Show do músico Lucas Vasconcellos

O cantor, compositor, multi instrumentista e integrante do duo carioca Letuce, Lucas Vasconcellos está em turnê de lançamento do seu primeiro álbum solo intitulado Falo de Coração. A próxima apresentação deste show do artista no Rio acontecerá no projeto ‘Música no Capanema’ dia 7 de agosto na sala Funarte Sidney Mullher. Acompanhando Lucas, os músicos Ricardo Rito (baixo synth) e Thomas Harres (bateria eletrônica).
No show, Lucas Vasconcellos ‘conversa’ com o público no intervalo entre as músicas através de textos escritos e projetados em ‘real time’. As interferências  visuais ficam por conta de Felipe Astolfi.
A entrada é GRATUITA e o show começa às 18h30.

Serviço:

Show Falo de Coração, de Lucas Vasconcellos, no projeto Música no Capanema
Data: 07 de agosto (quinta)
Local: Sala Funarte Sidney Muller – Rua da Imprensa, 16 – Centro / RJ
Horário: 18h30
Entrada GRATUITA
Capacidade: 207 pessoas

Anúncios

Novo musical infantil em cartaz

Rock’n Lixo – Uma história para reciclar o Brasil, com texto de Ana Luisa Leite e Adriana Maia, essa última também responsável pela direção, é um musical com temática ecológica que pretende despertar nas crianças o interesse para as questões ambientais, sobretudo a importância da separação do lixo e a reciclagem.

O espetáculo/show musical utiliza-se de múltiplas linguagens para despertar a atenção dos pequenos, misturando teatro de animação – através de manipulação de bonecos – e música ao vivo, com uma banda clássica de rock’n roll com baixo, guitarra e bateria.  A montagem conta a história da menina Gaia, considerada diferente das outras de sua idade por gostar de construir obras de arte com materiais descartados no lixão. Durante a busca por objetos que possam ser reaproveitados, Gaia encontra com Plastrícia (o plástico), Metaulo Autran (o metal), Vidrícius de Moraes (o vidro) e Papenélope (o papel), além dos orgânicos Macaxeira, que veio diretamente do interior pernambucano, e a caribenha Salsa. Sucatas que na imaginação de Gaia se transformam nesses carismáticos personagens que vivem no lixo, mas gostariam de ganhar outra utilidade com a ajuda da menina.

No entanto, a presença de Gaia desperta a ira do dono do lixão, César, um rato filosófico que gosta de viver na sujeira e não pensa em mudar.  Ele e sua gangue de micróbios e bactérias ficam ainda mais irritados quando leem em um jornal, recém-jogado fora, a notícia de uma campanha para a reciclagem do lixo. Gaia e seus amigos ficam em apuros.

O cenário, figurino, instrumentos de percussão e bonecos manipulados pelo elenco são confeccionados quase que em sua totalidade com materiais  reutilizados. As sucatas vêm da separação do lixo doméstico, de garimpos em lixos de escritório, ferros-velhos, refugos de confecções de roupas e mutirões de coleta na praia. A banda toca instrumentos feitos de garrafão de água e lata, mangueira de borracha, baldes de tinta, garrafa PET e outras invencionices ecologicamente responsáveis.

‘O objetivo é utilizar o mínimo possível de materiais novos, até porque não nos falta matéria-prima para transformar. No lixão sobre o palco é jogado mais lixo. Do lixo saem histórias, sai música. A transformação vai conquistar o espectador, vamos reciclar seus conceitos’, diz Adriano de Ferreira, que assina a direção de arte com Maria Estephania.

Na trilha sonora original, composta por Leonardo Lois e Ana Luisa Leite, predomina o rock, mas há também canções em ritmo de salsa e forró. As letras são educativas e ligadas ao tema principal.  Na canção ‘Tudo Organizado’, por exemplo, é abordada a questão da separação dos materiais recicláveis e as cores de suas lixeiras.

Serviço:                                                                                                                                                                            
“Rock’n Lixo – Uma história para reciclar o Brasil”
Temporada: dia 09 de agosto a 14 de setembro (exceto dias 30 e 31 de agosto que não haverá apresentação).
Dias: Sábados e domingos.
Hora: 16h
Local: Centro Cultural Justiça Federal
Endereço: Avenida Rio Branco, 241 – centro,
Telefone: 3261-2565
Bilheteria: Sábados e domingos, de 14 à 16h.
Capacidade: 141 lugares.
Ingresso: R$ 30 (inteira). R$ 15 (meia),
Classificação: 4 anos.
Duração: 55 minutos

Ficha Técnica
Texto – Adriana Maia e Ana Luisa Leite
Músicas originais – Leonardo Lois
Direção – Adriana Maia
Direção Musical – Leonardo Lois
Direção de Arte (cenário e figurino) – Maria Estephania e Adriano de Ferreira
Elenco
Alain Catein – Vidrícius (o vidro)
Ana Luisa leite – Plastrícia (o plástico)
Carol Botelho – Gaia
Fábio Florentino – Catador
Gustavo Maranhão – César (o rato)
Janaina Rita – Papenépole (o papel)
Leonardo Lois – Metaulo Autran (o metal)

Filmografia de Jia Zhangke, em São Paulo

A CAIXA Cultural Belas Artes apresenta, de 12 a 24 de agosto, a Mostra Jia Zhangke – A cidade em quadro. Pela primeira vez o público brasileiro terá acesso a toda obra do diretor chinês: serão exibidos 18 filmes, sendo 12 longas-metragens e seis curtas. O evento também contará com uma Masterclass, a primeira em toda a América Latina, ministrada pelo próprio cineasta. Zhao Tao, esposa e atriz principal de seus filmes, também estará presente.

Jia Zhangke é um dos cineastas mais aclamados do mundo contemporâneo. Ganhador de diversos prêmios, como o Leão de Ouro por Still Life (2006) e melhor roteiro em Cannes por Um toque de pecado (2013), Zhangke é mais que cineasta, é um pensador que discute e filma a transformação de seu país – nação que provavelmente sofreu a transformação mais brutal no período mais curto da história do mundo.

