“Mosaico das Aranhas” no Teatro Henriqueta Brieba

O espetáculo propõe uma reflexão sobre até que ponto a vida do artista poderá estar presente no personagem que ele criou para interpretar no palco; de que forma o ator tenta se livrar de seus próprios conceitos para mergulhar num personagem que seja totalmente fictício e não tenha resquícios do ator que o interpreta.

Sinopse

 

A poucos minutos de entrarem em cena, Ladislao Kuri (Paulo Bond Simões) e Manuella Drian (Luisa Castelo Branco) estão no camarim do Teatro. As cenas da peça vão se sucedendo e misturando a realidade dos dois com a peça que irão apresentar, onde Manuella fará duas personagens diferentes.

Paulo Bond Simões – Autor e Diretor

Paulo Bond Simões começou a escrever textos para o teatro em 2005.  É autor de dramas e comédias. Na sua dramaturgia sempre mistura sonho e realidade, amor e ódio, personagens com caráter duvidoso, paixões desenfreadas, farsas e mentiras. Como diretor, utiliza um processo em que procura aproximar os atores que estão em cena das motivações e dos conflitos que os personagens apresentam. Sempre trabalha cena a cena quando ensaia, valorizando o gestual, os olhares e os silêncios que permeiam a trama.

Seus principais trabalhos: Grávida, Quitinete Zona Sul, Ensaio Sobre Gatsby, Somos Todos Personagens, Solar dos Marimbondos e Hamlet e Guinevere apaixonados.

Ficha técnica

 

Texto e direção: Paulo Bond Simões

Elenco: Paulo Bond Simões e Luisa Castelo Branco

Direção de Produção:Paulo Bond Simões

Assessoria de Imprensa: Júlio Luz

Cenografia e Objetos de cena: Paulo Bond Simões e Luisa Castelo Branco

Figurino: Kélly Régis

Fotos de cena: Gui Monteiro

Serviço

Teatro Henriqueta Brieba

Rua Conde de Bonfim, 451 – Tijuca

Informações: 3294-9400

Sábados, às 20h e domingos, às 19h30

Temporada 04 a 26 de janeiro de 2020.

Ingressos: R$ 40,00 e R$ 20,00

Classificação Etária: 16 anos

Drama

Duração: 70 minutos