Orquestra Petrobras Sinfônica recebe o maestro espanhol Francisco Valero-Terribas

O regente espanhol de destaque no cenário internacional Francisco Valero-Terribas comandará concerto da Orquestra Petrobras Sinfônica pela série Djanira no próximo dia 2/8, sexta-feira, às 20 horas, no Theatro Municipal. O trombonista João Luiz Areias, músico da OPES e professor da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), participa como solista, interpretando peça composta para ele por Marisa Rezende e que será apresentada pela primeira vez ao público.

Além da obra de Marisa (Liame para trombone e orquestra), estarão no concerto peças de Heitor Villa Lobos (Bachianas brasileiras nº 4) e Serguei Rachmaninoff (Sinfonia nº3, em lá menor, Op.44).

“É um enorme prazer retornar com a OPES para oferecer a excelente música do ilustre maestro Villa-Lobos junto com a estreia mundial de Liame, da reconhecida compositora Marisa Rezende. Além disso a Sinfonia nº3, em Lá menor, Op.44 de Serguei Rachmaninoff, mostra-nos através do desenvolvimento de temas populares russos e cantos ortodoxos a profunda dor do compositor em seu exílio. Um programa que mergulha nas raízes da nossa própria essência e mostra um amálgama requintado de instrumentações e técnicas de composições”, comenta o maestro.

A obra “Liame para trombone e orquestra” surgiu de uma colaboração iniciada no Grupo Música Nova, quando João Luiz Areias se tornou integrante do coletivo coordenado pela compositora Marisa Rezende. Dedicado à música contemporânea, o grupo fez mais de 100 estreias de obras de câmara para formações diversas e colaborou com a formação de repertório e divulgação da música de nosso tempo.

Segundo o músico, com a convivência próxima aos compositores, surgiram várias obras para trombone e algumas delas ultrapassaram o ambiente de câmara e se tornaram obras maiores como a Sonata para Trombone e orquestra de Alexandre Schubert. “A obra Liame para Trombone e orquestra, que terá sua estreia mundial neste programa, me foi dedicada com a generosidade peculiar da compositora, visando explorar as habilidades técnicas e interpretativas do protagonista. Destacar o potencial expressivo do trombone explorando suas emissões em registros extremos e sua natural habilidade para o Cantabile foram recursos utilizados nesta obra que aproxima o público desta experiência de presenciar uma primeira performance”, completa João Luiz Areias.

Programação

 

Francisco Valero-Terribas, regente

João Luiz Areias, trombone

HEITOR VILLA-LOBOS

Bachianas brasileiras nº 4

I. Prelúdio

II.Coral (Canto do sertão)

III.Ária (Cantiga)

IV.Dança (Miudinho)

MARISA REZENDE

Liame para trombone e orquestra (estreia mundial)

INTERVALO

SERGUEI RACHMANINOFF

Sinfonia nº 3, em lá menor, Op.44

I. Lento – Allegro

II. Adagio ma non troppo

III. Allegro

 

Serviço

 

Data: 02/08 (sexta-feira)

Horário: 20h

Local: Theatro Municipal do Rio de Janeiro – Praça Floriano, S/N – Centro

Telefones: (21) 2332-9191

Ingressos: ingressorapido.com.br

Frisa /Camarote: R$ 586,50

Plateia / Balcão Nobre: R$  98,00

Balcão Superior / Balcão Superior Lateral: R$ 58,65

Galeria Central / Galeria Lateral: R$ 19,55

Capacidade: 2.252 lugares

Classificação: livre

Anúncios