“Ainda que estejamos enfrentando os resultados de mudanças na sociedade como um todo, as expressões emocionais vêm de indivíduos, e não da ideologia ou dos pensamentos do governo. É por isso que insisto em abordar os tópicos que escolho a partir de uma condição ‘personalizada’. Meus filmes seguem basicamente a jornada da vida natural.” afirma o cineasta.

Jia Zhangke também é um vanguardista: um dos pioneiros em filmar longas no formato digital. Junto com seu fiel diretor de fotografia, Yu Likway, vêm mostrando ao mundo as possibilidade e mágicas desse formato.

“Ele nos desperta certa apatia. Talvez porque o autor, mesmo depois de premiado internacionalmente, nunca tenha deixado de afirmar sua linguagem experimental ao chamar atenção para o cinema como um ato amador, de reinvenção e risco, inclinando-se para questões referentes aos processos de transformação das grandes metrópoles nas duas últimas décadas. Assistindo aos filmes de Jia é impossível não traçar paralelo com as cidades brasileiras. Peking, Fenyngang e Xangai poderiam ser também Rio de Janeiro, São Paulo ou Recife. Cidades, quadros, ruínas partilhadas, todas submetidas ao processo de perda de identidade e transformação descontrolada” conclui Jo Serfaty, que divide com Mariana Kaufman a coordenação e curadoria da mostra.

Como parte da programação, no dia 23 de agosto (Sábado) às 19h, haverá mesa de debate na CAIXA Belas Artes intitulada “Camadas do real e da ficção, intermidialidade e o desaparecimento no cinema de Jia Zhangke”, com a presença de Cecília Mello e Lucia Monteiro, e mediação de Mariana Kaufmann.

Mais informações sobre a programação e a masterclass no site

http://www.fagulhafilmes.com.br/mostrajia e na página do facebook

http://www.facebook.com/mostrajia.

Programação:

– De volta pra casa (52min / Bluray) Livre

Dias 13 (quarta-feira) e 19 de agosto (terça – feira) às 19h

– Um artista batedor de carteiras (108min / 35mm) 10 anos

Dias 16 (sábado) às 19h e 20 de agosto (quarta –feira) às 16h

– Plataforma (151min/ 35mm) 10 anos

Dias 16 (sábado) às 16h e 20 de agosto (quarta –feira) às 19h

– Dog`s Condition (6min / Blueray) 14 anos

Dias 16 (sábado) às 16h e 20 de agosto (quarta –feira) às 16h

– Em busca da vida (108min / 35mm) 14 anos

Dias 17 (domingo) às 19h e 22 de agosto (sexta-feira) às 16h

– Dong (70min / HD) 12 anos

Dias 17 (domingo) às 16h e 22 de agosto (sexta-feira) às 19h

– Inútil (80 min / HD) 10 anos

Dia 14 (quinta-feira) às 19h e 22 (sexta-feira) de agosto às 23:30h

– Our 10 years (9min/ Blueray) Livre

Dia 14 (quinta-feira) às 19h e 22 (sexta-feira) de agosto às 23:30h

– Memórias de Xangai (138min / 35mm) Livre

Dias 19 (terça-feira) às 16h e 24 de agosto (domingo) às 19h

– Yulu (88min / HD) Livre

Dia 14 (quinta-feira) às 16h e 24 (domingo) de agosto às 16h

– Um toque de pecado (128min / HD) 16 anos

Dias 12 (terça-feira) às19h e 23 de agosto (Sábado) às 23:30h

– Jia de volta pra casa (52min / Bluray) Livre

Dias 12 (terça-feira) às 16h e 15 de agosto (sexta-feira) às 16h

– Mesa de debate

Camadas do real e da ficção, intermidialidade e o desaparecimento no cinema de Jia Zhangke

Convidados: Cecília Mello e Lucia Monteiro

Mediação: Mariana Kaufmann

Dia 23 de agosto (Sábado) às 19h

– Masterclass

Dia 13 de agosto (quarta) às 16h

A mostra Jia Zhangke, a cidade em quadro convida a todos para participarem da primeira masterclass na América Latina de um dos maiores cineastas contemporâneos, o chinês Jia Zhangke que vem ao Brasil participar da primeira mostra retrospectiva em sua homenagem e conversar com o público brasileiro do Rio e São Paulo.Além de exibir todos os seus longas e curtas e confeccionar um livro de 300 páginas com textos de autores do mundo todo sobre sua obra, a mostra organiza a masterclass que acontecerá dia 9 de agosto as 16hs no Caixa Cultural do Rio de Janeiro. Como infelizmente o patrocínio não consegue suprir todas as necessidades do evento, a Masterclass vai custar 60 reais para permitir que possamos arcar com os custos da vinda do diretor junto com a protagonista de todos os seus filmes, a atriz Zhao Tao.

Pagando 60 reais, você ganha também o catálogo da mostra, um livro de 300 páginas, em português e ingles, além de uma entrevista inédita, com o cineasta.

Faça sua inscrição e garanta já seu lugar. As vagas são limitadas.

Sobre o Jia Zhangke

O diretor, escritor e produtor Jia Zhang-ke nasceu em 1970, na cidade chinesa Fengyang, Se formou na Beijing Film Academy em 1993, se tornando roteirista profissional a partir de 1995. Ele agora vive em Pequim. Em 1998, seu primeiro longa-metragem Xiao Wu ganhou o Prêmio Wolfgang, Netpac Award no Festival de Berlim. Em 2006, foi a vez de Em Busca da Vida receber o Prêmio Leão de Ouro no Festival de Veneza. O filme também foi escolhido o Melhor Filme Estrangeiro pela Associação de Criticos de Cinema de Los Angeles em 2008. O

New York Times avaliou Jia como “o melhor diretor com menos de 40 anos de idade”. Além disso, Jia Zhangke foi reconhecido como um dos Jovens Líderes Globais no Fórum Econômico Mundial de Davos, em 2007. No ano seguinte o The Guardian selecionou Jia Zhang-ke como uma das “50 pessoas que podem salvar o planeta”. Em 2009, ele foi condecorado com a Ordem Oficial de Artes e Letras da França. Em 2010 foi agraciado com o Leopardo de Ouro do Festival de Locarno. Em 2013, Jia Zhangke ganhou melhor roteiro em Cannes pelo filme Um Toque de Pecado.”

