JOÃO DONATO e a BOSSA NOVA com as participações de Paula Morelenbaum e Cris Delanno na Sala Baden Powell

“JOÃO DONATO e a BOSSA NOVA” é o nome do show que o pianista João 

Donato apresentará na Sala Municipal Baden Powell, onde é o

 residente artístico, no dia 26 de novembro/2018, 2af, as 21h, com as 

participações especiais de Paula Morelenbaum e Cris Delanno e ingressos 

a R$ 60,00 / R$ 30,00 (meia).

João Donato é um dos grandes nomes da música brasileira, precursor da Bossa Nova e constante renovador da música brasileira. Como compositor, suas parcerias vão de A a Z, de Tom Jobim a João Gilberto, passando por Cazuza, Fernanda Takai, Caetano Veloso e Gilberto Gil. Suas obras foram interpretadas por grandes nomes da música brasileira e do mundo.

Neste show, com duas cantoras da geração contemporânea da Bossa Nova, Paula Morelenbaum e Cris Delanno, João Donato, junto com sua banda de feras, os melhores músicos instrumentistas da atualidade, promete um grande espetáculo de bossa nova, com leituras exclusivas e releituras de seus clássicos.

O show foi montado exclusivamente para integrar o calendário do projeto piloto “The Midem Latin American Forum”, no Rio. Há 53 anos o Midem é realizado em Cannes e conta com a presença de mais de 80 países, que se reunem para potencializar negócios e apoiar o desenvolvimento de mercados musicais internacionais.

O encontro inédito de Donato, Paula e Cris, no teatro em que João Donato é residente artístico, também marca a primeira ação artística do movimento “Palcos do Rio – Music Venue Network”, que integra 20 palcos da cidade, como Circo Voador, Carioca da Gema, Blue Note Rio, Beco das Garrafas e outros, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado, com o apoio do Sebrae/RJ. Mais em https://www.facebook.com/palcosdorio/

Com Paula Morelenbaum, Donato gravou um CD inteiro com obras de sua autoria e fez turnê pelo Brasil e Japão. Cris Delanno já gravou Donato e com ele se apresentou em importantes shows de Bossa Nova pelo Brasil.

JOÃO DONATO – Nascido em 17/8/1934, em Rio Branco, Acre, o compositor, pianista e arranjador João Donato de Oliveira Neto fez sua primeira gravação em 1949, aos 15 anos, tocando acordeon, no disco de estreia de Altamiro Carrilho. Em mais de 60 anos de carreira a sua sofisticada simplicidade vem servindo como referência para músicos, intérpretes, compositores e arranjadores do mundo todo. Sua obra atravessa estilos e gerações. Vai da bossa-nova, samba e baião, ao bolero, jazz, música de concerto, canção popular e temas instrumentais. Sua viagem por vários gêneros da música torna impossível classificá-lo. É difícil encontrar um nome de peso da música brasileira que não tenha sido envolvido por suas melodias e por seu estilo único. João Donato, ao lado de Dorival Caymmi, Ary Barroso, João Gilberto, Tom Jobim, Moacir Santos, Eumir Deodato, Sergio Mendes, entre outros importantes compositores e músicos brasileiros, forma o time dos que tornaram o Brasil reconhecido internacionalmente por sua música.

