“Ricardo III” – Eu fui!

Foto: apetecer.com

Sempre quis assistir a alguma peça de Shakespeare! Com isto, pedi para ir ver a montagem de “Ricardo III”, na sede da Cia de Teatro Contemporâneo, em Botafogo. Sabia que era o último dia da temporada, mas não que era a peça de formatura do elenco. Portanto, o fim da sessão tinha um clima duplo de despedida.

A escolha foi bem feita. Uma peça clássica de William Shakespeare é um aprendizado para qualquer ator, e sua boa execução meio que prova para o novo profissional que ele está pronto para o caminho que irá percorrer. A adaptação a que assisti, apesar do figurino que remonta a época antes do período Elizabetano, tem toques contemporâneos, para fazer jus ao nome da companhia de teatro. Antes mesmo do início da sessão, o ambiente é “musicado” com canções POP internacionais, inclusive rock da terra do autor do texto. E assim se inicia o espetáculo: com o elenco dançando uma das músicas ambiente, em um clima leve, dando entender que o que virá a seguir é uma montagem menos densa, até uma comédia.

Ledo engano! A montagem era a que eu esperava mesmo, contando a história de Ricardo III, Duque de Gloucester, filho mais novo da casa de York, que arquiteta um plano para matar seus irmãos e se tornar rei. O enredo mostra a cobiça e caráter duvidoso – para não dizer certamente ruim (rs) – do protagonista, que foi inspirado na história real de Ricardo III Rei da Inglaterra . E mostra que, mesmo o texto tendo sido escrito entre 1592 e 1593, continua atual, e o tema principal pode ser aplicado aos dias de hoje.

Aproveitamos também para desejar sorte a Alisson Práxedez Cidrini, Gustavo Vasconcelos, Isac Bruno, Joel Ajudarte, José Guilherme Vasconcelos, Marco Antonio Thuler, Marina Blanc, Mayara Barros, Tatiana Trajano e Thaís Martins. Sucesso e que nos vejamos em muitos palcos por aí 😉

Este slideshow necessita de JavaScript.

Agradeço a Cia. de Teatro Contemporâneo pelos convites.

Anúncios