“Borderline” no Espaço Parlapatões

Já fomos assistir, espia só!

Bipolaridade, esquizofrenia, desejos, loucura e lucidez. Esses são os temas de “Borderline”, monólogo de Junior Dalberto, em cartaz no Espaço Parlapatões, 21h. Destaque literário potiguar Troféu Cultura em 2014, montagem dirigida por Marcello Gonçalves é estrelada pelo ator Bruce Brandão.

Produzido pela Cia. Arte Nova, o drama traz Rutras, numa linguagem metafórica, atemporal numa viagem mitológica acerca do personagem inspirado no livro O Cangaço e o Carcará Sanguinolento, posicionando-se diante de questões íntimas relacionadas à família, sexualidade homo afetiva, incesto, HIV, mundo cibernético, dependência química e sua relação com a geração dos anos 90.

“O desafio de dirigir proposto pelo ator Bruce Brandão, me acendeu em algo que é inerente a todos nós, homens da arte: a necessidade e o comprometimento de levar aos palcos uma obra singular e plural. Suponho que aonde quer que eu vá, levarei comigo os ventos das mudanças, eu estou na onda, no ritmo, marchando nele. O registro, a interpretação, a produção e a direção.” Marcello Gonçalves.

Para o ator Bruce Brandão, as leituras sobre o tema Borderline foram fruto do contato com o autor Junior Dalberto em Natal. Encantado com esse universo, fez suas pesquisas e se familiarizou com o tema.

“No início eu pensava em visitar clínicas psiquiátricas, entrar em manicômios, mas percebi que o ”manicômio” estava dentro de cada indivíduo. O entendimento sobre o transtorno Borderline me fez galgar outros degraus: É o jeito de ser. Quem já não teve medo de rejeição, impulsividade, ciúmes, sensação de abandono? Porém quando se trata de um Border, o olhar é outro. Tudo tem intensidade! Olhar poeticamente a doença é mergulhar no desconhecido.”

Sobre a Cia. Arte Nova

A Cia. nasce do encontro entre os atores Marcello Gonçalves e Bruce Brandão, com a necessidade de gerar cultura, arte e o comprometimento com o trabalho de pesquisa, para criar novas formas de se pensar o teatro. Fomentando uma nova economia de gestão e transmissão de conhecimento, a Cia. criada em julho de 2014 pretende ser um centro integrado de arte onde os atores e as equipes formam e constroem um novo olhar sobre o teatro. Atualmente a Cia está em processo de montagem “O Senador”, baseada na obra de Victor Hugo.

Currículos

 

Bruce Brandão participou da Cia. Monicreques em Natal com os espetáculos “João e Maria’, As Travessuras de Pinóquio” e “A Pequena Sereia”, entre outros. Participou da montagem de “A Separação de Dois Esposos”, texto de Qorpo Santo e direção de Genildo Mateus, afora o Auto do Natal 2006.

Motivado pelo sonho de fazer cinema, o ator potiguar deixou Natal em 2009, com o seu figurino de Carlitos na mala, e se mandou para o Rio de Janeiro.

Não demorou muito para ficar conhecido como o “Chaplin da Zona Sul”. No cinema Bruce participou do longa “Reis e Ratos” (Brasil, 111 min., 2012). Cursou cinema com o renomado diretor Walter Lima Junior.

No audiovisual, Bruce participou da novela “Poder Paralelo”, da Rede Record, e fez diversos filmes publicitários. No teatro, Bruce Brandão frequentou o curso de interpretação no Tablado, oficina teatral na Casa da Gávea, ministrada pelo diretor Marcello Gonçalves, e curso de dublagem na Voice Brazil, além de um ano de oficina na ONG Palco Social, com o diretor Ernesto Píccolo e o ator e dramaturgo Rogério Blat. A oficina culminou com o espetáculo “Sorria, Você Está Sendo Roubado. Participou de dois longas, “Reis e Ratos” com direção de Mauro Lima Jr. e “Disparos” sob direção de Juliana Reis. Participou das séries Super Max da tv Globo, dirigida por José Alvarenga Júnior, com o personagem Colibri, Sob pressão, dirigida por Andrucha Waddington, Os Dias eram Assim, e da novela Velho Chico. Um contra Todos, segunda temporada, cuja direção é assinada por Breno Silveira, pela Fox, Procurando Casseta e Planeta  pelo Multishow que irão ao ar em 2018. Participou do longa Pesadelos Urbanos, dirigido por Bernardo Mangaravite. Muito cotado pelas campanhas publicitárias, gravou recentemente para a Havaianas. No cinema, ao lado de Fábio Porchat, participou do longa O palestrante multivacional com estreia ainda em 2018. Protagonizou um texto da obra de Victor Hugo – O Podestade de Pádua, adaptado e dirigido por Marcello Gonçalves em 2016.

Marcello Gonçalves – Ator e diretor carioca, é no cinema onde sempre chama mais a atenção, como em “Tropa de Elite 2″, “Xingu”, “Assalto ao banco central” e “Não se pode viver sem amor” na série “Filhos do carnaval” com direção do Cao Hamburger entre outros.

No teatro fez “Capitães da Areia, de Jorge Amado”, “Cuba Libre” direção de Roberto Bomtempo, “A Mãe”, de Bertold Brecht e direção de Luis Fernando Lobo, “Aonde Está Você Agora?”, de Regiana Antonini e direção de Rafael Ponzi, “D’Artagnan e os Três Mosqueteiros”, “Romeu e Julieta”, de William Shakespeare, Direção de Pedro Vasconcelos. “O Noviço”, de Martins Pena e “Ângelo, Tirano de Pádua”, de Victor Hugo e direção de Marcos Afonso Braga. “Superiores” texto e direção de Miguel Thiré, “Dona Flor e seus Dois Maridos”, de Jorge Amado e direção de Pedro Vasconcelos e “Meu Ex-Imaginário” de Regiana Antonini e direção de Michel Bercovicht entre outros.

A montagem de Borderline marcou sua estreia como diretor de teatro.

Teaser do espetáculo: https://www.youtube.com/watch?v=lA9SdcUnW0s

FICHA TÉCNICA

Texto: Junior Dalberto

Concepção e Direção: Marcello Gonçalves

Elenco: Bruce Brandão

Iluminador: Felipe Lourenço

Operadora de luz e som: Pedro Cintra

Assistente de Direção: Karini Pallavi

Diretor de Movimento: Márcio Vieira

Direção de Arte: Alex Brollo, Rafael Ronconi

Produção Executiva: Bruce Brandão e Marcello Gonçalves

Assistente de Produção: Aline Marques

Programador Visual: Carol Vasconcellos

Realização: Cia Arte Nova

Fotografia: Lu Valiatti

Assessoria de Imprensa: Minas de Ideias

SERVIÇO

Borderline

Local: Espaço Parlapatões

Endereço: Praça Roosevelt, 158 – Consolação – São Paulo -SP

Temporada: De 13 de abril até 20 de maio

Horários: Sextas e sábados, 21h, domingos, 20h

Preço: R$ 40,00 (Inteira) R$ 20,00 (Meia)

Funcionamento da Bilheteria:

Telefone: (11) 3258-4449

Duração: 55 min.

Classificação: 16 anos

Gênero: Drama

Capacidade: 100 lugares

http://parlapatoes.com.br/site/espaco-parlapatoes