Agenda cheia no Sesc Pinheiros

Trio Puelli abre a programação do mês de julho, que estreia o show do álbum Radamés Gnatalli dia 4, quarta, às 20h30. Arnaldo Antunes apresenta o disco Rstuvxz dias 6, 7 e 8, sexta e sábado, 21 horas, e domingo, às 18 horas; Vinicius Gomes Quinteto toca as músicas do CD Resiliência dia 11, quarta-feira, 20h30. E a Nelson Ayres Big Band lança disco homônimo com participação de Lívia Nestrovski dia 13, sexta, 21 horas.

O show 100 anos de Dalva de Oliveira, com Angela Maria, Felipe Catto, Alaíde Costa, Maria Alcina, Ayrton Montarroyos, Claudette Soares Cida Moreira e Virgínia Rosa faz sessão única no sábado, dia 14, às 21 horas. O Barbatuques comemora os 20 anos dia 15, domingo, às 18 horas. Daniel Daibem lança disco Auditivos no dia 18, quarta, 20h30; o grupo Época de Ouro comemora 100 anos de Jacob de Bandolim  dia 20, sexta, 21 horas;

Dori Caymmi apresenta show com poemas musicados de Paulo César Pinheiros dia 27, sexta, 21 horas e a banda Del Rey homenageia os 50 anos do disco O Inimitável, de Roberto Carlos, dia 28, sábado, 21 horas, com participação especial de Fafá de Belém. Fechando o mês, o Quinteto Violado se apresenta dia 29, sexta-feira, às 21 horas.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

 

Concerto – Trio Puelli

Lançamento do álbum Radamés Gnatalli

Dia 4 de julho, quarta-feira, às 20h30

Preços: R$ 25,00 (inteira), R$ 12,50 (meia entrada: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência) e R$ 7,50 (credencial plena do Sesc – trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes)

Local: Auditório (98 lugares). Classificação: 10 anos. 90 minutos

Integral das Obras para Piano, Violino e Violoncelo pelo Selo Sesc.

Trata-se de show de lançamento de disco com inéditas de Radamés Gnattali interpretadas pelo Trio Puelli, com resgate integral das obras para piano, violino e violoncelo. Show vai reproduz a aura erudita e popular que permeia a formação do compositor gaúcho e do trio paulistano.

No ano em que completa 30 anos da morte do compositor e arranjador, o Selo Sesc lança álbum do Trio Puelli interpretando cinco peças – sendo duas inéditas – do maestro, pianista e violista Radamés Gnattali (Porto Alegre 1906 – Rio de Janeiro1988). O trabalho de resgate e catalogação de Karin Fernandes (piano), Ana de Oliveira (violino) e Adriana Holtz (violoncelo), com colaboração de Roberto Gnattali, sobrinho do célebre músico, encontrou partituras e manuscritos para trio em piano, violino e violoncelo até então desconhecidos e agora gravados.

________________________________________

 

Show – Arnaldo Antunes

Lançamento do CD Rstuvxz

Dias 6, 7 e 8 de julho, sexta e sábado, às 21 horas, e domingo, às 18 horas

Preços: R$ 40,00 (inteira), R$ 20,00 (meia entrada: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência) e R$ 12,00 (credencial plena do Sesc – trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes)

Local: Teatro Paulo Autran (1010 lugares)

Classificação: 10 anos

O show marca o lançamento do álbum Rstuvxz. Seu repertório expande o conceito do diálogo entre rock e samba, alternando, além das canções do álbum, resgates de rocks (Fora de Si, Televisão, Essa Mulher) e sambas (Alegria, Talismã, Só Solidão) emblemáticos da carreira de Arnaldo Antunes. Conta ainda com canções tradicionais de outros autores traduzidas de um gênero para o outro, como A Razão Dá-se a Quem Tem, Vou Festejar e Exagerado, além de novas releituras.

Com André Lima (teclados e vocais), Betão Aguiar (baixo, violão de nylon, guitarra e vocais), Chico Salem (violão de nylon, guitarra e vocais) e Curumin (bateria, programações, percussão e vocais).

