Maracatu Brasil oferece o evento “De Portas Abertas”

O Carnaval acabou, mas ainda há muito samba, batuques, axé, empolgação e alegria na Maracatu Brasil. É que vai começar o “De Portas Abertas”, um evento que acontece todo ano para aproximar o público com as mais diversas oficinas musicais. Os interessados têm ainda do dia 6 ao dia 10 para escolher o curso com o qual mais se identificam. Empolga às 9, Agytoê, Roda de Samba, Tambores de Olokum e Bloco Exagerado são algumas das opções. E como o próprio nome sugere, nestes dias, as aulas são gratuitas!

Esta é uma grande oportunidade para quem não conhece o local, uma casa ambientada em Laranjeiras, que possui, ainda, uma loja de instrumentos novos e usados. E, quem já conhece, certamente vai poder aprender um pouco mais sobre as outras oficinas apresentadas. Há cursos para todos os gostos.

A Maracatu Brasil é um complexo musical voltado para o mundo da percussão e bateria localizado no bairro de Laranjeiras, Zona Sul do Rio de Janeiro. Inaugurado em 2000 por Claudio Diegues e Guto Goffi, baterista fundador do Barão Vermelho, nasce como alternativa para o ensino de ritmos e venda de instrumentos artesanais e importados. Pioneira ao democratizar o acesso à cultura musical muitas vezes restrita aos guetos, transformou-se em referência nacional e internacional.

Mais sobre as oficinas do “De Portas Abertas”:

Agytoê

Oficina ministrada pelos professores Dani Dillan, Ferran Tamarit, Joana Sant´Ana, Leon Miguel, Pedro Amparo e Pedro Prata. Os instrumentos utilizados são Caixa, Ganzá, Repique, Surdo, Timbal e Xequerê. Uma das mais famosas da agitação carioca. surgiu em outubro de 2013, a partir da inquietude e do desejo de fazer e brincar o carnaval de rua de forma coletiva. O objetivo é seguir aprofundando a pesquisa da cultura e do contexto de luta dos Afro-Blocos Baianos, desde sua gênese nos anos 1970 e 80 com o próprio samba-reggae, até sua transformação e explosão nos anos 90 com o Axé Music.

Roda de Samba

Ministrada por Fabiano Salek e Pedro Monteiro. Desenvolve um trabalho de percepção rítmica, prática de conjunto e aula de percussão, por meio do universo da roda de samba. Os instrumentos são: surdo, pandeiro, agogô, chocalho, tantan, repique de

mão e o reco-reco. O aluno aprende as funções com a formação de um vocabulário de células rítmicas presentes na linguagem da roda de samba para serem utilizadas como variação, solos e convenções, dando elementos para a criação de arranjos. Através da formação de repertório, são exercitados diferentes tipos de acompanhamentos rítmicos para os variados tipos de samba, além de outros gêneros da música popular que estão sempre aparecendo e se misturando com o samba nas rodas de hoje.

Tambores de Olokun

Oficina de dança e tambor, ministrada por Alexandre Garnizé. Resultado das pesquisas de maracatu e candomblé.

Bloco Exagerado

Tocou no Carnaval de São Paulo e do Rio com seus 40 ritmistas formados pela Oficina de Ritmos. E novas vagas serão abertas para os interessados que quiserem participar dessa ‘bateria exagerada’. O professor responsável é o Felipe Bruno.

Empolga às 9

Surdo, caixa, repique, tamborim, chocalho e agogô são os instrumentos utilizados. E os ritmos/ levadas trabalhados na oficina são: samba, funk, coco, afoxé, maculelê e suas variações. A ideia é trabalhar a técnica dos instrumentos, aprimorando aos poucos a musicalização, o ritmo e posteriormente a prática de conjunto.

O método do passo, criado pelo músico e mestre em educação Lucas Ciavatta, que aborda inicialmente a questão rítmica e segue uma direção melódica, é utilizado pelo Empolga na oficina como forma de trabalhar necessariamente o equilíbrio, trazendo a noção de regularidade e possibilitando o aprendizado da pulsação pelos alunos. Ao fim do curso, os alunos fazem um teste para saber se estão aptos a integrarem junto a outros ritmistas, músicos e convidados a bateria do Bloco do Empolga às 9.

Serviço:

DE PORTAS ABERTAS

Entrada gratuita

Maracatu Brasil

Rua Ipiranga, 49 – Laranjeiras

6 de abril (quinta-feira)

19h – Roda de Samba

20h30 – Agytoê

7 de abril (sexta-feira)

19h – Tambores de Olokun

8 de abril (sábado)

15h – Bloco Exagerado

10 de abril (segunda-feira)

19h – Empolga às 9

Mais informações: 2557-4754/ 97113-2709 http://www.maracatubrasil.com.br