Para se inscrever, mande email para:
Dia: 09 de agosto
Horário: 16h até 19h.
Endereço: Caixa Cultura. Avenida Almirante Barroso 25, centro.
Ingresso 60 reais

Serviço:
Mostra Jia Zhang Ke – A cidade em quadro
Data: 12 a 24 de agosto (terça-feira a domingo)
Horário: consultar programação
Local: CAIXA Belas Artes
Endereço: Rua da Consolação, 2423 – Consolação
Ingresso: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) – além dos casos previstos em lei, clientes CAIXA pagam meia
Classificação: (consultar programação)
Acesso para pessoas com deficiência
Patrocínio: Caixa Econômica Federal

#sejoga – Eu fui!

Recebemos o convite e fomos prestigiar a pré-estreia de “#sejoga”, que estará em cartaz todas as terças-feiras, no Teatro das Artes, no

Foto: apetecer.com

Foto: apetecer.com

Shopping da Gávea. A novidade promete encher o início da sua semana de alegria, com muito humor, improviso e música, até. A produção também inova, trazendo um aplicativo chamado Improon, no qual o público envia, por meio de mensagens, ideias para serem desenvolvidas nas brincadeiras do elenco.

O grupo é composto por oito atores: Adriano Pellegrini, Ana Luisa Leite, Hugo Germano, João Cappelli, João Côrtes (que ontem estava sendo substituído por Eduardo Melo), Marcela Dias, Sil Esteves e Thais Belchior. A ideia não é fazer a galera desgrudar do celular para assistir ao teatro. A intenção é fazer do objeto um meio para a integração do público com o palco. Todos podem baixar o aplicativo, recebem a senha e enviam sugestões, como frases, lugares… Tudo para o elenco se virar lá em cima e improvisar usando – ou tentando – o tema.

O resultado é divertido. Os oito mandam bem em cima do palco, haja vista que não têm texto em que se basear. Só o microfone em uma mão, o celular em outra, e uma ideia (e tem que ser rápida) na cabeça. Os atores fazem piadas, mímicas e até improvisam letras de música. E não é que alguns deles cantam bem? Sempre, claro, tentando interagir com a plateia, contando com a ajuda de Fabio Nunes, o mestre de cerimônias, que também apronta das suas no palco e na plateia. Ah, uma dica: se deseja assistir a “#sejoga”, mas não quer participar além do celular, evite sentar na frente, ou nas pontas, porque corre o risco de Fabio te escolher e te dar uma zoada (mas nada que falte com o respeito, que fique bem claro).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Se ficou curioso para assistir aos simpáticos atores, como já disse acima, eles estarão em cartaz todas as terças-feiras, até o dia 28 de outubro, às 21h, no Teatro das Artes, no Shopping da Gávea (Rua Marquês de São Vicente, 52 – Gávea).

 

Ficha técnica:

Elenco: Adriano Pellegrini, Ana Luisa Leite, Hugo Germano, João Cappelli, João Côrtes, Marcela Dias, Sil Esteves e Thais Belchior

Mestre de cerimônias: Fabio Nunes

Direção: Patricia Pinho

Criação e direção de produção: Alina Lyra

SERVIÇO:

#SeJoga

Estreia: 5 de agosto de 2014

Temporada: De 5 de agosto até 28 de outubro

Horários: Terças-feiras – 21h

Local: Teatro das Artes – Shopping da Gávea

Endereço: Rua Marquês de São Vicente, 52 / 2º andar – Gávea – Telefone para Informações: (21) 2540 – 6004

Preços: R$ 50,00 Inteira R$ 25,00 Meia

Bilheteria: Das 15 às 20h de segunda-feira a domingo.

Duração: 80 min

Classificação: 14 anos

Capacidade: 400 Lugares

Gênero: Comédia

 

P.S.: Agradeço à Minas Ideias por mais este convite.

 

“Dança em Trânsito”, até dia 31/8

No Estado do Rio de Janeiro, a programação do Dança em Trânsito 2014 se espalha por doze espaços entre a capital carioca e o município fluminense de Duque de Caxias. Do Teatro Cacilda Becker, no Catete, QG do evento, ao Shopping Downtown, na Barra da Tijuca, passando pelo palco nobre do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, o público assiste a 35 dos 38 trabalhos programados, em apresentações gratuitas ou a preços populares – com ingressos que vão de R$ 1,00 a R$ 10,00 e R$ 20,00. Conheça abaixo a lista dos espaços que abrigam a mostra no estado entre 5 e 31 de agosto e, na sequência, o dia-a-dia da programação.