________________________________________

Show – Vinicius Gomes Quinteto

Lançamento do disco Resiliência

Com participação de Daniel de Paula e Rubinho Antunes

Dia 11 de julho, quarta-feira, às 20h30

Preços: R$ 25,00 (inteira), R$ 12,50 (meia entrada: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência) e R$ 7,50 (credencial plena do Sesc – trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes)

Local: Auditório (98 lugares). Classificação: 10 anos

 

Resiliência é dedicado ao diálogo entre o universo da música brasileira e o jazz contemporâneo. Lançado em 2017, pelo selo Blaxtream, é o primeiro trabalho inteiramente autoral de Vinicius. As principais influências do compositor são Wayne Shorter, Milton Nascimento, Bill Evans, Tom Jobim, Herbie Hancock e Toninho Horta. No palco, Vinicius Gomes (guitarra), Daniel de Paula (bateria), Rodrigo Ursaia (sax e flauta), Gustavo Bugni (piano) e Bruno Migotto (baixo).

Vinicius Gomes é violonista, guitarrista e compositor. Tem se apresentado com importantes nomes da música, como Rosa Passos, Jane Duboc, Arthur Verocai e Oswaldinho do Acordeon, Toninho Ferragutti, Thiago Espirito Santo e Mestrinho. Vem participando de diversos trabalhos na música instrumental brasileira, além de ser um dos líderes do grupo Kvar. Também tem trabalhado com orquestras como Osesp e Jazz Sinfônica de SP.

________________________________________

 

Show – Nelson Ayres Big Band

Lançamento do álbum Nelson Ayres Big Band

Com participação de Lívia Nestrovski

Dia 13 de julho, sexta-feira, às 21 horas

Preços: R$ 40,00 (inteira), R$ 20,00 (meia entrada: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência) e R$ 12,00 (credencial plena do Sesc – trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes)

Local: Teatro Paulo Autran (1010 lugares). Classificação: 10 anos

Criada em 1973, na cidade de São Paulo, a Nelson Ayres Big Band marcou presença ao trazer um repertório exclusivamente instrumental, mesclando jazz e música brasileira, na contramão das orquestras de baile da época. Durante 8 anos, se apresentou toda segunda-feira, abrindo caminho para outras orquestras que seguiram seus passos, como a Banda Mantiqueira, a Sound Scape e as bandas que hoje fazem parte do Movimento Elefantes.

Ao lado de 16 solistas, incluindo músicos que fizeram parte da big band original e jovens instrumentistais, o pianista, regente e compositor Nelson Ayres revive esse momento da noite paulistana. A Big Band lança, neste show, seu primeiro álbum, Nelson Ayres Big Band, com participação da cantora Lívia Nestrovsky.

Saxofones: Cássio Ferreira, Mauro Oliveira, Lucas Macedo, Carlos Alberto Alcântara, Ubaldo Versolato. Trompetes: Nahor Gomes, João Lenhari, Bruno Belasco, Rubinho Antunes. Trombones: Fábio Oliva, Roberto Sales, Joabe Reis, Diego Calderoni. Baixo: Alberto Luccas. Bateria: Ricardo Mosca. Piano: Nelson Ayres.

________________________________________

Show – 100 Anos de Dalva de Oliveira. Com Angela Maria, Felipe Catto, Claudette Soares Alaíde Costa, Maria Alcina, Ayrton Montarroyos, Cida Moreira e Virgínia Rosa.

Dia 14 de julho, sábado, às 21 horas

Preços: R$ 40,00 (inteira), R$ 20,00 (meia entrada: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência) e R$ 12,00 (credencial plena do Sesc – trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes)

Local: Teatro Paulo Autran (1010 lugares). Classificação: 10 anos

O centenário da cantora Dalva de Oliveira, celebrado em 2017, foi o mote para a criação de um espetáculo musical que reúne um elenco de artistas de várias gerações e estilos musicais em torno de sua obra: Angela Maria, Alaíde Costa, Maria Alcina, Virgínia Rosa, Cida Moreira, Claudette Soares, Filipe Catto e Ayrton Montarroyos.

