“Que Tempos São Esses” até 26 de maio

Devido ao sucesso de público o espetáculo “Que Tempos São Esses?” estende sua temporada até 26 de maio de 2018. O espetáculo encenado pela Companhia Ensaio Aberto no Armazém Utopia faz parte da programação Ano Marx, que comemora os 25 anos da Companhia homenageando Karl Marx.

Em “Que Tempos São Esses?” nada é estático, tudo se transforma. Durante as 2h de apresentação os espectadores podem chegar a hora que quiserem e sair a qualquer momento. Conforme Brecht dizia, “Em nosso teatro, não existem espectadores atrasados”. Nenhum espectador assistirá ao mesmo espetáculo, afinal, um homem tem muitas possibilidades. Performances com 15 atores da Companhia Ensaio Aberto transformam este espetáculo numa instalação viva.

“Que Tempos São Esses?” não é um experimento cênico sobre a vida e a obra de Brecht. Não há menções sobre os principais fatos históricos da vida do escritor e nem sobre todas as suas obras. Existem apenas recortes e fragmentos. A história do teatro político e do teatro proletário alemão se confunde com a história da luta política dos trabalhadores; com o nascimento dos primeiros movimentos operários; com a fundação do Partido Socialista e, logo depois, com a fundação do Partido Comunista Alemão. Com a fundação da Cena Livre do Povo (Freie Volksbühne), em 1890, inicia-se o teatro político e o teatro proletário. A Cena Livre do Povo chegou a contar nos anos 20 com até seis milhões de integrantes.

“Em grande parte da literatura sobre o dramaturgo alemão omitem-se pontos fundamentais para compreensão do desenvolvimento do teatro político alemão. Em muitas delas Brecht surge como um dramaturgo genial que nasceu ou de geração espontânea ou fruto do teatro burguês alemão. No nosso ponto de vista não foi bem assim que as coisas se passaram. Na busca por teatro materialista e dialético, o escritor de peças foi profundamente marcado pela luta pelo socialismo, pela luta operária e pelo marxismo”, conta Luiz Fernando Lobo, diretor artístico da Companhia Ensaio Aberto.

o, pela luta operária e pelo marxismo.

SERVIÇO
Temporada: De 2 de Março até 26 de maio de 2018
Local: Armazém da Utopia – Orla Conde , Armazém 6, Cais do Porto
Horário: Sábados das 19h30 às 21h30 (entrada até 20h30)
Classificação: Livre
Capacidade: 100 Lugares

O bar permanece aberto até às 22:30h.
Tel. 2516-4893 / 98909-2402 (WhatsApp)

VLT: Parada Utopia/ AquaRio – Estacionamento próximo

Ingressos: Sympla.com.br/CompanhiaEnsaioAberto

FICHA TÉCNICA:
Direção: Luiz Fernando Lobo

Diretor Assistente: João Batista

Dramaturgia: Luiz Fernando Lobo e João Batista

Produção: Cida de Souza
Assistente de direção: Anna Carolina Magalhães
Espaço Cênico: Marcos Apóstolo e Luiz Fernando Lobo
Luz: Cesar de Ramirez
Elenco: Bruno Peixoto, Cláudio Bastos, Gé Lisboa, Geovane Barone, Gilberto Miranda, Henrique Juliano, João Raphael Alves, Luiza Moraes, Luiz Fernando Lobo, Leonardo Hinckel, Natália Gadiolli, Nady Oliveira, Tayara Maciel, Tuca Moraes e Vinícius Oliveira.