“O Silêncio da Chuva” estreia nos cinemas

Projeto do diretor Daniel Filho, o filme “O Silêncio da Chuva”, inspirado no primeiro romance policial do escritor Luiz Alfredo Garcia-Roza, chegará aos cinemas no dia 23 de setembro. Com roteiro de Lusa Silvestre (“Estômago”, “O Roubo da Taça” e “A Glória e a Graça”), produção da Lereby, coprodução da Globo Filmes e distribuição da Elo Company, o filme já lançou trailer e cartaz inédito.

O thriller narra a saga do delegado Espinosa (Lázaro Ramos) e da investigadora Daia (Thalita Carauta) em solucionar o mistério que envolve a morte do executivo Ricardo (Guilherme Fontes), que é encontrado baleado sentado ao volante de seu carro, no bairro da Urca, no Rio de Janeiro. A primeira atitude da dupla é procurar pela viúva, Bia (Cláudia Abreu). Tudo se complica quando ocorre outro assassinato e pessoas envolvidas no caso começam a sumir. O longa-metragem conta ainda com Mayana Neiva, Otávio Muller, Pedro Nercessian, Késia Estacio, Bruno Gissoni e Peter Brandão, com participação especial de Anselmo Vasconcellos, entre outros.

“O trabalho de atualização do filme, realizado pelo Daniel Filho, é sensacional. Principalmente no que diz respeito às mulheres. Como elas são descritas e o perfil das personagens delas. É um filme policial, mas que utiliza muito o humor”, diz Lázaro Ramos. A atriz Thalita Carauta, que interpreta uma investigadora parceira do Espinosa, recebeu o prêmio de melhor atriz no BRICS Film Festival, realizado na Rússia, em 2020.

Publicado em 1996, “O Silêncio da Chuva”, que abre a série de livros do emblemático policial inspetor Espinosa, recebeu os prêmios Nestlé e Jabuti e foi publicado em nove países. Para fazer a transcrição do livro para as telas, Daniel Filho trouxe a história do romântico Bairro Peixoto da década de 90 para o Rio de Janeiro hostil e chuvoso de 2018. “O livro é uma inspiração, fizemos adaptações no roteiro, afinal, muita coisa mudou nestes 22 anos. A participação de mulheres na polícia é um exemplo”, comenta o diretor.

FICHA TÉCNICA

Produção: Daniel Filho / Lereby

Coprodução: Globo Filmes

Distribuição: Elo Company

Direção: Daniel Filho

Roteiro: Lusa Silvestre

Colaboração de roteiro: Renata Correa, Ana Maria Moretzsohn e Pedro Barbalho

Diretor de fotografia: Felipe Reinhemmer

Diretor da segunda unidade de ação: Bruno Garotti

Diretor de fotografia da unidade de ação: Alê Ramos

Diretor de Arte: Mario Monteiro

Som direto: Marcel Costa

Figurino: Kika Lopes

Elenco: Lázaro Ramos, Thalita Carauta, Cláudia Abreu, Mayana Neiva, Otávio Muller, Pedro Nercessian, Bruno Gissoni, Peter Brandão, Raquel Fabbri, Theresa Amayo, Késia Estácio; Participação especial: Guilherme Fontes e Anselmo Vasconcellos;

Sobre a Lereby

Fundada por Daniel Filho em 1998, a Lereby, em mais de vinte anos de existência, traz em seu currículo longas-metragens como “Boca de Ouro” (2020), “Chico Xavier” (2010), “Tempos de paz” (2009), “Se eu fosse você” 1 e 2 (2006 e 2009), “A Dona da História” (2004), “Cazuza – O Tempo Não Pára” (2004) e “A Partilha” (2001). Como produtora associada, foi corresponsável pelos sucessos “2 filhos de Francisco” (2005), “Carandiru” (2003), “Cidade de Deus” (2002) e “O Auto da Compadecida” (2000), entre muitos outros, sempre buscando um cinema capaz de mobilizar platéias e preservando a força de grandes histórias.

Sobre a ELO Company

A Elo Company é uma criadora, produtora e distribuidora de conteúdo audiovisual, que tem a missão de gerar experiências potentes, entreter, emocionar e ampliar a visão de mundo das mais diversas audiências. Há 15 anos no mercado e com mais de 500 títulos lançados, a Elo conta com três unidades de negócio: desenvolvimento e produção de conteúdo; lançamento e programação; licenciamento e vídeo on demand. Durante os últimos anos, a empresa lançou o primeiro Vimeo original LATAM e conteúdo em mais de 40 plataformas em todo o mundo, incluindo estratégias inovadoras como lançamentos 100% digitais de filmes. Entre os títulos mais importantes estão “O Menino e o Mundo”, “S.O.S: Mulheres Ao Mar 2”, “Espaço Além: Marina Abramovic e o Brasil” e “Aos Olhos de Ernesto”.

Sobre a Globo Filmes

A Globo Filmes atua como produtora e coprodutora de filmes brasileiros com foco na qualidade artística e na diversidade de conteúdos que valorizam a nossa cultura, maximizando a audiência no cinema e demais janelas. Desde 1998, participou de mais de 400 filmes, levando ao público o que há de melhor do cinema brasileiro; comédias, romances, documentários, infantis, dramas e aventuras. Fazem parte de sua filmografia recordistas de bilheteria, como ‘Tropa de Elite 2’ e ‘Minha Mãe é uma Peça 3’ – ambos com mais de 11 milhões de espectadores –, sucessos de crítica e público como ‘2 Filhos de Francisco’, ‘Aquarius’, ‘Que Horas Ela Volta?’, ‘O Palhaço’ e ‘Carandiru’, e longas premiados no Brasil e no exterior, como ‘Cidade de Deus’ – com quatro indicações ao Oscar – e ‘Bacurau’, que recebeu o prêmio do Júri no Festival de Cannes.