19 de setembro: primeira comemoração oficial no RJ do Dia Nacional do Teatro Acessível

Com o objetivo de fomentar o debate do Teatro Acessível, será comemorado oficialmente, pela primeira vez, na cidade do Rio de Janeiro, o Dia Nacional do Teatro Acessível, no dia 19 de setembro, às 19h, no Teatro Ipanema. A causa se tornou lei ano passado, a partir do trabalho pioneiro, inovador e sistemático da Escola de Gente – Comunicação em Inclusão na realização de oficinas e espetáculos 100% inclusivos, com todos os recursos de acessibilidade oferecidos gratuitamente a pessoas com e sem deficiência. Fundada pela jornalista e escritora Claudia Werneck, referência internacional em inclusão, a ONG iniciou a formação e execução de projetos culturais em 2003 a partir da criação do grupo “Os Inclusos e os SisosTeatro de Mobilização pela Diversidade” pela atriz Tatá Werneck, que participou de uma campanha realizada pela EG para conscientização em torno da causa do teatro e cultura inclusivos. A veiculação foi realizada pela Rede Globo, em âmbito nacional e iniciada na data, quando se comemora também o Dia Nacional do Teatro.

“Acessibilidade na cultura é um direito e isso é inegociável. O Dia Nacional do Teatro Acessível traz uma proposta de liberdade para pessoas com e sem deficiência. Liberdade de juntas circularem por todos os espaços culturais e das artes cênicas como plateia, pensadores/as, produtores/as, atores e atrizes, sem restrições ou fragmentações no exercício de seus direitos. Não é um teatro para pessoas com deficiência. Não é um teatro de pessoas com deficiência. O teatro acessível é livre, porque pratica inclusão, e porque não exclui pessoas por seus modos de ouvir ou não ouvir, enxergar ou não enxergar, andar ou não andar, ter um intelecto que se movimento mais vagarosamente”, conceitua Claudia Werneck.

O grupo de teatro “Os Inclusos e os Sisos” foi assistido por mais de 100 mil pessoas nas cinco regiões do Brasil. Nas apresentações são disponibilizados oito recursos de acessibilidade, como intérprete da Língua de sinais brasileira (Libras), fones para áudio descrição e material de comunicação em braile e formatos digitais. Em 2015, a iniciativa foi reconhecida no escritório das Nações Unidas em Viena, na Áustria, como uma das mais inovadoras experiências em direitos de pessoas com deficiência do mundo. Atualmente, o grupo conta, entre outros, com Diego Molina (roteirista do programa Zorra, da Rede Globo) na direção e com a atriz Louise Marrie.

Programação de atividades e comemorações em torno do Dia Nacional do Teatro Inclusivo:

 

19 de setembro, quarta às 19h:

* Apresentação do grupo “Os Inclusos e os Sisos – Teatro de Mobilização pela Diversidade”

Teatro Ipanema, Rua Prudente de Moraes, 824 Ipanema.  Confirme aqui: https://bit.ly/2oKCj1E

Às 19h. Gratuito.

Ficha Técnica das apresentações do Grupo “Os Inclusos e Os Sisos”

Coordenação: Pedro Prata

Produção executiva: Paula Loffler

Direção do grupo de teatro: Diego Molina

Direção do espetáculo: Carol Godinho

Elenco: Fabio Nunes, Fabíola Godoi, Louise Marrie e Victor Albuquerque

Audio descrição: Nara Monteiro

Divulgação: Punch!

Sobre a ESCOLA DE GENTE – Comunicação em Inclusão

Fundada em 2002 pela jornalista e escritora Claudia Werneck e reconhecida pela Presidência da República com Prêmio Direitos Humanos e a Ordem do Mérito Cultural, é referência em direitos humanos, acessibilidade e inclusão. Trabalha para que leis e políticas públicas se transformem em práticas cotidianas inclusivas, principalmente para a população que tem deficiência e vive na pobreza. Até 2017, cerca de 500 mil pessoas participaram diretamente de suas atividades em 17 países de quatro continentes; mais de 80 mil publicações em diferentes formatos acessíveis foram distribuídas gratuitamente e 7.268 horas de formação para jovens e adultos realizadas. Esteve em mais 700 fóruns, conferências e eventos e recebeu 52 prêmios nacionais e internacionais. Também compõe o Conselho Nacional de Juventude desde a sua criação em 2006, como a organização não-governamental mais longeva.

