‘Solteira, inteira e feliz’ estreia no Candido Mendes, em Ipanema

Prestes a sair do apartamento onde viveu os últimos 20 anos, Júlia faz uma retrospectiva e fica de frente para as vitórias e derrotas de sua vida. Ela carrega consigo a perspectiva de muitas mulheres na faixa dos 40, atormentadas pelos padrões impostos pela sociedade, mas com a coragem necessária para realizar profundas transformações. Esse é o ponto de partida do espetáculo “Solteira, inteira e feliz”, escrito e encenado por Yaya Gazal.

O solo de comédia traz a atriz e autora no palco. Estreia no dia 15 de março, no Teatro Candido Mendes, em Ipanema, e fica em cartaz toda quarta e quinta-feira até 6 de junho. A direção é de Alexandre Contini. A direção de movimento é assinada por Sueli Guerra. Guta Stresser faz a locução da voz em off que dialoga com Yaya em cena.

Júlia é colunista de uma revista voltada para o público feminino, na qual compartilha suas experiências sobre os mais diversos temas: viagens, comportamento, relações amorosas e o tão urgente empoderamento feminino. Pronta para mudar de casa, ela registra em vídeo o último dia em seu apartamento. Júlia se recorda de todos os momentos em que teve a autoestima testada, e que precisou fazer um esforço a mais para quebrar padrões e sair da “matrix” que aprisiona todas as mulheres.

“Mesmo que tenha sofrido, nossa protagonista fica com o saldo positivo das vivências. As experiências amorosas são vividas da maneira que lhe convém, pois ela aprendeu a usufruir da liberdade. A intenção é levar as mulheres à reflexão, para que sejam mais leves com elas mesmas. A única certeza que as mulheres precisam ter é que merecem e devem ser felizes”, pontua Yaya.

“Solteira, inteira e feliz” marca a estreia de Yaya como autora. A atriz já participou de inúmeros programas e novelas da TV Globo, como “Malhação”, “Cobras e Lagartos”, “Sítio do Picapau Amarelo”, “Hilda Furacão”, entre outros. No teatro, fez clássicos como “Perdoa-me por me traíres”, de Nelson Rodrigues, e no cinema o filme “Amar é para os fortes”, de Marcelo D2.

 

Ficha técnica:

Texto e interpretação – Yaya Gazal

Direção – Alexandre Contini

Cenário e figurino – Filomena Mancuzo

Luz – Paulo Cesar Medeiros

Direção de movimento – Sueli Guerra

Programação visual – Samara Gazal

Assessoria de imprensa – Matheus Vieira

Produção executiva – Fabiana Araujo

Direção de produção e administração – Mancuzo Entretenimento

Realização – Plano B Produções Artísticas

 

Voz em off – Guta Stresser

 

Serviço:

“Solteira, inteira e feliz“

Teatro Candido Mendes – Rua Joana Angelica 63, Ipanema – Tel.: (21) 2523-3663

Estreia 15 de maio – até 6 de junho

Quartas e quintas feiras, às 20h

Ingressos: R$ 50,00

 

Capacidade: 103 lugares

Duração: 60 minutos

Classificação indicativa: 16 anos

Anúncios