Paula Morlenbaum – começou a carreira profissional em 1979 como um dos integrantes do grupo Céu da Boca, com o qual gravou dois discos, “Céu da Boca”, em 1981, e “Baratotal”, em 1982. A partir de 1984 passou a integrar a Banda Nova, grupo que passou a acompanhar Tom Jobim em discos e shows por todo o mundo, sendo uma das cantoras (ao lado de Simone Caymmi, Maucha Adnet, Ana Jobim e Elizabeth Jobim) do grupo vocal que passou a caracterizar a sonoridade da música de Tom a partir de então, acompanhando Tom por mais de 10 anos, durante os quais gravou em discos como “Passarim”, “Antônio Brasileiro” e “Tom Jobim: Inédito”. Como vocalista de Tom, cantou nos Estados Unidos, Japão, Canadá e Europa. Casada com o violoncelista Jacques Morelembaum, iniciou carreira solo em Nova York por volta de 1990, apresentando-se em clubes de jazz. O primeiro disco solo, “Paula Morelenbaum”, produzido por seu marido, saiu em 1992, tendo ganho no ano seguinte o Prêmio Sharp de Revelação Feminina, na categoria pop-rock. Em 1994 realizou o show “Chica-chica-boom-chic”, apresentando parte do repertório de Carmen Miranda. Em 1994 a Banda Nova se desfez com o falecimento de Tom Jobim. Em 1995 passou a fazer parte do Quarteto Jobim Morelenbaum, ao lado de Jacques, Daniel e Paulo Jobim, com o qual lançou em 1999 o CD “Quarteto Jobim Morelenbaum”. Em 2001 lançou com Ryuichi Sakamoto e Jacques Morelenbaum o CD “Casa”, somente com composições de Tom Jobim e gravado na casa deste, e no ano seguinte o CD “A Day In New York”, também com Sakamoto e Jacques Morelenbaum. Em 2004 lançou o segundo CD solo, “Berimbaum”. Em 2008 lançou “Telecoteco”, terceiro CD solo. Em 2010 lançou no Brasil pela gravadora Biscoito Fino o CD “Bossarenova”, com a SWR Big Band, lançado no exterior em 2009, e no mesmo ano lançou o Cd “Água”, em dupla com João Donato. Durante sua carreira, Paula Morelenbaum tem se apresentando em diversos países, sozinha ou como destaque de grupos, sendo especialmente admirada no Japão.

Cris Delanno – já foi Nara, já foi Elis e é reconhecida pela diva Leny Andrade, como “uma das vozes mais seguras e afinadas da MBP e uma intérprete que canta com a alma. Minha cantora predileta”.Bacharel em arranjo de Música Popular Brasileira, compositora, intérprete, arranjadora e musicista. Considerada por Andy Summers (The Police) “Uma das melhores Cantoras do Mundo”.É a voz feminina do grupo BossaCucaNova, banda que revolucionou o estilo no final dos anos 90 com as batidas eletrônicas incorporadas à música brasileira.Aos 17 anos estava à frente do grupo do lendário Luiz Carlos Vinhas e já aos 18 anos conheceu Roberto Menescal, que logo viu a excelente intérprete que ela iria se tornar.Amiga e também parceira de palco Carlos Lyra, Joyce Moreno, Marcos Valle e João Donato, alguns dos nomes mais importantes da Bossa Nova. Todos a apontam como a musa da Nova Bossa Nova.Gravou 12 álbuns, viajou o mundo cantando Bossa Nova em grandes shows, que se destacam: Bossa in Concert, Bossa Nova 50 Anos, Festa de Premiação do Grammy Latino (TV Concert – 2002), Roskilde Festival (Dinamarca), Ronnie Scott (clube de jazz em Londres), North Sea (Holanda), Get’s Bossa Nova (Japão), BossaCabaret (Paris) e Evento da Copa do Mundo FIFA na África do Sul em 2010, transmitido para o mundo inteiro

Show “JOÃO DONATO e a BOSSA NOVA”

Com o pianista João Donato e as participações especiais de Paula Morelenbaum e Cris Delanno

Dia 26 de novembro / 2018

Segunda feira 21h

Preço dos Ingressos: R$ 60,00 / R$ 30,00 ( meia para estudantes, jovens até 21 anos ou com mais de 60, usuários do MetroRio e moradores de Copacabana)

Sala Municipal Baden Powell

Av. Nossa Senhora de Copacabana 360

Capacidade: 465 lugares

Livre para todas as idades.