Encontros de bossa nova: Rio Bossa Club – Eu fui!

Como dizia Vinicius de Moraes, “A vida é arte do encontro”. E a bossa nova é um estilo musical surgido por meio de encontros. Baseando-se nisso, a casa de shows Miranda está trazendo de volta essa cultura das reuniões que aconteciam no fim dos anos 1950, quando o ritmo brasileiro mais conhecido no mundo foi criado. Neste mês de maio, acontecerá, quinzenalmente, o “Rio Bossa Club”. O evento leva aos palcos o músico Celso Fonseca e o ator Lúcio Mauro Filho para uma reunião com muita música e humor. A pré-estreia foi ontem, 9, e eu fui lá conferir.

A dissonância dos acordes de Celso Fonseca embala o público na Miranda – Foto: apetecer.com

Para Celso Fonseca, o Rio Bossa Club dá aos amantes da bossa nova uma oportunidade para apreciar este estilo. Também vê como uma forma de trazer um novo público. “A nossa intenção aqui é essa: trazer as pessoas, os que gostam, os reféns, os que não têm onde ouvir bossa nova no Rio de Janeiro. Tentar misturar com humor para tentar trazer o público mais jovem, que pode curtir e, com isso, trazer a bossa nova para o lugar que ela merece. Porque a bossa nova é o que nos representa. A bossa nova é o Brasil que deu certo”.

Lúcio Mauro Filho é o mestre de cerimônias do Rio Bossa Club, na Miranda - Foto: apetecer.com

Lúcio Mauro Filho é o mestre de cerimônias do Rio Bossa Club, na Miranda – Foto: apetecer.com

O clima intimista da Miranda combina perfeitamente com a proposta do evento. Lúcio Mauro Filho é o mestre de cerimônias da festa e a música fica a cargo de Celso Fonseca. No de ontem, eles receberam dois convidados, os atores Rafael Infante e Letícia Lima. Eles contracenam em meio ao público, fazendo divertidas esquetes. No caso da última, os personagens de Infante e Letícia eram um casal recém-separado e se reencontrava por acaso, por intermédio – também ao acaso – do personagem de Lúcio Mauro. De acordo com o desenrolar da estória, o repertório do show ia sendo apresentado.

Lúcio Mauro Filho contracena com Letícia Lima disfarçada em meio ao público - Foto: apetecer.com

Lúcio Mauro Filho contracena com Letícia Lima disfarçada em meio ao público – Foto: apetecer.com

Não faltaram clássicos, como “Triste” (Tom Jobim), “Você e eu” (Vinicius de Moraes e Carlos Lyra), “Coisa mais linda” (Vinicius de Moraes e Carlos Lyra). Outras mais recentes do repertório de Celso Fonseca também estavam presentes no setlist, como “Slow motion bossa nova” (Celso Fonseca e Ronaldo Bastos), e até a famosa versão bossa nova do funk de MC Leozinho, “Ela só pensa em beijar (Se ela dança eu danço). No fim do espetáculo, já no bis, Celso Fonseca retorna arriscando “Chega de saudade” (Tom Jobim e Vinicius de Moraes). Apesar de, segundo ele, não ter sido ensaiada, deu tudo certo, ainda mais com a ajuda do público cantante presente.

Para os interessados, Lúcio Mauro Filho e Celso Fonseca estarão no “Rio Bossa Club”, quinzenalmente, sempre às quintas-feiras, às 21h30, na Miranda. O próximo ocorrerá já na semana que vem, 15 de maio.

Número 4 do nosso Top 5 de melhores shows de 2014:

https://palcoteatrocinema.com.br/2014/12/21/top-5-eu-fui-shows/

P.S.: Agradeço a Fabiane Pereira pelos convites.

Anúncios