Pinacoteca do Estado de São Paulo

No mês de janeiro, em pleno verão, saí do Rio de Janeiro para passar um fim de semana em São Paulo. A causa era nobre, pois fui visitar lugares que possuem registros históricos do Brasil. Meus destinos foram MAC, MASP, Museu da Língua Portuguesa e a Pinacoteca do Estado de São Paulo. Como em algumas fui com pressa, ou não pude tirar fotos (ou as duas coisas eheheh), vou falar apenas da última da lista. Só não será nem um terço do que guarda o museu, pois o acervo é bem rico.

Localiza-se em frente à Estação da Luz o museu de arte mais antigo da cidade, fundado em 1905. É principalmente voltado para as artes brasileiras do século XIX até a contemporaneidade e, sendo assim, contempla um vasto arquivo de grandes nomes da pintura. Dentre eles, os acadêmicos Pedro Américo e Almeida Júnior, e os modernistas Anita Malfatti e Candido Portinari. Pode se tornar um típico programa de domingo – como foi o meu -, pois o ambiente agradável convida as pessoas a passearem por lá o dia inteiro. Até mesmo devido à vasta exposição de quadros e pinturas, o que requer bastante tempo disponível para ver tudo com calma. Tem lanchonete, loja e o local é de fácil acesso.

Fotos de algumas obras

O tempo

Henrique Bernardelli, O Tempo

O artista utiliza elementos bíblicos nesta obra. No centro, ao fundo, vê-se Adão e Eva, ela prestes a dar o fruto proibido a Adão. À esquerda, uma personificação do Tempo. As outras três pessoas podem ser as Moiras, “As irmãs que dentro do imaginário clássico determinavam o destino dos seres humanos”. O quadro mostra as três personagens escrevendo o destino dos homens em livros.

Image

Almeida Júnior, O Importuno

A partir da tela, presume-se que o pintor foi atender alguém que estava batendo na porta (o “importuno” do título) e a modelo se esconde para não ser vista. A intenção do autor seria retratar o ambiente dos ateliês.

A Visão de Hamlet

Pedro Américo, Visão de Hamlet

A obra retrata o famoso personagem do dramaturgo inglês William Shakespeare na também conhecida cena segurando a caveira com a mão. Hamlet também parece estar confrontado com o fantasma do pai, outra cena da peça.

Praia de Biarritz

Paul Michel Dupuy, Praia de Biarritz

O pintor francês retrata o mar de Biarritz, na França, considerado terapêutico no século XVIII. Dupuy também é famoso por pintar elegantes senhoras em praias, como no quadro acima.

Mestiço

Candido Portinari, Mestiço

Primeira obra de Portinari a integrar uma coleção pública, “Mestiço” mostra um trabalhador, com sua forma física aparentemente construída pelo trabalho braçal, e com traços que designam a miscigenação do povo brasileiro.

A Pinacoteca do Estado de São Paulo está aberta de terça a domingo, das 10 às 17:30h, e os ingressos custam R$ 6,00. Espaço perfeito para paulistanos ou não, que querem conhecer a história, especialmente de nosso país, através da visão das artes plásticas.

Pinacoteca do Estado de São Paulo
Praça da Luz, 02 – Luz – Tel. 11 3324-1000
Terça a domingo das 10h às 17h30 com permanência até as 18h
Às quintas até as 22h.
Grátis às quintas, sábados e domingos do mês de Março.
Ingresso combinado (Pinacoteca e Estação Pinacoteca): R$ 6,00 e R$ 3,00
Estudantes com carteirinha pagam meia entrada.
Crianças com até 10 anos e idosos maiores de 60 anos não pagam.
Possui bicicletario e estacionamento gratuito.

Referências bibliográficas:

Arte no Brasil: uma história na Pinacoteca de São Paulo, guia de visitação / coordenação editorial: Júlia Souza Ayerbe ; coordenação editorial e textos: Valéria Piccoli e Giancarlo Hannud. 2. ed. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 2013.

