Longa “Obra-Prima”, de Daniel Filho

Responsável por levar mais de 25 milhões de espectadores aos cinemas desde a Retomada e assinar sucessos de bilheteria como ‘Se eu fosse você 1 e 2’, ‘A Partilha’ e ‘Confissões de adolescente’, o diretor e produtor Daniel Filho poderia optar por não sair de sua zona de conforto. Poderia, mas o cineasta nunca fugiu de uma boa ideia. E é justamente com uma (boa e ousada) ideia na cabeça, uma câmera na mão e aproveitado as múltiplas possibilidades do ambiente virtual que Daniel Filho inicia seu cinema novo. Com baixo orçamento e pouca edição, seu longa-metragem ‘Obra-prima’ será filmado em apenas dois dias com uma só câmera em plano fixo, o que faz com que a minuciosa marcação de atores seja fundamental para a realização do projeto.

As inovações não param por aí. Pela primeira vez no cinema mundial, o público terá oportunidade de assistir a parte das filmagens pela internet, em tempo real. “As novas tecnologias estão simplificando a realização cinematográfica. Este formato proporciona novas possibilidades para o cinema brasileiro. Fazer um filme em dois dias, com baixo orçamento e uma só câmera, é uma experiência de ver como podemos baratear uma produção”, explica o diretor.

Com roteiro de Daniel Filho e Fernando Ceylão, ‘Obra-Prima’ é uma produção da Lereby, que reúne no elenco atores como Susana Vieira, Lázaro Ramos, Deborah Secco, Aramis Trindade, Kika Freira e outros antigos parceiros de Daniel no cinema e televisão, além de Roberta Rodrigues, Marcos Caruso, Juliano Cazarré, Gustavo Pereira e Thiago Rodrigues, que pela primeira vez trabalham com o diretor.

Live streaming inédito

Os artistas têm apenas cinco dias (de 1º a 5 de setembro) para ensaiar antes do começo das filmagens, que serão realizadas nos próximos sábado e domingo. Entre 18h e 19h, uma câmera vai captar tudo o que estiver acontecendo no set de filmagem e estará aberta ao público da internet, por sistema live streaming, no site do filme (www.obraprima-ofilme.com.br) e na Página do Facebook  Obra-Prima-OFilme.

A exibição do making of ao vivo vai proporcionar ao espectador a sensação de estar vendo toda a movimentação de artistas, câmeras, equipe de direção. “Estou dando a possibilidade de o público ver e ouvir o que está sendo filmado. O espectador vai ser um convidado que vai entrar e sair quando quiser durante o período do live streaming. Isso e algo que só a internet possibilita. Levar tantas pessoas para um set seria impossível”, observa Daniel Filho.

Ponto de vista único

Inspirado no filme ‘Morte de um homem nos Bálcãs (2012)’, do sérvio Miroslav Momcilovic, ‘Obra-Prima’ narra a história de um suicídio, num único plano de 80 minutos, como se o ponto de vista fosse uma webcam que somente o suicida sabia que estava ligada, dando para o espectador a sensação de estar assistindo a tudo da janela. O filme expõe a cômica reação de vizinhos e outros personagens diante do cadáver – até que a descoberta da presença da câmera gera uma mudança de comportamento geral. “Do roteiro à execução, estamos fazendo uma espécie de cinema reality”, define Daniel Filho.

Anúncios