Orquestra de Câmara da ECA/USP Inaugura Órgão de Tubos, dia 26, sexta

Orquestra de Câmara da ECA/USP, a OCAM, e a organista Ana Carolina Sacco, participam de evento gratuito, para inauguração do órgão de tubos Grenzing

 

Evento promovido pela USP, tem regência de Gil Jardim e Enrico Ruggieri, as apresentações terão obras de Beethoven, Mozart e Carl Philipp Emanuel Bach

 

Concerto – Orquestra de Câmara da ECA/USP

Participação da organista Ana Carolina Sacco

26/04/19 – sexta – 20h – Grátis

Faixa Etária: Livre – Duração: 70min – Capacidade: 650 lugares

Catedral Evangélica de São Paulo (R. Nestor Pestana, 136, Consolação, t.:(11) 3138-1600)

A OCAM, a Orquestra de Câmara da ECA/USP, participa do Festival de inauguração do órgão de tubos Grenzing, que foi instalado na Catedral Evangélica de São Paulo. O evento que começou em março e segue até junho, tem apresentações variadas de outras Orquestras, solistas e Corais. O novo órgão, que foi cedido à Catedral pela Universidade de São Paulo (USP), é fabricado pela empresa Gerhard Grenzing e é composto por cinco corpos, 3.400 tubos de metal e 175 tubos de madeira.

OCAM/ECA/USP

A Orquestra de Câmara da Escola de Comunicações e Artes da USP é caracterizada pela qualidade sempre marcante de suas performances musicais. Também pela maneira personalizada com que desenvolve todas as ações de comunicação e de relacionamento que sustentam sua proposta artística. Criada pelo maestro Olivier Toni (1926-2017), é dirigida, desde 2001, pelo maestro Gil Jardim, que tem desenvolvido um plano de ação caracterizado por programação do melhor nível artístico e trabalho pedagógico consistente.

                       

ANA CAROLINA SACCO (instrumentista: órgão de tubos)

Mestra em música pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP-SP), iniciou seus estudos de piano no Conservatório Musical São José de Limeira (SP), sua cidade natal. É organista e preparadora de naipes do Coro da Arquidiocese de Campinas (SP), e organista titular da Catedral Metropolitana de Campinas (órgão Cavaillé-Coll 1883).

Já atuou como organista junto às Orquestras Sinfônica de Limeira, Sinfônica de Campinas e Sinfônica da USP, sob a regência de Fernando Barreto, Karl Martin e Marcelo Lehninger, respectivamente. Em turnê pela Europa esteve à frente dos órgãos da Igreja de Santa Maria degli Angeli em Assis (Itália) e Catedral da Sé de Lisboa (Portugal).

GIL JARDIM, regência

É Diretor Artístico e Regente Titular da Orquestra de Câmara da ECA/USP – OCAM desde 2001. É professor livre docente do Departamento de Música da ECA/USP, lecionando Regência Orquestral. Entre 2006 e 2009, foi Chefe do Departamento de Música. Criou e dirigiu festivais internacionais de grande repercussão no Brasil e no exterior: “Festival Ex Toto Corde” e “Festival Internacional de Violão Leo Brouwer (I, II, III e IV)”. É autor de “O estilo Antropofágico de Heitor Villa-Lobos”.  Entre as suas gravações está o CD “Villa-Lobos em Paris”, contemplado com o Diapason d’Or e o Prime de Cultura da revista Bravo.

Entre os grupos brasileiros que já dirigiu estão a Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo (OSM), Orquestra de Câmara da OSESP, Orquestra Experimental de Repertório (OER), Orquestra Sinfônica Petrobras, Orquestra Sinfônica Nacional Juvenil do Peru, Orchestra Haydn de Bolzano Y Trento (Itália), etc.

Além de trabalhar com inúmeros solistas de renome da música erudita, realizou também concertos com personalidades da música popular como Egberto Gismonti, Milton Nascimento, Gilberto Gil, Gianluca Littera, Measha Brueggergosman, entre outros.

ENRICO RUGGIERI, regência

É bacharelando em Regência pela USP, onde estudou com Gil Jardim, Marco Antonio da Silva Ramos, José Luis de Aquino e Amilcar Zani. É formado na EMMSP, tendo como professores, entre outros, Olivier Toni (composição) e Dante Cavalheiro (harmonia).

Foi pianista correpetidor do Coro de Câmara Comunicantus (2015 a 2018). Atuou como regente-tutor no Projeto Canta São Paulo do Theatro Municipal, ligado ao Coral Paulistano Mário de Andrade. Desde 2017 trabalha como pianista correpetidor e professor de teoria, coral e iniciação no Guri Santa Marcelina. Em 2017, foi regente-assistente do Coral da ECA e desde 2018 é regente assistente da Orquestra de Câmara da ECA-USP.”

Programa: 

 

Wolfgang Amadeus Mozart         Sonata da Chiesa No. 14 em Do Maior, KV 278

                             Gil Jardim, regência

 

Ludwig van Beethoven       Sinfonia no. 1 em Dó Maior, op. 21

Enrico Ruggieri, regência

 

Carl Philipp Emanuel BachConcerto em Sol Maior para Órgão e Orquestra, Wq 34

                                           Ana Carolina Sacco, órgão

                                           Gil Jardim, regência

Anúncios