Filmografia de Jia Zhangke, em São Paulo

A CAIXA Cultural Belas Artes apresenta, de 12 a 24 de agosto, a Mostra Jia Zhangke – A cidade em quadro. Pela primeira vez o público brasileiro terá acesso a toda obra do diretor chinês: serão exibidos 18 filmes, sendo 12 longas-metragens e seis curtas. O evento também contará com uma Masterclass, a primeira em toda a América Latina, ministrada pelo próprio cineasta. Zhao Tao, esposa e atriz principal de seus filmes, também estará presente.

Jia Zhangke é um dos cineastas mais aclamados do mundo contemporâneo. Ganhador de diversos prêmios, como o Leão de Ouro por Still Life (2006) e melhor roteiro em Cannes por Um toque de pecado (2013), Zhangke é mais que cineasta, é um pensador que discute e filma a transformação de seu país – nação que provavelmente sofreu a transformação mais brutal no período mais curto da história do mundo.

“Ainda que estejamos enfrentando os resultados de mudanças na sociedade como um todo, as expressões emocionais vêm de indivíduos, e não da ideologia ou dos pensamentos do governo. É por isso que insisto em abordar os tópicos que escolho a partir de uma condição ‘personalizada’. Meus filmes seguem basicamente a jornada da vida natural.” afirma o cineasta.

Jia Zhangke também é um vanguardista: um dos pioneiros em filmar longas no formato digital. Junto com seu fiel diretor de fotografia, Yu Likway, vêm mostrando ao mundo as possibilidade e mágicas desse formato.

“Ele nos desperta certa apatia. Talvez porque o autor, mesmo depois de premiado internacionalmente, nunca tenha deixado de afirmar sua linguagem experimental ao chamar atenção para o cinema como um ato amador, de reinvenção e risco, inclinando-se para questões referentes aos processos de transformação das grandes metrópoles nas duas últimas décadas. Assistindo aos filmes de Jia é impossível não traçar paralelo com as cidades brasileiras. Peking, Fenyngang e Xangai poderiam ser também Rio de Janeiro, São Paulo ou Recife. Cidades, quadros, ruínas partilhadas, todas submetidas ao processo de perda de identidade e transformação descontrolada” conclui Jo Serfaty, que divide com Mariana Kaufman a coordenação e curadoria da mostra.

Como parte da programação, no dia 23 de agosto (Sábado) às 19h, haverá mesa de debate na CAIXA Belas Artes intitulada “Camadas do real e da ficção, intermidialidade e o desaparecimento no cinema de Jia Zhangke”, com a presença de Cecília Mello e Lucia Monteiro, e mediação de Mariana Kaufmann.

Mais informações sobre a programação e a masterclass no site

http://www.fagulhafilmes.com.br/mostrajia e na página do facebook

http://www.facebook.com/mostrajia.

Programação:

