Panorama apresenta programação especial em dezembro

Uma instalação numa das mais concorridas bibliotecas da cidade, uma tarde de performances numa escola de cinema e uma maratona de leituras em público. Em dezembro o Panorama provoca os sentidos com corpos que compartilham conhecimento. No mundo do share constante a um clique, o festival propõe interromper o cotidiano para de fato compartilhar a experiência da leitura no que ela tem de mais física, mais corporal.

Vivemos um país dividido entre ideologias e textos de cabeceira. Mas em todos os campos ideológicos, reina a ideia de que a palavra (ou a Palavra) contém as soluções e deve nos dizer como seguir. Será mesmo? É possível encontrar novos caminhos em velhos livros? Como reinventar nossa capacidade de ler, interpretar e a partir daí imaginar o mundo? O que pode o corpo que lê? E o que pode o corpo que fala?

“Faz todo sentido, neste momento de polarização ideológica e de tanta dificuldade de diálogo, retomar uma atividade vital para a vida em sociedade, que é o ato de ler e compartilhar leituras. Temos a sensação de fazer isso diariamente nas redes, mas a experiência de ler junto, ou ler para o outro, é física, coreográfica e profundamente transformadora. As palavras incorporadas mudam de natureza”, diz a curadora Nayse López.

Destaque da programação deste segundo módulo, “The Quiet Volume” explora a tensão particular que se encontra em qualquer biblioteca: uma combinação de silêncio e concentração na qual se desenrolam experiências de leitura diferentes para cada um. Dois espectadores sentam-se lado a lado e recebem indicações de palavras escritas ou sussurradas, abrindo um caminho improvável entre uma pilha de livros. Em cartaz de 9 a 17 de dezembro, na biblioteca do Centro Cultural Banco do Brasil.

No dia 10 o festival promove uma maratona de leituras públicas na rotunda do CCBB. Em “Você tem um minuto para ouvir a palavra?”, teóricos, artistas, estudantes de arte e pessoas comuns leem textos sobre liberdade de expressão, arte e política. Uma maratona de leitura de livros para recuperar a potência do corpo que lê.

“Passamos os dias hoje lendo e compartilhando textos na internet, sozinhos e em silêncio. Raramente podemos ouvir um texto saído da boca de alguém e lido como um presente, como algo verdadeiramente compartilhado com os outros. Vamos fazer isso durante 12 horas seguidas no térreo do CCBB”, pontua Nayse.

Parte do programa educativo do festival, em parceria com a produtora Espiral, este ano o Panorama realiza uma oficina imersiva com um dos mais importantes nomes da dança contemporânea, Angel Vianna. A proposta sintetiza sua didática e técnica desenvolvidas ao longo de 89 anos de vida e 66 anos de carreira, com um laboratório de investigação do corpo, identidade e criatividade. Gratuita, a atividade acontece dia 2 de dezembro, na Cidade das Artes.

Estudar o corpo, estudar a imagem. Trocas de conhecimento, de ideias, de mundos imaginados. Um sábado para celebrar o corpo. Com curadoria do artista, performer e professor Nadam Guerra, os alunos do curso de performance da Escola de Artes Visuais do Parque Lage ocupam diversos espaços do histórico prédio da Escola de Cinema Darcy Ribeiro com 10 performances e instalações, no dia 9 de dezembro.

A programação do Panorama continua dias 14 e 15 de janeiro com o módulo Panorama.tec.

Em 2017 o Panorama passou a ser apresentado pela Petrobras, com apoio institucional da Secretaria Municipal de Cultura, e conta com a parceria do Centro Cultural Banco do Brasil, British Council, Goethe Institut e ProHelvetia.

 

Festival Panorama 2017 – Edição 25 + 1

Módulo II – Corpos que leem

2 a 17 de dezembro

 

Oficina Imersiva com Angel Vianna

2 de Dezembro

14h às 18h

Cidade das Artes

Av. das Américas, 5300 – Barra da Tijuca

Gratuita

 

The Quiet Volume, de Ant Hampton e Tim Etchells

De 9 a 17 de dezembro (exceto 12/12)

Duração: 55 minutos

Sessões de 20 em 20 minutos para até 6 pessoas (3 duplas)

Biblioteca do Centro Cultural Banco do Brasil – Rio de Janeiro

R. Primeiro de Março, 66 – Centro

De quarta a segunda, das 9h às 21h

Entrada franca sujeita à lotação

Classificação etária: Livre

 

Intervenções da Arte Viva

Curadoria: Nadam Guerra

9 de Dezembro

17h às 20h

Escola de Cinema Darcy Ribeiro

Rua da Alfândega, 05 – Centro

Verifique a classificação indicativa na programação

Entrada Franca

 

Você tem um minuto para ouvir a palavra?

Maratona de leituras públicas

10 de Dezembro

9h às 21h
Centro Cultural Banco do Brasil – Rotunda (térreo)
R. Primeiro de Março, 66 – Centro

De quarta a segunda, das 9h às 21h
Livre
Entrada franca