“A Invenção do Nordeste” no Sesc Copacabana

Em 2016, o Grupo Carmin, do Rio Grande do Norte, fez sua primeira temporada no Rio de Janeiro com o documentário cênico “Jacy”, no Sesc Copacabana. Em 2017, o grupo potiguar celebrou 10 anos de atividades, lançou o livro Década Carmin e concebeu um novo espetáculo, a comédia dramática “A Invenção do Nordeste”, que a partir de 12 de julho, será apresentado em curta temporada no Mezanino do Sesc Copacabana.
 
Em “A Invenção do Nordeste”, o grupo discute o estereótipo em relação ao povo nordestino e quanto essa imagem é alimentada pelos próprios habitantes da região. Na trama, um diretor (papel de Henrique Fontes) é contratado por uma grande produtora para realizar a missão de selecionar um ator nordestino que possa interpretar com maestria um personagem nordestino. Depois de vários testes e entrevistas dois atores norte-riograndenses (representados por Mateus Cardoso e Robson Medeiros) vão para a etapa decisiva, onde o diretor terá sete semanas para deixá-los prontos para o último teste. Durante o período de preparação, os atores refletem a respeito de sua identidade, cultura, história pessoal e descobrem que ser e viver um personagem nordestino não é tarefa simples. Afinal, existiria apenas uma identidade nordestina?
 
O espetáculo é uma obra de auto-ficção baseada no livro “A Invenção do Nordeste e Outras Artes” do Professor Dr. Durval Muniz de Albuquerque Jr., dirigida por Quitéria Kelly, com dramaturgia de Henrique Fontes e Pablo Capistrano, que propõe desenhar a trajetória hilária e por vezes conflitante da história recente do estabelecimento da região nordeste. Essa unidade sociopolítica e cultural com todas as suas individualidades e também todos os estereótipos alimentados por décadas pela literatura, cinema, música e artes visuais brasileiras.
 
“A Invenção do Nordeste” estreou em agosto de 2017, na Casa da Ribeira, em Natal, neste mesmo ano participou da Mostra Sesc Velho Chico, em Petrolina, do Festival O Mundo Inteiro é Um Palco, em Natal, do Festival MARTE, em João Pessoa, cumpriu temporada no Sesc Belenzinho, em São Paulo e apresentou-se no Itaú Cultural da Av. Paulista. Em 2018, foi apresentado no CCBNB de Juazeiro do Norte, no Festival TREMA!, em Recife e fez circulação pelas unidades do Sesc SP de Araraquara, Piracicaba, Campinas e Ribeirão Preto. Por suas atuações, os atores Mateus Cardoso e Robson Medeiros foram indicados ao Troféu Cultura RN na categoria Melhor Ator e o Grupo Carmin, nesse mesmo prêmio, concorre na categoria Artista do Ano. A temporada no Rio de Janeiro acontece de 12 a 29 de julho, no Mezanino do Sesc Copacabana, quintas, sextas e sábados, às 21h e domingos, às 20h.
 
Espetáculo é motivado por reações xenófobas contra nordestinos
 
Motivada por uma série de reações xenófobas contra nordestinos, durante as eleições presidenciais de 2014, a atriz Quitéria Kelly, do Grupo Carmin, entrou em contato com a obra do Professor Dr. Durval Muniz de Albuquerque Jr., que escreveu o livro “A Invenção do Nordeste e Outras Artes”. Quitéria então compartilhou com os demais integrantes do grupo, o seu desejo de criar uma peça que contribuísse para a desconstrução da imagem estereotipada do Nordeste e do(a) nordestino(a). Seria seu primeiro trabalho como diretora. Durante 2 anos de pesquisa, o grupo mergulhou nos questionamentos dos mecanismos estéticos, históricos e culturais que contribuíram para a formação de uma visão do nordeste brasileiro como um espaço idealizado, deslocado do processo histórico e imune ao impacto das grandes transformações sociais. A partir daí, os dramaturgos Pablo Capistrano e Henrique Fontes escreveram a auto-ficção “A Invenção do Nordeste”.

Ficha técnica de “A Invenção do Nordeste”
 
Espetáculo inspirado na obra homônima do Prof. Dr. Durval Muniz de Albuquerque Jr.
Dramaturgia: Henrique Fontes e Pablo Capistrano
Direção e Figurino: Quitéria Kelly
Elenco: Henrique Fontes, Mateus Cardoso e Robson Medeiros
Assistência de Direção, dramaturgia audiovisual e desenho de luz: Pedro Fiuza
Consultoria histórica e de roteiro: Durval Muniz de Albuquerque Jr.
Direção de Arte e Cenografia: Mathieu Duvignaud
Preparação Corporal: Ana Claudia Albano Viana
Preparação Vocal: Gilmar Bedaque
Produção Executiva: Mariana Hardi
Trilha Original: Gabriel Souto / Toni Gregório
Design Gráfico: Teo Viana
Xilogravura: Erick Lima
Costureira: Kátia Dantas
Cenotécnico: Irapuã Junior
Edição de Vídeo: Juliano Barreto
Locução: Daniele Avila Small
Assistência Técnica: Anderson Galdino
Produção (RJ): Paulo Mattos
Assessoria de Imprensa (RJ): Ney Motta
 
Serviço de “A Invenção do Nordeste”
 
Local: Sesc Copacabana (Mezanino) – Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana
Temporada: 12 a 29 de julho, quintas, sextas e sábados, às 21h e domingos, às 20h
Ingressos: R$ 7,50 (associados Sesc), R$ 15 (meia) R$ 30 (inteira)
Bilheteria: 2ªf, das 9h às 17h, 3ªf a 6ªf, das 9h às 21h, sáb, das 13h às 21h, dom e feriados, das 13h às 20h
Informações: (21) 2547-0156
Capacidade:  80 lugares
Classificação: 12 anos
Duração: 70 min.