1. Teatro Cacilda Becker (Rua do Catete, 338, Catete; tel: (21) 2265-9933)

2. Theatro Municipal do Rio de Janeiro (Praça Floriano s/nº, Centro; tels: (21) 2332-9005)

3. Centro Cultural Banco do Brasil, Teatro 2 (Rua Primeiro de Março, 66/2º andar, Centro; tel: (21) 3808-2020)

4. Casa de Cultura Laura Alvim (Av. Vieira Souto, 176, Ipanema; tel: (21) 2522 3180)

5. Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro (Rua José Higino, 115, Tijuca; tel: (21) 3238-0601)

6. Instituto Italiano de Cultura (Av. Presidente Antonio Carlos, 40/4º andar, Centro; tel: (21) 3534 4300)

7. Centro Cultural Waly Salomão (Rua Antonio Mendes, 2, Vigário Geral; tel: (21) 3448 0821)

8. Shopping Downtown (Av. das Américas, 500, Barra da Tijuca; tel: (21) 2494 7072)

9. Praça Floriano, Cinelândia, Centro

10. Parque dos Patins (Av. Borges de Medeiros, 1900, Lagoa)

11. Teatro Raul Cortez (Praça do Pacificador, Centro, Duque de Caxias; tel: (21) 2771-3062)

12. Praça Pacificador, Centro, Duque de Caxias

 

Terça, 5 de agosto

17h

– Transformer les Notions de Prèsence – Oficina com Benoit Lachambre (Montreal, Canadá) e João Costa Espinho (Gaia, Portugal).

Duração: 2 h. Teatro Cacilda Becker. Nº de vagas: 15. Inscrições pelo e-mail espacotapias2014@gmail.com

19h

– Casa de Abelha – Apresentação fechada para convidados do espetáculo do Grupo Tápias (Rio de Janeiro, Brasil). Teatro Cacilda Becker.

Quarta, 6 de agosto

19h30

– Experiências de participações em residências artísticas nacionais e internacionais –

Mesa redonda com artistas que vivenciaram residências artísticas no Brasil ou lá fora. Participantes: Toni Rodrigues (Rio de Janeiro, Brasil); Benoit Lachambre (Montreal, Canadá); João Costa Espinho (Gaia, Portugal); Romual Kabore (Ouagadougou, Burkina Faso); Ferenc Feher (Budapeste, Hungria); e Flávia Tápias (Rio de Janeiro, Brasil | Paris, França). Mediadora: Luciana Ponso (Rio de Janeiro, RJ).

Teatro Cacilda Becker. Aberta ao público.

 

Quinta, 7 de agosto

20h

– Trois Mots (Montreal, Canadá | Gaia, Portugal) – Coreografia e interpretação: Benoit Lachambre e João Costa Espinho.

– La Vie (Gaia, Portugal) – Coreografia e interpretação: João Costa Espinho.

Classificação: livre. Duração: 50 min. Teatro Cacilda Becker. Ingressos a R$ 20,00 e R$ 10,00.

 

Sexta, 8 de agosto

20h

– Abundância (Rio de Janeiro, Brasil | Paris França) – Estreia nacional do novo espetáculo do Grupo

Tápias. Coreografia: Flávia Tápias, Damián Muñoz e Virginia Garcia. Com Flávia Tápias, Toni Rodrigues, Gaétan Jamard e Marie Urvoy.

Classificação: livre. Duração: 60 min. Teatro Cacilda Becker. Ingressos a R$ 20,00 e R$ 10,00.

 

Sábado, 9 de agosto

14h15

– Prática compartilhada do processo de construção do espetáculo Abundância – Oficina com Flávia Tápias sobre a criação do espetáculo Abundância, durante residência de criação em Paris.

Duração: 1h45min. Teatro Cacilda Becker. Nº de vagas: 15. Inscrições através do e-mail espacotapias2014@gmail.com.

20h

– Abundância (Rio de Janeiro, Brasil | Paris França) – Estreia nacional do novo espetáculo do Grupo Tápias. Coreografia: Flávia Tápias, Damián Muñoz e Virginia Garcia. Com Flávia Tápias, Toni Rodrigues, Gaétan Jamard e Marie Urvoy.

Classificação: livre. Duração: 60 min. Teatro Cacilda Becker. Ingressos a R$ 20,00 e R$ 10,00.
Domingo, 10 de agosto

11h

– Romeo and Juliet (Hungria, Budapeste | Rio de Janeiro, RJ) – Resultado da residência de criação do coreógrafo húngaro Ferenc Fehér com 14 bailarinos do corpo de baile do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Coreografia e direção: Ferenc Fehér. Duração: 20 min.

– Uphill (Taiwan, China | Berlim, Alemanha) – Coreografia: Shang-Chi Sun. Com Shang-Chi Sun, David Essing e Ross Martinson. Duração: 60 min.

Classificação: livre. Duração total aproximada: 1h30. Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Ingressos R$ 1,00.

19h

– Lançamento do livro Primeiro Ato 30 anos (Belo Horizonte, MG) – noite de autógrafos seguida de bate-papo com a diretora do Grupo de Dança Primeiro Ato Suely Machado.

– Abondance – Processo de Criação (Rio de Janeiro, RJ) – Exibição do documentário de Luciana Ponso sobre o processo de criação de Abundância, em Paris.

Teatro Cacilda Becker. Aberto ao Público.
Terça, 12 de agosto

19h

– Non(leg)azioni (Torino, Itália) – Coreografia e interpretação: Danielle Ninarello. Duração: 12 min.

– Solo (Rio de Janeiro, Brasil | Paris França) – Coreografia Rami Levi (Israel). Com Flávia Tápias, do Grupo Tápias. Duração: 8 min.

– Loop (Teramo, Itália) – Coreografia e interpretação: Ramona Di Serafina. Duração: 12 min.

Classificação: livre. Duração total aproximada: 40 min. Instituto Italiano de Cultura no Rio de Janeiro. Entrada Franca.

Entrada franca

R$ 1,00

Entrada franca

 

Quarta, 13 de agosto

17h

– Improvisações – Partilha – Criação coletiva de e com Flávia Tápias (Rio de Janeiro, Brasil | Paris, França), Romual Kabore (Ouagadougou, Burkina Faso), Gaétan Jamard (Paris, França), Alexis Fernández (Havana, Cuba), Caterina Varela (La Coruña, Espanha). Duração: 20 min.

– Tao Te (Budapeste, Hungria) – Coreografia: Ferenc Fehér e Akos Dózsa. Com Ferenc Fehér e Balázs Szitás. Duração: 15 min.