Dona de uma voz poderosa, cuja extensão ia do contralto ao soprano, Dalva de Oliveira foi estrela máxima da Era de Ouro do Rádio. Nascida em Rio Claro (SP), filha de pai carpinteiro e mãe portuguesa, mudou-se com a família de origem humilde para o Rio de Janeiro aos 18 anos, para tornar-se umas das mais cultuadas cantoras da música brasileira.

No espetáculo a lista de clássicos é extensa e inclui Neste mesmo lugar, Segredo, Bandeira Branca, Ave Maria do Morro, Que será, entre outros.

________________________________________

Show – Barbatuques

Comemoração dos 20 anos de carreira do grupo

Dia 15 de julho, domingo, às 18 horas

Preços: R$ 40,00 (inteira), R$ 20,00 (meia entrada: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência) e R$ 12,00 (credencial plena do Sesc – trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependente)

Local: Teatro Paulo Autran (1010 lugares). Classificação: 10 anos

O Barbatuques apresenta o show em comemoração aos 20 anos de carreira do grupo, reconhecido internacionalmente pela sua linguagem única de percussão e música corporal.

O músico, pesquisador e educador Fernando Barba foi o criador do coletivo que busca novas sonoridades produzidas somente com o corpo para fazer música. A sonoridade do Barbatuques mostra uma sobreposição de estilos e estéticas, passando por baião, coco, samba, maracatu, rap, afoxé, funk, carimbó, toré indígena, choro, rock, beatbox, kecak e a música africana. São canções e músicas “instrumentais” que exploram a fonética, aspectos rítmicos, harmônicos e melódicos, variando entre o erudito, a tradição popular brasileira e o pop contemporâneo.

________________________________________

Show – Daniel Daibem

Lançamento do álbum Auditivos pelo Selo Sesc

Dia 18 de julho, quarta-feira, 20h30

Preços: R$ 25,00 (inteira), R$ 12,50,00 (meia entrada: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência) e R$ 7,50 (credencial plena do Sesc – trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependente)

Local: Auditório (98 lugares). Classificação: 10 anos

Estrutura, improvisação e suingue. Dialogando com uma infinidade de culturas ao longo dos séculos XX e XXI, o jazz talvez seja um dos gêneros mais efervescentes da música, mas para entendê-lo é necessário alguns instrumentos.

Em Auditivos, o músico e compositor Daniel Daibem apresenta os percursos e os fundamentos da linguagem do jazz em uma série de Jam Sessions. Com episódios que vão do andamento do swing jazz à influência do jazz na música brasileira, Daniel transforma performativos encontros com intérpretes e solistas em espaços de aprendizagem não formal, voltados à apreciação estética e à interpretação das especificidades culturais e sociais que envolvem a gramática do jazz.

Nesta aula-show formada por quatro etapas, serão apresentados os fundamentos principais abordados no DVD, reforçando a constante articulação entre conhecimento e prática. Daniel Daibem ministra também o Workshop “Jazz, Que Idioma é esse?”, de 5 a 26/7, com inscrições abertas na Central de Atendimento do Sesc Pinheiros.

________________________________________

Show – Época de Ouro – 100 Anos de Jacob do Bandolim

Dia 20 de julho, sexta-feira, às 21 horas

Preços: R$ 40,00 (inteira), R$ 20,00 (meia entrada: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência) e R$ 12,00 (credencial plena do Sesc – trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependente)

Local: Teatro Paulo Autran (1010 lugares). Classificação: 10 anos

O conjunto regional de choro foi fundado por Jacob do Bandolim em 1964 e contabiliza, hoje, mais de 40 álbuns gravados. Teve grande importância no movimento de resistência do choro na década de 1960, época em que a bossa nova reinava quase absoluta. Depois do falecimento de Jacob, em 1969, o grupo retomou suas atividades somente em 1973 a convite de Paulinho da Viola, para participar do espetáculo Sarau, no Teatro da Lagoa, RJ.

Sua formação atual é Antônio Rocha (flauta a e flautim), Ronaldo do Bandolim (bandolim), Jorge Filho (cavaquinho), Toni 7 cordas (violão de 7 cordas), André Bellyeni (violão de 6 cordas) e Celsinho Silva (pandeiro).

