ARCHcine chega à sua 4ª edição com o tema ‘Cidades em Transe’

O 4° ARCHcine – Festival Internacional de Cinema de Arquitetura vai de 22 a 27 de novembro, no Centro Cultural Justiça Federal, no  Rio de Janeiro. A programação contará com filmes nacionais e internacionais, nos mais diversos gêneros cinematográficos e que concorrem aos prêmios de Melhor Filme nas categorias Longa-metragem e Curta-metragem. Com o tema ‘Cidades em Transe’, o ARCHcine segue sua trilha pela reflexão em torno do urbanismo, da arquitetura, do direito à cidade e ao campo, sempre através do cinema.

 O festival terá ainda uma edição em Niterói (RJ), de 11 a 15 de dezembro, com programação a ser divulgada em breve.

O tema ‘Cidades em Transe’ norteia a curadoria do ARCHcine em 2019, lançando luz a temas relacionados ao direito de acesso ao espaço urbano e ao campo, aprofundando questões que vão desde conflitos agrários, meio ambiente, moradia, LBTQI+fobia, racismo, feminismo, precarização das forças de trabalho, dentre outras. Nesse sentido, está escaldo para a Sessão de Abertura, dia 22, às 17h, o filme “GIG – A Uberização do Trabalho”, de Carlos Juliano Barros, Caue Angeli e Maurício Monteiro Filho.

O documentário, que traz o debate sobre os mais diversos trabalhos mediados por aplicativos e plataformas digitais, será acompanhado dos curtas “Planeta Fábrica”, de Julia Zakia, e “Pedalar É Suave”, de Flora Gondim. Enquanto “Planeta Fábrica” registra os últimos vapores de uma tradicional fábrica de chapéu prestes a ser demolida, “Pedalar É Suave”, relata a vida do ciclista, sociólogo e ativista Raul Aragão, atropelado e morto em Brasília.

Os filmes da Sessão de Abertura participam da Mostra Competitiva, que este ano terá o total de 18 curtas e 07 longas metragens e terá os vencedores eleitos pelo Júri Popular. Veja lista completa abaixo.

Já a Sessão de Encerramento do ARCHcine, dia 27, às 19h, terá o longa-metragem “Relatos do Front”, de Renato Martins. Ambientado no Rio de Janeiro, o documentário investiga as questões da política de segurança pública e mostra personagens que convivem diariamente com a violência e o medo. O filme será acompanhado do curta “Extratos”, de Sinai Sganzerla, que traz imagens filmadas por Helena Ignez e Rogério Sganzerla durante o exílio, entre o período de 1970 até 1972, nas cidades do Rio de Janeiro, Salvador, Londres, Marrakech, Rabat e a região do deserto do Saara.

Duas importantes parcerias estão mantidas para o festival em 2019, são elas: Arquiteturas – Festival Internacional de Cinema e Arquitetura de Lisboa e Move Cine Arte. Enquanto o festival Arquiteturas, de Portugal, comparece com filmes internacionais, o Move Cine Arte, sediado em São Paulo, transcende o eixo curatorial do ARCHcine e apresenta filmes sobre arte e movimentos artísticos do Brasil e do exterior. No total, ARCHcine apresenta cerca de 40 filmes, entre Mostras Competitivas e fora de competição. Confira abaixo a programação completa.

O 4º Archcine – Festival Internacional de Cinema de Arquitetura é uma realização do IBEFEST – Instituto Brasileiro de Estudos de Festivais Audiovisuais e da Casa Coisa Design, com direção e curadoria de Aline Pereira e Diogo Leal.

O ARCHcine conta com Patrocínio da Prefeitura de Niterói; Parceria Nacional do Festival MoveCineArte; Parceria Internacional do Arquiteturas Film Festival Lisboa e do movimento FilmEssay (Itália); e Apoio Institucional do Centro Cultural Justiça Federal – CCJF.

Programação:

22 de novembro (sexta): Sessão de Abertura | 19h

22 a 27 (exceto dia 26): Mostras Competitivas

26 de novembro (segunda): Não haverá sessão

27 de novembro: Sessão de Encerramento e Premiação | 19h

Entrada Franca (sujeita à lotação da sala)

CURTAS-METRAGENS EM COMPETIÇÃO

A’a Zar Wkyze Wa – Os Donos da Floresta em Perigo, de Flay Guajajara, Edivan dos Santos Guajajara e Erisvan Bone Guajajara, SP, 2019

Afeto, de Gabriela Gaia Meirelles, Tainá Medina, RJ, 2018

Arte a Metro, de Thiago Magalhães, RJ, 2019

Astana, Cidade do Futuro?, de Laurier Fourniau, França/Bélgica, 2019

Bicha, de Pedro Brito, SC, 2017

Bicha-Bomba, de Renan de Cillo, PR, 2018

C(elas), de Gabriela Santos Alves, ES, 2017

Divino Caminho, de Ilaria Di Carlo, Alemanha, 2018

#EleNão: mulheres paraenses contra o fascismo, de Joyce Cursino, PA, 2018

Enraizada, de Tiago Delácio, PE, 2019

Interrogação (ou Psicopata Legalizado), de Moisés Pantolfi, RJ, 2019

Marielle e Monica, de Fábio Erdos, RJ, Inglaterra, 2018

Marielle Presente – Eu Sou Porque Nós Somos, de Filó Filho, Pedro Oliveira, RJ, 2019

Negrum3, de Diego Paulino, SP, 2018

Pedalar É Suave, de Flora Gondim, DF, 2018

Planeta Fábrica, de Julia Zakia, SP, 2019

Quanto Vale?, de Danilo Candombe, Thiago Nascimento, MG, 2019

Queremos Ficar em Madureira, de Claudio Alberto Mendes, Danilo Firmino, Luiz Carlos Patropi, Luiz Claudio Lima, RJ, 2019

LONGAS-METRAGENS EM COMPETIÇÃO

Currais, de Sabina Colares, David Aguiar, Brasil, 2019

Espero tua (re)volta, de Eliza Capai, Brasil, 2019

GIG – A Uberização do Trabalho, de Carlos Juliano Barros, Caue Angeli, Maurício Monteiro Filho, Brasil, 2019

Indianara, de Aude Chevalier-Beaumel, Marcelo Barbosa, Brasil, 2019

O Corpo É Nosso!, de Theresa Jessouroun, Brasil, 2019

Sim, Fui Uma Criança Viada, de Antonio Molina, Brasil, 2019

Almas Derretidas, de François-Xavier Destors, França, 2018

SERVIÇO:

4º Archcine- Festival Internacional de Cinema de Arquitetura

Data:

22 a 27 de novembro – Rio de Janeiro (RJ), no  CCJF – Centro Cultural Justiça Federal (Av. Rio Branco, 241 – Centro).

Entrada Franca.  

(De 11 a 15 de dezembro – Niterói (RJ) – programação em breve)

Programação:

22 de novembro (sexta): Sessão de Abertura | 19h

22 a 27 (exceto dia 26): Mostras Competitivas

26 de novembro (segunda): Não haverá sessão

27 de novembro: Sessão de Encerramento e Premiação | 19h

Entrada Franca (sujeita à lotação da sala)

Informações:

Email: archcinefestival@gmail.com

Facebook: www.facebook.com/archcinefestival

Instagram: @archcine