João Machado retrata o Sertão em exposição na Caixa Cultural do Rio de Janeiro

Lembranças materializadas em registros fotográficos estão presentes nas 40 imagens reunidas na exposição O Sertão de João Machado, que faz temporada na CAIXA Cultural Rio de Janeiro de 8 de setembro a 2 de dezembro de 2018 (terça a domingo). A abertura, que ocorre no dia 8 (sábado), às 16h, contará com a presença do artista para uma visita guiada. A entrada é franca.

Com curadoria de Mônica Maia, a mostra apresenta um recorte do trabalho desenvolvido por este importante fotógrafo nos últimos 15 anos. O céu estrelado do sertão baiano, a terra de chão batido, a poeira amarelada, os romeiros, os carroceiros e os caminhoneiros são algumas das memórias de infância da cidade de Xique-Xique, onde João Machado nasceu.

As obras presentes na exposição retratam, portanto, parte das suas vivências quando criança e as histórias contadas pelo pai romeiro. “Os símbolos, os detalhes, a composição de um sertão colorido, iluminado pela luz do dia ou da noite e até os ruídos fazem do fotógrafo baiano um dos grandes nomes da fotografia documental. Tudo o que João fotografa hoje é parte do que viveu na infância, um reencontro com as lembranças da família. Não conheceu Bom Jesus da Lapa quando o pai era peregrino, mas busca todos os anos, no mês de agosto, a foto que não fez: o pai romeiro”, explica a curadora.

A exposição permite ao espectador uma imersão no sertão de João Machado. O mosqueteiro que protege a mulher na cama, o retrato de um homem na parede de um bar, o vestido de noiva na fachada de uma casa de pau a pique, a luz da cozinha que atravessa a janela do casebre e ilumina a noite escura estão entre as imagens, todas realizadas nas cidades de Xique-Xique e Bom Jesus da Lapa.

Sobre o artista:

João Machado nasceu em Xique-Xique, na Bahia, no ano de 1969. Deixou sua terra natal aos 19 anos em busca de trabalho na cidade de São Paulo. Trabalhou na construção civil, como ajudante de pedreiro, quando comprou a primeira câmera fotográfica de um colega de trabalho. Buscou conhecimento em revistas especializadas e começou a fotografar em 1993. A curiosidade, determinação e persistência o transformaram no fotógrafo João Machado. Autodidata, teve como referência trabalhos publicados na extinta Revista Iris Foto.

Em 1997, João realizou o primeiro ensaio, intitulado ‘Olaria’, em Guarulhos, São Paulo, e, a partir daí, concentrou sua produção no sertão baiano, nas suas