Cine na Praça realiza o ciclo ‘Cidades e Conexões’ com sessões gratuitas em setembro

Se agosto trouxe de volta a uma realidade de pós-férias, setembro já faz correr nas veias o espírito das grandes metrópoles em movimento. Se São Paulo nunca pára, as vidas de seus habitantes também se desenvolvem numa atmosfera dinâmica, de idas e vindas, e cercadas da energia pulsante pela cidade. É nesse espírito que o Cine na Praça promove o ciclo Cidades e Conexões, com exibições gratuitas às quintas-feiras, às 19h, na Praça Victor Civita. A programação é patrocinada por Uber, Pernambucanas e ZEG, com produção executiva da Quest Consult, e levará os filmes ‘Medianeras’, ‘Encontros e Desencontros’, ‘Meia Noite em Paris’ e ‘Amor em Sampa’ para exibições abertas ao público, numa homenagem ao ritmo que os grandes centros urbanos proporcionam às nossas vidas.

Em complemento ao calendário do evento, no dia 26/9, a partir das 18h, ainda será realizada a roda de conversa “Mobilidade Urbana e os desafios na cidade São Paulo”, com Denise Silveira (ciclo ativista), Police Neto (vereador) e convidados. Na mesma data ainda haverá, antes do filme principal, exibição do curta documentário ‘Ciclovia Musical’.

No dia 05/09, primeiro dia das sessões do ciclo ‘Cidades e Conexões’, será exibido o longa-metragem argentino de 2011.  ‘Medianeras: Buenos Aires na Era do Amor Virtual’. O Drama/Comédia com 1h35 de duração, dirigido por Gustavo Taretto, é um retrato da solidão vivida por muitas pessoas que residem em grandes metrópoles e o contraponto das possibilidades de conexões fornecidas pela cidade. O filme conta a história dos quase vizinhos Martin e Mariana e suas relações com Buenos Aires. Sozinho, em meio a um momento de depressão, Martin não se conforma com a maneira com que a cidade cresceu. Um tanto neurótico, o web designer pouco sai e fica grande parte do tempo em frente ao computador, conectado. E é assim que, eventualmente, e por acaso, acaba conhecendo Mariana, também solitária e desiludida com a vida moderna numa metrópole. A partir desse encontro virtual suas vidas se entrelaçam e a cidade ganha novos significados.

Na semana seguinte, é a vez da obra que leva a assinatura de Sofia Coppola – responsável pelo roteiro, direção e produção – ter destaque no ciclo. O clássico do cinema Cult ‘Encontros e Desencontros’, de 2003, acompanha, em 1h42 de duração, o desenvolver de uma improvável amizade entre os personagens vividos pelos atores Bill Murray e Scarlett Johansson. O filme faz sentir, absorver e refletir sobre as escolhas que fazemos e onde elas nos levam. Focado exclusivamente em dois personagens, Bob Harris – uma estrela de cinema que está em Tóquio para fazer um comercial de uísque – e Charlotte – que está na cidade acompanhando seu marido, um fotógrafo workaholic que a deixa sozinha o tempo todo. Sem conseguir dormir por conta do fuso horário, Bob e Charlotte acabam, por acaso, se encontrando no bar de um luxuoso hotel e, em pouco tempo, tornam-se grandes amigos.

Faz tempo que Woody Allen deixou de ter apenas Nova York como cenário de suas obras. No fantasioso ‘Meia Noite em Paris’, de 2011, a Cidade Luz é uma importante protagonista da história vivida pelo personagem de Owen Wilson, que sempre idolatrou grandes escritores americanos e sonhava em ser como eles. Em 1h40 de filme somos levados a importantes pontos turísticos da capital francesa e, da mesma forma, nos deparamos com as figuras de grandes personalidades que moldaram a cultura do século passado, dentre eles, nomes como: Ernest Hemingway, F. Scott Fitzgerald, Pablo Picasso, Salvador Dalí, T. S. Eliot, Henri Matisse, Edgar Degas, Paul Gauguin e Henri de Toulouse-Lautrec. O filme é uma verdadeira obra-prima de Allen e também uma viagem ao passado, que se entrelaça com o presente, e mostra o organismo vivo que são as grandes cidades.

Para fechar o ciclo “Cidades e conexões” a capital paulista serve de cenário ao filme ‘Amor em Sampa’, de 2016, sob a direção de Carlos Alberto Riccelli e Kim Riccelli. Em 1h53 de duração somos apresentados a um pequeno espectro da diversidade da metrópole a partir de histórias de personagens como o taxista Cosmo, a aspirante a atriz Carol e sua amiga Mabel, Matheus, um diretor teatral mulherengo, a empresária Anis, e o casal Raduan e Ravid.

Sobre o Cine na Praça

O projeto foi idealizado em 2012 com a premissa de levar obras cinematográficas para o público em geral. Bem como inovar a experiência coletiva realizando exibições ao ar livre de forma gratuita. A programação é desenvolvida de forma colaborativa pela equipe do projeto e tem como intenção, sobretudo, apresentar filmes ousados, independentes e que promovem debates e reflexões sobre a temática que abordam.

A Praça Victor Civita

Situada na região de Pinheiros, zona oeste de São Paulo, é oásis em meio a cidade, bem como um museu a céu aberto onde a população tem a oportunidade de aprender e refletir sobre processos de construção sustentáveis, economia energética e responsabilidade sócio-ambiental. Sendo que, seu projeto é uma combinação de estética com urbanismo de primeira linha. Com design moderno e aconchegante o espaço se torna um ambiente perfeito para o Cine na Praça, proporcionando uma experiência única para os apreciadores da sétima arte.

SERVIÇO:

“CINE NA PRAÇA” / “CIDADES E CONEXÕES”

Datas e Horários: 5, 12, 19 e 26 de setembro (às quintas-feiras), às 19h.

Sessão especial (26 de setembro) às 18h.

Local: Praça Victor Civita | Rua Sumidouro, 580, Pinheiros

Ingresso: gratuito

Classificação Indicativa: ‘Medianeras’ – 14 anos

‘Encontros e Desencontros’ – 14 anos

‘Meia Noite em Paris’ – 12 anos

‘Amor em Sampa’ – 12 anos

Outras informações: (11) 5102-2050