“Pescadores de Almas” no Parque das Ruínas

Através da própria biografia Walkiria Kaminski narra o início do contato mediúnico que a levou a vivenciar o suicídio da pintora Jeanne Hébuterne: esse é o fio condutor para a dramaturgia de um dos livros espíritas mais lidos da atualidade. Pescadores de Almas, inédito nos palcos, é a mais nova produção da Dendrobates Cultura, com direção de Daniel Archangelo e a atuação de Tatiana Sobral. O espetáculo fará sua primeira temporada a partir de 01 de Julho no Teatro do Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas (Rua Murtinho Nobre, 169 – Santa Teresa).

 

Entre os livros espíritas mais vendidos da atualidade Pescadores de Almas apresenta uma narrativa arrebatadora. Através de caminhos pessoais levanta questões fundamentais sobre o suicídio. Em todo mundo as doenças emocionais têm se multiplicado, e muitas situações limites são enfrentadas com a solidão: O sofrimento enlouquece, nos diz Walkiria Kaminski.

 

A história contada no livro vai além da religião. Estamos diante um depoimento biográfico que se cruza com muitas outras vidas e histórias. Que traz em detalhes o momento da morte de uma personalidade histórica. Além disso todo processo de construção da dramaturgia é repleto de poesia visual. O resultado será um lindo espetáculo construído com extrema delicadeza. Explica o diretor Daniel Archangelo.

 

Pescadores de Almas traz em ótima performance a atriz Tatiana Sobral, além de um trabalho visual extremamente cuidadoso. Como uma forma de construir laços culturais, um dos objetivos da Dendrobates Cultura é buscar textos inéditos com novos pontos de vista, um movimento fundamental para compreender nossa própria realidade.

 

A escolha em adaptar uma obra literária tem a ver com a história que ela conta e com o ponto de vista que ela defende. A história de uma médium brasileira que conta com presença de vários pintores históricos, que se mescla a história da vida de Amedeo Modigliani e se choca com o suicídio de Jeanne Hébuterne precisa ser levada aos palcos. É um depoimento único que traz consigo um ponto de vista pouco presenciado em cena. Argumenta Archangelo

 

 

A conferir: Pescadores de Almas no Teatro do Parque das Ruínas – Rio de Janeiro – de 01 a 29 de Julho.

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais Sobre Walkiria Kaminski:

Walkiria Kaminski é paranaense, graduada em Letras pela Unicentro do Paraná, mestre em Teoria Literária pela PUC Paraná e pós-graduada em Arte Terapia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Com mestrado e doutorado na área de saúde mental, Walkiria atua como voluntária em ações terapêuticas nas favelas brasileiras atendendo a crianças esquizofrênicas, psicóticas e autistas. Médium psicopictográfica, Walkiria é a iniciadora do movimento Arte Cura no Brasil. Aos 65 anos de idade, ministra palestras e apresentações de arte mediúnica em 20 estados brasileiros.

 

 

 

Ficha Técnica:

Autora: Walkiria Kaminski

Direção: Daniel Archangelo

Elenco: Tatiana Sobral

Cabine: Daniele de Deus

Comunicação: Aline Peres

Assistência de Produção: Gabriel Piedro

Arte Designer: Pedro Amaro

Fotos: Lia Ximenes

Teaser e Filmagem: Charlote Produções

Realização: Dendrobates Cultura

 

 

 

 

Serviço:

Pescadores de Almas

Temporada: de 01 a 29 de Julho de 2017

Horários: 16Hs (sábados)

Local: Teatro do Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas (Rua Murtinho Nobre, 169 – Santa Teresa).

Capacidade: 70 lugares
Bilheteria: Tel.: (21) 3916-2600

Ingressos: R$ 40 (inteira), R$ 20 (meia entrada para os casos previstos em lei)

Duração: 55 minutos

Classificação: 14 anos