Exposição, feijoada, samba e jongo marcam festa de 98 anos de Tia Maria

Mesmo se recuperando de duas cirurgias nos olhos e um Herpes Zoster, Tia Maria abre as portas da Casa do Jongo da Serrinha para receber quem quiser assoprar as 98 velinhas com ela, no próximo dia 30 de dezembro, a partir das 12h. A comemoração contará com a exposição de arte coletiva “Alfabeto do Samba” e também com passistas do projeto “Plus no Samba RJ”. O almoço, servido de 13h as 16h, será acompanhado de uma roda de samba informal, formada pelos amigos e convidados.

98 anos é digno de comemoração! E por isso, não poderíamos deixar de homenageá-la. A Casa do Jongo é o local do seu dia a dia com as crianças e a comunidade, então decidimos fazer algo simples, mas do jeitinho que ela gosta. Aos que a admiram, é só chegar com alegria, cantar e aproveitar com nossa aniversariante”, conta Lazir Sinval, sobrinha neta e coordenadora cultural da Casa.

O projeto Alfabeto do Samba, criado para homenagear os 100 anos do ritmo musical ícone do Brasil, estará pela primeira vez em exposição permanente no Rio de Janeiro. A ideia do curador Redson Pereira, foi contemplar artistas, ilustradores e homenageados, que tivessem em comum o nome começando pela mesma letra, retratando de A a Z, grandes personagens da história do samba, por meio de obras únicas.

Para essa exposição, que está pela primeira vez em local permanente aqui no Rio de Janeiro, e que inicia no aniversário de Tia Maria, e termina somente em março, serão trazidas 28 obras. Entre elas ícones da Serrinha e do Império Serrano, como Silas de Oliveira, Roberto Ribeiro e Wilson das Neves e outras referências clássicas como Candeia, Elza Soares, Cartola e Clementina, por exemplo.

“Nós aqui da Casa do Jongo incentivamos a diversidade em todos os aspectos da cultura. Estamos muito felizes em conseguir trazer exposição de arte e passistas plus size  para o nosso centro cultural, no dia do  aniversário da nossa querida Tia Maria”, fala a sorridente Lazir . As integrantes do projeto “Plus no Samba RJ”, que tem como padrinho o carnavalesco Milton Cunha, são passistas plus size, que em 2019, vão desfilar em uma ala exclusiva, com aproximadamente 80 mulheres, nas escolas Paraíso do Tuiuti e na Lins Imperial. Para comemorar com a matriarca da Serrinha, cerca de 10 participantes do Projeto, incluindo a jongueira Karin e a diretora Nilma Duarte, vão mostrar samba no pé junto com o grupo Herdeiros.

Quem for prestigiar Tia Maria pode colaborar levando um quilo de alimento não perecível, o que ajuda na manutenção da Casa do Jongo. “A festa deste ano será intimista, mas com as portas abertas para quem quiser dar um beijo em nossa rainha. As velinhas do bolo serão sopradas às 16h, visto que é véspera da virada do ano e nossa aniversariante, apesar de muito festeira, vem de  duas cirurgias nesse ultimo semestre. A ideia é comemorar, mas sem estender muito o evento”, finaliza Lazir.

Anúncios