– Loop (Teramo, Itália) – Coreografia e interpretação: Ramona Di Serafina. Duração: 12 min.

– Carne e Pedra (Macaé, RJ) – Coreografia e direção: Paulo Emílio Azevedo. Com Charlie Felix, Cia Gente. Duração: 15 min.

– Trust (Lyon | Paris, França) – De e com Gaétan Jamard e Marie Urvoy. Duração: 10 min.

Classificação: livre. Duração total aproximada: 1h20min. Rotunda do CCBB. Entrada Franca.

19h

– Uphill (Taiwan, China | Berlim, Alemanha) – Coreografia: Shang-Chi Sun. Com Shang-Chi Sun, David Essing e Ross Martinson. Duração: 60 min.

Classificação: livre. Duração: 60 min. CCBB, Teatro 2. Ingressos R$ 10,00 e R$ 5,00.

19h30

– A Experiência do Outro Lado – Mesa redonda com experientes e respeitados curadores internacionais de dança. Com Bruno Bossard (França), Claire Berger-Vachon (França), Didier Lebon (França), Eleonora Coccagna (Itália), Emmanuel Serafini (França), Melissandé Plantey (Espanha), Nadia Minisini (França).

Teatro Cacilda Becker. Aberta ao público.

 

Quinta, 14 de agosto

15h30

– Alforria (Rio de Janeiro, RJ) – Resultado da residência de criação do coreógrafo carioca com seis bailarinos negros. Duração: 20 min.

Classificação: Livre. Duração: 20 min. Janelas do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

16h

– Mire Veja (Rio de Janeiro, RJ) – Intervenção urbana de e com Tatiana Devos.

– Tao Te (Budapeste, Hungria) – Dueto criado para bailarinos homens pelos coreógrafos húngaros Ferenc Fehér e Akos Dózsa. Com Ferenc Fehér e Balázs Szitás. Duração: 15 min.

– God Bless You (Torino, Itália) – Coreografia e interpretação: Danielle Ninarello. Duração: 12 min.

– O Tempo do Meio (Rio de Janeiro, RJ) – Coreografia e direção: Esther Weitzman. Com Alexandre Bhering, Mônica Emílio, Peter Mark, Vandré Vitorino e Marcelo Lopes, da Esther Weitzmann Cia de Dança. Duração: 15 min.

– Sans D (Ouagadougou, Burkina Faso, África) – Dueto de música e dança com o bailarino africano Romual Kabore e o músico Tim Wensey. Duração: 15 min.

– Carne e Pedra (Macaé, RJ) – Cia Gente.Coreografia e direção: Paulo Emílio Azevedo. Com Charlie Felix. Duração: 15 min.

– Feliz Aniversário – Cia Regina Miranda & AtoresBailarinos. Texto e direção: Regina Miranda. Com Marina Salomon, Patrícia Niedermeier, Adriana Bonfatti, Aline de Luna, Alexei Waichenberg, Fabiano Nunes Marina Magalhães e Paulo Marques. Duração: 50 min.

Duração total aproximada: 2h30. Praça Floriano, Cinelândia, Centro, Rio de Janeiro.

18h30

– Pequena Coleção de Todas as Coisas (Rio de Janeiro, RJ) – Cia Dani Lima.Coreografia: Dani Lima. Com Carla Stank, Laura Samy, Lindon Shimizu e Renato Linhares. Duração: 50 min.

Classificação: livre. Duração: 50 min. CCBB, Teatro 2. Ingressos a R$ 10,00 e R$ 5,00.

Ao ar livre

Entrada franca

Entrada franca

19h

– Recicle e Dance – Recortes de trabalhos encenados por alunos do projeto social Recicle e Dance. Com crianças e jovens beneficiados pelo projeto do Hospital de Clínicas Mário Leoni, no município fluminense. Duração: 15 min.

– Best of you (Barcelona, Espanha) – Direção e interpretação: Damián Muñoz e Virginia Garcia. Duração: 45 min.

Classificação: livre. Duração total: 1h20 min. Teatro Raul Cortez, Duque de Caxias. Ingressos a R$ 10,00 e R$ 5,00.

20h

– No Title Yet (La Coruña, Espanha) – La Macana. Direção: Caterina Varela e Alexis Fernández.

Criação: Caterina Varela, Alexis Fernández e Vladimir Cruells. Com Alexis Fernández.

Classificação etária: 12 anos. Duração:45 min.

Classificação: livre. Duração: 50 min. Teatro Cacilda Becker. Ingressos a R$ 20,00 e R$ 10,00.

 

Sexta, 15 de agosto

13h

– Mire Veja (Rio de Janeiro, RJ) – Intervenção urbana de e com Tatiana Devos.

– Moto Sensível – fragmentos (Rio de Janeiro, RJ) – Companhia Híbrida. Direção: Renato Cruz.

Com: Luciana Monnerat, Luciano Mendes, Mailson Morais, Marjory Lopes, Daniel Oliveira, Fábio Max, Jefte Francisco e Raphael Soares. Duração 15 min.

– Ressonâncias (Nova Lima, MG) – Quik Cia de Dança. Criação e interpretação: Letícia Carneiro e Rodrigo Quik. Duração: 15 min.

– No Habla (Torino, Itália) – Coreografia e interpretação: Andrea Gallo e Manolo Perazzi.

Duração: 20 min.

– Pequenos Atos de Rua (Belo Horizonte, MG) – Grupo de Dança Primeiro Ato. Direção coreográfica: Suely Machado. Com Alex Dias, Ana Virginia Guimarães, Danny Maia, Lucas Resende, Marcela Rosa, Pablo Ramon, Vanessa Liga. Duração: 30 min.

– Quinteto (Duo #3) – Staccato | Paulo Caldas. Concepção e direção: Paulo Caldas. Com Renata Versiani e Toni Rodrigues. Duração: 20 min.

Classificação: livre. Duração total aproximada: 2h. Shopping Downtown, Barra da Tijuca.