_________________________________________________________________________

Show – Dori Caymmi

Show Voz de Mágoa, com poemas de Paulo César Pinheiros musicados

Dia 27 de julho, sexta-feira, às 21 horas

Preços: R$ 40,00 (inteira), R$ 20,00 (meia entrada: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência) e R$ 12,00 (credencial plena do Sesc – trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependente)

Local: Teatro Paulo Autran (1010 lugares). Classificação: 10 anos

O músico Dori Caymmi apresenta as canções de seu quinto álbum solo, Voz de Mágoa, que traz 13 poemas de Paulo César Pinheiro musicados. Embora sejam canções novas, todas remetem à história da longa parceria dos dois que o disco, em última instância, celebra, tendo como marco os 45 anos das primeiras gravações das composições conjuntas, Evangelho e Tati, a garota, ambas registradas em 1972.

As três outras faixas do disco são No coração da procela, uma canção marítima portuguesa (que nos remete à Na ribeira deste rio, clássico de Dori sobre poema de Fernando Pessoa), é uma parceria com o bandolinista Pedro Amorim e o letrista Paulo Frederico. De sabor nordestino e letra feminista, Me levem embora é uma volta de Dori ao universo de Jorge Amado, de onde ele tirou um de seus maiores sucessos, Alegre menina, gravada pelo jovem Djavan para novela Gabriela. Serra do espinhaço, então, é a única parceria com o recém falecido letrista Fernando Brant, e que traduz o amor pelo chão do Brasil ao celebrar a cadeia de montanhas que se espraia pela Bahia de sua família e a Minas Gerais do parceiro.

________________________________________

Show – Del Rey canta O Inimitável, de Roberto Carlos

Participação de Fafá de Belém

Dia 28 de julho, sábado, às 21 horas

Preços: R$ 40,00 (inteira), R$ 20,00 (meia entrada: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência) e R$ 12,00 (credencial plena do Sesc – trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependente)

Local: Teatro Paulo Autran (1010 lugares). Classificação: 10 anos

Em 2018, o álbum O Inimitável, divisor de águas na carreira de Roberto Carlos, completa 50 anos. A partir desse disco, o cantor deixou de lado a Jovem Guarda e se entregou de corpo e alma à soul music e à música romântica. Depois de O Inimitável, a carreira de Roberto Carlos ganhou outros contornos.

Para comemorar os 50 anos desse clássico da música brasileira, a Banda Del Rey é acompanhada por um quarteto de cordas sob regência do produtor Xuxa Levy. Participação de Fafá de Belém. No repertório: Ciúme de Você, As Canções que Você fez pra Mim, Nem Mesmo Você e O Tempo vai Apagar, entre outras

________________________________________

Show – Quinteto Violado

Dia 29 de julho, sexta-feira, às 21 horas

Preços: R$ 40,00 (inteira), R$ 20,00 (meia entrada: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência) e R$ 12,00 (credencial plena do Sesc – trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependente)

Local: Teatro Paulo Autran (1010 lugares). Classificação: 10 anos

Surgido em Pernambuco no momento pós-tropicalista (1971), o Quinteto Violado focou seu trabalho na música da região nordeste, especialmente o sertão pernambucano, valorizando as manifestações populares. O repertório deste show é focado na produção do grupo dos anos 70, em especial dos discos A Missa do Vaqueiro e A Feira, duas obras que cantam a vida, os problemas e as crenças no sertão.

________________________________________

SESC PINHEIROS

Endereço: Rua Paes Leme, 195.

Bilheteria: Terça a sábado das 10h às 21h. Domingos e feriados das 10 às 18h.

Tel.: 11 3095.9400.

Estacionamento com manobrista: Terça a sexta, das 7h às 21h30; Sábado, das 10h às 21h30; domingo e feriado, das 10h às 18h30. Taxas / veículos e motos: para atividades no Teatro Paulo Autran, preço único: R$ 12 (credencial plena do Sesc) e R$ 18 (não credenciados).

Transporte Público: Metrô Faria Lima – 500m / Estação Pinheiros – 800m