“Minha Lua de Mel Polonesa” estreia em 29/08

Estreia na direção de Élise Otzenberger, que também assina o roteiro, MINHA LUA DE MEL POLONESA é uma história sobre o resgate das raízes familiares contada de forma leve, com doses cômicas. O longa, vencedor do prêmio da FIPRESCI (Federal Internacional de Críticos de Cinema) de Melhor Filme na última edição do Festival Internacional de Cinema de Moscou, estreia nos cinemas brasileiros em 29 de agosto.

Recém-casados, Anna (Judith Chemla, de A Vida de Uma Mulher) e Adam (Arthur Igual, de Amantes Constantes) são de origem judaica e moram em Paris. Quando Adam é convidado para participar da cerimônia em memória da cidade de seu avô, que foi destruída há 75 anos, eles encaram a viagem à Polônia como a oportunidade de finalmente terem sua lua de mel.

Ao contrário de Adam, que não está muito animado para a viagem, Anna está ansiosa para conhecer o país natal de sua avó e não vê a hora de descobrir mais de seu passado, que sempre fora um mistério para ela e se reconectar com suas raízes e seus antepassados. Ela só não imaginava quantas surpresas as terras polonesas reservavam para ambos.

MINHA LUA DE MEL POLONESA é o primeiro filme a ser exibido no circuito Caixa de Pandora, parceria entre a Pandora Filmes e Cinépolis, no segundo semestre de 2019. Com isso, o longa tem circuito garantido em 20 salas da rede, em 13 estados.

SINOPSE 
Anna e Adam, um jovem casal de Paris com origens judaicas polonesas, partem pela primeira vez rumo à Polônia. Eles foram convidados para comemorar os 75 anos da destruição da comunidade de nascimento do avô de Adam. Enquanto ele parece pouco animado com a viagem, Anna está ansiosa para descobrir o país, que também é a terra natal de sua avó. Finalmente, lá vão eles em busca de suas origens em uma jornada cheia de surpresas, durante a qual não encontrarão exatamente o que procuram.

FICHA TÉCNICA 
Direção e roteiro: Élise Otzenberger
Direção de fotografia: Jordane Chouzenoux
Produção: Alice Girard
Montagem: Pauline Dairou
Som: Matthieu Perrot
Elenco: Judith Chemla e Arthur Igual
País: França
Ano: 2018
Duração: 88 min.

SOBRE A PANDORA FILMES 
A Pandora é uma distribuidora de filmes independentes que há 30 anos busca ampliar os horizontes da distribuição de filmes no Brasil revelando nomes outrora desconhecidos no país, como Krzysztof Kieślowski, Theo Angelopoulos e Wong Kar-Wai, e relançando clássicos memoráveis em cópias restauradas, de diretores como Federico Fellini, Ingmar Bergman e Billy Wilder. Sempre acompanhando as novas tendências do cinema mundial, os lançamentos recentes incluem “The Square – A Arte da Discórdia”, de Ruben Östlund, vencedor da Palma de Ouro em Cannes, e “O Apartamento”, de Asghar Farhadi, vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Paralelamente aos filmes internacionais, a Pandora atua com o cinema brasileiro, lançando obras de diretores renomados e também de novos talentos, como Gustavo Steinberg, Ruy Guerra, Edgard Navarro, Sérgio Bianchi, Roberto Moreira, Beto Brant, Fernando Meirelles, Helena Ignez, Tata Amaral, Anna Muylaert, Petra Costa e Gabriela Amaral Almeida. Entre os próximos lançamentos, destacam-se “Greta”, de Armando Praça; “O Traidor”, de Marco Bellocchio, coprodução nacional, que concorreu à Palma de Ouro em Cannes; e “O Caso Morel” de Suzana Amaral.

Em 2019, a distribuidora criou o projeto Caixa de Pandora que visa programar filmes premiados, escolhidos através de uma cuidadosa curadoria para serem exibidos em salas comerciais da rede Cinépolis, em 25 cidades do Brasil.