à Cultura. Parceira SESC.

OFICINA

A oficina será ministrada por integrantes do grupo e destinada a artistas e interessados nos princípios que regem a arte do palhaço. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas através do e-mail: boccanera.contato2@gmail.com

SOBRE A DIREÇÃO

Flávia Reis formou-se em Artes Cênicas na Universidade do Rio de Janeiro – Uni-Rio, freqüentou o curso regular da Escola Nacional de Circo – RJ e tem em sua formação a participação em oficinas com Enrico Bonavera/Itália, Leo Bassi /EUA, Leris Colombaioni/Itália, Sue Morrison/Canadá, André Riot- Sarcey/França e Michael Cristensen/EUA. De 1998 a 2008, fez parte do programa Doutores da Alegria, do qual foi coordenadora artística e palhaça. Atua na “Companhia Teatro Portátil”, com a qual participou de festivais de teatro no Brasil e no exterior com os espetáculos “2 Números”, “As Coisas” e “Valsa nº 6”, com direção de Alexandre Boccanera. É coordenadora artística do grupo Roda Gigante, que realiza intervenções em hospitais do Rio de Janeiro desde 2009. Atuou em “Hiperativo”, ao lado de Paulo Gustavo, está permanentemente em cartaz com seu solo cômico “Neurótica!”, sob direção de Marcio Trigo. Na TV integrou o elenco do programa “220 volts”, “Não Tá Fácil pra Ninguém” e “Vai que Cola”, todos no Canal Multishow; na TV Globo atuou novela “Amor Eterno Amor”, com direção de Rogério Gomes e faz parte do elenco fixo do humorístico “Zorra”.

FICHA TÉCNICA

Direção: Flávia Reis

Direção da Mostra: Marcos Camelo

Direção Musical: Guilherme Miranda

Elenco: Cristiana Brasil, Diogo Cardoso, Éber Inácio, Flávia Reis, Florência Santángelo, Guilherme Miranda, Julia Schaeffer, Kadu Garcia e Marcos Camelo

Figurino: Florencia Santángelo

Cenário: Eber Inácio

Iluminação: PH

Produção Executiva: Clarissa Quintieri

Realização: Roda Gigante

Produção: Tutu Projetos Artísticos e Boccanera Produções Artísticas

SERVIÇO

Grupo Roda Gigante

Dia 12 de dezembro (sábado), às 11h e 16h.

Local: Espaço Sesc – Teatro de Arena (Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana)

Capacidade: a confirmar

Entrada franca – distribuição de senha uma hora antes.

Classificação: livre.

Duração: 50 minutos.

Oficina: Oficina Roda gigante – 6 anos

Dia 12 de dezembro (sábado), das 13h30 às 15h30

Local: Espaço Sesc (Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana)

Informações: 2547-0156

Espetáculos infantis no Teatro Ipanema

Durante três semanas o Teatro Ipanema – Rua Prudente de Morais, 824 – recebe uma dobradinha da Cerejeira Produções. A produtora coloca em cartaz o musical infantil Minha Adorável Verde Vida e a comédia Três Entas entre os dias 04 e 20 de dezembro com ingressos a R$ 30,00 (R$15,00 a meia entrada).

Com estreia no dia 04 de dezembro (sexta a domingo – 21h) a comédia Três Entas aborda os conflitos e crises que as mulheres costumam enfrentar depois dos 40 anos. Inspirado no livro “Entas – Parece que foi ontem”, de Jô Salgado, a comédia narra a história de três amigas e vizinhas que compartilham seus medos e anseios. Usando linguagem corriqueira e muito humor, a peça fala de sexo, amor, filhos, vida profissional e sonhos.

No dia seguinte entra em cartaz o musical Minha Adorável Verde Vida (sábado e domingo – 17h). Com texto e músicas originais a peça infantil ensina de forma lúdica como lidar com as diferenças. As personagens que vivem em um orfanato foram livremente inspiradas na história de O Mágico de Oz. De forma animada, com muita música, dança e efeitos especiais, o musical passeia pelo universo infantil.

Duas produções para todas as idades em curtíssima temporada.

 

Três Entas

Elenco: Alessandra Rodrigues, Carmen Costa e Jô Salgado

De 04 a 20 de dezembro

Sextas, Sábados e Domingos – 21h

Teatro Ipanema – Rua Prudente de Morais, 824

Entrada: R$ 30,00 (R$ 15,00 meia entrada)

Classificação: 12 anos

 

Minha Adorável Verde Vida

Elenco: André Sigom, Clarissa Marinho, Carmen Costa, Erick de Lucca, Isabella Igreja, Julia Morganti, Joana Mendes, Isabela Quadros, Thais Rocha e Felipe Madjer.

Texto e Direção: Mauricio Alves

Supervisão: Reiner Tenente

Coreografias: Clara da Costa

Composição e arranjos musicais: Altair Araújo

Arranjos vocais: André Sigom

De 05 a 20 de dezembro

Sábados e Domingos – 17h

Teatro Ipanema – Rua Prudente de Morais, 824

Entrada: R$ 30,00 (R$ 15,00 meia entrada)

Juvenal, Pita e o Velocípede – Eu fui!

Assim como a maioria de nós, Juvenal guarda lembranças fortes e boas de sua infância. Brincadeiras, amigos…

Foto: apetecer. com

Foto: apetecer. com

Histórias que ficaram na memória e, hoje homem, quis compartilhar com todos que o visitaram no Teatro Maria Clara Machado, na Planetário da Gávea. Seu brinquedo favorito, o velocípede, e sua melhor amiga, Pita, estão presentes em todo o seu discurso, inclusive no título do espetáculo.

Seu meio de transporte/brinquedo preferido foi construído por seu tio, e com ele viveu as maiores aventuras com Pita. O ator Eduardo Almeida comanda o monólogo, que tem texto de Cleiton Echeveste e direção de Cadu Cinelli. Nele, conta os causos de sua infância. Isso interagindo com a plateia, predominantemente infantil. Mesmo que o artista não quisesse, seria sempre interrompido pelos gritinhos de “Quem é Pita?”.

Foto: apetecer.com

Foto: apetecer.com

Juvenal deixa esta questão no ar. Afinal, nós deveríamos saber pois, segundo o próprio, também tínhamos marcado com ela no mesmo local e horário que ele, e estávamos lá para isto. Matando ou não a curiosidade infantil (e adulta, por que não?), o espetáculo cumpre o papel de mexer com o imaginário infantil. O universo lúdico é muito bem explorado, com o personagem narrando suas aventuras ao lado da velha amiga, com quem perdeu o contato.

A tarefa de explicar quem era Pita provavelmente ficou com os pais, e não consigo imaginar como conseguiram esclarecer para os pequenos rs Mas é um tipo de programa que vale a pena investir para a criançada, pois desenvolve a imaginação. Consequentemente, criatividade e inteligência. E, assim, vão construindo suas histórias para, daqui a alguns anos, terem o que contar para as gerações seguintes.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

P.S.: Agradeço à Paula Catunda pelos convites