16h

– Trust (Lyon | Paris, França) – Coreografia e interpretação: Gaétan Jamard e Marie Urvoy. Duração: 10 min.

– God Bless You (Torino, Itália) – Coreografia e interpretação: Danielle Ninarello. Duração: 12 min.

– Loop (Teramo, Itália) – Coreografia e interpretação: Ramona Di Serafina. Duração: 12 min.

– Moto Sensível – fragmentos (Rio de Janeiro, RJ) – Companhia Híbrida. Direção: Renato Cruz.

Com: Luciana Monnerat, Luciano Mendes, Mailson Morais, Marjory Lopes, Daniel Oliveira, Fábio Max, Jefte Francisco e Raphael Soares. Duração 15 min.

Classificação: livre. Duração total aproximada: 45 min. Praça Pacificador, Duque de Caxias.

19h

– Staff (Barcelona, Espanha) – La Intrusa. Direção: Damián Muñoz e Virginia Garcia. Com Damián Muñoz, Virginia Garcia e Alexis Fernández.

Classificação: livre. Duração: 50 min. CCBB, Teatro 2. Ingressos a R$ 10,00 e R$ 5,00. 19h

– Carollina Brito (Duque de Caxias, RJ) – solo da bailarina, natural de Duque de Caxias. Duração: 10 min.

– Abundância 1 e 2 (Rio de Janeiro, RJ | Paris, França) – Coreografia: Flávia Tápias, Damián Muñoz e Virginia. Com Flávia Tápias, Toni Rodrigues e Gaétan Jamard. Duração: 40 min.

Classificação Livre. Duração total: 55 min Teatro Raul Cortez, Duque de Caxias. Ingressos a R$ 10,00 e R$ 5,00.

Ao ar livre

20h

– Por um Fio – Mimulus Cia de Dança. Criação coletiva. Com Jomar Mesquita, Juliana Macedo, Rodrigo de Castro, Andrea Pinheiro, Alexandre Tadra, Paula Pazos, Samuel Samways e Lorena Tofani.

Classificação: livre. Duração: 60 min. Teatro Cacilda Becker. Ingressos a R$ 20,00 e R$ 10,00.
Sábado, 16 de agosto

11h

– Posso Dançar pra Você? (Campinas, SP) – Cia Domínio Público. Criação coletiva. Direção: Holly

Cavrell. Com Gustavo Valezi, Lineker, Sara Mazon e Talita Florêncio. Duração: 15 min.

– Pequenos Atos de Rua (Belo Horizonte, MG) – Grupo de Dança Primeiro Ato. Direção coreográfica: Suely Machado. Com Alex Dias, Ana Virginia Guimarães, Danny Maia, Lucas Resende, Marcela Rosa, Pablo Ramon, Vanessa Liga. Duração: 30 min.

– Ressonâncias (Nova Lima, MG) – Quik Cia de Dança. Criação e interpretação: Letícia Carneiro e Rodrigo Quik. Duração: 15 min.

– Loop (Teramo, Itália) – Coreografia e interpretação: Ramona Di Serafina. Duração: 12 min.

– Batuque Contemporâneo (Rio de Janeiro, RJ) – Cia Gente. Coreografia e direção: Paulo Emílio Azevedo. Com Charlie Felix. Duração: 15 min.

– Trust (Lyon | Paris, França) – Coreografia e interpretação: Gaétan Jamard e Marie Urvoy.
Duração: 10 min.

– God Bless You (Torino, Itália) – Coreografia e interpretação: Danielle Ninarello. Duração: 12 min.

– Loop (Teramo, Itália) – Coreografia e interpretação: Ramona Di Serafina. Duração: 12 min.

– Moto Sensível – fragmentos (Rio de Janeiro, RJ) – Companhia Híbrida. Direção: Renato Cruz.

Com: Luciana Monnerat, Luciano Mendes, Mailson Morais, Marjory Lopes, Daniel Oliveira, Fábio Max, Jefte Francisco e Raphael Soares. Duração 15 min.

Classificação: livre. Duração total aproximada: 45 min. Praça Pacificador, Duque de Caxias.

19h

– Staff (Barcelona, Espanha) – La Intrusa. Direção: Damián Muñoz e Virginia Garcia. Com Damián Muñoz, Virginia Garcia e Alexis Fernández.

Classificação: livre. Duração: 50 min. CCBB, Teatro 2. Ingressos a R$ 10,00 e R$ 5,00. 19h

– Carollina Brito (Duque de Caxias, RJ) – solo da bailarina, natural de Duque de Caxias. Duração: 10 min.

– Abundância 1 e 2 (Rio de Janeiro, RJ | Paris, França) – Coreografia: Flávia Tápias, Damián Muñoz e Virginia. Com Flávia Tápias, Toni Rodrigues e Gaétan Jamard. Duração: 40 min.

Classificação Livre. Duração total: 55 min Teatro Raul Cortez, Duque de Caxias. Ingressos a R$ 10,00 e R$ 5,00.

Ao ar livre

20h

– Por um Fio – Mimulus Cia de Dança. Criação coletiva. Com Jomar Mesquita, Juliana Macedo, Rodrigo de Castro, Andrea Pinheiro, Alexandre Tadra, Paula Pazos, Samuel Samways e Lorena Tofani.

Classificação: livre. Duração: 60 min. Teatro Cacilda Becker. Ingressos a R$ 20,00 e R$ 10,00.

 

Sábado, 16 de agosto

11h

– Posso Dançar pra Você? (Campinas, SP) – Cia Domínio Público. Criação coletiva. Direção: Holly Cavrell. Com Gustavo Valezi, Lineker, Sara Mazon e Talita Florêncio. Duração: 15 min.

– Pequenos Atos de Rua (Belo Horizonte, MG) – Grupo de Dança Primeiro Ato. Direção coreográfica: Suely Machado. Com Alex Dias, Ana Virginia Guimarães, Danny Maia, Lucas Resende, Marcela Rosa, Pablo Ramon, Vanessa Liga. Duração: 30 min.