Anúncios

Rio de Janeiro Restaurant Week

Para a alegria dos glutões de plantão, começou segunda-feira, 17, o Rio de Janeiro Restaurant Week. O evento está em sua décima edição, vai até o dia 30 de março e traz 80 restaurantes em 14 bairros. Criado em Nova York na década de 90, O Restaurant Week fez sua primeira mostra no Brasil em 2007 e os preços convidativos parecem ser o que mais chama a atenção do público (R$ 39,00). Além disso, cardápios são criados exclusivamente para o evento.

BRICS

O Oi Futuro apresenta, até o dia 06/04, a exposição “BRICS”, com fotos e vídeos de artistas contemporâneos, representantes dos cinco países que integram o bloco: Brasil, Rússia, China, Índia e África do Sul. Todos procuram mostrar as transformações sociais pelas quais seus países de origem vêm passando nos últimos tempos.

Alguns dos artistas são: Silvino Santos (Brasil), Ip Yuk-Yiu (China), Haim Sokol (Rússia), Elena Kovylina (Índia) e Donna Kukama (África do Sul).

Oi Futuro do Flamengo: Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo, Rio de Janeiro
Entrada franca

Flicts

Para quem quer apresentar o mundo do teatro para a criançada, está em cartaz até o fim do mês de março a peça “Flicts”, no Centro Cultural João Nogueira (Imperator). Trata-se de um musical, baseado no livro homônimo de Ziraldo, seu primeiro, escrito em 1969. Baseada na adaptação de Adebal Freire-Filho, o espetáculo conta a história de Flicts, uma cor que veio do interior de Minas Gerais para tentar a vida no Rio de Janeiro. A partir de então, conhece todas as outras cores e tenta se enquadrar nos padrões da sociedade, em busca de seu lugar ao sol.

O musical, dirigido por Rodrigo Rosado, também conta com os atores Alan Pagnota, André Luis Rangel, Caio Scot, Julia Ludolf, Lara Salustiano, Marcelle Borges, Tatiana Nogueira e Tauã Delmiro.

Sábados e domingos, às 16h. Ingressos por R$ 25,00.

Jesus Cristo Superstar

Divulgação

Sucesso na Broadway, o musical “Jesus Cristo Superstar” estreou no Brasil no último fim de semana. Criado em 1970 por Andrew Lloyd Webber e Tim Rice, o espetáculo mostra a última semana de vida de Jesus. O ator Igor Rickli é quem o interpreta. Negra Li dá vida à Maria Madalena, Alírio Netto faz Judas, Fred Silveira vive Pilatos e Wellington Nogueira é Herodes.

O musical já teve sua montagem brasileira, em 1972, sendo Jesus Cristo interpretado pelo ator Eduardo Conde. Esta atual está em cartaz no Teatro do Complexo Ohtake Cultural, até o dia 8 de junho. Ingressos entre R$ 50 e R$ 230,00.

Agora, é aguardar que entrem em turnê e vão para outras partes do Brasil.

“Amor, Amor, Amor”, no CCBB

Até o dia 31 deste mês, o público do CCBB poderá conferir a exposição de fotos “Amor, Amor, Amor”. As 60 obras vieram do Maison Européenne de la Photographie, de Paris. A mostra apresenta grandes nomes da fotografia contemporânea, inclusive o brasileiro Rogério Reis.

Endereço: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro, 3 salas do 2º andar

Dias e horários: De quarta a segunda-feira, das 9h às 21h

Entrada franca

Show A Cor do Som, com participação de Moraes Moreira

Na próxima sexta-feira, 21, o Circo Voador leva ao palco o grupo A Cor do Som.  No show, eles apresentarão antigos sucessos, como “Abri a Porta”, “Menino Deus”, “Beleza Pura”, entre outros. Moraes Moreira fará uma participação especial. Além disso, a banda fará uma homenagem para o músico Dominguinhos, morto ano passado.

Endereço: Rua dos Arcos, s/n, Lapa – Rio de Janeiro

Ingresso: R$ 80,00