Rugas, um Espetáculo sem Botox

Depois da temporada no Teatro da UFF em Niterói, a peça reestreia em sua 6ª temporada no Teatro Gláucio Gil em Copacabana, no festival de verão, do teatro. Em cena, as atrizes Claudiana Cotrim e Vanja Freitas vivem uma série de personagens que mostram como a velhice pode ser criativa e poderosa, instigam a plateia com as perguntas: ‘o que você vai ser quando envelhecer?’ ou ‘quando você se sentiu velho pela primeira vez?

Há três anos, as atrizes Claudiana Cotrim e Vanja Freitas estudam o envelhecimento, a dupla realizou centenas de entrevistas com pessoas de 40 a 80 anos. Esse material chegou às mãos do dramaturgo Herton Gustavo Gratto, que escreveu a comédia dramática ‘Rugas’. Com direção do premiado Amir Haddad, Rugas estreou na FITA (13ª Festa Internacional de Teatro de Angra) em setembro de 2018.

“Este é um assunto importante, tocante e delicado. Mas também bastante perigoso. Qualquer resvalo para o melodrama poderá colocar atores, personagens e a plateia num beco sem saída. Não somo eternos. Seria insuportável se fôssemos. Por isso a vida, assim como o teatro, tem que ser vivida até o fim. Como se fôssemos eternos. Eternamente velhos, eternamente novos”, avalia o diretor Amir Haddad.

A história do espetáculo gira em torno de uma cientista gerontóloga que estuda o envelhecimento e quer fazer o tempo parar. Para isso, vai estudar no exterior e quase não tem mais contato com sua mãe. Até que um dia, durante a palestra mais esperada de sua vida, recebe um telefonema da cuidadora dizendo que a mãe está muito doente e precisa ver a filha. O que ela vai fazer?

Músicas como ‘Meu mundo caiu’, eternizada por Maysa; ‘Fascinação’, famosa na voz de Elis Regina; ‘Bodas de Prata’, de Maria Bethânia e ‘Que será’, da Doris Day, sucesso dos anos 50, permeiam o espetáculo.

Sinopse – Cientista que deseja fazer o tempo parar reencontra a mãe idosa e reflete sobre o envelhecimento.

Claudiana Cotrim – Atriz e idealizadora, Diretora e Preparadora Corporal, formada pelo Centro de Artes Cênicas do MA. Desenvolveu a pesquisa “A autonomia do ator em cena”. Ministra oficinas de teatro, de ‘Postura e Oratória’(Metodologia própria). Experiência em Teatro, Cinema e TV (“De corpo inteiro”, filme sobre Clarice Lispector, de Nicole Algranti; TV tI tI tI, Chamas da Vida, Salve Jorge, etc. Criou o projeto Teatro na Côrte, (apresentações cênicas em espaços extra cotidianos). Ganhou o prêmio de melhor atriz em 2011 com o espetáculo solo “Medeia” no 18º Festival Nacional de Monólogo Ana Maria Rêgo) etc.

Vanja Freitas – Atriz e idealizadora, formada na Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia, faz teatro, televisão e cinema. Trabalhos: Álbum de família, direção de José Possi Neto. Clipe: Contatinho, direção de Brivilati. Cinema: 21, Mão na cabeça, direção de Milton Alencar. Dirigiu ‘’O Rinoceronte’ de Ionesco e cenas da peça ‘ Vestidos de Noiva’, ambos no Teatro Sesc da Tijuca. Participações: Malhação, A dona do pedaço. TV Globo.

FICHA TÉCNICA:

Texto: Herton Gustavo Gratto

Direção: Amir Haddad

Elenco: Claudiana Cotrim e Vanja Freitas

Desenho de Luz: Marcelo Camargo

Iluminação: Brisa Lima

Figurino e cenografia: Lorena Sender

Preparação corporal: Claudiana Cotrim

Preparação vocal: Vanja Freitas

Coreografia: Mario Cardona

Trilha Sonora: Máximo Curtim

Fotografia e Sonoplastia: Ana Clara Cantanhede

Designer Gráfico: Luis Monteiro

Assessoria de Imprensa: Maria Fernanda Gurgel

Produção: Diga Sim Produções!

SERVIÇO:

RUGAS um espetáculo sem botox

Temporada: de 18/01 à 16/02/2020

Teatro: Teatro Gláucio Gill – Praça Cardeal Arco Verde. S/n°. Copacabana

Telefones: (21) 2332-7904

Dias e horários: sábados e domingos às 18:30 h.

Ingressos: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia).

Duração: 70 min.

Classificação indicativa: Livre.