Lina Ponzi abre exposição na Sala José Cândido de Carvalho

A artista Lina Ponzi abre, no dia 14 de maio, terça-feira, às 19h, a exposição “Todo homem é erva”, com curadoria de Desirée Monjardim, na Sala José Cândido de Carvalho.

Na mostra, objetos ressignificados. A artista, em suas andanças pela cidade, encontra, a todo momento partes de materiais que se desprenderam do original. Nasce aí uma obra de arte. Pedaços que antes eram descartados ganham uma nova forma e um novo significado.

Todo homem é erva significa para a artista, “a consciência da nossa fragilidade, do efêmero e do lugar que habitamos e no qual cultivamos a nossa humanidade, na condição transitória da vida. Como a vegetação, que nasce abundante no campo e que tem o seu tempo próprio de crescimento, mas que seca e se desfaz, assim é a condição humana: frágil e transitória diante da vida”.

Finitude e temporalidade estão presentes na obra da artista quando manipula materiais e objetos, com um outro olhar que é determinante no seu processo criativo. “São coisas que destinadas ao fim se expandem em novos ciclos. É como a erva do campo que nasce, seca e reverdece”, explica Lina.

Ao realizar a análise da imagem na obra de Lina, a Professora Rosana Costa Ramalho de Castro (UFRJ) ressalta que “não é difícil de entender sua proposta se relacionarmos sua obra a nossa própria existência. Nascemos, crescemos, seguimos uma trajetória e, mesmo em cada uma dessas etapas mantemos um ponto em comum: nossa essência. Assim é a obra de Lina: está posta para que possamos olhar e compreender quem fomos e quem somos”.

Sobre a artista:

Participa do Vinho Lilás (desde janeiro de 2018) – grupo de estudos da arte contemporânea com os professores e, também artistas, Edmilson Nunes e Marcos Cardoso. Possui ateliê na Fábrica Bhering, desde 2016, na qual mantém um espaço expositivo e de vendas. Participou de diversas exposições como “Quem semeia vento colhe lindas tardes de amor”, Galeria de Arte UFF; “Deslocamentos”, na Galeria do Reserva Cultural; “12 da Bhering: Desenho como Leitura” – Galeria Biblioteca Parque RJ; além das individuais “Náufragos” e “Liquefeitas”, na FLIM.

SERVIÇO:

Exposição “Todo homem é erva”, de Lina Ponzi

Curadoria: Desirée Monjardim

Abertura: 14 de maio, terça-feira, às 19h

Visitação: de 15 de maio a 8 de julho de 2019, sempre de segunda a sexta, das 9h às 17h

Local: Sala José Cândido de Carvalho Endereço: Rua Presidente Pedreira, 98, Ingá, Niterói-RJ

Informações: (21) 2719-6939/ 2719-9900

Entrada gratuita

Anúncios