Cia de Danças de Diadema – 24 anos!

Premiada e atuante no Brasil e no exterior, a Companhia de Danças de Diadema comemora 24 anos de história com apresentações no Teatro Clara Nunes, no Centro Cultural Diadema, nos dias 17, 18 e 19 de junho. Os ingressos são grátis e devem ser retirados com 1 hora de antecedência.

Nos dias 17 e 18/5 (sexta e sábado, às 15h), a Companhia mostra seu mais novo espetáculo Nas Águas do Imaginar, montagem inédita para o público infantil com coreografia de Ton Carbones. No dia 18/5 (sábado, às 20h), o grupo entra em cena com Força Fluída, cuja coregrafia foi criada pelo sul-coreano Jaeduk Kim. E fechando a comeoração, no dia 19/5 (domingo, às 19h), o grupo apresenta EU por detrás de MIM, criação de Ana Botosso, vencedora dos prêmios APCA 2017 (Melhor Criação Coreográfica) e Governador do Estado de São Paulo 2018 (Modalidade Dança / Coreografia).

Nas Águas do Imaginar

Com coreografia de Ton Carbones, Nas Águas do Imaginar é a terceira montagem da Companhia de Danças de Diadema criada para o público infantil, precedida por A Mão do Meio – Sinfonia Lúdica (2015) e Meio em Jogo (2010). Esta é apenas uma apresentação que antecede sua estreia oficial nos palcos, a qual será informada oportunamente.

O espetáculo fala de uma criança que, ao dormir, é surpreendida por seres fntásticos que surgem em seu quarto, instigando uma viagem ao mundo do imaginar. Buscar o que está do lado de fora ou desbravar seu interior? Qual caminho seguir? A partir destas perguntas, o espetáculo convida para uma viagem por esse universo repleto de surpresas e fantasias. Basta pegar a passagem que custa apenas instantes de imaginação.

Força Fluída

Com coreografia assinada pelo sul-coreano Jaeduk Kim e direção geral de Ana Bottosso, Força Fluída estreou em 2017. O espetáculo harmoniza força e delicadeza em movimentos inspirados na cultura ancestral oriental pelo viés contemporâneo de Jaeduk. Artista de múltiplas facetas, o coreógrafo criou a trilha sonora baseada em cânticos de sua tradição oriental, utilizando a sonoridade de instrumentos típicos de sua cultura e voz monocórdia. A coreografia transita pelo minimalismo dos movimentos que dialogam com a música, com os sons, ora expressando-se com a força de um guerreiro, ora com a delicadeza de uma folha caindo no outono. Esses e demais elementos da ancestral cultura oriental se encontram na obra, traduzidos pelo olhar contemporâneo e sensível do criador e dos intérpretes da Companhia, que atuam em Força Fluída.

Sinopse: O fluxo natural vem da natureza. O fluxo da respiração está de acordo com a natureza. Qual é a força que flui…? O que faz o forte fluir…? (por Jaeduk Kim)

EU por detrás de MIM

A montagem EU por detrás de MIM (2017), que tem concepção, direção e coreografia assinadas por Ana Bottosso, foi inspirada em obras do artista visual dinamarquês Olafur Eliasson e no conto O Espelho, de Guimarães Rosa. Encontrar-se, perder-se, acreditar na imagem que lhe é refletida ao se deparar com os espelhos pode ser um profundo engano, mas como saber? Mergulhar em um mundo de reflexos, complexos, com nexos ou desconexos pode ser uma viagem sem volta.

Transitando pelos meandros dos reflexos e das reflexões, Bottosso imaginou um universo por detrás dos espelhos, um mundo além  do que conhecemos, para conceber a coreografia, em conjunto com o elenco da Companhia. A trilha sonora, especialmente criada por Fábio Cardia, faz uma analogia dos reflexos sonoros. Desde o primeiro contato com Olafur Eliasson na exposição Seu Corpo da Obra, em 2012, Ana sentiu-se motivada a criar algo que tratasse dos espelhos e seus reflexos. “As situações espaciais provocadas pelos espelhos eram de profunda ambiguidade sobre o dentro e o fora. Isto veio para o corpo, traduzido pela dança”, comenta. O prorcesso recebeu também influências do conto O Espelho, de Guimarães Rosa, que apresenta uma inquieta personagem e a descoberta de sua essência. “Encontrar ou pelo menos ter ciência da existência de outro(s) eu(s) que possa(m) coexistir é o desafio do espetáculo”, argumenta Ana Bottosso.

Ficha técnica

Direção geral: Ana Bottosso. Coreografia (Nas Águas do Imaginar): Ton Carbones e elenco. Coreografia (Força Fluída): Jaeduk Kim (Coreia do Sul). Coreografia (EU por detrás de MIM): Ana Bottosso. Assistência de direção e produção administrativa: Ton Carbones. Assistência de coreografia: Carolini Piovani. Concepção musical (Nas Águas do Imaginar): Luciano Sallun. Concepção musical e figurino (Força Fluída): Jaeduk Kim. Concepção musical (EU por detrás de MIM): Fábio Cardia. Desenho e operação de luz: Silviane Ticher. Sonoplastia: Daniela Garcia / Jeh Salles. Concepção e confecção de figurinos (Nas Águas do Imaginar): Rhazuk Perez. Confecção de figurinos (Força Fluída): Célia Bonifácio. Confecção de figurinos (EU por detrás de MIM): Cleide Aniwa. Cenógrafia e adereços (Nas Águas do Imaginar): Ateliárea Daniel Sapiência e Paula Martins. Professores de dança clássica: Márcio Rongetti e Paulo Vinícius. Professor de dança moderna: Reinaldo Soares. Orientação de yoga: Daniele Santos. Professores de dança contemporânea: Ana Bottosso, Carolini Piovani, Elton de Souza e Ton Carbones. Condicionamento físico: Carolini Piovani. Assessoria de imprensa: Verbena Comunicação. Assistência de produção: Daniela Garcia / Jeh Salles.

Elenco: Carlos Veloso, Carolini Piovani, Daniele Santos, Danielle Rodrigues, Elton de Souza, Guilherme Nunes, Júlia Brandão, Leonardo Carvajal, Thaís Lima, Ton Carbones e Zezinho Alves.

www.ciadedancas.apbd.org.br/

Facebook @companhiadedancas | Instagram @ciadedancasdiadema

Serviço

 

Companhia de Danças de Diadema – 24 Anos

 

17 e 18 de maio (sexta e sábado, às 15h) – Nas Águas do Imaginar

18 de maio (sábado, às 20h) – Força Fluída

19 de maio (domingo, às 19h) – EU por detrás de MIM

Centro Cultural Diadema – Teatro Clara Nunes

Rua Graciosa, 300. Centro, Diadema. Tel: (11) 4056-3366

Entrada franca (chegar com 1h de antecedência) – Classificação: Livre. 370 lugares

Anúncios