Conheça a Escola de Gente também em:

www.facebook.com/escoladegente

www.escoladegente.org.br

Neguinho da Beija-Flor no João Caetano

O cantor e compositor NEGUINHO DA BEIJA FLOR lança seu 29º álbum de carreira, ‘RESUMO’, no projeto 15 PRAS 7, no Teatro João Caetano, no dia 26 de setembro 2018.

 

Com a maior parte de músicas inéditas e autorais, Neguinho da Beija-Flor está lançando “Resumo”, o 29º álbum da carreira e o terceiro DVD.

Na lista das 16 obras registradas no novo trabalho, o nome do mais consagrado intérprete do Carnaval carioca só não aparece em duas composições: “Angela”, um de seus maiores sucessos – de autoria de Serginho Meriti e Alexandre -, e “A Desconhecida”, que tem Fernando Mendes como único compositor, e foi lançada em 1973 pelo autor.

Entre as não inéditas há a regravação de “Gamação Danada”, registrada em LP lançado por Neguinho em 1983, de autoria dele e de Almir Guineto. A música, sucesso nas vozes de Roberto Ribeiro, do grupo Fundo de Quintal e de Beth Carvalho, foi inserida por Neguinho no novo álbum para homenagear Guineto, amigo e parceiro que morreu no ano passado.

No repertório, das nove composições inéditas, o artista, que há 42 anos brilha no Carnaval carioca como intérprete da Beija-Flor de Nilópolis, mostra sambas com letras bem-humoradas e irreverentes, como “Feio com Sorte”, “Vovó Filé” e “Ricardão Ciumento”.

Neguinho ainda homenageia a filha caçula, de 9 anos, com “Luiza Flor Morena”, nome da pequena. Na música, ele tem como parceira a mulher e mãe da menina, Elaine Reis.

Outros destaques são “Graças a Deus” e “Resumo”, canção-título do CD e DVD, com letra que ressalta as contradições existentes em todo ser humano.

Certamente, não faltarão no roteiro do show, sucessos como “É Campeão (Meu time)”, cantado por torcedores nos estádios de todo o Brasil; “A Deusa da Passarela”, que se transformou no hino da Beija-Flor; e “Malandro é Malando, Mané é Mané”.

NEGUINHO DA BEIJA FLOR no show de lançamento do novo Cd ‘Resumo’ 

Produção, Assessoria de Imprensa e Marketing do Projeto 15 PRAS 7: João Luiz Azevedo

Realização: BOCA FECHADA Produções Artísticas

 

Teatro João Caetano (Praça Tiradentes – Centro – Tel. 21- 2332-9257).

Dia 26 de Setembro 2018

Quarta Feira – 18:45h

Preço dos ingressos: R$ 60,00 / R$ 30,00 (meia para estudantes, jovens até 21 anos e acima de 60 anos e assinantes de O Globo)

Livre para todas as idades

600 lugares

Duração: 70 minutos;

Classificação indicativa: Livre

Gênero: Show Musical.

Livre para todas as idades.

Teatro Breve de Garcia Lorca

“Teatro Breve de Garcia Lorca”, do dramaturgo e poeta espanhol Federico Garcia Lorca, produzido pela Cia Noir Sur Blanc, estreia temporada no Teatro Cacilda Becker de 27 de setembro até 7 de outubro. A peça, dirigida por Brigitte Bentolila (“Hamlet é Negro” e “Os Negros”), francesa domiciliada no Brasil, traz em seu elenco os atores Paulo Guidelly (“Noites do Vidigal” e “Elza Soares – A Mulher do Fim do Mundo”) e Vanessa Pascale (“Anônimas”, “Medea en Promenade” e “Feira de Humor”). As sessões acontecem de qui a sáb às 20h e domingos às 19h.