– Ressonâncias (Nova Lima, MG) – Quik Cia de Dança. Criação e interpretação: Letícia Carneiro e Rodrigo Quik. Duração: 15 min.

– Loop (Teramo, Itália) – Coreografia e interpretação: Ramona Di Serafina. Duração: 12 min.

– Batuque Contemporâneo (Rio de Janeiro, RJ) – Cia Gente. Coreografia e direção: Paulo Emílio Azevedo. Com Charlie Felix. Duração: 15 min.

– Trust (Lyon | Paris, França) – Coreografia e interpretação: Gaétan Jamard e Marie Urvoy.
Duração: 10 min.

– Dança para Pequenos (Rio de Janeiro, RJ) – Experimentação coreográfica para crianças com Luciana Ponso. Duração: 20 min.

Classificação: livre. Parque dos Patins, Lagoa Rodrigo de Freitas.

16h

– A Viagem dos Eborás – fragmentos (Rio de Janeiro, RJ) – Com o Grupo Makala, Música & Dança. Coreografia e Direção: Betho Pacheco. Com Jennifer Motta, Nildia Barros, Lívia Gaspar, Priscila Alves, Vanessa Ketlen, Marcio Henrique, Marcos Bandeira, Matheus Ribeiro, Junior Paixão, Felipe Monteiro, Rayssa Silva, Fabrícia Alcenia. Duração: 15 min.

– Sans D (Ouagadougou, Burkina Faso, África) – Dueto de música e dança com o bailarino africano Romual Kabore e o músico Tim Wensey. Duração: 15 min.

– Trust (Lyon | Paris, França) – Coreografia e interpretação: Gaétan Jamard e Marie Urvoy. Duração: 10 min.

– Non(leg)azioni (Torino, Itália) – Coreografia e interpretação: Danielle Ninarello. Duração: 12 min.

– Quinteto (Duo #3) (Rio de Janeiro, RJ) – Staccato | Paulo Caldas. Concepção e direção: Paulo Caldas. Com Renata Versiani e Toni Rodrigues. Duração: 20 min.

Classificação: livre. Duração total aproximada: 1h30. Centro Cultural Wally Salomão. Entrada Franca.

20h

– Ven (La Coruña, Espanha) – Duo da companhia espanhola La Macana. Direção e interpretação: Caterina Varela e Alexis Fernández. Duração: 15 min.

– Abundância 1 e 2 (Rio de Janeiro, RJ | Paris, França) – Coreografia: Flávia Tápias, Damián Muñoz e Virginia. Com Flávia Tápias, Toni Rodrigues e Gaétan Jamard. Duração: 40 min.

Classificação: livre. Duração: 60 min. Teatro Cacilda Becker. Ingressos a R$ 20,00 e R$ 10,00.

 

Domingo, 17 de agosto

11h

– Improvisações – Partilha – Criação coletiva de e com Flávia Tápias (Rio de Janeiro, Brasil | Paris, França), Romual Kabore (Ouagadougou, Burkina Faso), Gaétan Jamard (Paris, França), Alexis Fernández (Havana, Cuba), Caterina Varela (La Coruña, Espanha).

Classificação: livre. Duração: 20 min.Varanda da Casa de Cultura Laura Alvim.
– No Habla (Torino, Itália) – Coreografia e interpretação: Andrea Gallo e Manolo Perazzi.

Duração: 20 min.

– Pequenos Atos de Rua (Belo Horizonte, MG) – Grupo de Dança Primeiro Ato. Direção coreográfica: Suely Machado. Com Alex Dias, Ana Virginia Guimarães, Danny Maia, Lucas Resende, Marcela Rosa, Pablo Ramon, Vanessa Liga. Duração: 30 min.

– Tao Te (Budapeste, Hungria) – Coreografia: Ferenc Fehér e Akos Dózsa. Com Ferenc Fehér e Balázs Szitás. Duração: 15 min.

– Quinteto (Duo #3) (Rio de Janeiro, RJ) – Staccato | Paulo Caldas. Concepção e direção: Paulo Caldas. Com Renata Versiani e Toni Rodrigues. Duração: 20 min.

– Sans D (Ouagadougou, Burkina Faso, África) – Dueto de música e dança com o bailarino africano Romual Kabore e o músico Tim Wensey. Duração: 30 min.

– A Viagem dos Eborás – fragmentos (Rio de Janeiro, RJ) – Com o Grupo Makala, Música & Dança. Coreografia e Direção: Betho Pacheco. Com Jennifer Motta, Nildia Barros, Lívia Gaspar, Priscila Alves, Vanessa Ketlen, Marcio Henrique, Marcos Bandeira, Matheus Ribeiro, Junior Paixão, Felipe Monteiro, Rayssa Silva, Fabrícia Alcenia. Duração: 15 min.

Classificação: livre. Duração aproximada: 2h. Calçada da Av. Vieira Souto, em frente à Casa de Cultura Laura Alvim, Ipanema, Rio de Janeiro, RJ

19h

– Sans D (Ouagadougou, Burkina Faso, África) – Dueto de música e dança com o bailarino africano Romual Kabore e o músico Tim Wensey. Duração: 15 min.

Classificação: livre. Duração: 50 min. CCBB, Teatro 2. Ingressos a R$ 10,00 e R$ 5,00.

– Staff (Barcelona, Espanha) – La Intrusa. Direção: Damián Muñoz e Virginia Garcia. Com Damián Muñoz, Virginia Garcia e Alexis Fernández.

Classificação: livre. Duração: 50 min. Teatro Cacilda Becker. Ingressos a R$ 20,00 e R$ 10,00.

