Programação de junho do CCBB

O mês de junho começa com a mostra de cinema “Francis Ford Coppola: o Cronista da América” que exibe 25 filmes dirigidos por Coppola, desde suas primeiras produções – os “skin flicks” Tonight for Sure e The Bellboy and the Playgirs, passando pelo terror B dirigido para o produtor Roger Corman, Demência 13, pelos sucessos de público e de crítica dos anos 1970 – O Poderoso Chefão, O Poderoso Chefão – Parte II e Apocalypse Now Redux – até sua fase mais recente de experimentações com o digital (Tetro) e com o 3D (Virgínia).

O festival de teatro Cena Brasil Internacional chega a sua quarta edição e apresenta trabalhos inéditos de companhias oriundas do Brasil, China, Japão, México e Suíça.

Após conquistar uma média diária de 4 mil visitas em São Paulo, a exposição “Picasso e a Modernidade Espanhola – Obras da coleção do Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia” chega ao  CCBB Rio e evidencia as relações da obra de Picasso e seus contemporâneos espanhóis Miró, Dalí, Domínguez e Tàpies, entre outros.

O “Prêmio CCBB Contemporâneo” apresenta os 10 vencedores do concurso de fomento às artes visuais realizado em 2014. Até junho de 2016, o público tem a chance de conhecer o trabalho de coletivo Chelpa Ferro, Fernando Limberger, Ana Hupe, Jaime Lauriano, Carla Chaim, Ricardo Villa, Flávia Bertinato, Alan Borges, Vicente de Mello e Floriano Romano.

No teatro III, Sexo Neutro trata de questões de identidade de gênero que envolvem os indivíduos que se vêem na urgência da mudança de sexo. Com a direção de João Cícero Bezerra, Cristina Flores e Marcelo Olinto vivem a mesma personagem.

Beija como nos Livros é a terceira parte de uma trilogia sobre o amor, a companhia Os Desequilibrados. Com direção de Ivan Sugahara, o texto busca dissecar o sentimento amoroso.

Encontros virtuais é o nome do ciclo de shows-concertos que evidenciam semelhanças e afinidades estéticas entre compositores de épocas e lugares tão distintos quanto improváveis, como Bach & Pixinguinha, Bartok & Hermeto Pascoal, Mozart & Altamiro Carrilho, Debussy & Tom Jobim, Cristina Braga & Sacha Amback, Nazareth & Chopin, Villa-Lobos & Egberto Gismonti. Entre os intérpretes convidados estão Marcelo Fagerland, Kiko Horta e Morelenbaum.

“Leitura Acessível para a Infância” é a iniciativa que traz uma instalação inédita desenvolvida pela “Escola de Gente – Comunicação em Inclusão”, a fim de permitir que crianças com deficiência, analfabetas ou com dislexia possam ter acesso à leitura. Em 9 formatos, o conteúdo do livro Sonhos do Dia, escrito pela jornalista Claudia Werneck é transmitido de forma lúdica, educativa e sensorial para que o público infantil possa conhecer diversas experiências acessíveis de leitura.

A série de encontros Arte e Ciência permanece em cartaz até novembro e traz  ao auditório, o cientista Ivan Izquierdo e o escritor Silviano Santiago no debate Memória e Criatividade.

 

Centro Cultural Banco do Brasil

Rua Primeiro de Março, 66

Centro – Rio de Janeiro – RJ

CEP 20010-000

www.bb.com.br/cultura

twitter.com/ccbb_rj

http://facebook.com/CCBB.RJ

Aberto para o público de quarta à segunda, das 09h às 21h.

 

Anúncios