“Os Sapos”, de volta na Sede das Cias

Sucesso de público e crítica, o espetáculo OS SAPOS, de Renata Mizrahi está de volta na Sede das Companhia de 06 a 09 de setembro, de sexta a segunda às 20 horas, com ingressos a 20 reais e 10 reais meia entrada.

OS SAPOS recebeu quatro indicações ao terceiro Prêmio FITA 2013 (Festa Internacional de teatro de Angra dos Reis), de melhor texto (Renata Mizrahi) , Revelação Melhor direção (Priscila Vidca e Renata Mizrahi) e ganhou prêmio de melhor atriz (Verônica Reis) e melhor atriz coadjuvante (Paula Sandroni). A peça também foi indicada ao Prêmio CESGRANRIO, por melhor Texto Nacional Inédito.

A peça estreou em junho no Galpão das Artes Tom Jobim, no Jardim Botânico, reestreou no Teatro Laura Alvim em agosto. Em outubro fez uma curta temporada no Dulcina e se apresentou na FITA. Em novembro faz duas apresentações no Galpão Gamboa. A peça também foi selecionada pelo Edital Fomento da prefeitura do Rio de Janeiro para se apresentar em 6 lonas ou arenas da periferia do Rio de Janeiro em 2014.

“Os Sapos” aborda as dependências amorosas e suas diversas facetas. O tema despertou o interesse dos públicos masculino e feminino, gerando até debate com uma psicanalista ao final do espetáculo para discutir as relações ali apresentadas. Agora autora assume também a direção da montagem, ao lado de Priscila Vidca, parceiras de direçãoo também da montagem de Silencio!

O espetáculo fala, com humor, de como as relações podem atingir níveis primitivos quando casais são colocados em situação de confinamento. O texto começa suave, mas, aos poucos, vai ficando mais tenso. O ritmo do espetáculo é marcado pelos diálogos ágeis, entrecortados por silêncios – ora irônicos, ora constrangedores –, mantendo a expectativa de uma nova virada a cada momento. O título da peça é uma referência aos sapos que se escondem no banheiro – eles são retirados de lá, mas sempre voltam. E é também àquilo que se engole em seco, a não expressão de um sentimento, o silêncio.

A encenação é um jogo no qual os cinco atores estão em cena o tempo todo. A ideia é priorizar as relações dos personagens e o encadeamento dos acontecimentos, com clima mudando cena a cena. Para isso, o cenário foi dividido em dois ambientes de forma não realista: de um lado do palco, o ambiente da casa é montado em cima de um praticável e, do outro lado, no chão, folhas e terra compõem o jardim.

O elenco reúne atores oriundos de reconhecidas companhias de teatro do Rio de Janeiro: Paula Sandroni (F. Privilegiados), Verônica Reis (Cia. Atores de Laura), Ricardo Gonçalves (Cia. Confraria da Paixão), Fabrício

Polido e Gisela de Castro (Teatro de Nós). Eles se reuniram por mais de três anos para fazer leituras e discutir o texto e a montagem. Em 2011, o texto foi adaptado para o cinema, sob direção de Clara Linhart. O curta-metragem homônimo tem circulado por festivais e mostras, recebendo prêmios e reconhecimento da crítica. A trilha sonora é de Marcelo Alonso Neves; o cenário, de Nello Marrese e Lorena Lima; a iluminação é de Renato Machado e o figurino, de Bruno Perlatto.

FICHA TÉCNICA
Texto e concepção: Renata Mizrahi
Direção: Priscila Vidca e Renata Mizrahi
Elenco: Gisela de Castro, Paula Sandroni, Fabrício Polido, Ricardo Gonçalves e Verônica Reis

SERVIÇO
Local: Sede das Cias
Endereço: Rua Manuel Carneiro, 12 – Lapa (Escadaria Selarón)
Informações: (21) 2137-1271
Horário: de sexta à segunda, às 20h
Ingresso: R$ 20,00(inteira) R$ 10,00(meia)
Duração: 70 minutos
Bilheteria: abre 1 hora antes do espetáculo
Gênero: Drama
Capacidade: 60 pessoas
Classificação etária: 14 anos
Temporada: de 06 a 29 de setembro

Anúncios