O Teatro Breve de Garcia Lorca é composto por três peças: “O Passeio de Buster Keaton”; “A Donzela, o Marinheiro e o Estudante” e “Quimera” que são levadas em cena com poesia, dança e música. O espetáculo pode ser entendido e apreendido de forma quase muda. Percebido através do corpo e do gesto, feito de imagens, ruídos e sensações, escrito e desenhado no espírito de juventude que desperta um olhar sobre a vida. Sua leveza é poética e profunda, onde a palavra surge a partir da rara necessidade – diz a diretora.

Lorca foi poeta, pintor e músico. Criado por Lorca na década de 30, “La Barraca”, cuja tradução do espanhol, significa “tenda”, foi um lugar de encontro de pintores, bailarinos, comediantes, músicos, entre outros artistas que fomentavam o debate e as experimentações artísticas da época. Em Teatro Breve, ele fala desse encontro feliz de todas as artes reunidas em uma só: o Teatro.

– Eu estou muito ansioso, pois é uma responsabilidade grandiosa fazer no teatro obras de Frederico Garcia Lorca e substituir o grande ator que foi Antônio Manso. Esse espetáculo é uma homenagem a ele. Não vou ser pretensioso de dizer que tudo que eu levo em cena partiu somente da minha intuição de ator, ele é minha grande inspiração. Somos atores de geração e formação bem diferentes. O espetáculo não será eu imitando o Antônio. De fato ele é o meu ponto de partida, meu anjo da guarda – diz Paulo Guidelly sobre a importância do papel que foi vivido posteriormente por Antônio Manso.

O cinema mudo de Buster Keaton, em Nova York, o amor da Donzela para o Marinheiro; o Estudante na Espanha; o pai que deixa filhos e mulher, em casa, na Andaluzia são histórias simples e curtas, com imagens leves e alegres, tristes e profundas, amargas e doces que se provocam, se interpelam.

Vanessa Pascale soube dos testes para a peça por intermédio de uma amiga. Ela, que recentemente viveu Manu em “Malhação: Vidas Brasileiras”, estrela, ao lado de Paulo Guidelly o espetáculo.

– O processo é muito intenso e rico! Há dança, poesia, cinema e culturas variadas. Viajamos no tempo e no espaço. O Paulo é um presente, um ator habilidoso, com percepção refinada e gentil. É um trabalho de muita sensibilidade. A Brigitte, nossa diretora, é admirável, inteligentíssima, pragmática, generosa e também nos dá liberdade para criar junto – diz Vanessa Pascale sobre o processo de criação do espetáculo.

O desejo, a sexualidade e a homossexualidade afloram de forma sutil, porém violenta na obra do poeta. Lorca foi assassinado em plena guerra civil espanhola por causa das suas opções de vida e de arte. Teatro singelo e singular, diferente das obras antológicas do Teatro mais reconhecido de Lorca, como “A Casa de Bernarda Alba”, “Bodas de Sangue” ou “Yerma”. “Teatro Breve” se destaca nas Obras Completas de Lorca. Essa peça foi escrita em Nova York em plena crise mundial em 1929 e ressoa de uma forma atual, moderna e contemporânea – finaliza Brigitte.

 

Teatro Breve de Garcia Lorca

Temporada de 27 de setembro até 7 de outubro

Teatro Cacilda Becker

Rua do Catete, 338 – Largo do Machado.

Tel: 2265-9933

140 lugares

Apresentações: Quinta a Sábado às 20h e Domingos às 19h.

