2º Concerto de Música Clássica nas Estrelas em 2019

No sábado, dia 27 de abril. vai acontecer o  2º concerto da Série Música Clássica nas Estrelas, às 17 horas, na Grande Cúpula Carl Sagan do Planetário da Gávea (Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100), com Alexandre Rachid, pianista, organista, compositor e professor da UFRJ. No programa, estilos eruditos em piano solo, usando O trenzinho do caipira de Villa-Lobos (4º movimento da Bachianas Brasileiras Nº 2) como tema a ser improvisado nos estilos de Bach, Mozart, Debussy, Prokofiev e Rachmaninoff.

Serviço:
2° Concerto de Música Clássica nas Estrelas com  Alexandre Rachid
Local:Grande Cúpula Carl Sagan do Planetário da Gávea
Endereço: Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100
Preço: R$30,00 (trinta reais), com meia- entrada para maiores de 60 anos e professores. Gratuito para estudantes e servidores municipais. Os ingressos poderão ser comprados antecipadamente no site do Planetário (planeta.rio

). O próximo concerto será no sábado 04 de maio, às 17h com o Trio Mignone, composto por Miriam Grosman, piano; Afonso Oliveira, flauta; e Ricardo Santoro, violoncelo.

Programa:
ALEXANDRE RACHID – PIANO SOLO
IMPROVISAÇÃO DE ESTILOS ERUDITOS
Duração musical aproximada: 50’
O programa consiste na improvisação de um tema em cinco estilos eruditos.
Tema a ser improvisado:  Heitor Villa-Lobos (1887-1959), 4º movimento da Bachianas Brasileiras Nº 2, Tocata (O trenzinho do caipira), 1930.
Estilos:
1. Johann Sebastian Bach (1685-1750), cerca de 10’.
2. Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791), cerca de 10’.
3. Claude Debussy (1862-1918), cerca de 10’.
4. Sergei Prokofiev (1891-1953), cerca de 10’.
5. Sergei Rachmaninoff (1873-1943), 10’

Sobre o artista:
Alexandre Rachid é organista, pianista e compositor nascido no Rio de Janeiro; sendo Professor Adjunto de Órgão da Escola de Música da UFRJ. Atualmente é o Curador da Série Internacional de Órgão da UFRJ. Doutor em Composição pela UNIRIO, orientado pelo Prof. Dr. Ricardo Tacuchian. Bacharel e Mestre em Órgão pela UFRJ, com tese sobre a Messe de La Pentecôte para órgão de Olivier Messiaen, na classe da Profª Drª Gertrud Mersiovsky. Bacharel em Composição na classe da Profª Drª Marisa Rezende. Bacharel em Odontologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). Medalha de Ouro em Órgão pela UFRJ, com louvor e por unanimidade
Compôs o primeiro Concerto para Órgão e Orquestra do Brasil, executado em 2014 com a Orquestra Sinfônica da UFRJ. Compôs a obra Ave Maria para Coro e Orquestra, para ser executada por ocasião da vinda do Papa João Paulo II ao Rio de Janeiro, com estreia mundial em 30 de junho de 1997, com a Orquestra Sinfônica da Escola de Música da UFRJ e Coro da Universidade Católica de Petrópolis sob regência de Ernani Aguiar. Sua obra Variações sobre um Tema Chinês para piano foi estreada na China, no Grande Teatro da Universidade de Pequim, em 2007, por Clélia Iruzun, e apresentada no Brasil em 2012, com transmissão ao vivo, pela Rádio MEC. Em 2014 compôs a obra para piano Variações sobre o tema dos barqueiros do Rio Volga dedicada ao professor e pianista Giulio Draghi, com estreia na reinauguração da Sala Cecília Meirelles em 2014.
Foi finalista do Concurso Internacional de Improvisação ao Órgão e ao Piano, de Montbrison (França). Participou do Concurso Internacional Queen Elisabeth, na Bélgica, com a obra Rondó Brilhante para Piano e Orquestra, com estreia mundial pela Orquestra Sinfônica da UFRJ em 2000, sob a regência do maestro André Cardoso, com o professor Giulio Draghi como solista. Em 2016, estreou no XXVIII Panorama da Música Brasileira Atual a obra Raphsodie para órgão solo sobre o tema Ite Missa est, Alleluya.

Mais informações com Nelson de Franco,
Curador da Série Música Clássica nas Estrelas, Planetário da Gávea
Av. Borges de Medeiros,83/302
Leblon,22430-041
99676-3040/2274-9972
Anúncios