Paulo Luis no Rival

Nascido e criado no morro do São Carlos, zona norte do rio de janeiro, onde começou seus primeiros passos na música, Paulo Luis cantor de samba, pagode e MPB, afilhado da Velha Guarda da Mangueira lança seu primeiro CD “Deixa disso e vem sambar”, com show no dia 07 de agosto, terça-feira, no Teatro Rival Petrobras, na Cinelândia, com as participações especiais do Grupo Arruda e Compositores do Quintal do Pagodinho.

 

Com uma trajetória musical influenciada pelas músicas da Velha Guarda, Almir Guineto e Zeca Pagodinho, a apresentação conta com músicas do novo trabalho gravado em estúdio em 2017. O repertório traz as dez músicas do CD, como “Deixa Disso e Vem Sambar”, “Na Mira do Patrão”, “Amor de Verdade”, “Lado Esquerdo do Peito”, “E Foi pro Mar”, “Namorador”, “Tudo Bem”, “Já É Tempo de Paz”, “Outra Ceia”, “Rosalinda”. As composições foram feitas em parcerias luxuosas com bambas como Zeca Pagodinho, Alamir Kintal, Roberto Lopes, Barbeirinho do Jacarezinho, Zé Roberto, Marquinhos PQD, Serginho Meriti, entre outros. Outros sambas que estão eternizados e se tornaram obrigatórios nas principais rodas de samba do Rio também estão neste show.

 

Paulo Luiz deu seus primeiros passos na música junto com dezenas de crianças num projeto social morro do São Carlos. Incentivado por um vizinho, tomou gosto pelo samba e conquistou a Velha Guarda da Mangueira, sua grande referência. Aos 10 anos ingressou na Escola de Música Villa Lobos, onde se especializou em canto. Aos 15 anos já ingressava na carreira de intérprete da GRESM Sementes da Estácio, Escola de Samba Mirim.

 

Em 2009 após a dissolução do Grupo Um Jeito de Ser, Paulo Luiz seguiu carreira solo. Essa será a primeira vez que o cantor pisará no palco do Teatro Rival Petrobras com um show apenas seu. Em 2012, foi convidado por Josimar Monteiro para participar de alguns shows com a Velha Guarda da Mangueira, ele integrou o time de cantores que participou gravação do CD que os baluartes do samba fizeram em homenagem a Beth Carvalho. Paulo Luis cantou “Estação Derradeira”, de Chico Buarque. Passou, então, a seguir em turnê com os sambistas em várias cidades do Brasil. Foi quando em 2014, recebeu convite do produtor e empresário Marcos Paulo e de Almir Guineto para integrar a banda de Almir.

 

Cantando nas melhores rodas de samba do Rio e adquirindo cada vez mais experiência, em 2016 Paulo Luis apresentou ao público seu EP com 4 faixas. Na época o show de lançamento na Quadra da Escola de Samba Estácio de Sá teve a as participações da Velha Guarda da Mangueira, Quintal do Pagodinho, Grupo Soul + Samba, Thiago Soares e Nego Fortunatto. O sucesso foi tanto que o material virou um DVD.

 


Serviço

Teatro Rival PetrobrasRua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro. Data: 07 de agosto (Terça). Horário: 19h30. Abertura da casa: 18h. Ingressos: Setor A e B:  R$ 30,00 (Inteira), R$ 15,00 (meia-entrada). Venda antecipada pela Eventim – http://bit.ly/Ingressos2z0P23j. Bilheteria: Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 22h Censura: 18 anos. www.rivalpetrobras.com.br. Informações: (21) 2240-9796. Capacidade: 350 pessoas. Metrô/VLT: Estação Cinelândia.