“Pé de vento cabeça no chão” na Arena Dicró

Pé de vento cabeça no chão é o primeiro espetáculo infantojuvenil da Cia. REC. Criada em 2009 pela coreógrafa Alice Ripoll, a companhia vem se consolidando no cenário da dança carioca como um potente grupo da periferia que elabora e recria a arte contemporânea. Em cena desde 2015, Pé de vento cabeça no chão estará na Arena Carioca Dicró (Penha) em dois finais de semana de setembro: 3 e 4 e 10 e 11, às 16h. As quatros apresentações serão gratuitas.

Em cena, estão os bailarinos Alan Ferreira, Leandro Coala, Liuz LA e Rômulo Galvão. O espetáculo joga uma lente de aumento em situações do cotidiano. Cenas comuns do dia a dia ganham um olhar fantasioso presente no universo infantil: a hora de dormir, os sonhos, as brigas, o afeto e as brincadeiras são apresentadas a partir do ponto de vista da criança. Durante o processo de criação da obra, a diretora e os bailarinos pesquisaram referências na literatura e no cinema, como no livro de contos A legião estrangeira, de Clarice Lispector; e Crooklyn, longa do cineasta Spike Lee. Os figurinos criados por Raquel Theo lembram pijamas confortáveis que se desdobram em outras peças de roupa durante a performance.

Pé de vento cabeça no chão faz parte do projeto Cia. REC, que tem patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro.

CIA REC – Fundada em 2009, a Cia. REC é dirigida por Alice Ripoll e conta com os bailarinos Alan Ferreira, Alex Tavares, Leandro Coala, Liuz LA e Rômulo Galvão. O primeiro espetáculo do grupo, Cornaca, estreou no Festival Panorama. Foi contemplado por editais de circulação da cidade e do estado do Rio de Janeiro (F.A.D.A e Circuito das Artes), tendo ainda sido apresentado em São Paulo, no SESC Pompéia. Criado em coprodução com o Festival Panorama 2012, Katana, a segunda montagem do grupo foi apresentada em diversos teatros cariocas e foi contemplado pelo edital de fomento da prefeitura do Rio de Janeiro para circulação. Em 2014, a Cia. REC foi contemplada pelo edital de fomento da prefeitura para criar dois novos trabalhos: Bô, que foi apresentado na Arena Dicró, no Teatro Angel Vianna, no Teatro Eva Hertz, no Dança Gamboa e no Ocupa Cacilda; e o infantil Pé de vento cabeça no chão.

ALICE RIPOLL – Coreógrafa, intérprete e diretora de movimento para peças teatrais. É diretora da Cia de dança REC, com a qual realizou os espetáculos Cornaca, Katana, em coprodução com o Festival Panorama; e Bô, que estreou em 2015. Dirige paralelamente o grupo SUAVE RELÍQUIA, com o qual criou Suave, em 2014. No mesmo ano, dirigiu O princípio da casa dos pombos. É diretora de movimento do grupo teatral Foguetes Maravilha. Seus espetáculos têm sido apresentados em diversos festivais no Brasil e no exterior: Festival Panorama, Bienal SESC de Dança, Bienal de Dança do Ceará, Kampagel – Internationales Sommerfestival, Zurich Theater Spetakel, Noorderzon Performing Arts e Rencontres Chorégraphiques de Seine-Saint-Denis.

FICHA TÉCNICA

Espetáculo: Pé de vento cabeça no chão

Direção: Alice Ripoll

Criação e interpretação: Alan Ferreira, Leandro Coala, Liuz LA e Rômulo Galvão

Assistência de direção e produção executiva: Anita Tandeta

Figurino: Raquel Theo

Assistente de figurino: Luísa Alves

Iluminação: Andrea Capella

Adaptação e operação de luz: Tabatta Martins

Fotos: Renato Mangolin

Vídeo: Manuel Aguas

Operador de som: Matheus Castro

Apoio: Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro e Rafael Machado Fisioterapia

Coprodução: Festival Panorama 2015 | Panorama Carioca na Cidade das Artes

SERVIÇO

Espetáculo: Pé de vento cabeça no chão

Dias: 3 e 4/09 (sábado e domingo) | 10 e 11/09 (sábado e domingo)

Horário: às 16h.

Local: Arena Carioca Dicró (Parque Ary Barroso, Penha, S/N. Entrada pela Rua Flora Lobo.)

Capacidade: 338 lugares

Classificação indicativa: ER – Especialmente Recomendável/Livre.

Recomendado para crianças a partir de 4 anos.

Entrada franca.

Duração: 50 minutos.

Informações: (21) 3486-7643.