Duração: 60 minutos

Classificação Indicativa: 14 anos

Ingresso: R$ 30,00

Ficha Técnica

Texto: Federico Garcia Lorca

Dramaturgia e Direção: Brigitte Bentolila

Atriz: Vanessa Pascale

Ator: Paulo Guidelly

Voz off: Antonio Manso

Figurino: Patrícia Muniz

Iluminação: Vilmar Olos

Cenografia: Victor Aragão

Assistente de Direção: Mônica Nega Assis

Assistente de Cenografia: Sofia Magalhães

Cenotécnico: Jose Luiz Cristofaro

Visagismo: Raphaela Galiza

Cabelo: Jacy Alves Tranças

Camareira: Rosângela

Preparação Vocal: Veronica Machado

Preparação Corporal: Renato Marques

Designer Gráfico: Thiago Fontin

Imagens e Vídeo: Clarissa Cosenza e Katherine Sério

Fotos: Bernardo Santos

Filmagem: Dan Coelho

Assessoria Jurídica: Dr. Eduardo Garcia

Assessoria de Comunicação: MercadoCom

Trilha Sonora: Cia Noir Sur Blanc

Assistente de Produção: George Luis Prata e Mônica Nega Assis

Produção Executiva: Manuela De Lorenzo

Coordenação do Projeto e Direção de Produção: Leandro Terra

Realização: Silhueta Produções

Banda Alto Astral no Teatro Rival Petrobras

Luiz Carlos – guitarra, Guto Araújo – teclados, Almir Santiago – contrabaixo, Vanderson Rosa – bateria, Marcos Miranda – trombone, Alex Ferrito – trompete, Marco Porfírio – voz e Denise Abrantes – voz. Celebram cinco anos de formação da Banda Alto Astral.
No repertório a Banda Alto Astral traz a lembrança do charme e swing da década de 1970 relembrando grandes nomes como: Michael Jackson, Steve Wonder, Earth Wind and Fire, Glads Knigth, Alcione, Djavan, Ivete Sangalo, entre outros.
A abertura do show será com a Swingueira Black comandada pelos DJ’s Ricardo Careca e Paulo Maurício seguido de uma aula de dança de salão comandada pelos professores Rodrigo Sorriso e Michele Mathias.
Serviço
Teatro Rival Petrobras – Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro. Data: 20 de setembro (Quinta). Horário: 19h30. Abertura da casa: 18h. Ingressos: Setores A, B e Mezanino – R$ 50,00 (Inteira), R$ 25,00 (meia-entrada) | Pista: R$ 40,00 (Inteira), R$ 20,00 (meia-entrada). Venda antecipada pela Eventim – http://bit.ly/Ingressos2z0P23j. Bilheteria: Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 22h Censura: 18 anos. www.rivalpetrobras.com.br. Informações: (21) 2240-9796. Capacidade: 350 pessoas. Metrô/VLT: Estação Cinelândia.
*Meia entrada: Estudante, Idosos, Professores da Rede Pública, Funcionários da Petrobras, Clientes com Cartão Petrobras e Assinantes O Globo

Shopping Metropolitano Barra recebe pista de patinação

A partir do dia 28 de setembro, o Shopping Metropolitano Barra recebe o Roller Metropolitano, uma pista de patinação sobre rodas inspirada nos rinks americanos que promete agitar crianças e adultos ao som dos melhores hits de todos os tempos. O ambiente ainda oferece aulas particulares, aulão gratuito e espaço para festas.

Os aulões gratuitos, limitados a 15 alunos por turma, acontecem todas as quartas-feiras às 16h e às 18h. Há ainda, aulas individuais pagas com personal, disponíveis todos os dias, condicionadas à disponibilidade e agendamento prévio. As inscrições e agendamentos devem ser feitos no local.

Aos sábados e domingos, entre 16h e 19h, os monitores de pista convidam os patinadores para acompanhá-los em coreografias, atividades lúdicas e desafios com recompensas.

Além de exercitar o corpo, a patinação melhora a coordenação motora, o equilíbrio e promove um grande encontro de gerações, entre outros benefícios. Para quem não tem seu próprio equipamento, o Roller Metropolitano disponibiliza aluguel. A numeração dos patins, tradicionais e inline, vai de 26 a 45.

O Roller Metropolitano ainda tem boutique com acessórios, novidades e souvenirs com o tema patinação e uma lanchonete. Para comemoração de festas há pacotes especiais, que podem ser negociadas diretamente no local.

O cliente pode comprar ingressos e acessórios pelo site do Shopping Metropolitano Barra (www.shoppingmetropolitanobarra.com.br) e ganhar descontos e benefícios especiais.

