Boquinha…E assim surgiu o mundo…

“Boquinha…E assim surgiu o mundo…” conta a história de um pequeno ser feito de dobraduras de papel que guiará as crianças em uma mágica viagem para contar a história do surgimento do mundo segundo contos e lendas de diferentes culturas. Esse é o ponto de partida do terceiro texto escrito pelo ator Lázaro Ramos que estreia dia 7 de maio no Espaço Sesc em Copacabana. Em curta temporada, as sessões acontecem aos sábados, 16h e aos domingos, às 11h, até o dia 29 de maio de 2016.

 

A atriz e contadora de histórias Suzana Nascimento (premiada pelo monólogo Calango Deu! Os causos da Dona Zaninha), apresentadora do programa Janela Janelinha da TV Brasil – onde conta histórias tradicionais de várias partes do mundo – e pesquisadora da oralidade, assina, ao lado de Lázaro Ramos, a direção do espetáculo.

 

Sozinho em cena, o ator e circense Orlando Caldeira utiliza-se de vários recursos como a contação de histórias, o circo, a manipulação, a música e a luz para estimular de forma muito lúdica a imaginação das crianças.

 

Lázaro está cada vez mais vem se dedicando ao gênero infantil. Em 2010 lançou seu primeiro título “A Velha Sentada”, que conta a história de uma criança em uma viagem repleta de aventura, de aprendizado e  autoconhecimento, dentro da própria cabeça. A partir dele,  adaptou para o teatro “A menina Edith e a velha sentada”, recebendo os Prêmios CBTIJ de teatro em 2015 como melhor texto adaptado e melhor canção.

 

As Paparutas, segundo livro do autor, chama atenção para o respeito à diversidade. Nesse trabalho, o autor se inspirou na festa popular das “Paparutas”, que acontece na Ilha do Paty, situada em São Francisco do Conde, interior da Bahia. Em 2015 lançou o livro de poesias “Caderno de rimas do João” que encanta os leitores com rimas espontâneas e temáticas diversas. Os versos apresentam, de um jeito divertido, os assuntos de um modo mais colorido.

 

Agora, Ramos inspirou-se nas culturas: cristã, yorubá, tupi guarani, hindu, chinesa, nas versões da ciência e dos nerds, retomando a tradição de se contar e ouvir histórias, mostrando que basta um bom enredo para nos fazer viajar!

 

“O Boquinha é uma contação de história para crianças, tentando usar, da maneira mais simples possível, brincadeiras com papel, origami e um ator em cena. Contando várias versões de como surgiu o mundo, o espetáculo estimula as crianças a pensarem como as coisas são criadas, mas também fundamentalmente, estimula as crianças a cuidarem das coisas, cuidarem do mundo, dos objetos, das pessoas e de si mesmas.” – Lázaro Ramos

 

CURRÍCULOS

 

Lázaro Ramos – Com mais de 20 espetáculos no currículo, destacam-se: “Mamãe Não Pode Saber”, “A Ver Estrelas”, “O Homem Objeto”, “O Método Ghonholm” pelo qual recebeu os prêmios Qualidade Brasil e Contigo na categoria melhor ator e “O Topo da Montanha”, que além de atuar, também dirigiu o espetáculo. No cinema, estreou em “Woman on top” e participou de mais de 15 filmes. Como protagonista de Madame Satã, marco no cinema nacional, alcançou o estrelato sendo premiado no mundo inteiro por sua interpretação. Entre os filmes nos quais atuou destacam-se: “O Homem que Copiava”, “Carandiru”, “Meu Tio Matou um Cara”, “Cafundó”, “Cidade Baixa”, “O Cobrador”, “Ó Paí Ó”, “Saneamento Básico” e “Amanhã  Nunca Mais”. Em 2010 e 2011 atuou nos longas “O Grande Kilapy”, “O Vendedor de Passados”, “Tudo que Aprendemos Juntos”, “Mundo Cão e narrou o documentário “Marighella”. Também deu voz ao personagem Chocolate no longa de animação “As Aventuras do Avião Vermelho”. Na tv,  participou  de várias séries e novelas da rede Globo. Atualmente protagoniza a série “Mr. Brau”.

 

Orlando Caldeira Ator e circense, atuou nas novelas “Boogie Oogie” e “I Love Paraisópolis” ambas da Rede Globo. Atuou no clipe “Como é grande o meu amor por você” do cantor Lulu Santos com direção de Lázaro Ramos. No teatro, atuou nos espetáculos “A Menina Edith e a Velha sentada” com texto e direção de Lázaro Ramos, “As Aventuras do Menino Iogue” com direção de Juliana Terra e Arlindo Lopes, que lhe rendeu o Prêmio CBTIJ de melhor atora coadjuvante, e “Maravilhoso” – direção Inez Viana, com temporadas no Rio de Janeiro e Bogotá- Colômbia. Na cia de teatro carioca Troupp Pas D’argent, atua nos espetáculos “Cidade das Donzelas”, “Holoclownsto” e “Morro da Ópera”, que foram apresentados no Brasil, Londres, Itália e Chile. Ministrou oficinas de teatro no Chile, Itália, Londres e Brasil (Santa Catarina, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Ceara, Minas Gerais e São Paulo).

 

Suzana Nascimento – Atriz, autora, apresentadora, diretora e contadora de histórias. No TEATRO, recebeu Prêmios de Melhor Atriz, Melhor Espetáculo em festivais internacionais, por Calango Deu! Os causos da Dona Zaninha, monólogo em que atua e assina o texto, sucesso de público e crítica em cartaz há três anos, dirigido por Isaac Bernat.Na TV, é apresentadora do programa Janela Janelinha (TV Brasil – série em 27 episódios). Trabalhos mais relevantes no TEATRO: El Pânico, Consertam-se Imóveis, A história do Barquinho, Preciso Andar, A menina Edith e a Velha sentada, O que você gostaria que ficasse, Peças de Encaixar. Em PERFORMANCE atuou em: Cena para um figurino (solo) – selecionado para representar o Brasil na mostra oficial da Quadrienal de Praga 2011. No CINEMA, destaca-se o curta-metragem Santas, de Roberval Duarte (Prêmio Melhor direção na estreia nacional – Cine Ceará 2012). Atuou como atriz e colaboradora no roteiro.

 

SINOPSE SUGERIDA: Espetáculo infantil “Boquinha… E assim surgiu o mundo…” conta a história do surgimento do mundo inspirado em contos e lendas de diversas culturas. Sozinho no palco, Orlando Caldeira utiliza o circo, a manipulação e a música para estimular de forma lúdica a imaginação das crianças.

 

FICHA TECNICA

Texto: Lázaro Ramos

Direção: Suzana Nascimento e Lázaro Ramos

Elenco: Orlando Caldeira

Assessoria de Imprensa: Minas de Ideias

 

SERVIÇO

Estreia: Dia 7 de maio de 2016

Local: Espaço Sesc  – Mezanino

Endereço: Rua Domingos Ferreira – nº 160 – Telefone: (21) 2548-1088

Temporada: De 07 até 29 de maio 2016

Horários: Sábados, 16h e domingos, 11h

Duração: 40 min.

Preço: R$ 20,00 (Inteira), R 10,00 (Meia entrada), R$ 5,00 (Associados Sesc)

Capacidade: 90 lugares

Classificação: Indicado para crianças a partir de 3 anos

Gênero: Infantil

Funcionamento da Bilheteria: (Inclusive vendas antecipadas): Ter. a dom., 15h às 21h