“Dinamarca” no Sesc Copacabana

Celebrando 15 anos de atividades em 2019, o grupo pernambucano Magiluth traz ao Rio de Janeiro o espetáculo “Dinamarca”, inspirado no clássico “Hamlet”, de William Shakespeare. A peça faz curta temporada no Teatro de Arena do Sesc Copacabana, entre 17 e 28 de julho (de quarta a domingo, às 19h). Dirigido por Pedro Wagner e com dramaturgia de Giordano Castro, “Dinamarca” integra a Trilogia da Destruição, iniciada na montagem anterior, “O Ano em que Sonhamos Perigosamente” (apresentada no Rio durante o Cena Brasil Internacional, em 2016), que surgiu no contexto das manifestações populares de 2013.

Conhecido por buscar o diálogo com o momento presente, o Magiluth se vale de obras atemporais como referências. Escrita por volta do ano 1600, “Hamlet” ecoa debates contemporâneos ainda hoje. Partindo daí, “Dinamarca” discute as relações sociais e suas bolhas. No elenco estão Bruno Parmera, Erivaldo Oliveira, Giordano Castro, Lucas Torres e Mário Sergio Cabral.

“Chegamos a cogitar montar o clássico como ele é, mas durante o processo de criação, em 2016, descobrimos que era muito latente ainda falar sobre questões políticas espinhosas”, explica Giordano. “A partir da obra de Shakespeare, discutimos essas bolhas sociais, das quais nós mesmo fazemos parte. Falamos sobre uma sociedade que precisa manter a festa acontecendo, ainda que passando por cima da podridão.”

Em cena, um grupo de amigos da mais alta nobreza está reunido para uma festa de casamento. Em meio às suas felicidades regradas e artificiais, tudo que eles querem é manter seu estilo de vida, encastelado e alheio ao mundo, no qual não existem “questões” e o status quo segue imutável. Eles vivem um momento hygge – conceito dinamarquês para definir uma sensação de conforto, bem-estar, contentamento, baseado nas pequenas coisas simples da vida.

O processo de criação de “Dinamarca” contou com a colaboração artística de Giovana Soar e Nadja Naira, integrantes da companhia brasileira de teatro, e também com o duo Pachka, formado pelos músicos Miguel Mendes e Tomás Brandão, que assinam o desenho de som da peça. “Dinamarca” estreou em 2017, em Recife, e a montagem já foi apresentada em São Paulo, Porto Alegre e Salvador. A última temporada que o Grupo Magiluth fez no Rio de Janeiro foi há cinco anos, com a peça “Aquilo que o meu Olhar Guardou para Você”.

SOBRE O MAGILUTH

Fundado em 2004, o Grupo Magiluth tem um trabalho de pesquisa e experimentação constante na cena teatral recifense, sendo apontado como um dos principais grupos teatrais do país. O Magiluth circula com seu conjunto de atores por diversos estados brasileiros. Nos dez espetáculos criados ao longo de catorze anos de existência, o grupo busca um teatro independente, de realização contínua e de extremo aprofundamento na busca pela qualidade estética.

Os espetáculos realizados foram: “Corra” (2007), “Ato” (2008), “1 Torto” (2010), “O Canto do Gregório” (2011), “Aquilo que o meu Olhar Guardou para Você” (2012), “Viúva, porém Honesta” (2012), “Luiz Lua Gonzaga” (2012), “O Ano em que Sonhamos Perigosamente” (2015), “Dinamarca” (2017) e “Apenas o Fim do Mundo” (2019).

O Magiluth participou de importantes projetos no cenário teatral brasileiro, tal como o Programa Rumos Itaú Cultural — Teatro. Em 2012 foi escolhido pela revista “Contigo!” pelo prêmio Talentos do Brasil e ainda apontado como a segunda melhor estreia do teatro nacional pelo “Guia da Folha de São Paulo”.

Site da companhia: http://www.grupomagiluth.com.br

FICHA TÉCNICA

Direção: Pedro Wagner

Dramaturgia: Giordano Castro

Atores:

Bruno Parmera

Erivaldo Oliveira

Giordano Castro

Mário Sergio Cabral

Lucas Torres

Stand in: Rafael Cavalcanti

Desenho de som: Miguel Mendes e Tomás Brandão (PACHKA)

Desenho de luz: Grupo Magiluth

Direção de Arte: Guilherme Luigi

Fotografia: Bruna Valença e Danilo Galvão

Design Gráfico: Guilherme Luigi

Técnico: Lucas Torres

Realização: Grupo Magiluth

SERVIÇO Espetáculo: “Dinamarca” Temporada: de 17 a 28 de julho de 2018. Local: Sesc Copacabana – Teatro de Arena. Informações: (21) 2547-0156. Endereço: Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana. Dias e horário: de quarta a domingo, às 19h. Ingressos: R$ 30 (inteira) | R$ 15 (meia) | R$ 7,50 (credenciado Sesc) Classificação: 18 anos. Duração: 120 minutos. Capacidade: 260 lugares.

Anúncios