CCJF promove II Seminário Mulher, Poder e Democracia

O Centro Cultural Justiça Federal (CCJF), em sintonia com a Agenda 2030 da ONU para o Desenvolvimento Sustentável, deseja reafirmar a importância do que está consignado no Objetivo número 5, que prevê acabar com todas as formas de discriminação e violência contra todas as mulheres e meninas. Dessa forma, realiza a segunda edição do evento  Mulher, Poder e Democracia, juntamente com o evento  Interseções entre Direitos e Po(éticas).

O encontro acontece entre os dias 27 e 29 de março e visa debater reflexões sobre ideias e ações de mulheres nas áreas jurídicas, artísticas e científicas, cujas obras vêm influenciando novas concepções de Direitos Humanos. Além de mesas-redondas, as participantes terão acesso a mesas de comunicação, vídeos-debate, exposições, roda de conversa, sessões de cinema, concertos musicais, entre outras atividades.

As inscrições para submissão de trabalhos do  Seminário no CCJF estão abertas inscrições são gratuitas e podem ser feitas no  site do CCJF gratuitamente. Serão aceitos trabalhos na modalidade comunicação oral, relacionados à temática feminina, para serem apresentados nas mesas de comunicação até o dia 20/03.

Além disso, para ouvintes que desejam assistir ao Seminário e participar das atividades, serão concedidas horas de atividade complementar. Logo abaixo, é possível conferir a programação do evento.  Inscreva-se e participe!

 

27/03 (quarta-feira)

• 10h – 10h30: Mesa de Abertura
Participantes:

André Fontes: Presidente do Tribunal Regional da 2ª Região. Doutor em Direito e Professor do Programa de Pós-Graduação em Direito da UNIRIO.

Reis Friede: Desembargador Federal. Diretor do CCJF. Doutor em Direito Público pela UFRJ.

Ana Tereza Basilio: Vice-Presidente da OAB-RJ.

Carmen Silvia: Juíza Federal da Seção Judiciária do Rio de Janeiro.  Juris Doctor pela University of Miami. Doutoranda no programa de Sociologia e Direito da UFF.


Mediação:
Maria Geralda de Miranda: Pós-Doutora em Políticas Públicas pela UERJ e em Narrativas Visuais pela Universidade de Lisboa. Diretora Executiva do CCJF.

 

• 10h40 – 12h30: Mesa “Os desafios contemporâneos das mulheres: entre Justiça e Literatura”
Participantes:

Vanessa Oliveira Berner: Doutora em Direito pela UFMG. Professora Titular da UFRJ.

Heloisa Helena Oliveira Buarque de Hollanda: Professora Emérita do Programa Avançado de Cultura Contemporânea, da Faculdade de Letras da UFRJ.

Ana Mafalda Leite: Professora Associada com Agregação do Departamento de Literaturas Românicas. Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL)


Mediação:
Priscila Correia:
 Juíza Federal na Seção Judiciária do Rio de Janeiro. Mestrado em Justiça Administrativa pela UFF. Integrante do Ajufe Mulheres.

 

• 13h – 14h: Intervalo

 

• 14h – 17h: Mesa Subjetividade, expressões de gênero e resistências femininas

Participantes:
Prof.ª Bárbara Breder Machado: 
Professora do Departamento de Psicologia da UFF. Doutora em Ciência Política pelo PPGCP/UFF.

Heloísa Melino de Moraes: Doutoranda em Direitos Humanos, Sociedade e Arte, pesquisadora do Laboratório de Direitos Humanos da UFRJ.

Nilza Rogéria de Andrade: Doutora em Serviço Social. Professora do Programa de Pós-graduação em Serviço Social da PUC.


Mediação:
Angela Roberti: Doutora em História. Professora da UERJ.

 

• 17h: Mesas de Comunicações

28/03 (quinta-feira)

• 10h – 12h: Mesas de Comunicações

 

• 13h – 15h: Mesa “A pluralidade dos saberes femininos: reflexão sobre direitos das mulheres”

Participantes:
Arlinda Cantero Dorsa: 
Doutora em Língua Portuguesa pela PUC-SP. Coordenadora edo Programa de Pós-Graduação da Universidade Católica Dom Bosco/MS.

Talita Menezes: Professora da UFRRJ e Presidente do Fórum Regional da Leopoldina OAB-RJ.

Nataraj Trinta: Historiadora formada pela UFF e especialista em História das Mulheres e História Iconográfica Brasileira.

Julia Oliveira: Mestre em Teatro pela UNIRIO e integrante do Coletivo de Mulheres Elas Existem.

Major Claudia Moraes: Major da PMERJ. Mestre em Ciências Sociais pela UERJ. Integra a Comissão Especial de Segurança da Mulher do Conselho Estadual de Direito da Mulher – CEDIM/RJ.

Mediação: 
Georgina de Queiroz dos Santos: Mestre em Serviço Social pela UFRJ. Assistente Social da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro.


• 15h30 – 17h30: Mesa “As relações de gênero e raça no sistema de justiça”

 

Participantes: 

Adriana Cruz: Doutora em Direito pela UERJ. Juíza titular da 5ª. Vara Federal Criminal.