 

SERVIÇO

Roller Metropolitano

Local: Loja 2025, Piso L2 – próxima à loja Riachuelo

Horário: de terça a sábado, das 14h às 22h / Domingos e feriados, das 14 às 21h

Preços:

Pista – R$ 40 de terça a sexta (pagamento em dinheiro – R$ 30,00) / R$ 45 sábado e domingo (pagamento em dinheiro – R$ 35,00)

Aluguel de patins – R$ 15,00 (hora ou fração)

Mais informações: http://www.shoppingmetropolitanobarra.com.br/acontece/
Endereço: Av. Embaixador Abelardo Bueno, 1.300 – Centro Metropolitano – Barra da Tijuca – Rio de Janeiro

 

Sobre o Shopping Metropolitano Barra

O Shopping Metropolitano Barra foi inaugurado em dezembro de 2013 no Centro Metropolitano. O empreendimento é administrado pela CCP (Cyrela Commercial Properties) e tem  fluxo médio mensal de 650 mil pessoas. Com 200 lojas, o shopping reúne marcas renomadas, voltadas aos mais diferentes públicos: Zara, Zara Home, Centauro, Riachuelo, Renner, Alô Bebê, Lojas Americanas, Casas Bahia, Kalunga, Ri Happy, Camicado, academia Bio Ritmo e os restaurantes Outback, Balada Mix, Delírio Tropical e Benkei Asiático. Além desses, há diversas satélites conceituadas, como Vivara, Mr. Cat, Maria Filó, Enjoy, Zinzane, Arezzo, Cantão, Via Mia, Aquamar, L’Occitane En Provence, L’Occitane Au Brèsil, Alphabeto, O Boticário, CVC, Clube Melissa, Hering e Hering Kids, Hope, Outer, Armadillo, Wollner, Carmen Steffens, entre outras.

 

Sobre a CCP Shoppings

A CCP (Cyrela Commercial Properties S.A) é uma das principais empresas de desenvolvimento, aquisição, locação, venda e administração de imóveis comerciais do Brasil. Atualmente, tem em seu portfólio de shoppings oito empreendimentos no país, localizados nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás e Pará. Somados, abrigam mais de 1,5 mil varejistas em ABL (Área Bruta Locável) total superior a 289 mil m², dados que colocam a CCP entre as maiores administradoras de shoppings do Brasil. Desenvolvidos dentro dos mais avançados padrões construtivos, esses empreendimentos se destacam pela arquitetura moderna e funcional, localização privilegiada, potencial de retorno e permanentes práticas de sustentabilidade relacionadas à segurança, saúde e meio ambiente.

“Dois Amores e um Bicho” gratuito na Arena Chacrinha

Vencedora do 25º Prêmio Shell Categoria Especial, a peça Dois Amores e Um Bicho fará uma apresentação única dia 26 de setembro, 19h, na Arena Chacrinha, Guaratiba, com entrada franca.

O texto do premiado dramaturgo venezuelano Gustavo Ott reflete sobre preconceito, intolerância, violência e é o mais recente projeto da Notória Companhia, dirigida por Danielle Martins de Farias, que tem realização e produção da Notórias Produções.

A obra parte de uma situação prosaica que se converte em pesadelo: durante um passeio ao zoológico com a família, o pai se vê obrigado a reviver um episódio repugnante do seu passado, quando matou seu cachorro a pontapés por considerá-lo homossexual.

A história se passa em dois tempos de uma família formada por pai, mãe e filha: no presente e no passado, há 15 anos, quando ocorreu o ato de crueldade com o animal. Na época, a filha tinha nove anos de idade. No presente, ela é veterinária de um zoológico, onde grande parte da trama se desenrola.

A memória do assassinato do cão é trazida de volta ali, quando os pais visitam a filha no trabalho e descobrem que o orogangotango está preso em uma jaula especial, de castigo, por ter molestado outro macaco. Com isso, a filha toma coragem de indagar o pai sobre o contexto de sua prisão no passado – o que desestabiliza o núcleo familiar totalmente.

