“Pangeia” no Oi Futuro

O Oi Futuro apresenta a estreia nacional do espetáculo infantojuvenil Pangeia, que ficará em cartaz de 26 de janeiro a 24 de março, com sessões aos sábados e domingos sempre às 16h. A peça, que originalmente foi montada em Portugal, ganha sua versão brasileira com os atores João Velho e Priscila Maia nos papéis de dois pesquisadores que investigam objetos icônicos presentes em vários contos dos Irmãos Grimm. Nessa investigação, ganham voz – literalmente – o sapato da Cinderela, o espelho da Branca de Neve, o chapéu da Chapeuzinho Vermelho, as migalhas de João e Maria, entre outros. A criação e a instalação visual são assinadas pelo dramaturgo e diretor português Tiago Cadete.

PANGEIA é uma viagem sonora e visual pelo universo dos irmãos Grimm na qual o palco se transforma num museu imaginário de objetos curiosos que remetem ao universo dos contos fantásticos, como a floresta cheia de armadilhas, a magia negra da bola de cristal ou os feitiços da bruxa má. Na primeira fase do espetáculo, as crianças estão sentadas na plateia, onde os investigadores-arqueólogos lhes apresentam um mistério que precisa ser resolvido em uma espécie de caça ao tesouro. Numa segunda fase, o grupo sobe para o palco e, com a ajuda de fones de ouvido e mp3 que contém várias pistas sonoras, vai sendo revelada a história dos irmãos Grimm sob o ponto de vista do objeto representativo de cada conto.

“Para este projeto foram lidos os 200 contos dos irmãos Grimm e, posteriormente, foi criada uma base de dados que reúne características comuns aos vários contos, tais como personagens, locais, objetos representativos dos contos, número de páginas, finais felizes, etc. Com esta base de dados foi criado um discurso paralelo às histórias que de outra forma seria impossível. É com esta análise metodológica que o espetáculo Pangeia se constrói”, afirma Tiago, acrescentando que a montagem reúne várias linguagens como o teatro, a dança e as artes visuais, recuperando assim a ideia dos Gabinetes de Curiosidades criados no século XVI, considerados os precursores dos museus de arte.

Entre os artistas convidados para dar voz aos objetos estão Enrique Diaz, José Loreto, Mateus Solano, Cissa Guimarães, Vera Holtz.  

O espetáculo é realizado por meio do patrocínio do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro e da Oi, com apoio cultural do Oi Futuro.

Serviço

Pangeia

Temporada: 26 de janeiro a 24 de março de 2018 (sábados e domingos às 16h)

Local: Oi Futuro – Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo

Telefone: (21) 3131-3050

Capacidade: 63 lugares

Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$10 (meia)

Duração: 45 minutos

Classificação indicativa: 08 anos

FICHA TÉCNICA:

Criação e Instalação visual/sonora – Tiago Cadete

Pesquisa de projeto – Tiago Cadete, Jonas Lopes, Leonor Cabral e Bernardo Almeida

Interpretação – João Velho e Priscila Maia

Voz off: Alessandra Colasanti, Cesar Augusto, Cissa Guimarães, Dani Lima, Denise Stutz, Enrique Díaz, Fabiano de Freitas, Felipe Rocha, Isabél Zuaa, Jefferson Schroeder,  José Loreto, Luciana Fróes, Mateus Solano, Nanda Felix, Paulo César Pereio, Pedro Henrique Müller, Pedroca Monteiro, Poliana Paiva, Raphael Logam, Renato Linhares, Stella Rabello, Vera Holtz

Figurinos – Carlota Lagido

Produção de figurino e objetos – Carla Ferraz

Assistência produção de objetos – Marcio Newlands

Coordenação de Produção – Julia Baker

Produtor – Gustavo Canella

Assistente de produção – Juliana Pontigo

Programador Visual – Marcello Talone

Assistente de comunicação – Larissa Vaz

Assessoria de imprensa – Lyvia Rodrigues\ Aquela Que Divulga

Fotografo – Elisa Mendes

Filmagem e teaser – Luis Guilherme Guerreiro

Operador de som – Thiago Kropf

Operador de luz – Giulia Del-Penho

Coordenação financeira e administrativa: Renata Pimenta

Formação de público – Juliana Pereira

Realização: Bomba Criativa Produções

Anúncios