“O último Godot”, no Galpão Gamboa

Nos próximos dias 15 e 16 de outubro, quarta e quinta, às 20h, a mostra hífen de pesquisa-cena leva para o Galpão Gamboa “O último Godot”, montagem da companhia carioca Preto e Branco para texto de Matéi Visniec. A entrada é gratuita.

A mostra hífen é uma realização da companhia carioca Teatro Inominável, formada pelos artistas-pesquisadores Adassa Martins, Caroline Helena, Diogo Liberano, Flávia Naves e Natássia Vello, em parceria com o Instituto Galpão Gamboa. O evento tem o apoio cultural da produtora Pequena Central.

O último Godot

Peça do autor romeno contemporâneo radicado na França, Matéi Visniec, “O último Godot” propõe o encontro entre Samuel Beckett e Godot, autor e personagem fictício, numa espécie de embate entre deuses, revelando o onipresente existencialismo definidor de criador e criatura, diante da iminente morte do teatro. Esse encontro é pretexto para uma discussão que também aborda outras questões como a transformação potencial de cada cidadão, através de um olhar mais sensível sobre o outro e da necessidade humana da auto-representação para sobreviver como indivíduo.

Primeira montagem no Rio de Janeiro do texto de Matéi Visniec, a peça teve sua temporada de estreia em setembro de 2013, na Unirio. Em outubro, integrou a programação do Fitú – Festival Integrado de Teatro da Unirio. Em novembro, participou do V Festival Nacional de Teatro Universitário de Patos de Minas, no qual foi indicada nas categorias “Ator” (Ricardo Rocha) e “Iluminador” (Pedro Struchiner). Em fevereiro de 2014, venceu o Prêmio Yan Michalski de teatro em formação [primeira edição] – incorporada ao 3o prêmio Questão de Crítica – na categoria “Melhor Ator” com Phellipe Azevedo. E em março de 2014 participou da VIII Mostra Estudantil do CCBB-RJ, onde Phellipe Azevedo ganhou menção honrosa de destaque por sua atuação.

Sinopse
Dois estranhos, assíduos espectadores e apaixonados amantes do teatro, se encontram em um não-lugar. E nessa rua, entre os restos do teatro e o esgoto correndo aos seus pés, vão revelando aos poucos, um ao outro, seus pontos de vista, reflexões e sentimentos diante de iminente possibilidade da morte e extinção de sua paixão e principal razão de sobrevivência: o teatro.
Ficha técnica
Texto: Matéi Visniec
Direção: Maíra Kestenberg
Elenco: Phellipe Azevedo e Ricardo Rocha
Cenografia: Paula Cruz
Figurino: Aline Besouro e Manoella Moura
Caracterização: Lucimar Ferreira
Desenho de luz: Pedro Struchiner
Treinamento de comicidade: Lucas Castelo Branco
Gênero: Tragicomédia
Duração: 55 minutos
Classificação Indicativa: 12 anos

SERVIÇO
Datas: 15 e 16/10 (quarta e quinta)
Horário: 20 horas
Local: Galpão Gamboa – Teatro
Endereço: Rua da Gamboa, 279 – Centro – RJ
Capacidade: 80 lugares
Telefone: (21) 2516-5929
Entrada gratuita (senhas distribuídas com 30 minutos de antecedência)