“Àkiloquenoskala” no Teatro Solar

A encenação que surgiu do laboratório de desenvolvimento cênico do SESC de Niterói, em 2017, estreia espetáculo em novembro em Botafogo com a direção de Carmen Kawahara e orientação cênica de Renato Carrera. Doze atores atuam em cenas coreografadas e textos de depoimentos pessoais. A trilha sonora ao vivo e eletrônica, tem composições que vão de Madonna, passando por Phillip Glass e Tom Zé.

Sinopse: “Família”, “Fome”, “Religião”, “Feminino” e “Medo” Depoimentos reais estão presentes nesse teatro- dança. Um território não especificado onde personagens vivem histórias que se intercruzam e problematizam as relações humanas e institucionais revelando uma comunhão com o público na busca de uma reflexão sobre o nosso povo.

Elenco: Ana Paula Penna, Carmen Kawahara, Eduardo Ibraim, Elda Storani, Gabriel Garcia, Ivson Rainero, Jean Machado, Kamila Evely, Liza Gomes, Natasha Dantas, Thiago Gouveiia e Thiago Magalhães.

Texto: Criação Coletiva

Orientação Cênica: Renato Carrera

Direção: Carmen Kawahara

Direção de Arte: Daniel de Jesus

Direção de movimento: Felipe Koury

Iluminação: Alessandro Boschini

Arte Gráfica: Thiago Ristow

Produção: Carmen Kawahara, Gabriel Garcia, Ivson Rainero

Serviço

Gênero: Teatro Dança

Dias: Segundas: 19/11, 26/11, 3/12 e 10/12

Classificação: 18 anos

Ingressos: 40,00 (inteira) 20,00 (meia)

Horário: 20:30

End: Teatro Solar – Rua: General Polidoro 180 – Botafogo telefone 2543-5411

Duração: 1h e20min