Show de Luiz Melodia no Teatro Rival – Eu fui!

Dono de – na minha modesta opinião – um dos timbres mais bonitos da MPB, Luiz Melodia foi o convidado do Teatro Rival

Luiz Melodia recebe no show a participação de seu filho, Mahal Reis  Foto: apetecer.com

Luiz Melodia recebe no show a participação de seu filho, Mahal Reis
Foto: apetecer.com

para fazer os shows que antecedem o aniversário da casa, que está comemorando 80 anos. O cantor usou o tradicional palco para apresentar seu novo trabalho, o CD “Zerima”.

O cantor aproveitou bem a oportunidade e preencheu a maior parte do repertório do show com as canções do novo CD. O trabalho tem a participação da cantora Céu e de Mahal Reis, que entrou de surpresa no palco para fazer um rap enquanto o pai (sim, ele é filho de Melodia) cantava “Maracangalha”.

Apesar do repertório repleto de novidades, as “velhinhas” também estiveram presentes. Luiz Melodia não abriu mão de seus sucessos, como “Pérola negra”, “Congênito”, “Ébano” e “Salve linda canção sem esperança”. Mas o ponto alto da noite foi  “Magrelinha”, que quase encerrou o bis, com o público cantando junto.

Foto: apetecer.com

Foto: apetecer.com

Certamento o ponto alto da noite. O show terminou mesmo com Melodia entoando “Papai do céu”, do novo álbum. Com refrão “chiclete” (Adocicar o nosso amor / Com uma taça de licor / Papai do Céu ajuda), duvido que tenha uma pessoa que tenha saído do Rival sem ficar com a música por horas na cabeça.

Não costuma acontecer, mas dessa vez perdi a aposta de qual seria a última canção do bis. Imaginava que seria “Estácio, Holly Estácio”, mas esta infelizmente ficou fora do repertório. Mesmo assim, eu – que sempre quis assistir ao cantor ao vivo -, fiquei satisfeita com o resultado do show. Melodia mostrou que permanece com força total e, claro, com o belo timbre de sempre.


Este slideshow necessita de JavaScript.

P.S.: Agradeço o Teatro Rival pelo credenciamento.

Anúncios