Programação do CCJF

3ª Semana Nacional de Arquivos / seminário

O Centro Cultural da Justiça Federal, em sua missão de aproximar a Justiça da sociedade, participa da 3ª Semana Nacional de Arquivos, coordenando palestras e oficinas, entre os dias 4 e 7 de junho de 2019. Com o intuito de debater e compartilhar reflexões sobre a relação entre arquivos e cidadania e sobre a relevância da gestão dos arquivos para a promoção da transparência e da memória, o evento está em harmonia com a declaração da  XIX Conferência Ibero-americana de Ministros e Ministras de Cultura, que estabeleceu o ano de 2019 como o  Ano Ibero-Americano dos Arquivos para a transparência e a memória.

Programação e inscrições: http://www10.trf2.jus.br/ccjf/3a-semana-nacional-de-arquivos/
Organização: Arquivo Nacional (AN) e Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB)

De 04 a 07 
09 às 18h
Entrada Franca

Cinema

Grandes Clássicos e Sucessos do Cinema / cineclube

A série contempla filmes que marcaram a história do cinema, seja por ser um clássico ou por ter sido um grande sucesso de público. O objetivo é incentivar e facilitar o hábito de ir ao cinema, bem como o acesso do público aos títulos disponíveis no acervo do CCJF.
Filmes: Coleção Salete Maccalóz/CCJF
Programação e classificação indicativa: http://www.ccjf.trf2.jus.br

De 01 a 27
Sextas e sábados
18h

Dia 26
Quarta
16h

Cinema
Entrada franca
Espaço sujeito a lotação

Cineclube Dissidências Sexuais / cineclube

O projeto, coordenado pelo Núcleo de Rádio e TV da UFRJ, tem por objetivo promover o debate acerca da diversidade sexual por meio da exibição de curtas-metragens contemporâneos e debates com pesquisadores, realizadores e ativistas. Pensando nisso, propomos um espaço seguro de aprofundamento dos temas relacionados às dissidências sexuais.

Curadoria: Ronaldo Canabarro
Programação e classificação indicativa: http://www.facebook.com/dissidenciassexuais/

Dia 04
18h30
Entrada franca
Senhas uma hora antes
Cinema

 

Teatro

Bestas Urbanas / peça

As trajetórias de Bestas Urbanas se tocam em discurso, no pesadelo e na utopia. O caseiro que derruba um ministro de Estado. O tenor que se torna taxista e comete um ato desmedido. A família de um político sitiada pela multidão. Personagens imersos em uma realidade violenta e desejante, movidas pela busca de sua própria humanidade, insistindo em não ser dilaceradas pela engrenagem.

Dramaturgia e idealização: Francisco Ohana
Direção: Andrêas Gatto
Foto: Júlio Ricardo

Até 16/06
Sexta a domingo
19h
R$30 e R$15 (meia)
Teatro

Exposições

Memento Mori / artes plásticas

A exposição de Mayer reúne obras em diversas técnicas que versam sobre a construção do sujeito, do corpo e da morte. Ainda estabelece diálogos com a História da Arte, a Medicina Legal e a Psicanálise. A morte é proposta como matéria viva nas mãos do artista que, numa artesania

poética, dialoga a intrínseca relação entre morrer e viver.

Curadoria: Manuela Xavier

De 05/06 a 28/07
Terça a domingo
12h às 19h
Galerias do 1º andar


2 x SP / fotografia

O olhar atento de Malu Mesquita é um convite para explorar duas das infinitas versões da mesma São Paulo, o centro da cidade e o bairro da Mooca.
Curadoria:
Renato Negrão


Até 23/06

Terça a domingo
12h às 19h
Galerias do 1º andar

Paisagens Contemporâneas / artes plásticas

A mostra coletiva apresenta obras de 26 artistas que refletem sobre o conceito de paisagem. Considerando-se a paisagem um lugar contagiado pelo observador, seu ajuizamento fica ligado àquilo que a visão proporciona. Os artistas procuram, através de suas obras, representar essa localização, esse lugar no espaço, utilizando-se de sua plena subjetividade.

Curadoria: Greice Rosa


Até 16/06

Terça a domingo

12h às 19h

Galerias do 2º andar

Mergulhos / artes plásticas

Com mais de 30 obras entre gravuras, monotipias e pinturas em grandes formatos, a mostra nos permite percorrer todas as principais séries dos últimos 10 anos de produção da artista Sonia Wysard. Sua pesquisa pictórica abstrata nos convida a mergulhar através dos olhos e, desafiando os limites da visão, fruir num mundo feito de gestos, marcas e enigmas.

Curadoria: Cristiane Geraldelli

Até 30/06
Terça a domingo
12h às 19h
Galerias do 2º andar


Música

Tania Malheiros – A Banca do Distinto faz 60 anos / show

O show registra os 60 anos da primeira gravação do samba A Banca do Distinto, que Billy Blanco compôs a pedido de Dolores Duran: um clássico que marcou o combate ao racismo na MPB. Prestará, também, uma homenagem a Dolores Duran com a inesquecível A Noite do Meu Bem. Participam os músicos Kiko Chavez, Jimmy Santa Cruz e Gabriel Buzunga.

Dia 04
Terça
19h
R$40 e R$20 (meia)
60 min
Teatro

Luiz Zamith – Introspecção / show

O guitarrista e compositor carioca lança seu primeiro CD autoral Introspecção com composições instrumentais que mostram influências da música erudita, rock progressivo, jazz e MPB
contemporânea. Neste show, Luiz Zamith será acompanhado pela mesma banda que gravou Introspecção, formada por Augusto Mattoso (baixo), Elcio Cáfaro (bateria), Paulo Teles (flauta)
e Ronaldo Rodrigues (teclados).

Dia 05
Quarta
19h
R$40 e R$20 (meia)
80 min
Teatro

Série Música no Museu / concerto

O projeto Música no Museu tem como característica a formação de novas plateias, facilitando e incentivando a presença de crianças e jovens. A série contempla gêneros que vão do clássico ao contemporâneo e mescla novos talentos e nomes consagrados da música.
Programação: http://www.musicanomuseu.com.br

Dias 07 e 28 , sextas, 18h
Sala de Sessões
Dia 27, quinta, 15h
Teatro
Entrada Franca
Senhas 1 hora antes
60 mim