Peça “O submarino” – Eu fui

Já havia falado no blog a respeito da peça “O submarino”. Ontem, 16/03/14, tive a oportunidade de assistir e agora escrevo aqui o que achei a respeito.

“O submarino” mostra a história de um casal em um casamento de 3 anos e meio. Desgastados, eles discutem por bobagens e demonstram serem bem diferentes, de gostos e personalidades. Tanto que Rita (Luciana Braga), no meio de uma discussão, pede a separação para César (Marcius Melhem). Só que a moça se arrepende e pede para voltar. E depois se arrependem de terem voltado e se separam de novo. Daí, ficam naquele relacionamento “ioiô”. Em suma, eles se dão bem apenas quando não estão juntos (rs). Parece que ambos – principalmente Rita – têm dificuldade em encarar a vida sem o parceiro, tão acostumados que estão com a relação. Só que ela está sempre buscando novidade. Ele demonstra gostar mais da tranquilidade em um relacionamento.

Brincando com a máxima de que “Casamento é igual a submarino: até boia, mas foi feito para afundar”, os 75 minutos de peça são preenchidos por encontros e desencontros do casal. Tudo isso acompanhado por um diálogo ágil e divertido, escrito por Miguel Falabella e Maria Carmen Barbosa. Assim, evitando que fique enfadonho para o espectador. Aliás, isto é raro hoje em dia, mas deixa pra lá (rs).

A peça é basicamente uma comédia, mas com várias cenas românticas. Marcius Melhem, comediante já bem conhecido pelo grande público, dosa sua veia humorística com o que há de romântico no personagem. Assim como Luciana Braga, não tão famosa na comédia, também faz rir com a sua instável Rita. Os dois atores cuidam do pequeno cenário, montando e desmontando a cama na qual eles discutem no quarto, por exemplo, fazendo o móvel se tornar o sofá do restaurante onde se encontram quando estão separados.

 

Teatro dos Grandes Atores

Av. das Américas, 3.555 – Barra Square, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro – RJ

(21) 3325-1645

Até 1 jun 2014
dom 20:00 | sex e sáb 21:30
sex R$ 70.00; dom e sáb R$ 80.00

 

Anúncios