– De volta pra casa (52min / Bluray) Livre

Dias 13 (quarta-feira) e 19 de agosto (terça – feira) às 19h

– Um artista batedor de carteiras (108min / 35mm) 10 anos

Dias 16 (sábado) às 19h e 20 de agosto (quarta –feira) às 16h

– Plataforma (151min/ 35mm) 10 anos

Dias 16 (sábado) às 16h e 20 de agosto (quarta –feira) às 19h

– Dog`s Condition (6min / Blueray) 14 anos

Dias 16 (sábado) às 16h e 20 de agosto (quarta –feira) às 16h

– Em busca da vida (108min / 35mm) 14 anos

Dias 17 (domingo) às 19h e 22 de agosto (sexta-feira) às 16h

– Dong (70min / HD) 12 anos

Dias 17 (domingo) às 16h e 22 de agosto (sexta-feira) às 19h

– Inútil (80 min / HD) 10 anos

Dia 14 (quinta-feira) às 19h e 22 (sexta-feira) de agosto às 23:30h

– Our 10 years (9min/ Blueray) Livre

Dia 14 (quinta-feira) às 19h e 22 (sexta-feira) de agosto às 23:30h

– Memórias de Xangai (138min / 35mm) Livre

Dias 19 (terça-feira) às 16h e 24 de agosto (domingo) às 19h

– Yulu (88min / HD) Livre

Dia 14 (quinta-feira) às 16h e 24 (domingo) de agosto às 16h

– Um toque de pecado (128min / HD) 16 anos

Dias 12 (terça-feira) às19h e 23 de agosto (Sábado) às 23:30h

– Jia de volta pra casa (52min / Bluray) Livre

Dias 12 (terça-feira) às 16h e 15 de agosto (sexta-feira) às 16h

– Mesa de debate

Camadas do real e da ficção, intermidialidade e o desaparecimento no cinema de Jia Zhangke

Convidados: Cecília Mello e Lucia Monteiro

Mediação: Mariana Kaufmann

Dia 23 de agosto (Sábado) às 19h

– Masterclass

Dia 13 de agosto (quarta) às 16h

A mostra Jia Zhangke, a cidade em quadro convida a todos para participarem da primeira masterclass na América Latina de um dos maiores cineastas contemporâneos, o chinês Jia Zhangke que vem ao Brasil participar da primeira mostra retrospectiva em sua homenagem e conversar com o público brasileiro do Rio e São Paulo.Além de exibir todos os seus longas e curtas e confeccionar um livro de 300 páginas com textos de autores do mundo todo sobre sua obra, a mostra organiza a masterclass que acontecerá dia 9 de agosto as 16hs no Caixa Cultural do Rio de Janeiro. Como infelizmente o patrocínio não consegue suprir todas as necessidades do evento, a Masterclass vai custar 60 reais para permitir que possamos arcar com os custos da vinda do diretor junto com a protagonista de todos os seus filmes, a atriz Zhao Tao.

Pagando 60 reais, você ganha também o catálogo da mostra, um livro de 300 páginas, em português e ingles, além de uma entrevista inédita, com o cineasta.

Faça sua inscrição e garanta já seu lugar. As vagas são limitadas.

Sobre o Jia Zhangke

O diretor, escritor e produtor Jia Zhang-ke nasceu em 1970, na cidade chinesa Fengyang, Se formou na Beijing Film Academy em 1993, se tornando roteirista profissional a partir de 1995. Ele agora vive em Pequim. Em 1998, seu primeiro longa-metragem Xiao Wu ganhou o Prêmio Wolfgang, Netpac Award no Festival de Berlim. Em 2006, foi a vez de Em Busca da Vida receber o Prêmio Leão de Ouro no Festival de Veneza. O filme também foi escolhido o Melhor Filme Estrangeiro pela Associação de Criticos de Cinema de Los Angeles em 2008. O

New York Times avaliou Jia como “o melhor diretor com menos de 40 anos de idade”. Além disso, Jia Zhangke foi reconhecido como um dos Jovens Líderes Globais no Fórum Econômico Mundial de Davos, em 2007. No ano seguinte o The Guardian selecionou Jia Zhang-ke como uma das “50 pessoas que podem salvar o planeta”. Em 2009, ele foi condecorado com a Ordem Oficial de Artes e Letras da França. Em 2010 foi agraciado com o Leopardo de Ouro do Festival de Locarno. Em 2013, Jia Zhangke ganhou melhor roteiro em Cannes pelo filme Um Toque de Pecado.”

Para se inscrever, mande email para:
Dia: 09 de agosto
Horário: 16h até 19h.
Endereço: Caixa Cultura. Avenida Almirante Barroso 25, centro.
Ingresso 60 reais

Serviço:
Mostra Jia Zhang Ke – A cidade em quadro
Data: 12 a 24 de agosto (terça-feira a domingo)
Horário: consultar programação
Local: CAIXA Belas Artes
Endereço: Rua da Consolação, 2423 – Consolação
Ingresso: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) – além dos casos previstos em lei, clientes CAIXA pagam meia
Classificação: (consultar programação)
Acesso para pessoas com deficiência
Patrocínio: Caixa Econômica Federal