 

Quarta, 20 de agosto

19h30

– A Dança para Grandes Elencos – mesa redonda com Regina Miranda (diretora da Cidade

Criativa Cultural Transformações Culturais; presidente do Fórum Internacional Rio Cidade Criativa; diretora do Arts & Culture, LABAN Institute – NYC; diretora e coreógrafa da Cia Regina Miranda e AtoresBaiçarinos , Rio de Janeiro, RJ); Renata Vieitas (Olimpíada 2012 / Copa das Confederações 2013 / Movimento de Coreografia Massiva, Rio de Janeiro, RJ); e Sérgio Lobato (diretor artístico do corpo de baile do Theatro Municipal do Rio de Janeiro).

Teatro Cacilda Becker. Aberto ao público.

 

Quinta a domingo, 21 a 24 de agosto

20h

– Tao Te (Budapeste, Hungria) – Coreografia: Ferenc Fehér e Akos Dózsa. Com Ferenc Fehér e Balázs Szitás. Duração: 30 min.

– Manuscritos de Leonardo (Rio de Janeiro, RJ) – Cia Regina Miranda & AtoresBailarinos. Criação e Direção: Regina Miranda. Texto: Leonardo Da Vinci. Com Marina Salomon e Patrícia Niedermeier. Duração: 30 min.

Classificação: livre. Duração total aproximada: 70 min. Teatro Cacilda Becker. Ingressos a R$ 20,00 e R$ 10,00.

 

Sábado, 23 de agosto

15h

– Physical dance (Budapeste, Hungria) – Oficina com o bailarino e coreógrafo húngaro Ferenc Féher.

Teatro Cacilda Becker. Nº de vagas: 15. Inscrições através do e-mail espacotapias2014@gmail.com.
Quarta, 27 de agosto

19h30

– A Visão do Artista sobre a Arte (Rio de Janeiro, RJ) – Mesa redonda com o bailarino e coreógrafo Carlos Laerte e o fotógrafo Vantoen Jr.

Teatro Cacilda Becker. Aberta ao público.

Quinta a domingo, 28 a 31 de agosto

20h

– Poéticas do Corpo (Rio de Janeiro/RJ) – Coreografia: Carlos Laerte. Com a Cia Laso de Dança.

Classificação: livre. Duração: 50 minutos. Teatro Cacilda Becker. Ingressos a R$ 20,00 e R$ 10,00.

 

Sábado, 30 de agosto

15h

– Um Novo Olhar sobre o Movimento – oficina ministrada pelo bailarino e coreógrafo carioca, diretor da Cia Laso de Dança.

Teatro Cacilda Becker. Nº de vagas: 15. Inscrições através do e-mail espacotapias2014@gmail.com.

Ilana e a Banda dos Bichos, no Imperator

Ilana e a Banda dos Bichos é um espetáculo musical infantil cristão voltado para crianças de 2 a 12 anos. Através de uma história lúdica e envolvente, a trajetória da jovem Ilana é apresentada. Com o objetivo de buscar um convite para uma festa no céu, a jovem aprende sobre altruísmo e a valorização das verdadeiras amizades.

Ilana passa importantes ensinamentos para as crianças através de canções muito divertidas, acompanhada com a banda dos bichos, um grupo formado por um leão, uma elefanta, um casal de ursos, um filhote de rinoceronte e um pinguim. Uma história 100% pedagógica e divertida que ensina sobre fé, amor e coragem.

 

SERVIÇO:

ILANA E A BANDA DOS BICHOS

DATA: 09 a 31 de agosto

LOCAL: IMPERATOR – CENTRO CULTURAL JOÃO NOGUEIRA
http://www.imperator.art.brENDEREÇO: Rua Dias da Cruz, 170 – Méier
HORÁRIO: Sábados e domingos, às 16h
INGRESSOS: Plateia sentada – R$ 30(inteira) / R$ 15 (meia)
CLASSIFICAÇÃO: Livre
DURAÇÃO: 60 minutos
VENDAS: INGRESSO.COM E BILHETERIA DA CASA
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DA BILHETERIA: terças e quartas, das 13h às 20h; quintas e sextas, das 13h às 21h30; sábados, das 10h às 21h30; e domingos, das 10h às 19h30.
INFORMAÇÕES: 2597-3897 (das 9h às 12h/13h às 18h)
FORMA DE PAGAMENTO PARA O SHOW: dinheiro e cartões Dinners, Master (débito e crédito), Visa (débito e crédito)

Emilinha e Marlene – As Rainhas do Rádio

A história é contada através da relação de duas irmãs que são rivais e, por ocasião da morte de sua mãe, devem entrar em sua antiga casa e remexer em objetos do passado, rememorando assim as suas histórias de vida. Uma é fã ardorosa de Emilinha (Stella Maria Rodrigues), e a outra de Marlene (Solange Badim). A peça se passa num único dia, quando as duas irmãs estão fazendo esta arrumação e acabam revolvendo o passado, quando viviam seguindo as duas cantoras.

SERVIÇO:
EMILINHA E MARLENE – AS RAINHAS DO RÁDIO
DATA: 08 a 31 de agosto
LOCAL: IMPERATOR – CENTRO CULTURAL JOÃO NOGUEIRA
http://www.imperator.art.br
ENDEREÇO: Rua Dias da Cruz, 170 – Méier
HORÁRIO: Sextas, sábados e domingos, às 19h30
INGRESSOS: Plateia sentada – R$ 50 (inteira) / R$ 25 (meia)
CLASSIFICAÇÃO: Livre
DURAÇÃO: 2h30m (intervalo de 10 minutos)
VENDAS: INGRESSO.COM E BILHETERIA DA CASA
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DA BILHETERIA: terças e quartas, das 13h às 20h; quintas e sextas, das 13h às 21h30; sábados, das 10h às 21h30; e domingos, das 10h às 19h30.
INFORMAÇÕES: 2597-3897 (das 9h às 12h/13h às 18h)
FORMA DE PAGAMENTO PARA O SHOW: dinheiro e cartões Dinners, Master (débito e crédito), Visa (débito e crédito)