A Barca no Sesc Pinheiros

Reconhecido por seu trabalho na divulgação da cultura popular brasileira, o grupo A BARCA comemora 20 anos de carreira em dois shows complementares no Teatro Paulo Autran no SESC PINHEIROS, dia 3 de agosto, sexta, às 21h, tem Tempo de Reza, e dia 4 de agosto, sábado, às 21 horas, é a vez de Tempo de Festa.

Na sexta, a noite tem a participação da banda paulistana Metá Metá e das Caixeiras do Divino, do Maranhão. No repertório, rezas musicadas das tradições populares brasileiras em que o sagrado e profano se misturam. Já no sábado, o show traz como convidados a cirandeira de Pernambuco Lia de Itamaracá e o Reisado dos Irmãos, de Juazeiro do Norte, Ceará. O programa percorre as festas populares brasileiras, com ritmos como coco, carimbó, samba e toadas de boi.

O grupo é formado atualmente por Andre Magalhães (percussão), Ari Colares (percussão), Chico Saraiva (violão), Laeticia Madsen (voz), Lincoln Antonio (piano e pífano), Marcelo Pretto (voz) e Renata Amaral (baixo).

Tempo de Reza.

Na religiosidade popular brasileira, a reza é feita com música – cantos, ladainhas, tambores,

cortejos e danças. No espetáculo Tempo de Reza, A Barca apresenta um repertório de melodias do catimbó nordestino recolhidas por Mário de Andrade, doutrinas do tambor de mina e toadas do boi maranhense pontos de candomblé, toadas do congado mineiro e outras rezas em forma de música e dança. Todas estas rezas musicadas são de tradições populares brasileiras nas quais o sagrado e o profano se misturam, formando parte de um mesmo mundo devocional.

Tempo de Festa

Nas culturas populares brasileiras a festa e a reza se alternam como partes de um mesmo evento, já que a religiosidade popular também se manifesta no corpo que canta e dança. Por isso, complementar ao espetáculo Tempo de Reza, A Barca apresenta o show Tempo de Festa. Fazendo um recorrido musical pelas festas populares brasileiras, o grupo apresenta um repertório repleto de cocos, carimbós, sambas, toadas de boi e pontos de jongo.

Sobre o grupo – A Barca nasceu em 1998, do desejo e deslumbre pela música popular, pelo Brasil e o pó de suas estradas e por Mário de Andrade com a sua verve de turista aprendiz. Desde o inicio, os músicos trabalham com a pesquisa e a movimentação das culturas populares brasileiras, realizando um trabalho de criação de espetáculos, documentação, arte-educação e produção cultural, partindo da reflexão sobre o fazer artístico e suas responsabilidades estéticas e sociais. De São Paulo ao Pará, A Barca já viajou milhares de quilômetros pelos interiores do Brasil aprendendo, registrando e tocando a música popular.

Em suas andanças, A Barca foi criando parcerias com artistas e produtores locais, ministrando oficinas de música, registro e produção, assim como se apresentando junto aos artistas populares de diversas partes do país. O resultado é um processo criativo que tem como base um amplo repertório de música tradicional brasileira. Formado por reconhecidos músicos de São Paulo, A Barca faz das tradições brasileiras o alimento deste processo antropofágico que, não por acaso, tem referência em Mário de Andrade e suas missões de pesquisa folclórica.

 

 

Serviço

A BARCA – 20 anos.

Dias 3 e 4 de agosto. Sexta e sábado às 21 horas

O grupo celebra 20 anos de carreira com apresentações que se complementam e abordam o universo da música popular tradicional brasileira. 10 anos.

Dia 3 de agosto, sexta, às 21h, show Tempo de Reza – Participação de Metá Metá e Caixeiras do Divino. Rezas musicadas das tradições populares brasileiras em que o sagrado e profano se misturam.

Dia 4 de agosto, sábado, às 21h, Tempo de Festa. Participação de Lia de Itamaracá e Reisado dos Irmãos. Repertório percorre as festas populares brasileiras, com ritmos como coco, carimbó, samba e toadas de boi.

 

Local: Teatro Paulo Autran (1.010 lugares)
Ingressos: R$ 40,00 (inteira), R$ 20,00 (meia entrada: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência) e R$ 12,00 (credencial plena do Sesc – trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes).

Ingressos à venda no portal Sesc e nas bilheterias das unidades do Sesc

Livre para todos os públicos

Duração: 60 minutos. Recomendado para maiores de 10 anos.

 

SESC PINHEIROS

Endereço: Rua Paes Leme, 195.

Bilheteria: Terça a sábado das 10h às 21h. Domingos e feriados das 10 às 18h.

Tel.: 11 3095.9400.

Estacionamento com manobrista: Terça a sexta, das 7h às 21h30; Sábado, das 10h às 21h30; domingo e feriado, das 10h às 18h30. Taxas / veículos e motos: para atividades no Teatro Paulo Autran, preço único: R$ 12 (credencial plena do Sesc) e R$ 18 (não credenciados).

Transporte Público: Metrô Faria Lima – 500m / Estação Pinheiros – 800m