Videodança “Montão de Coisa”

No próximo dia 29 de novembro, a Escola Livre de Cinema de Nova Iguaçu apresenta a videodança “Montão de Coisa”, fruto da Oficina de Vídeo e Arte. As imagens recolhidas durante todo o período letivo serviram de base para a produção de uma coreografia em sala de aula, e posteriormente refilmada nas ruas do bairro e agora estará disponível para o público. No filme, o tradicional bairro da região, Austin, foi catalogado em representações, filtrando gestos, cores, sensações e discursos. A entrada é gratuita e a exibição será realizada em looping. No mesmo dia, outras duas oficinas da ELC (Audiovisual para Educadores e Produção Audiovisual) irão exibir os seus projetos.
Ao longo das atividades, os alunos foram motivados a colecionar e catalogar o bairro de Austin, a cada aula um grupo de imagens diferentes, divididos entre seres vivos, materialidades, grupos sociais, objetos, sensações, lugares, gestos e sons. Todo o material recolhido foi remontado em sala de aula para a composição de coreografias da videodança, com a orientação das bailarinas Priscila Maia e Luisa Coser. Após a elaboração coreográfica, os alunos refilmaram todas as cenas no bairro de Austin. “Montão de coisa” é uma representação estética da região através de gestos. A videodança conta ainda com uma trilha sonora original, produzida pelo músico Marcelo Peregrino, com mixagem e masterização da gravadora independente Pirão Discos, que também é da cidade de Nova Iguaçu.

A inspiração para a produção do projeto são as mais diversas, passando pelos gestos das obras de Carvaggio e as coreografias realizadas pela bailarina alemã Pina Bausch. Outros projetos que influenciaram foram os filmes do diretor americano, Busby Berkeley, que revolucionou o gênero musical no cinema, através de suas coreografias extravagantes e o filme de Ettore Scola, “O Baile”, que ajudou na compreensão da construção da gestualidade como um discurso.

A Oficina de Vídeo Arte tem o objetivo de iniciar os alunos no campo da arte contemporânea, com referência de artistas plásticos e videoartistas. A metodologia da ELC, consolidada ao longo de seus 8 anos, trabalha com os eixos palavra, corpo e território como elementos de expressão artística. A oficina tem coordenação metodológica do Diego Bion. A oficina é destinada a jovens entre 12 e 18 anos, oriundos de escolas da rede pública de ensino, com quatro turmas de em média 25 alunos cada uma.

Ficha técnica:
Realização:Alunos da Oficina de Vídeo Arte
Coordenação Metodológica: Diego Bion
Monitoria: Diana Vieira
Colaboração: Priscila Maia e Luisa Coser
Trilha Sonora: Marcelo Peregrino / Pirão Discos
Coordenação de Produção: Luana Pinheiro
Produção: Beatriz Stassen
Coordenação do Projeto:Valquiria Oliveira
Idealização: Marcus Faustini
Duração: 5 minutos

Serviço:
Data: 29 de novembro (sábado)
Horário: 18h
Local: Escola Livre de Cinema de Nova Iguaçu
Endereço: Rua Cândido Lima, 13 (sobreloja) – Austin – Nova Iguaçu
Telefone: (21) 2763.7570
A entrada é gratuita
Classificação: Livre