“No Virtual todos somos felizes” no Cândido Mendes

No Virtual todos somos felizes é uma tragicomédia calçada nos nossos dias atuais onde somos a persona que queremos mostrar ao mundo.

 

Na direção o renomado Anselmo Vasconcellos, que dispensa apresentações por conta de sua trajetória de grande reconhecimento no cinema, teatro e televisão.

 

Evidenciando a tendência mundial de mascarar a vida real, mostrando ao mundo apenas a nossa versão virtual perfeita, o espetáculo apresenta uma tragicomédia em que três mulheres vivem a vida social e a pessoal separadas, nesse mundo globalizado onde você é o que você aparenta.

 

Primeira ALICE com alto padrão de vida, casada, envolvida com causas sociais, espiritualizada.

 

Segunda LAÍS realizada no papel de mulher, esposa amorosa e  mãe dedicada  de  um filho perfeito.

 

Terceira HELOISA empresária, namoradeira, bem sucedida, almejando sempre novas realizações.

Será verdade?

Para quebrar a blindagem moral e social dessas mulheres que precisam expor sua humanidade, temos o enigmático psicólogo que as une e as expõe, e o celular, a verdadeira caixa de pandora dos dias atuais.

 

A partir daí revelações inusitadas vão surgindo, o que faz com que os personagens se desnudem numa surpreendente catarse emocional.

 

Sinopse:

 

Evidenciando a tendência mundial de mascarar a vida real, mostrando ao mundo apenas a nossa versão virtual perfeita, apresentamos uma tragicomédia em que três mulheres vivem a vida social e a pessoal separadas, nesse mundo globalizado onde você é o que você aparenta. Para quebrar a blindagem social dessas mulheres surge um novo personagem, e o celular, a caixa de pandora dos dias atuais.

 

 

Anselmo Vasconcellos

Já participou de mais de cinquenta filmes, entre os quais destaca: Se segura malandro de 1978 e Bar esperança, o último que fecha de 1983, ambos de Hugo Carvana, A república dos assassinos, de 1979 de Miguel Faria Jr e Brasília 18% de 2006 de Nelson Pereira dos Santos, entre outros.

 

Na televisão, participou de telenovelas, minisséries, atuou no humorístico Bronco exibido pela Band e atualmente atua no humorístico Zorra da Rede Globo.

 

Na função de diretor, foram mais de 30 espetáculos, seus últimos trabalhos: Saudade (2017) , 50 tons de loucura(2016) , O tombo (2014).

 

Mônica Guimarães, Atriz e bailarina

 

Bacharel em dança e coreografia pela Faculdade Angel Vianna. Atuou no Cinema no Longa- Metragem, Lelia Diniz e Medéia. Teatro destaca: Bonitinha, mas Ordinária, A Mulher sem Pecado, Karl Valentin. Televisão destaca: Suave Veneno, Por Amor, Hilda Furacão, O Rei do Gado. Trabalhou com Wolf Maia, Camilla Amado, Cécil Thiré, Andre Paes Leme, Walter Lima Jr, Sérgio Britto, Léon Góis e Carlinhos de Jesus.

 

Rô Sant´Anna, atriz , autora e diretora teatral

 

Graduada em teatro, Pós graduada em roteiro e Mestre em Educação. 2 vezes melhor atriz pela federação Carioca de teatro (1996 e 2004). Últimos trabalhos, atuou na novela O outro lado do paraíso.(Rede Globo 2017) e no longa metragem: A promessa ( lançamento em outubro 2019). É autora e diretora do musical infantil Big Bruxas Brasil. (Em cartaz no RJ)

 

Izabella Van Hecke, Atriz e produtora cultural

Atriz do monólogo “Super Moça”, indicada ao prêmio Porchat de humor (2019). Atuou também no teatro nas peças “Os Monólogos da Faxina”, “Pão com Ovo”, “A história de Suassuna e outros contos”, “A mulher sem pecado”, e “Geração Trianon”. No cinema atuou nos filmes “Alemão 2”, “Os Suburbanos”, “Tô Rica 2”. Últimos trabalhos destaca novelas “Rocky Story” e “A força do Querer”, na Tv Globo.


Carlos Neiva, ator, produtor e diretor

 

Pós-graduado pela CAL em direção teatral, licenciado em Teatro e bacharel em Publicidade e Propaganda com MBA em Marketing. Professor de Teatro, produtor cultural e comediante do projetos Noite da Comédia improvisada e Rio e Grande Elenco. Atua em novelas, mini-séries, sitcom, publicidade e cinema.

 

FICHA TÉCNICA

Texto: Rô Sant´Anna

Direção: Anselmo Vasconcellos

Elenco: Carlos Neiva, Izabella Van Hecke, Mônica Guimarães, Rô Sant´Anna

Iluminação e Trilha Sonora: Anselmo Vasconcellos

Fotografia: Carlos Costa

Operação de som e projeção: Dhandara Sant´Anna

Operação de luz: Marcus Saúva

Design Gráfico: Gabriela Cima

Assessoria de Imprensa: Júlio Luz

Figurino: Anderson Ferreira

Realização: Arte Relax Produtora

 

SERVIÇO

Teatro da Cândido Mendes

Rua Joana Angélica, 63 Ipanema

Temporada: de 09 de novembro à 15 de dezembro

Sábado e domigo as 17:00h. R$ 40,00

Classificação: 14 anos

Duração: 1h20 min

Gênero: Comédia Dramática

Capacidade: 100 lugares

Anúncios