Thula Rafaela de Oliveira Pires: Doutora em Direito pela PUC-Rio. Professora nos cursos de Graduação e Pós-Graduação do Departamento de Direito da PUC-Rio.

Rhaysa Sampaio Ruas da Fonseca: Bacharel em Direito pela UERJ. Pesquisadora da Anistia Internacional Brasil.

Marina Marçal do Nascimento: Mestra em Relações Étnico-Raciais pelo CEFET/RJ. Coordenadora do Grupo de Trabalho Mulheres Negras da OAB RJ (2017-2018).


Mediação:
Caroline Rocha dos Santos: Graduada em Direito pela UFRJ. Professora no curso de Direito da Faculdade Gama e Souza. Doutoranda em Direito na UERJ.

29/03 (sexta-feira)

• 10h – 12h: Roda de Conversa “Artesanato das Mulheres Terena e Kadiwéu”

Maria Augusta de Castilho: Doutora em Ciências Sociais pela USP. Pesquisadora do Programa de Pós-Graduação da Universidade Católica Dom Bosco/MS.

 

• 12h – 13h: Intervalo

 

• 13h – 15h30: Mesa “Entre o poder a violência: sistema de justiça e feminicídio”

Participantes:
Ana Lucia Sabadell:
 Doutora em Direito – Universität des Saarlandes. Pós-doutorado na Universidade Politécnica de Atenas. Professora titular de teoria do direito da UFRJ.

Lívia de Meira Lima Paiva: Doutoranda em Direito e Mestre em Direito, ambos na UFRJ. Professora efetiva do IFRJ.

Adriana Ramos de Mello: Juíza Titular do I Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do Rio de Janeiro. Doutora pela Universidade Autonoma de Barcelona.


Mediação:

Nadia Xavier Moreira: Doutora em Serviço Social pela UFRJ. Assistente social militar da Marinha do Brasil.

 

• 15h30 – 17h30: Mesa de encerramento”Entre a ética e a abertura ao pensamento poético feminista”
Participantes:

Priscila Menezes de Faria: Doutora em Artes Visuais pela UERJ, com período sanduíche na Universidade Paris 8.

Taís Bravo: Cofundadora e Editora de conteúdo na Mulheres que Escrevem. Graduada em Letras pela UFRJ.

Naide Marinho: Advogada do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação – SEPE. Conselheira da OAB – triênio 2019-2021. Integrante do Movimento da Mulher Advogada

Letícia Brito: Poeta. Dedica-se à poesia falada. Integra a produção e realização do Slam das Minas RJ.

Mediação: 
Inês Tavares: Doutora em Direito e Professora da UFRJ.

Atividades extras

•  Cinema

– 27 mar, 17h: Exibição do filme “Legítima defesa”, seguido de debate
Participantes:
Susanna Lira: Direção e roteiro
Sara Stopazzolli: Roteiro
Leda Stopazzolli: Produção
Ursula: Protagonista de uma das histórias abordadas


Documentário que conta a história de mulheres que foram vítimas de constantes agressões por parte de seus companheiros. Porém, contrariando as estatísticas e o destino comum à maioria, elas matam o homem que amavam para sobreviver.

Entrada franca
Classificação: 14 anos

 

– 28 mar, 17h40: Exibição do curta “Você não tem cara de advogada”, seguido de debate com as advogadas e a produtora.

Participantes:
Marina Marçal: produção

 

Documentário sobre mulheres advogadas negras em depoimento sobre dificuldade de atuação profissional diante do racismo.
Entrada franca 

•  Exposições

–  Femininos Pessoais  / fotografias
A mostra apresenta o trabalho de fotógrafas que utilizam o auto-retrato como suporte de expressão. São 25 artistas, entre nomes brasileiros e internacionais da fotografia contemporânea.
Curadoria e produção: Rococó Clean


De 20/03 a 28/04

Terça a domingo
12h às 19h
Galerias do 2º andar

Entrada franca

– Poética entre Mulheres /  artes plásticas
Criada a partir do diálogo de cinco artistas contemporâneas: Larissa Silva, Isabel Carneiro, JLo Borges, Letícia Brito e Camila Camiz. A proposta é remeter ao conjunto de possibilidades de resistência das mulheres.
Curadoria: Lara Larissa


De 16 a 31/03
Terça a domingo
12h às 19h
Galerias do 1º andar

Entrada franca

– Pernas pra que te quero /  esculturas
As obras da artista Aline Matheus, que usou um único par de pernas para criar trabalhos diversos, refletem a vontade das mulheres de atingirem a plenitude dos gestos, contribuindo para consolidar uma sociedade harmônica e igualitária.
Curadoria: Claudio Boeckel
Realização: Confraria da Paixão
Produção: Ventania Cultural


Até 31/03

Terça a domingo
12h às 19h
Galerias do 1º andar
Entrada franca

•  Música

– Orquestra de Mulheres do Rio de Janeiro / concerto

Com um programa que inclui obras que tenham a mulher como personagem de seus temas e enredos, como a ópera Carmen (Bizet), Lakmé (Delibes), dentre outras, a Orquestra de Mulheres do Rio de Janeiro faz sua primeira apresentação.

Dia 27/03
Quarta
19h
Entrada franca 

Anúncios