 

SINOPSE: Peça narra a história de um pai de família que mata seu próprio cachorro a pontapés por achar que o cachorro fosse gay.

Serviço:

Dois Amores e Um Bicho

Data: 26 de setembro

Horário: quarta-feira, 19h.

Local: Arena Chacrinha

Endereço: Rua Soldado Elizeu Hipólito, 138 – Guaratiba

Telefone: (21) 3404-7980

Valor do Ingresso: Gratuito

Classificação: 14 anos

Duração: 70 minutos

Informações: arenacariocachacrinha.cultura@gmail.com

 

Ficha Técnica

Dramaturgia: Gustavo Ott

Direção: Danielle Martins de Farias

Elenco: Ana Moura, Julie Wein, Carla Guidacci, José Karini, Lucas Gouvêa

Direção musical: Felipe Habib

Movimento: Toni Rodrigues

Iluminação: Renato Machado

Cenário: André Sanches

Figurino: Raquel Theo

Design Gráfico: Marcus Moraes

Realização: Notória Companhia de Teatro

Produção: Notórias Produções

Doutora Brinquedos

Quem tem criança em casa sabe: é impossível não amar a Doutora Brinquedos! A personagem do desenho infantil que conquistou os pequenos (e os adultos) ressalta os valores da família e da diversidade, nas brincadeiras de uma menina médica que dá ‘diagnósticos’ enquanto seu pai cozinha comidas saudáveis. E a aventura chega à Lona Cultural Carlos Zéfiro, em Anchieta, com a peça infantil,  “Doutora Brinquedos” que será encenada no dia 23 de setembro, domingo, às 17h.

 

Com direção de Victor Hugo Santiago, da Paixão Produções, em cena está muita diversão, coreografias e figurino encanadores trabalhados em um cenário colorido, que as crianças amam! A aventura começa quando os brinquedos cuidados pela “doutora” resolvem comemorar o aniversário dela com uma festa surpresa. Com lembranças emocionantes os brinquedos, que chegam quebrados e foram recuperados, a menina que ensina a zelar pelas coisas que possuímos, promove um estilo de vida saudável e hábitos de higiene, terá um dia inesquecível com direito a bolo para cantar parabéns.

 

A série original Doutora Brinquedos foi criada e é produzida por Chris Nee,  produtora executiva do canal Disney Junior. O desenho também é exibido na Netflix. Doutora Brinquedos é uma menina de seis anos que cura brinquedos, bonecos e peluches, surgiu quando diagnosticaram asma ao pequeno. Quando a Doutora Brinquedos põe o estetoscópio, algo mágico acontece: os brinquedos ganham vida e a protagonista fala com eles, faz-lhes diagnósticos, põe-lhes pensos rápidos, cuida-lhes das feridas.

 

A criadora do desenho animado inspirou-se nos medos do próprio filho (Theo) que sofre com asma e inventou uma personagem que ajuda os mais pequenos a vencerem o pânico de ir ao médico. Nee conta que foram horas e horas de médicos e noites no hospital. Então, além de desejar que Theo ficasse bom, Chris Nee queria também tornar aquele tempo menos penoso para a criança. Por sua criação ela ganhou prêmios internacionais como Humanitas Prize e um Emmy.

“Quisemos explorar temas de Medicina e os medos das crianças, mas também promover hábitos de vida saudáveis, como fazer exercício e comer de forma saudável. Estas mensagens são sempre uma parte da série. Como mãe de uma criança doente, tudo o que queremos no mundo é fazer com que ela se sinta melhor, mais segura, mais confortável, com menos medo.”, explicou no Disney Junior.

 


Serviço
Lona Cultural Carlos Zéfiro
Estrada Marechal Alencastro, 4113 – Anchieta, Rio de Janeiro. Data: 23 de setembro (Domingo). Horário: 17h. Ingressos: R$ 10,00 (antecipado) | R$ 15,00 (no domingo, 23/09). Classificação: Livre. Capacidade: 320 lugares. Informações: 2148-0813 | lonazefiro.cultura@gmail.com